Por Redator Rock Content

um de nossos especialistas.

Publicado em 5 de junho de 2019. | Atualizado em 27 de março de 2020


O analista de marketing é cada vez mais requisitado no mercado de trabalho. Algumas das principais áreas de atuação são o SEO, Inbound Marketing e Marketing de Conteúdo. Para se destacar na área, é preciso ser movido por dados, aprender práticas de storytelling e estudar muito.

Antes de comprar qualquer produto ou contratar um serviço, é muito comum checar na web quais são as melhores opções, como realmente funciona, qual a faixa de preço, etc.

Apenas depois disso chega-se ao momento da tomada a decisão.

Esse hábito de pesquisa e deixar-se influenciar pelas informações encontradas na internet tem crescido cada vez mais, e as empresas que realmente querem destaque no mercado precisam dessa de divulgação online.

Por isso, surge a necessidade de um profissional capaz de cuidar de todo esse processo interno na empresa: o analista de marketing.

Nesse artigo você vai aprender:

Por que contratar um analista de marketing?

Para implementar estratégias de marketing e conseguir resultados robustos é fundamental estruturar uma equipe.

Um analista de marketing entra como uma peça fundamental na estratégia de uma empresa, por ser um profissional que já passou por algumas experiências e já tem autonomia para pensar estrategicamente e tomar decisões.

Sob a supervisão de um gerente de marketing, o analista contribuirá para que os objetivos da empresa sejam alcançados, sendo capaz de executar tarefas e apresentar soluções utilizando as diversas ferramentas de Marketing Digital.

É recomendável que o time tenha um analista especializado para cada área: mídias sociais, conteúdo, design, conversões e Email Marketing.

Nesse artigo, vamos falar sobre o analista de Marketing Digital em uma equipe pequena, que precise saber de tudo um pouco e desempenhar diferentes funções.

Se a equipe ainda está em estágio inicial, poucos profissionais proativos e com conhecimento das ferramentas de Marketing Digital  podem se dividir entre as estratégias e começar a gerar grandes resultados.

O que faz um analista de marketing?

O analista de marketing é um profissional responsável por cuidar da análise das estratégias e resultados de marketing dentro da empresa.

Geralmente esse profissional é contratado para cuidar e desenvolver as estratégias nos meios digitais, principalmente para empresas que resolveram investir nessa área.

De forma resumida, o analista de marketing é um profissional responsável por criar, desenvolver e mensurar resultados de estratégias de  Marketing Digital  para a empresa em que trabalha.

É necessário que esse profissional tenha conhecimento de todas as possíveis estratégias de marketing no mundo digital para garantir que as melhores sejam escolhidas para alavancar os números da empresa — sempre pensando em resultados de alcance em curto, médio e longo prazo.

Em algumas ocasiões, esse profissional trabalha sozinho — no caso de empresas de pequeno porte —, mas o mais comum é que haja uma equipe preparada para gerir cada passo da estratégia de Marketing Digital em questão.

Times de marketing Banner

1. Análise de Mercado e da Concorrência

Uma das principais atividades do analista de marketing é acompanhar a situação do mercado e os movimentos da concorrência.

Esse profissional precisa fazer um estudo bem detalhado do mercado, levantando as melhores possibilidades de investimento em marketing para a empresa e descobrindo quais são os próximos passos para garantir que sua marca tenha destaque na mente do consumidor.

A análise da concorrência também é fundamental.

É necessário acompanhar os passos dos concorrentes para entender onde eles estão atacando e se aquela é uma oportunidade para vocês ou não.

2. Definição das personas

Outro ponto importante para o analista de marketing é fazer uma grande pesquisa para conhecer cada vez mais o consumidor daquela empresa.

É muito comum ainda encontrarmos, ao pedir a definição do público-alvo, o clichê “homens e mulheres entre 20 e 50 anos das classes B e C”, por exemplo.

Mas esses dados são muitos gerais e dão poucas pistas de como alcançar essas pessoas, como influenciar seus comportamentos de compra e como conseguir uma conexão com elas.

O que você precisa é criar uma persona.

Principalmente quando pensamos em Marketing Digital , é preciso ter uma definição mais completa desse público, entendendo realmente quais são suas maiores dificuldades e dúvidas no momento de compra, para conseguir criar uma comunicação cada vez mais eficaz.

A persona deve guiar todas as estratégias de marketing e para criá-la o analista deve trabalhar em conjunto com os vendedores e descobrir através de dados levantados entre os clientes, quem realmente compra da empresa.

Um ponto de atenção deve ser também as oportunidades de negócio e novas personas que podem ser criadas a partir delas.

3. Estratégias em Mídias sociais

No caso das mídias sociais, esse profissional é responsável por criar um plano de ação mensal para as redes em que a empresa se encontra.

Entender o público, conforme citado no item anterior, é a chave para seguir com as possíveis estratégias no mundo digital.

Para o caso das mídias sociais, conseguimos assim definir em qual rede a empresa precisa estar, de acordo com o perfil dos clientes que ela possui e prospects interessantes.

O profissional, com base nisso, vai:

  • Criar o plano de ação e colocá-lo em um calendário de marketing;
  • Colocar em prática, acompanhar a comunicação dos clientes e prospects com cada uma das publicações;
  • Mensurar os resultados ao fim de cada mês para entender quais foram as publicações com maior engajamento, quais tiveram pior recepção e ter uma ideia de como proceder no mês seguinte.

4. Estratégia de SEO

No caso das estratégias de SEO, esse profissional é responsável por “arrumar a casa”.

No primeiro momento, ao chegar em uma empresa onde o investimento em Marketing Digital está começando, é preciso fazer algumas atividades básicas, como otimização on page.

Além disso, é interessante fazer uma pesquisa de palavras-chave para entender quais são os melhores termos para a sua empresa no mercado, seja por número de busca, quanto por relevância (considerando o público) para conseguirmos entender com base em que o conteúdo deve ser feito.

Outro ponto importantíssimo é ficar sempre atento às mudanças de algoritmo dos motores de busca e entender pelo menos o básico de como funciona os fatores de ranqueamento do Google.

Conteúdos recomendados:
👉 O Guia Completo do Google Analytics
👉 Curso de SEO da Universidade Rock Content
👉 [KIT GRATUITO]: Domine o Google

5. Estratégia de Links Patrocinados

Por mais que uma estratégia de marketing voltada para o crescimento orgânico e o conteúdo seja bem-sucedida, ainda é necessário usar anúncios para obter resultados em Marketing Digital .

E chegando na parte dos anúncios, é hora de pensar na estratégia de links patrocinados, sempre considerando as necessidades do seu público.

O analista deverá saber criar campanhas principalmente no Google Adwords e  Facebook Ads., ficando sempre atento para outras plataformas que possam ser boas ferramentas para alcançar a persona.

A mesuração de resultados e a constante melhoria das campanhas deve ser um dos objetivos principais do profissional envolvido nessa atividade.

6. Estratégia de Inbound Marketing e Marketing de Conteúdo

A estratégia de Inbound Marketing acaba pedindo que mais estratégias de Marketing Digital sejam postas em prática.

Por exemplo, nesse momento, as mídias sociais e estratégias de SEO são fundamentais.

Criamos aqui conteúdos interessantes, considerando as maiores dúvidas e problemas das personas para educar o mercado.

De acordo com a Hubspot, o consumidor não quer mais ser comprado — está na hora de pararmos com aquelas propagandas agressivas que visam apenas a compra de um produto específico: o consumidor quer ser educado!

E é nesse momento que essa estratégia entra.

blog da empresa será uma grande ferramenta na estratégia de Inbound Marketing e Marketing de Conteúdo.

Com conteúdos relevantes para a persona, criamos uma estratégia de educação, junto com uma relação de confiança entre empresa e consumidor.

Com base nisso, o possível cliente, ao concluir a necessidade de compra de um produto ou contratação de um serviço, tomará uma decisão consciente, além de, claro, ter sua empresa em mente na hora de fazer essa escolha, devido às ações de educação e relação de proximidade que criaram nas etapas anteriores.

É fundamental que o profissional faça um calendário editorial, levando em conta os recursos da empresa (se conta apenas com produção interna ou contrata uma agência ou freelancers) e os objetivos a serem alcançados com a estratégia.

A definição de pautas é também de responsabilidade do analista, sempre alinhando com a pesquisa de palavras-chave e as necessidades da persona.

A partir daí é necessário acompanhar as entregas, as postagens e se os objetivos estão sendo cumpridos a médio e longo prazo.

Conteúdos relacionados:
👉 Guia Definitivo do Inbound Marketing
👉 Curso de Inbound Marketing [GRÁTIS]
👉 Marketing de Conteúdo: Primeiros Passos
👉 Enciclopédia do Marketing de Conteúdo
👉 Curso de Marketing de Conteúdo da Universidade Rock Content [GRÁTIS]

7. Análise e mesuração de resultados

Uma parte de todas as estratégias que listamos acima é a mesuração.

Empresas que registram e mesuram sua estratégia de marketing percebem-se 70% mais bem sucedidas que as que não fazem isso.

Para saber se sua estratégia de marketing está no caminho certo e saber o que funcionou e o que não deu resultados, é necessário acompanhar e saber analisar os números certos.

O analista de marketing então tem de ser viciado em métricas, sempre atento aos dados e ter um conhecimento no mínimo intermediário de Google Analytics.

Além de coletar e interpretar esses números, é parte do trabalho do analista saber reagir ao que os dados mostram e pensar sempre em melhores maneiras de melhorar cada vez mais esses resultados.

Quanto ganha um Analista de Marketing?

Segundo pesquisa da Glassdoor, o analista de marketing ganha em média R$3.011, sendo R$600 o menor e R$8.100 o maior salário registrado.

O profissional que chega a ser promovido para sênior tem sua média de salário em R$5.485, sendo o maior salário R$10.200,00.

Qual a qualificação necessária para um Analista de Marketing?

  • Graduação na área de marketing, publicidade e propaganda, economia, administração ou jornalismo (não obrigatório);
  • Conhecimento das estratégias disponíveis no mercado, como:
    • mídias sociais;
    • SEO;
    • links patrocinados;
    • Inbound Marketing;
    • Marketing de Conteúdo;
    • analytics
    • Email Marketing.

Além de conhecer as ferramentas necessárias para colocar essas atividades em prática.

Entre elas encontramos:

  • Ferramentas de gestão e mensuração de resultados de redes sociais;
  • Ferramentas de disparo de Email Marketing;
  • Ferramentas de automação de marketing;
  • Ferramentas de pesquisa de palavras-chave, etc.

E principalmente, para se tornar um bom analista de marketing, é preciso estudar!

Esse profissional tende a se destacar no mercado devido a grande quantidade de estratégias e ferramentas que possui domínio.

Então estude, busque entender quais são os movimentos das maiores empresas do mercado, como elas têm tentado alcançar seu público, descubra as ferramentas mais utilizadas por empresas que investem nas estratégias de Marketing Digital e faça testes para aprender a mexer em cada uma delas.

Acompanhar sempre os blogs que são referência no meio, livros relevantes e notícias sobre Marketing Digital são requisitos para ser um bom profissional.

Não deixe também de sempre estar atualizado e tirar os certificados que vão ajudar você a se qualificar e conseguir ter chances melhores nos processos de seleção.

Curso Marketing de Conteúdo

Quais as habilidades que um Analista de Marketing deve ter?

  • Ótima comunicação verbal e escrita;
  • Ser guiado por uma intuição criativa,
  • Conhecimento avançado de mídias sociais;
  • Capacidade de analisar dados, mostrar relatórios e resultados e fazer otimizações baseadas nos dados levantados;
  • Organização;
  • Estar sempre antenado às constantes mudanças do Marketing Digital;
  • Agilidade de reação à tendências e oportunidades;
  • Proatividade.

Como se destacar na carreira de marketing?

O fato é: não existe a fórmula perfeita do profissional ideal. As pessoas são plurais, repletas de competências diferentes e vêm de cenários igualmente distintos. 

De toda forma, existem alguns pontos importantes que inevitavelmente farão parte do dia a dia de trabalho, ou seja, investir em algumas características específicas é fundamental para ter sucesso e crescer de maneira saudável.

1. Estabeleça metas

Muitas pessoas temem as metas por medo delas se transformarem em estratégias que reduzem um profissional a números. 

Quando criadas e aplicadas de forma saudável e construtivas, todo o medo se transforma em confiança: ter a capacidade de mensurar o próprio trabalho é uma das principais formas de entender se as coisas vão indo bem ou se é preciso tomar cuidado com pontos de atenção.

Mesmo que você já tenha metas estabelecidas na sua equipe, crie aqueles objetivos que só você será capaz de medir. Mais do que isso, veja cada um deles como uma força para seguir em frente com o bom trabalho e buscar por expansão na carreira — como oportunidades de aumento no salário ou a tão sonhada promoção.

Para criar os parâmetros, pense naquele lugar em que se deseja chegar no futuro. Por exemplo: uma pessoa trabalha como redatora e é avaliada pela equipe de revisores a cada texto entregue. Com um total de 10, a nota para bater a meta é 8.

Se aquele profissional deseja se destacar da sua equipe e buscar por crescimento, é interessante ir além da média e propor metas pessoais de desempenho.

Tudo deve ser calculado dentro das limitações pessoais, pensando na rotina de trabalho e entendendo que colocar muita pressão no próprio trabalho se transforma em algo doentio com o tempo. 

Ao mesmo tempo que as metas podem ser positivas, evite comparações abusivas. Conforme já apontamos, cada profissional é único e existem fatores qualitativos que vão além dos números — como comprometimento, pontualidade e proatividade, por exemplo.

2. Conheça o mercado de atuação

O mercado de atuação do marketing é muito plural e muda muito rápido. É comum ver profissionais com experiência em redação migrando para áreas técnicas de SEO, assim como aqueles que dominam as redes sociais podem querer investir em se tornar um consultor de Inbound.

Ao conhecer as principais áreas de atuação, entendendo o que se espera de cada uma delas e quais são aquelas competências imprescindíveis para ser bem-sucedido.

A estratégia é importante por vários motivos, mas citamos dois principais. O primeiro deles é a possibilidade de buscar por novos rumos na carreira — seja por insatisfação na posição atual ou vontade de agregar novas experiências no currículo — ou para ser um profissional multidisciplinar.

Essa característica é importante, já que o mercado é interligado e pode demandar que um único profissional saiba desempenhar diversas funções distintas. 

3. Seja um Storyteller

storytelling é a habilidade de contar histórias a partir de palavras e elementos bem desenvolvidos: personagem, ambiente, conflito e mensagem são os principais deles. Tudo deve ser bem hierarquizado em começo, meio e fim.

No marketing, a estratégia vem na contramão daqueles materiais engessados que só têm o objetivo de vender agressivamente. Eles, por sua vez, já não conquistam mais o coração do leitor como era no passado: as pessoas buscam por proposta de valor em forma de conteúdo online

Pensando na realidade de uma marca, é muito simples: além do produto, serviço, proposta e objetivo final (vendas), qual é a essência que faz dela especial? Como ela é capaz de agregar valor na rotina dos leitores? Como aquele texto pode ir além e provocar reflexão, compartilhamento e engajamento genuíno?

Veja o storytelling além das suas implicações técnicas. Ele deve servir como base para a criação de toda uma estratégia movida por humanização e maior aproximação da audiência.

O que achou de aprender todos esses aspectos sobre a carreira de um analista de marketing? Pensa que esse pode ser o caminho certo para você? Então confira agora mesmo as vagas disponíveis em nossa equipe!

100.000 pessoas não podem estar enganadas
Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *