Adobe SpeedGrade

Conheça o Adobe SpeedGrade e saiba como usar essa ferramenta do pacote Adobe

O Adobe SpeedGrade é um programa focado em correção e redefinição de cores para edição de vídeos profissionais. Trata-se de uma ferramenta avançada de tratamento de imagens e pode ser um grande diferencial para o resultado final das suas produções audiovisuais.

O Marketing Digital é um dos caminhos para gerar novas oportunidades de negócio, inclusive para pequenas empresas. E como as suas ações são muito amplas, é fundamental focar naquelas que verdadeiramente trarão resultados para a sua empresa.

A produção de conteúdos em vídeo é uma delas, por isso é necessário conhecer ferramentas como o Adobe SpeedGrade.

Apesar de fazer parte do pacote Adobe que traz outros programas como Photoshop, Illustrator, InDesign, After Effetcs, entre outros, o SpeedGrade apresenta algumas particularidades, sobretudo na sua apresentação visual.

Por isso, para que você o conheça bem a fim de produzir vídeos de qualidade para o marketing do seu negócio (ou pedir que algum profissional os faça), fique conosco até o final deste post e entenda o que é o Adobe SpeedGrade e como usar esse software, além de algumas dicas para dar os primeiros passos nele.

O que é o Adobe SpeedGrade

O Adobe SpeedGrade é um programa voltado para a edição de vídeos, principalmente com foco em correção de cores. Por isso, é um software usado por quem trabalha com produção audiovisual profissional.

Portanto, se você quiser investir na produção de vídeos de alta qualidade para o seu negócio, o Adobe Speedgrade é uma das melhores opções.

Por ser um programa que requer conhecimentos não apenas do pacote Adobe, mas também de edição audiovisual, vamos seguir com um passo a passo de como usar o programa. Assim, mesmo que você não o opere, vai conseguir entender o trabalho que um profissional de vídeo fará nele.

Como usar o Adobe SpeedGrade

Após baixar e instalar o SpeedGrade, para começar um trabalho, você pode selecionar uma imagem ou vídeo e importar para o programa. Para isso, vá em “Setting”, escolha “Playback” dentro de “Options” e defina a frame rate (ou taxa de quadros), podendo selecionar um número inteiro ou uma fração.

Para que você tenha uma ideia, cada 1 segundo de vídeo tem 24 frames. Por isso, por padrão, o número por frame a ser inserido é 24.

O SpeedGrade suporta vídeos e imagens de diferentes resoluções, o que é ótimo caso você queira mesclar vídeos de diferentes qualidades, por exemplo, um vídeo de excelente qualidade feito por um profissional e aquele bem amador gravado com um celular.

Use mais de um monitor ao editar com o SpeedGrade

Já viu aquelas pessoas que usam dois monitores em vez de um para trabalhar no computador? Esse formato também é o ideal para o SpeedGrade.

Isso ocorre porque a interface do software tem tantas opções que seria necessário um monitor de, pelo menos, 27 polegadas para tirar o melhor proveito de todas as suas funções.

Para isso, dentro de “Setting”, escolha “Options”, marque a caixa para ativar o monitor duplo e selecione o tamanho da janela.

Escolha a resolução de reprodução e as configurações de cor

Para fazer esse tipo de configuração, vá em “Setting”, selecione “Dynamic Quality” dentro de “Options” e escolha “Playing Frame Rate” (sendo 1:1 referente à qualidade total e 1:8 a de qualidade mais baixa).

Em seguida, vá em “Paused Resolution” (sendo 1:2 o padrão sugerido pelo programa) e, em “Color Depth”, escolha a profundidade da cor (8 bits é o padrão e a outra opção é 16 bits). Para a profundidade de cor em pausa siga o mesmo formato.

Após salvar, você está pronto para começar a usar o Adobe SpeedGrade. Muito embora ele tenha inúmeras outras opções, essas apontadas acima são as básicas para você dar início ao manuseio do programa.

Você pode se interessar por esses outros conteúdos sobre as soluções da Adobe!
👉 Adobe After Effects: como usar e as suas principais funcionalidades
👉 Adobe Premiere: passo a passo para iniciantes fazerem vídeos incríveis
👉 Adobe Lightroom: saiba como usar e como aplicar presets
👉 Preset: o que é e como usar para editar suas fotos
👉 Adobe Color: como usar essa extensão para criar paletas de cores

Dicas para usar o Adobe SpeedGrade

Agora que você já sabe como fazer a configuração inicial do SpeedGrade, vamos a algumas dicas que podem lhe ajudar a tirar melhor proveito dele.

Conheça os principais itens do SpeedGrade

A primeira reação que uma pessoa costuma ter ao abrir o SpeedGrade é ficar completamente perdido, a começar porque o programa não tem um menu principal. Ou seja, “File (Arquivo)”, “Edit (Editar)”, entre outros itens que são comumente encontrados nos menus de outros softwares — inclusive da Adobe —, no SpeedGrade simplesmente não existem.

Isso acontece porque tais itens não são necessários para o uso do programa, pois os que você precisa utilizar já estão lá. São eles: Desktop, Timeline, Tools/Grading e Monitor. Vejamos, então, como isso funciona na prática!

Ao escolher e importar um vídeo em Desktop, você o move para a Linha do Tempo. A partir daí, a visualização passa a ser no item Monitor, enquanto Tools traz as ferramentas que serão usadas para a edição do vídeo que você produziu e também para a classificação das cores.

Introdução ao Desktop

Como dito, você usa o Desktop como uma espécie de navegador de mídia para encontrar os arquivos que quer trabalhar dentro do programa. Essa é uma maneira simples de localizar e classificar as imagens e os vídeos que foram importados para o SpeedGrade, além de mostrar os formatos que são suportados e também os que não são.

Em suma, se você conseguir ver uma miniatura do arquivo, isso quer dizer que o SpeedGrade suporta o formato do arquivo escolhido.

Introdução à Timeline

A linha do tempo é o espaço em que o seu vídeo fica e é dividida em “Playhead”, “Tracks” e “Timeline”.

O playhead mostra a movimentação do seu clipe. Assim, você pode mover imagens para a esquerda ou direita, além de poder criar muitos playheads.

Os tracks trazem as camadas do arquivo, tais como footage tracks (trilhas de filmagem), grading track (faixas de classificação), audio (som), pan and scan (luz e transparência). Você perceberá que as camadas do SpeedGrade se assemelham às do Photoshop.

E por falar nisso, agora que você já conferiu as nossas principais dicas sobre o Adobe SpeedGrade, que tal aprender também a editar os áudios do seu vídeo com perfeição? Para isso, confira este artigo que escrevemos sobre o Adobe Audition!

100.000 pessoas não podem estar enganadas
Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo