Por Raphael Pires

Publicado em 21 de janeiro de 2020. | Atualizado em 6 de março de 2020


Quer reconhecer pessoas que despontam na empresa e mostram uma verdadeira atitude de dono? Então você precisa ler este texto!

ilustração sobre atitude de dono
Você sabe o que é ter atitude de dono?

De que forma sua equipe costuma cumprir os projetos estipulados na agência de comunicação? Já notou, em algum momento, se alguém demonstrou ter atitude de dono?

Observar a atitude de dono no ambiente de trabalho pode proporcionar benefícios que, talvez, você nem sequer fazia ideia que existiam, mas são primordiais para a conquista de resultados positivos e a integração das pessoas.

Sendo assim, para que seu fluxo de trabalho seja o melhor possível, acompanhe cada tópico deste artigo e veja o que é uma atitude de dono e como estimulá-la na prática!

Afinal, o que é a atitude de dono?

Também conhecida como ownership, ou seja, o sentimento de propriedade, a atitude de dono representa a forma de falar e agir dos colaboradores, de modo que eles pareçam CEOs da companhia e almejem o sucesso da empresa como um todo.

Atitudes assim fazem com que o conceito de autonomia no trabalho seja latente, deixando os gestores menos preocupados, pois sabem que contam com uma equipe de primeira linha.

Quem apresenta o senso de ownership sabe muito bem se colocar no lugar dos outros e entende a importância de “vestir a camisa”, levando em conta não apenas o próprio progresso, mas também o avanço de todos. A intenção de se comportar como dono contribui para que os funcionários se reconheçam como parte integrante da empresa, fazendo o possível para que ela cresça constantemente.

No vídeo abaixo, Felipe Brunieri, consultor de recrutamento na Talenses fala mais sobre a importância da atitude de dono. Confira:

É uma atitude emocional que mesmo quando não é inata, pode ser estimulada aos poucos, a fim de construir não somente um clima organizacional melhor, mas também alcançar os resultados de produtividade esperados. As empresas anseiam por pessoas assim, porque elas impulsionam as equipes a atuar de acordo com a visão, a missão e os valores determinados pelo negócio.

Quais são os requisitos para pôr esse conceito em prática?

Assim como um bolo, será que há alguma receita que disponha de uma boa combinação de ingredientes para proporcionar a atitude de dono? Pois bem, saiba que existem alguns aspectos importantes que surgem no dia a dia. Abaixo, veja quais são as principais características apresentadas pelas pessoas com atitude de dono.

Apresentar uma boa comunicação

Provavelmente, você já deve ter ouvido a famosa frase do finado Abelardo Barbosa (Chacrinha) que dizia: “Quem não se comunica se trumbica”. Saiba que essa é uma máxima para qualquer campo da vida, mas especialmente para uma agência, afinal, é preciso lidar com diversas demandas, ter boa persuasão, apresentar projetos, entre outros fatores.

Os funcionários que têm boa comunicação claramente se destacam e se tornam líderes natos no departamento em que atuam, na medida em que viram uma espécie de espelho para outros componentes. São pessoas que podem ter um bom desempenho em treinamentos, vendas, retenção de clientes, eventos etc.

Ficar à disposição

Quem tem o DNA da atitude de dono sabe muito bem que o trabalho não pode ser algo superficial, isto é, entregar além do que foi pedido pode gerar ótimos resultados. As pessoas que se colocam à disposição dos gestores acabam ressaltando a proatividade e ficam mais propensas a compreender melhor as decisões.

De maneira geral, os colaboradores que se colocam na linha de frente são sempre aqueles que contam com ideias inovadoras e fazem de tudo para que a equipe tenha o valor reconhecido. Diferentemente da popular “bajulação”, a proatividade mostra que a pessoa está realmente focada no trabalho e age em prol de todos.

Trabalhar bem em equipe

Se analisarmos a fundo, desde a escola já dá para notar que trabalhar em equipe pode ser um verdadeiro martírio dependendo da situação, não é mesmo? No entanto, existem pessoas que gostam de colaborar em projetos e fazem o possível para se doarem ao máximo em respeito aos demais, tendo o propósito de unir forças.

Da mesma forma que um time de futebol, não basta apenas ter consciência tática. É preciso ter espírito de equipe para enfrentar os desafios que aparecem e conquistar o sucesso com os recursos de que se dispõe. Quem consegue trabalhar em equipe sabe exatamente o que é ter atitude de dono, uma vez que tem uma visão macro dos processos e entende que o conhecimento de cada um é importante.

Ter senso de responsabilidade

Se fosse qualificar os colaboradores da sua agência como versos do Hino Nacional, por exemplo, você acha que eles seriam algo como “verás que um filho teu não foge à luta” ou “deitado eternamente em berço esplêndido”? O conceito dessa analogia é mostrar que é de suma importância que as pessoas lutem pelos seus objetivos e não fiquem esperando o sucesso aparecer repentinamente.

Até mesmo para potencializar a gestão de tempo, focar nos colaboradores que se arriscam e têm brio para confrontar os problemas torna a condução dos projetos muito mais simples. É necessário ter pessoas que batem no peito e chamam a responsabilidade para si, na medida em que nem sempre os gestores estarão à disposição e a empresa não pode parar por isso.

Como a empresa pode estimular a atitude de dono?

Pensando nisso, você e os demais gestores devem estimular os funcionários a demonstrar a famosa atitude de dono, a fim de minimizar os gargalos produtivos e fazer com que as estratégias se encaixem. A princípio, mantenha a transparência em qualquer das decisões que tomar, pois atitudes obscuras tendem a ter repulsa e não engajamento.

Invista na cultura do intraempreendedorismo em muitas oportunidades, ou seja, impulsione os colaboradores a exporem suas opiniões e pensarem que a promoção de cargo é uma consequência de um trabalho proativo. Implemente objetivos os quais as equipes tenham paixão em conquistar, tais como remunerações extras por desempenho, folgas atreladas a metas, viagens de incentivo e assim por diante.

É indispensável que você reconheça o valor de cada um na empresa, não só para manter o equilíbrio e evitar um possível estresse no trabalho, mas também para fomentar talentos que, às vezes, ficam escondidos por não enxergarem oportunidades. Além disso, mostre que você não está em um pedestal e nem é melhor do que os outros, levando em conta que ser um espelho positivo transforma qualquer ambiente.

Portanto, nunca é demais reforçar a importância de desenvolver a atitude de dono, a qual é uma competência crucial para gerir melhor os negócios e fazer com que os colaboradores, de fato, “vistam a camisa” da agência.

Se você quer mais dicas incríveis como essas que mostramos, então não perca a oportunidade e baixe agora mesmo o nosso Guia Completo de Gestão para Agências!

Nova call to action

100.000 pessoas não podem estar enganadas
Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *