Por Raphael Pires

Publicado em 5 de março de 2020. | Atualizado em 18 de março de 2020


A agência de nicho é uma decisão estratégica de negócio que se concentra em um público mais restrito, porém com alto potencial de conexão com o produto ou serviço. O primeiro passo para abraçar essa ideia é definir o nicho ideal que você pretende trabalhar. No entanto, outras ações também são necessárias para que tudo dê certo.

Você já pensou em transformar o seu negócio em uma agência de nicho? Sabe por que a pergunta? É que o consumidor moderno tem inúmeras opções de compra e, paralelo a isso, o mercado oferece quase sempre as mesmas ofertas.

Sendo assim, filtrar o público-alvo para se diferenciar da concorrência pode ser uma ótima alternativa. Isso porque, se a sua empresa não for verdadeiramente especialista no que faz, os clientes migrarão para outra. Vamos ser honestos: quem consegue ser expert em absolutamente tudo?

Neste post, falaremos sobre o conceito de agência de nicho, qual a importância de nichar, dicas para se tornar uma e como ganhar autoridade na opção que você escolher. Boa leitura!

O que é uma agência de nicho?

É a agência que se concentra em um público-alvo único com alto potencial de conexão com o produto ou serviço. O nicho é uma decisão estratégica. Como diz Michael Porter, professor da Harvard Business School e autor de vários livros de administração: “A essência da estratégia é escolher o que não fazer”

Entenda a importância de nichar sua agência

A ideia de ser uma agência de serviço completa continua sendo um atrativo para muitos proprietários de agências. Na teoria, quanto mais serviços, mais oportunidades. No entanto, como o mercado ficaria se todos os empreendedores fizessem as mesmas ofertas, não é mesmo?

Além do mais, é importante reconhecer que existem grupos que têm dificuldade de encontrar o que desejam e receber atendimento personalizado. É aqui que o nicho se encaixa. Nesse cenário, a especialização em determinada área parece uma estratégia de negócios mais apropriada no mercado saturado de agências de hoje.

Até porque existem custos absurdos envolvidos na oferta de um amplo portfólio de serviços. Isso coloca uma enorme pressão sobre o modelo de trabalho que fica difícil sustentar. Os membros de um nicho têm muito em comum entre si. Depois de identificar claramente seu ‘ponto de dor’ ou ‘ponto de paixão’ exclusivos, você pode criar mensagens personalizadas e CTA’s altamente focados que ressoam e convertem bem. 

Com os recentes avanços, tecnologias associadas à transformação digital como big data, inteligência artificial e outros tipos de automação tornam o marketing de nicho mais eficiente que nunca. Agora, empresas de todos os portes têm acesso a ferramentas poderosas para prospecção, coleta de informações demográficas, criação de perfis detalhados de clientes, remarketing etc. O uso desses recursos permite posicionar qualquer marca com menos esforço e com a certeza de retorno do investimento.

7 passos para se tornar uma agência de nicho

Quanto mais apertado o foco, melhor. Na sequência, confira as dicas para uma estratégia bem-sucedida!

1. Defina o seu nicho de mercado

Sem dúvidas, as bases para o sucesso começam com um bom planejamento. Por isso, se a ideia é focar em um nicho principal, o ideal é avaliar de perto o mercado em que deseja ingressar para identificar oportunidades e desafios.

Quais habilidades você está procurando? Em que direção o mercado está se movendo e como sua agência tiraria vantagem disso? Que tipo de experiência pretende oferecer ao consumidor? Faça esses e outros questionamentos.

2. Tenha um plano de negócios resumido

O velho clichê que diz que “ações valem mais que palavras” soa verdadeiro aqui. Embora seja importante ter um plano detalhado, criar algo mais objetivo para colocar em ação é melhor para os seus negócios do que ficar tentando aperfeiçoar números e gráficos simulados que só aparecem no papel. 

Com muita frequência, os empreendedores se esquecem de fazer a engrenagem rodar ou perdem a oportunidade. O plano de negócios serve como um esboço do que sua empresa fará, portanto a melhor maneira de realizar isso é manter seus objetivos vinculados a um documento simples. 

3. Seja específico, distinto e relevante

Aproveite as oportunidades para apontar por que seu serviço é mais adequado que as ofertas da concorrência. Dê uma boa olhada em todos os benefícios do que você tem a oferecer, desde conceito até fabricação e distribuição. 

Qual o seu diferencial? Por que é melhor pagar pelo seu serviço que o dos outros? Use as respostas para saber exatamente quais são os recursos principais e, assim, fazer com que as pessoas também saibam.

4. Identifique o perfil dos clientes de nicho

Alguém por aí tem necessidades não atendidas. No entanto, evite ser muito amplo. A segmentação de pessoas que se formaram em advocacia mas ainda não têm clientes para começar a advogar pode ser uma boa ideia.

A chave é ser específico. Ao direcionar uma base de clientes mais estreita, o público saberá com quem fazer negócios quando precisar de um produto ou serviço exclusivo — e esse alguém será você. 

5. Realize pesquisa de mercado 

Uma razão pela qual algumas empresas de nicho não se saem tão bem é que não investem o suficiente em pesquisa de mercado. O ideal é começar a praticar antes mesmo de abrir o negócio e no decorrer dele. 

Também é importante acompanhar projetos de pesquisa continuamente para estar por dentro das tendências atuais do mercado, do futuro da publicidade e de como isso pode afetar a sua agência. Isso é um ótimo recurso para alinhar as metas com as expectativas dos clientes. 

6. Treine a equipe

Quando estiver pronto para recrutar colaboradores para o seu novo negócio, tente encontrar pessoas que já atuaram algum tempo na área ou têm o perfil criativo, com ideias inovadoras e proativas. 

Independentemente do nicho que você escolher, o treinamento é fundamental, principalmente quando envolve uso de tecnologias. Não será difícil encontrar um bom curso, até mesmo online, para qualificar o seu time. Assim, é possível acompanhar as mudanças de mercado das agências. 

7. Permaneça presente no seu nicho de mercado

Ser um especialista em determinado nicho é ótimo, mas apenas se o público-alvo souber disso. Portanto, participe de feiras, workshops, conferências ou realize eventos você mesmo. Contribua para debates relevantes.

Lembre-se de que sua agência precisa ser a voz mais forte. Então, amplie a rede de amigos. Converse com as pessoas, troque ideias sobre o que elas precisam e aproveite os benefícios do bom e velho networking.

3 dicas para sua agência ganhar autoridade no nicho escolhido

Como criador do seu serviço, você oferece, ao seu nicho de mercado, informações e conselhos valiosos. No entanto, simplesmente proclamar que é um especialista não o levará a lugar algum. Logo, saiba o que fazer!

1. Produza conteúdo original e relevante

O marketing de conteúdo é o meio pelo qual você constrói sua onipresença. Por isso, é relevante se comprometer a criar uma quantidade significativa de conteúdo de alta qualidade, escrito especificamente para o público do nicho escolhido.

Ele pode vir de várias formas: white papers, artigos, postagens em blogs, webinars, podcasts, e-book etc. Ao criar um conteúdo apreciável, é possível conquistar seguidores e ter uma legião de fãs entusiasmados para ver as próximas publicações. 

Mas lembre-se: criar uma estratégia de marketing de conteúdo que fará de você uma autoridade não é algo que acontece da noite para o dia. Bons resultados precisam de tempo e dedicação.

2. Compartilhe boas histórias

Conte a história por trás da fundação de seu serviço inovador. Quais problemas encontrou? Como os resolveu? Depois de aperfeiçoar a mensagem, divulgue o conteúdo relevante por meio do seu blog, compartilhe nas redes sociais e marque seus amigos nos posts.

Também é interessante produzir seus próprios vídeos narrando algo legal, pois os seguidores adoram interagir com essa ferramenta. Outro grupo que gosta de ouvir histórias marcantes são os jornalistas. Por isso, não hesite em enviar comunicados à imprensa e, assim, ampliar as possibilidades de marketing.

3. Marque presença nas redes sociais

Se o objetivo é transformar visitantes ou curiosos em clientes, construir relacionamentos fortes e duradouros com eles ou aumentar sua lista de seguidores, você e sua equipe precisam se envolver regularmente nas redes sociais.

O engajamento em plataformas como Twitter, Facebook, Pinterest, Instagram, LinkedIn e outras é parte essencial da maneira como você compartilha o conteúdo e na forma como as pessoas respondem a essa abordagem.

Gostou de saber como colocar sua agência de nicho para funcionar? Definir o nicho, ter um plano objetivo, ser específico, identificar o perfil dos clientes e fazer pesquisas estão entre as dicas mais importantes para o seu negócio prosperar. Pense nisso e aproveite para baixar o nosso kit essencial para você aumentar a produtividade e manter a qualidade das entregas na sua agência.

Baixe o Kit de Produtividade!

100.000 pessoas não podem estar enganadas
Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *