Adriana Aguiar

Analista de Marketing na Rock Content.

Analista de Marketing na Rock Content. Amante de viagens, burguers, unicórnios, filmes, séries medievais e Britney Spears.
9 publicações feitas.



Matemarketing: o que é por que apostar na matemática do marketing?

É inegável o quanto o marketing foi beneficiado com as tecnologias desenvolvidas nos últimos anos.

Agências e empresas deram um salto de qualidade no relacionamento com seu público quando investiram em soluções de automação, por exemplo. Além disso, também merecem destaque os avanços do Matemarketing.

É verdade que alguns profissionais do marketing não contavam em esbarrar novamente com números e estatísticas depois de saírem da faculdade, mas no caso específico dessa estratégia, certamente tem sido um feliz reencontro.

Isso porque o Matemarketing permite que suas estratégias sejam elaboradas com um grau de certeza para um sucesso muito maior do que antigamente, quando o feeling do profissional era o que direcionava as ações do setor e uma torcida se instalava para que tudo corresse bem.

Não sente saudades dessa época nem tampouco quer ver sua empresa retroceder nesse sentido, não é mesmo?

Então, você precisa entender mais aprofundadamente o que é e como funciona o Matemarketing com este post. Mas não se preocupe: pode deixar sua calculadora guardada.

Quais são as principais formas de fazer marketing?

Essa é uma boa pergunta para começar, pois sabemos que existem vários tipos de estratégias de marketing, como o viral, de experiência, fidelização e claro, o de conteúdo.

Na verdade, considerando que o marketing envolve o planejamento, execução e o acompanhamento de ações que visam adequar determinado produto aos seus consumidores ideais, suas possibilidades são infinitas.

Mas a forma de fazê-los, ou seja, como desenhar suas estratégias, essas sim podem ser resumidas da seguinte maneira:

Marketing Intuitivo

O marketing por intuição é aquele que foi durante muitos anos praticado, em um dado momento com bons resultados, em outro com fracassos e prejuízos substanciais.

Isso acontecia por uma razão muito simples: a quantidade de informações que poderiam influenciar e personalizar suas ações era praticamente nula.

Também não haviam ferramentas e indicadores confiáveis para medir a eficiência e registrar o histórico dos resultados para que servisse de referência para futuras ações.

E qual a surpresa nisso tudo?

Algumas empresas ainda apostam nessa modalidade nos dias de hoje, mesmo que em menor proporção ou apenas em alguns de seus canais, como nas estratégias para redes sociais, e-mail marketing ou call center.

Insighful Marketing

No caminho evolutivo, o Insighful Marketing seria uma fase intermediária, contando com a presença de alguns meios para coleta de dados, bem como o acompanhamento quantitativo e qualitativo dos resultados de suas campanhas.

A grande questão é que tais dados não são utilizados massivamente nas estratégias, seja por falta de aderência e aceitação das diretorias das empresas, seja pela falta de recursos necessários para transformá-los em informações relevantes.

Porém, os consumidores estão vivenciando diferentes experiências em suas compras, bem como estão ficando cada vez mais atentos e conscientes sobre os itens que cogitam comprar e suas alternativas.

Atrair e interagir com tais consumidores são tarefas muito mais difíceis hoje em dia sem o apoio de métodos e tecnologias adequadas. É preciso personalizar cada interação, mas ao mesmo tempo primar pela escalabilidade das ações.

Matemarketing

Diante desses novos desafios e com o Big Data nas mãos, surge o Matemarketing, que permite usar números e estatísticas para direcionar a criatividade da equipe de marketing.

As tecnologias em união com o Matemarketing contribuem para a identificação de padrões comportamentais dos consumidores e a realização de análises preditivas que apontam tendências e garantem correções pontuais das campanhas ainda em curso.

E, ainda, seus resultados e estudos prévios podem ser utilizados para justificar investimentos, demonstrando com clareza as probabilidades de sucesso.

Quais as aplicações para o Matemarketing?

No Matemarketing, as ações serão mais personalizadas de acordo com as características do comprador ideal e, portanto, trarão melhores resultados em diferentes etapas. Podemos citar:

Definição da buyer persona

Ao avaliar estatisticamente os dados de compra, histórico de interações, necessidades e desejos dos clientes, é possível definir uma buyer persona muito mais fiel à realidade, fazendo com que suas contribuições para a personalização dos serviços e mensagens sejam muito mais eficientes.

Guia para criação de personas

Aquisição de novos clientes

Considerando que essa é uma das etapas mais desafiadoras do marketing, realizá-la com maiores chances de sucesso é primordial.

Análises do comportamentos dos prospects permite criar interações mais acertadas e dentro do perfil da buyer persona.

Com tais soluções, o investimento na aquisição pode ser direcionado para um público que tenha maior grau de conversão, otimizando os resultados obtidos.

Acompanhamento da performance de estratégias de marketing

O Matemarketing garante que as estratégias sejam personalizadas, mas também apoia no acompanhamento dos resultados e reações em tempo real.

Se ajustes forem necessários, seus indicadores de desempenho apontarão quais elementos devem ser melhorados para o sucesso das campanhas.

Como funciona o Matemarketing?

Essa metodologia pode ser aplicada para diferentes canais e estratégias, mas seu funcionamento será similar para a maioria delas.

Captação de dados

Além de dados de sistemas de gestão de clientes e outros já armazenados, é necessário captar informações que ajudem no direcionamento das ações de marketing específicas.

Criar pesquisas na web, enviar SMS com questionários e incentivar a contribuição do levantamento de dados é primordial para criar um Big Data funcional e estratégico.

É importante buscar informações como as principais dores da sua persona, comportamentos em diferentes canais de aquisição, hábitos, preferências e demais características que ajudem no agrupamento de tendências.

Análises dos dados coletados

Mesmo vindos por formulários, os dados precisam ser organizados e aqueles com qualidade duvidosa, descartados. Esse cuidado permite que tais informações não alterem as tendências reais do comportamento dos leads.

Organizar tais dados significa inseri-los em tabelas ou sistemas que podem traçar as análises e estatísticas.

Criar segmentações, colocar filtros que permitem avaliar os resultados por canais, períodos, entre outros, também pode ajudar. Portanto, é uma etapa fundamental para o sucesso do Matemarketing.

Dados duplicados ou inseridos em campos incorretos podem inviabilizar toda a pesquisa, ou pior, oferecer resultados incorretos.

Identificação de padrões e levantamentos estatísticos

Com os dados organizados, diferentes análises e estatísticas podem ser produzidas com o intuito de identificar padrões comportamentais similares em cada segmento ou canal definido.

Se a ideia é criar uma campanha de email marketing, por exemplo, o padrão comportamental dos leads que usam exclusivamente o call center pode ser desconsiderado.

Acompanhamento de estratégias de marketing

Com os dados tratados e as campanhas criadas, a escolha de indicadores de performance é necessária para, mais uma vez, colocar o Matemarketing a serviço da empresa.

Nesse sentido, ele contribui para a escolha das métricas corretas, que estejam alinhadas com os objetivos da estratégia.

Uma vez que seus resultados estejam performando abaixo do planejado, os números e métodos de análise poderão dar pistas de quais as melhores modificações para corrigir e retomar o direcionamento correto.

É importante também que, ao final das campanhas e ações, uma avaliação seja feita dos resultados obtidos, bem como uma descrição que aponte todo o processo, parâmetros e quais foram as correções feitas.

Tais informações poderão fundamentar futuras estratégias e também servir de referência quando um grupo focal de leads gerados precisar ser analisado.

Por que utilizar o Matemarketing?

Ações de marketing possuem um objetivo claro que é potencializar os lucros dos canais a partir da conexão entre clientes e produtos. Para isso, precisam de investimentos.

O Matemarketing permite que tais investimentos sejam alocados onde podem trazer mais retornos. Também pode indicar quais estratégias estão dando prejuízo e precisam ser revistas.

Além disso, ainda pode ser utilizado para identificar falhas e fazer proposições de melhorias mais acertadas. Uma diminuição no número das vendas do e-commerce, por exemplo, pode ser desvendado com a ajuda do Matemarketing.

Dados sobre as vendas e estatísticas sobre o comportamento dos leads no ambiente virtual podem apontar o motivo da queda. Com as tendências e análise preditivas que o Matemarketing proporciona, é possível avaliar as melhores tomadas de decisão para reverter tal quadro.

Essas informações garantirão melhores tomadas de decisão pois apontarão quais as possíveis soluções e, claro, os resultados que serão obtidos em cada uma delas. Por fim, tais dados também poderão contribuir para que ações preventivas sejam criadas para evitar novas ocorrências como tal.

Em resumo, o marketing baseado em análises matemáticas retira do acaso e do instinto dos profissionais a obrigação de acerto e deixa que estes últimos foquem em trabalhar melhor suas ideias e a criatividade.

Quer saber mais sobre como analisar a performance de marketing do seu negócio? Então não deixe de ler o nosso ebook completo sobre Indicadores de Marketing e OKRs!

Indicadores de Marketing e OKR

marketing sinestesico

Marketing Sinestésico: Use os 5 sentidos a favor do seu negócio!

Sem dúvida alguma, o Marketing é umas das áreas que mais se reinventou nos últimos anos!

Nesse cenário, é possível identificar mudanças significativas em sua atuação a nível de negócio, pois já é fato que ele deixou de ser apenas uma área de suporte à empresa para se tornar uma das principais no que diz respeito à estratégia de aquisição de clientes.

Por isso, ele está cada vez mais atuante na jornada do cliente!

Obviamente que isso não ocorreu do dia para noite, foi construído dia após dia pelas empresas e profissionais da área. Porém, em todas essa mudanças notamos um crescimento forte do conceito de Marketing Digital e também do Marketing de Conteúdo.

Outra novidade que também está chegando para ficar é o Marketing Sinestésico, conhecido também como marketing sensorial.

Essa nova tendência está agitando o universo do marketing, e tem como foco o aumento do consumo em estabelecimentos em um curto espaço de tempo, ou seja, tem grande atuação no custo-benefício do negócio!

Já ouviu falar desse conceito? Não?! Então continue com a gente e descubra como o Marketing Sinestésico funciona e como ele pode ser aplicado no seu negócio!

O que é o Marketing Sinestésico?

O Marketing Sinestésico nada mais é do que ações que exploram os sentidos humanos para vender: tato, olfato, visão, audição e paladar.

O seu conceito está em adotar essa estratégia como uma maneira da empresa se diferenciar em relação ao mercado por meio do foco na experiência do consumidor, despertando um forte estímulo mental que comunicará de forma mais clara a mensagem que ela quer passar.

Até porque, em nosso dia a dia, somos constantemente afetados de forma positiva por vários elementos que estão ligados a esses 5 sentidos. Então, explorar todo o potencial de comunicação da marca por meio deles é um excelente diferencial competitivo.

Seja qual for o segmento da empresa, é possível formular estratégias de marketing que combinam deles para reforçar a sua imagem na mente dos clientes de forma positiva.

Para que serve o Marketing Sinestésico?

O Marketing Sinestésico tem como missão atingir o subconsciente dos consumidores de maneira que seja possível influenciar o seu comportamento de compra.

Ele faz isso através de ações que vão além das imagens e até mesmo das palavras.

Essa é uma excelente maneira de se adaptar ao fato de que o comportamento do cliente está cada vez mais ligado às interações momentâneas e à sua tendência a ter uma ligação com as marcas e as empresas.

Afinal o processo de decisão de compra não responde mais às propagandas tradicionais com a mesma eficiência de antigamente, ele está mais associado aos estímulos instantâneos e a convivência.

Ou seja, o Marketing Sinestésico está alinhado com uma tendência atual, que diz muito sobre a valorização de pequenos momentos.

Um fato curioso é que uma estratégia que mexa com grande parte dos sentidos tem um impacto extremamente positivo no humor do cliente e isso poderá impulsionar as vendas do negócio!

Portanto, é necessário utilizar da criatividade para chamar a atenção do seu consumidor e fazer a sua marca estar sempre presente em sua mente.

a jornada do cliente

Como trabalhar a estratégia do Marketing Sinestésico no seu negócio?

Implementar estratégias de Marketing Sinestésico, principalmente em negócios que contam com ponto de venda, pode ser algo altamente lucrativo.

A realidade é que o consumidor está acostumado a ser estimulado apenas de forma visual, então, isso dá a margem para que ele seja surpreendido positivamente quando receber estímulos referente aos outros sentidos.

Nesse cenário, as possibilidades de aplicar essa estratégia são inúmeras e a boa notícia é que, com um bom toque de criatividade, muitas ações possuem um custo baixo para serem implementadas e mantidas. Sendo que elas podem ser o que você precisava para vender mais.

Muitas vezes uma boa música, um perfume agradável ou até mesmo a mudança do visual dos móveis da loja podem levar com que o consumidor automaticamente alimente de forma positiva a sua percepção em relação ao negócio, além da qualidade do serviço que é oferecido.

Trabalhar continuamente com essa abordagem poderá ser de fato, o que vai diferenciar a empresa em relação a concorrência, colocando-a em um patamar acima de todas as outras.

Obviamente que empresas que trabalham de forma digital acabam sendo penalizados de alguma forma, visto que o contato com o negócio é somente de forma online, porém é possível surpreender com ações que estimulem o sentido da visão e da audição.

O caminho é utilizar o produto ou serviço que é vendido para direcionar essas ações, ou seja, se a empresa atua com alimentos, o olfato combinado com um visual bonito poderá ser a chave para o sucesso, ou então se trabalha com vestuário, poderá investir em um som que destaque as características das roupas e assim por diante.

Para facilitar esse entendimento, vamos detalhar melhor as ações possíveis nos 5 sentidos:

Tato

Um dos grandes diferenciais de qualquer compra que pode ser feita offline é a possibilidade do cliente tocar naquilo que deseja. Porém, as empresas investem muito pouco em ações que proporcionem essa experiência.

A grande jogada é ir além da possibilidade dos clientes poderem tocar nos produtos ou experimentá-los. Então, é preciso pensar por exemplo, que tipo de tecido para as almofadas, provadores, sofás poderá trazer uma melhor impressão e também que outros itens podem influenciá-lo para que tenha uma boa percepção positiva do ambiente como um todo.

Essa questão do tato e de sentir o ambiente muitas vezes colocam as lojas físicas a frente das lojas virtuais!

Olfato

A verdade é que o cheiro pode provocar diversas emoções para o ser humano, muito pela questão de que o olfato está ligado com o sistema límbico do cérebro, que é a área que está associada às emoções e também a memória.

Saiba que por muitas vezes o cheiro pode ter um impacto mais positivo no nosso humor do que o som, o que demonstra que ele pode ser uma excelente ferramenta para impulsionar as vendas de um produto.

Nesse sentido, a sugestão é utilizar de perfumes para criar uma experiência que associe-o com a marca ou a imagem do negócio.

Portanto, é bom escolher aromas que enfatizem a percepção que a loja quer passar para o consumidor (por exemplo, se é uma abordagem mais jovem, elegante, caseira, dentre outras).

Dessa forma, será possível criar o ambiente ideal para deixar os consumidores com o bom humor necessário para fazer suas compras.

Mas lembre-se que um perfume também pode desencadear uma experiência desagradável, que pode ser algo mais pessoal ou geral, portanto, tome cuidado nessa escolha.

Visão

Geralmente grande parte do orçamento da área de marketing das empresas é destinado para os recursos visuais. Porém, ele não pode se limitar a ações que envolvam somente logotipos e imagens.

O próprio espaço da loja, a sua iluminação e as cores proporcionam um estímulo visual super vantajoso para criar um ambiente agradável, fazendo com que o consumidor se sinta em casa e mais à vontade para realizar a compra.

Saiba que as cores podem ajudar principalmente no que diz respeito ao reconhecimento da loja ou da marca. Por exemplo, o azul é uma cor que induz tranquilidade e o vermelho é o seu oposto, pois está ligado ao fogo, que evoca sentimentos mais agitados, tal como paixão, raiva e o medo.

Por isso, é importante estudar o efeito dessas cores para que as suas ações estimulem os sentimentos que deseja despertar. Sugerimos fortemente a utilização de cores quentes, tal como o laranja e o marrom, pois elas estimulam o cliente a gastar mais!

Paladar

Quando falamos do sentido do paladar, muito se pensa que ele só é aplicável para negócios ligados à gastronomia. Ledo engano!

Pesquisas revelam que, pessoas com fome querem ir embora de um lugar o quanto antes. Aplicando essa realidade a uma loja, os consumidores quando estão famintos não estarão dispostos a ficar e comprar alguma coisa, pois só estão pensando em saciar sua fome.

Portanto, independente do ramo, é sempre bom ter um lanchinho, um chá ou um café para recebê-los. Se for algum alimento que caracterize a cultura da região, melhor ainda!

Exceto em supermercados, clientes com fome não conseguem se concentrar no produto que querem comprar e não responderão aos outros estímulos, tal como o olfato e a audição de forma efetiva.

Audição

Por fim, o último sentido para se trabalhar no Marketing Sinestésico é a audição. Semelhante ao aroma, o som também poderá melhorar o estado de humor do ser humano. Por isso, uma boa música é uma ótima ferramenta para esse objetivo.

A dica é aproveitá-la para evocar estados de espírito que sejam positivos, tal como a felicidade ou o relaxamento.

Ela também poderá ajudar a atingir um segmento de consumidores específicos: por exemplo, pessoas que curtem música clássica ou então rock.

Dessa maneira, suas ações de marketing poderão se tornar mais assertivas, pois irão atrair o público certo com um melhor aproveitamento.

O fato é que com o Marketing Sinestésico será possível melhorar a experiência do cliente em todos os sentidos… literalmente! Afinal ele está ligado diretamente com as emoções e sendo bem trabalhado poderá causar um impacto maior na percepção do negócio como um todo.

Portanto, é uma excelente estratégia para aumentar as vendas, principalmente a longo prazo!

Agora que você já conhece o Marketing Sinestésico, que tal conhecer também nosso material completo sobre Inbound Marketing?

Guia definitivo do Inbound Marketing

Email personalizado

Qual a importância de um email personalizado e como fazer?

A interação com os clientes é fundamental para as estratégias de marketing.

As novas mídias mudaram a forma como essa relação ocorre, e as pessoas têm optado utilizar os canais de comunicação online — como sites e redes sociais — do que recorrer aos meios tradicionais, como o SAC.

Dentre as novas possibilidades, o email personalizado é uma das ferramentas que melhor se adaptou ao novo cenário. Isso acontece porque é possível customizar, de maneira individual, as mensagens para email.

Esse processo cria um sistema de relacionamento único em que o cliente recebe conteúdos de acordo com o seu perfil de consumo, o que facilita o sistema de vendasfortalece a sua imagem institucional e desenvolve a fidelização dos consumidores.

Além de possibilitar uma estratégia de divulgação e conversão de clientes eficiente, o email personalizado possui alto retorno de investimento (ROI) se comparado a outras ferramentas do marketing digital.

É possível fazer uma campanha com altos resultados para o negócio com um investimento relativamente baixo. Saiba mais sobre esse assunto a seguir:

O relacionamento empresa-consumidor

Mais do que criar mecanismos de venda, o email personalizado é excelente ferramenta para fortalecer a marca junto ao público da empresa.

As pessoas gostam de receber um tratamento diferenciado, sobretudo se essa comunicação contribui:

  • com a solução de demandas;
  • com o suprimento de desejos;
  • e com a oferta de condições especiais.

Uma loja que vende tênis, por exemplo, pode enviar algumas opções de produtos que se enquadram no perfil do consumidor.

Além disso, pode oferecer descontos e promoções para criar um diferencial. E é possível fazer ainda mais: enviar dicas de uso dos tênis ou, se for o caso, das melhores formas de praticar exercícios com aquele produto.

Mas, para criar essas estratégias de marketing, é necessário contar com um banco de dados com as informações das pessoas que receberão o material.

Com esses dados, é criado uma mensagem que gera a percepção de comunicação dirigida e que conversa com aquele usuário e, assim, tira a percepção de um material enviado de maneira massificada.

As ferramentas para personalização de email

O email marketing pode ser usado para diversos objetivos:

  • fomentar consumidores;
  • enviar newsletter;
  • fazer promoção de produtos;
  • entre outras possibilidades.

Porém, para conseguir executar essas estratégias com o nível de personalização necessário, deve-se recorrer a algumas ferramentas que tornarão o seu trabalho mais eficiente.

Essas ferramentas permitem:

  • criar listas personalizadas;
  • segmentar a sua campanha;
  • mensurar os resultados das suas ações;
  • criar landing pages;
  • acompanhar e qualificar leads;
  • desenvolver temas para as mensagens;
  • otimizar conteúdos;
  • entre outras coisas.

Tudo isso contribui para a construção de uma estratégia sólida e de alto rendimento.

Além disso, as ferramentas de automação de marketing oferecem os recursos necessários para analisar os resultados das suas ações com o envio de mensagens por email. Esses dados são fundamentais para que alcance o sucesso em suas campanhas.

Com eles, é possível avaliar se os seus emails estão sendo lidos, como está a aceitação do seu material, se a linguagem utilizada funciona e, a partir disso, melhorar e adaptar o seu trabalho para que possa conseguir resultados ainda melhores.

Confira algumas ferramentas que podem ser usadas na personalização de emails:

MailChimp

Ferramenta gratuita e completa para quem pretende iniciar os trabalhos de campanhas por email – além de boa opção para quem já tem experiência com essa estratégia.

Com o MailChimp, você cria listas personalizadas e campanhas segmentadas e mensura os resultados. Além disso, oferece layouts e um editor para personalizar ainda mais o email.

Aprenda como usar essa ferramenta!

RD Station

Considerada uma das ferramentas de automação de marketing mais completas do Brasil, a RD Station é uma opção para quem pretende alcançar com eficiência os clientes em potencial e trabalhar esse consumidor.

As opções vão desde a criação de emails até a geração de relatórios completos sobre a estratégia.

A ferramenta é completa e possui todos os recursos necessários para a automação de marketing: vai do disparo automático de email até a oferta de templates exclusivos.

Ela também oferece a possibilidade de trabalhar outros canais de comunicação.

Mad Mimi

Plataforma bastante semelhante ao MailChimp, inclusive de uso gratuito, mas para até 100 contatos.

Além de todas as ferramentas para a automação de marketing, o Mad Mimi ainda permite a criação de templates e a integração com outros canais, como o Analytics, o Pinterest, entre outros.

Como fazer emails personalizados

Para realizar uma campanha email eficiente, é preciso entender a sua importância para o marketing e as ferramentas necessárias para realizar ação. Mas é preciso ir além.

Dominar como criar, estruturar e personalizar emails, ou seja, conhecer por completo todo o processo envolvido nesse modelo de divulgação.

Nos próximos parágrafos, separamos algumas dicas que vão te ajudar com o email personalizado. Confira:

Saiba se relacionar

Quando você avalia os resultados de uma campanha de email marketing, a taxa de abertura é uma das métricas mais relevantes.

Quanto mais personalizado for o seu email, maior é a chance de que a pessoa vai abrir aquela mensagem. Portanto, fuja dos contatos frios e distantes e tente se mostrar próximo ao seu consumidor.

Para isso, comece mostrando o nome da pessoa. Faça ela perceber que aquele email é destinado exclusivamente para ela. Isso mostra que ele é cliente único.

E não pare por aí:

  • dê boas vindas;
  • apresente produtos de acordo com o perfil da pessoa;
  • ofereça descontos;
  • coloque botões para tirar dúvidas;
  • entre outras ações.

Faça um conteúdo relevante

Alguns procedimentos são necessários para que as pessoas abram seus emails recorrentemente.

O conteúdo é extremamente importante para chamar a atenção, conquistar o interesse do cliente e fechar novo negócio. Invista na elaboração do email, capriche no layout e na produção do material.

Comece com um título chamativo, insira mensagens personalizadas e distribua no email um conteúdo que seja interessante para o seu cliente.

Para isso, tenha um banco de dados com o perfil de compra da pessoa, pois fica mais fácil direcionar a ela os produtos que deseja.

Um conteúdo de qualidade sempre será uma excelente aposta em qualquer estratégia de marketing que for utilizar. Então não deixe de caprichar na elaboração do seu material.

Tome cuidado com a linguagem

Para construir um relacionamento sólido e eficiente com os seus clientes, é necessário saber como se comunicar com eles.

A linguagem que vai ser usada em sua campanha é tão importante quanto o conteúdo que será inserido na mensagem. Esses 2 componentes andam juntos e são responsáveis por boa parte do sucesso da ação.

Esqueça o formalismo. Um atendimento personalizado passa por uma linguagem direta, acessível e que faça com que a pessoa se sinta próxima da empresa.

Com isso, cria-se o entendimento de que aquilo que ela está recebendo é algo exclusivo e de que a companhia se importa com os seus clientes.

Controle o envio

Ninguém gosta de receber mensagens sem parar, assim como é uma péssima ideia não contar com uma rotina regular de envio de emails marketing.

Tanto o excesso quanto a falta de campanhas podem ser péssimos para a sua estratégia de divulgação. Crie uma rotina de disparo de emails e invista nisso.

A conquista de clientes passa pela construção do relacionamento, o que demanda tempo e uma rotina regular de email marketing é bastante eficiente nesse processo.

Opte por enviar mensagens semanais ou quinzenais, pois, assim, não peca pelo envio excessivo de materiais assim como não fica muito tempo sem se comunicar com os clientes.

Segmente as campanhas

Para personalizar ainda mais o seu email marketing e trabalhar os seus consumidores de acordo com seu perfil, é necessário criar campanhas segmentadas.

Esse processo torna ainda mais personalizada as suas mensagens e facilita os trabalhos de venda e fidelização dos seus clientes.

Isso acontece porque determinados emails serão enviados para pessoas com perfil de consumo semelhantes.

Assim fica mais fácil trabalhar o conteúdo e a linguagem para esse grupo, assim como direciona promoções e outros materiais para aqueles que realmente vão se interessar por eles.

A segmentação funciona porque não adianta disparar email para um número grande de pessoas se elas não estiverem interessadas em receber aquilo que você está enviando.

Para atingir uma boa audiência, é preciso saber enviar a mensagem certa para o público certo.

Aprenda com os erros

Criar uma rotina eficiente de email personalizado demanda tempo, acertos e erros.

Qual conteúdo vou enviar? Qual linguagem vou usar? Qual a periodicidade de envio?

Você só terá a resposta para essas e outras perguntas a partir de algumas experimentações com as suas campanhas de email marketing.

Então teste, mensure resultados, documente-os e adapte as suas estratégias.

Esse processo de análise e de entendimento dos seus processos é a melhor forma de alcançar um padrão de qualidade em seus emails que agrade aos seus clientes e, também, construa uma rotina de melhora constante em seu trabalho.

Aprender com os erros e com os acertos é fundamental na construção do marketing da sua empresa.

Como vimos, um email personalizado é fundamental e o assunto é uma das partes mais importantes para um email. Crie assuntos incríveis para seus emails e consiga maiores taxas de abertura com o Gerador de Assuntos para email!

 

Checklist SEO de YouTube

Checklist SEO de YouTube: como otimizar seus vídeos para rankear no YouTube

Todo mundo sabe que caprichar no título e escolher boas tags são 2 coisas que ajudam a ranquear vídeos no YouTube. A questão é que esses não são os únicos fatores que determinam se o seu vídeo aparecerá ou não nos primeiros resultados de uma busca.

Quer chamar a atenção dos robôs que fazem o ranqueamento de vídeos no YouTube e das pessoas que têm interesse por uma determinada palavra-chave? Então confira a nossa checklist SEO de YouTube.

Os processos que você verá nesta lista são bem variados. Alguns podem ser feitos em qualquer vídeo que já esteja em seu canal, enquanto outros precisam ser planejados antes mesmo do momento da gravação.

Saiba tudo que precisa ser feito para otimizar os seus vídeos, aumentar as visualizações e ganhar mais inscritos no seu canal:

Nome do arquivo

Sempre renomeie o arquivo que será enviado para o YouTube com as palavras-chave referentes ao tema.

Vai ensinar a fazer um bolo de cenoura com chocolate? Então siga a linha de algo como “receita bolo de cenoura com chocolate” como nome do arquivo.

É bem comum enviar vídeos para a plataforma com nomes aleatórios que você escolheu logo ao final do render, como “vídeo canal 123” ou até mesmo com o nome do arquivo original que saiu da câmera, composto por vários números.

O ponto é que os robôs do Google também usam o nome do arquivo enviado para entender do que o vídeo se trata, ou seja, arquivos nomeados com palavras-chave tendem a ganhar uma ligeira vantagem no posicionamento.

Produção da thumbnail

As imagens de capa dos seus vídeos, as famosas thumbnails, sempre devem ser projetadas pensando em como elas serão visualizadas pelo público no YouTube, seja desktop ou mobile.

No layout mais recente do YouTube, por exemplo, o contador de tempo de vídeo é exibido na parte inferior direita das thumbnails. Então é bom evitar posicionar palavras ou imagens na área mencionada que possam perder o impacto caso esse contador tape parte delas.

As thumbnails que atraem mais cliques geralmente possuem grandes letras ou imagens do rosto de pessoas ou personagens expressando fortemente uma emoção. Falaremos mais de thumbnails dentro de outros itens.

Título do vídeo

Não use títulos com mais de 70 caracteres. O limite máximo pode ser de 100, mas títulos com mais de 70 caracteres são exibidos incompletamente na plataforma.

Sempre que possível, posicione as palavras-chave no início do título. Caso necessário, dê destaque a uma palavra ou até mesmo ao título por inteiro com o uso de letras em caixa alta.

Subtítulos que seriam cortados pelo limite de caracteres podem ser adicionados à descrição ou até dentro da própria thumbnail em certos casos.

Uma palavra-chave relevante que ficou de fora do título também é uma boa opção para compor a thumbnail.

Aproveite recursos como o Google Trends e as ferramentas de palavra-chave do Google AdWords para descobrir quais são os melhores termos para usar nos seus títulos e nas suas tags.

Tags

Use pelo menos 10 tags para indicar ao YouTube qual é o assunto do seu vídeo. Para descobrir quais são as melhores tags, conte com a ajuda das ferramentas mencionadas no item anterior.

Crie tags próprias (geralmente 2), que serão adicionadas em todos os seus vídeos. Dessa forma, o YouTube mostrará mais vídeos do seu canal na aba de relacionados, evitando que as pessoas cliquem em vídeos de outros canais.

As tags próprias geralmente são o nome do seu canal e alguma variação, como “Show do Fulano” e “#ShowDoFulano”, respectivamente.

Caso o vídeo tenha sido feito com o interesse de divulgar uma loja ou outro tipo de comércio local, também use tags que englobam a localidade, como “sushi em São Paulo”.

Descrição do vídeo

Crie pequenos textos que vão ajudar os robôs do YouTube a identificar a relevância do seu vídeo para certos assuntos.

Os 100 primeiros caracteres devem compor uma descrição geral do vídeo e pelo menos 1 das palavras-chave, já que eles são vistos logo abaixo ao título do vídeo na seção de resultados.

Aproveite para adicionar links mencionados durante o vídeo, principalmente os de suas redes sociais.

Tente destacar os links usando símbolos, como bullet points ou criando linhas divisórias dentro da descrição.

O tamanho mínimo ideal de um texto de descrição é, em média, de 300 palavras.

A transcrição do roteiro do vídeo, mesmo que seja apenas tópicos, pode ajudar a economizar tempo nessa etapa.

Telas de final e cartões

Sempre use a função de telas de final e, quando possível, a ferramenta de cartões para divulgar links, vídeos e botões de inscrição.

O recurso de anotações foi abandonado pelo YouTube em maio de 2017 depois de ser substituído aos poucos por 2 funções: telas de final e cartões.

As telas de final são imagens clicáveis que podem ser adicionadas a qualquer momento entre os 20 segundos finais de um vídeo. Até 4 elementos podem ser exibidos em tela ao mesmo tempo para divulgar qualquer uma das seguintes opções:

  • vídeo ou playlist;
  • inscrições (botão clicável do seu canal);
  • canal (botão de inscrição de outro canal);
  • links de websites aprovados.

Os cartões podem aparecer em qualquer momento do vídeo e funcionam como se fossem um pop-up que aparece na parte superior direita da tela. Você pode adicionar vários cartões dentro de um mesmo vídeo.

As opções são, basicamente, as mesmas do recurso tela de final, com a adição de pesquisas em enquetes de múltipla escolha.

O recurso de tela de final tem uma opção que permite que o próprio YouTube escolha qual vídeo será divulgado baseado nos gostos do usuário.

Use essa função em conjunto com a divulgação de um vídeo escolhido a dedo por você para aumentar as suas visualizações.

Chamada para a ação (call to action)

Estimule o público a clicar nos links da descrição, nos cartões e nas telas de final. Não se esqueça de pedir para que as pessoas deixem comentários, compartilhem o vídeo e cliquem em “gostei”.

A chamada para a ação, ou seja, o ato de estimular o público a dar um próximo passo e iniciar uma interação, deve ser feita de 2 formas: oral e visualmente.

É bem mais provável que as pessoas cliquem em um cartão se você mencionar durante o vídeo que o cartão aparecerá na tela. Não se esqueça de adicionar um apelo visual sempre que possível.

Vai pedir para clicarem em uma tela de final? Então aponte para o local em que a tela aparecerá. Você pode até mesmo adicionar uma seta ou algo do gênero durante a edição.

Alguns canais exibem um vídeo de um mouse clicando no botão de curtir enquanto eles pedem para o público fazer isso.

Criação de playlists

Crie playlists com vídeos cujos assuntos façam parte de um mesmo segmento ou de um subgrupo e adicione uma descrição com palavras-chave a cada playlist.

Canais que fazem análises de filme, por exemplo, podem criar playlists para cada gênero. Se o seu canal tem diferentes quadros fixos, cada um pode ser transformado em uma playlist.

Isso mostra ao YouTube que você tem muito conteúdo sobre um determinado tema, ao mesmo tempo que aumenta as chances de que os seus vídeos sejam vistos em sequência.

Transcrição

Adicionar uma transcrição, ou seja, ativar a função de legendas do YouTube, faz com que os robôs de ranqueamento da plataforma identifiquem o uso de palavras-chave dentro do seu conteúdo, dando ainda mais relevância para o material.

Por ser algo manual, esse recurso pode tomar um certo tempo que talvez você não tenha disponível. Caso a sua equipe tenha pessoas o suficiente para que alguém faça a transcrição, utilize esse recurso.

Engaje o público

Comentários, compartilhamentos e curtidas são fatores que mostram ao YouTube a relevância que o público dá aos seus vídeos. Engajar o público é a melhor forma de aumentar esse tipo de resposta por parte da audiência.

Não deixe que as pessoas que comentaram fiquem falando sozinhas. Tente dar atenção ao maior número de comentários possível, principalmente nas primeiras 48 horas de publicação de um vídeo.

As respostas podem ser simples — como um “obrigado” ou uma carinha feliz — ou mais completas. O importante é mostrar ao público que o seu canal está ligado nos comentários da audiência.

Isso fará com que as pessoas sempre comentem nos seus vídeos.

Planeje o conteúdo do canal

Utilize o feedback do público em comentários e em redes sociais, além dos resultados das suas pesquisas por palavras-chave, para planejar quais serão os próximos vídeos do canal.

Desde 2016, o algoritmo do YouTube está a favor de canais que conseguem constantemente reter a audiência a cada vídeo. Um vídeo com o desempenho abaixo do esperado afetará negativamente o crescimento do vídeo seguinte.

Então, é vital fazer um bom planejamento baseado na popularidade do assunto e no quão bem você pode abordar o tema.

A nossa checklist SEO de YouTube mostrou o que você pode fazer para cair nas graças dos robôs que decidem o ranking do YouTube, mas nunca se esqueça de que é necessário conquistar o público.

Para te ajudar nisso, convidamos uma equipe especialista em audiovisual para te dar 7 dicas para deixar os seus vídeos mais atrativos. Confira!

suporte premium

Transforme clientes em defensores da sua marca com o suporte premium!

O relacionamento com o cliente passou a ser muito valorizado nos dias atuais e as empresas que não tem bom atendimento como foco principal, perdem grandes chances de elevar seus negócios.

Um bom atendimento não só fideliza clientes como também pode ser um fator decisivo de compra.

Por este motivo, oferecer um suporte diferenciado e personalizado para seus clientes, pode ser o que faltava para que o serviço de atendimento de sua empresa possa se destacar ainda mais!

Suporte Premium como seu grande diferencial

Se fizermos uma análise de mercado, é possível perceber que algumas grandes empresas oferecem este tipo de suporte ao cliente. Estas empresas oferecem suporte VIP como um diferencial para aqueles que precisam de uma atenção maior e uma resposta imediata para resolver suas questões ou sanar dúvidas.

Sabemos que são poucas as empresas que trabalham o relacionamento com o cliente da forma que deveriam, e isto influencia na perda de ótimas oportunidades de negócio.

Apenas lembre-se que o seu suporte comum também deve oferecer ao cliente uma experiência incrível, que o faça querer entender o que seu suporte premium possui de ainda mais especial.

Impacto nas vendas

Para se ter ideia, uma pesquisa do Oracle, revelou que 86% dos clientes de empresas pagariam mais para terem uma experiência melhor de atendimento e serviço, e 89% deles começaram a fazer negócio com a concorrência pelo fato de terem uma experiência ruim com a empresa anterior.

Ao oferecer um atendimento ainda mais personalizado e com acompanhamento maior, é possível entender de perto seu cliente e o que oferecer para solucionar suas solicitações com sucesso. E claro, elevar ainda mais suas vendas.

Reconhecimento

Se uma empresa que oferece um bom atendimento para seu público é reconhecida por isso, imagine então uma empresa que oferece um atendimento fantástico, mais personalizado e que acompanha o cliente de perto?

Sem dúvidas, o suporte premium pode contribuir para a fidelização dos seus clientes, fazendo com que eles se tornem verdadeiros fãs de sua marca, já que ele facilita ainda mais os processos e o uso de seu serviço.

Mas afinal, o que oferecer neste serviço?

Se você deseja implementar este tipo de oferta em sua empresa, é preciso definir alguns pontos importantes.

Saiba o que seu suporte terá como diferencial, ou seja, porque seu cliente deverá optar por ele?

Tenha em mente o que você pode oferecer em seu suporte e utilize esta estratégia a seu favor! Atendimento por telefone? Acompanhamento mensal do desempenho do cliente? São várias opções que podem tornar a experiência do comprador ainda mais incrível.

Lembre-se: Não ofereça aquilo que você não consegue entregar apenas para tentar causar uma boa impressão. Seus processos devem ser simples e ainda assim agregar muito valor a experiência e sucesso do cliente na empresa.

Quem poderá adquirir o suporte premium?

Antes de começar a oferecer um suporte premium para seus clientes, é preciso saber quem irá utilizá-lo.

Determine se todos os clientes de sua base poderão comprar este serviço ou se esta experiência será oferecida apenas para clientes específicos com demandas maiores e mais elaboradas.

A partir disso, será possível treinar e direcionar sua equipe.

Qual será o SLA definido?

O termo SLA, é uma sigla para Service Level Agreement, ou Acordo de Nível de Serviço e pode ser entendido como um termo de compromisso, ou ainda como as metas de um serviço.

Definições como disponibilidade do time e tempo de resposta são apenas alguns dos exemplos de SLAs que podem e devem ser implementados em seu time.

É esperado de um suporte premium que o contato seja imediato e que a equipe esteja sempre disponível para atender às solicitações dos clientes.

Quais serão os canais de comunicação utilizados?

É importante manter vários canais de comunicação para que seus clientes possam ter suporte através de vários meios, principalmente se o seu consumidor paga por um atendimento mais próximo e especializado.

Saber onde seus clientes estão também é um fator importante na decisão de utilização dos canais. Eles estão mais nas redes sociais? Será que eles usariam um chat? Têm muita necessidade de utilizar o telefone? Os principais canais deverão ser aqueles que seus clientes mais utilizam.

Como você está buscando oferecer um atendimento ainda mais especial, é necessário que a maioria desses canais tenham tempo de resposta real e altamente humanizados. Ou seja, nada de respostas automáticas.

Quantos agentes serão necessários?

Depois de definir estes tópicos, é preciso pensar em quantos agentes você vai precisar para seu time de suporte premium.

Apesar do tempo de resposta ser essencial, é preciso que seus agentes tenham tempo para resolver as demandas de maneira organizada e que possam dar total atenção para o cliente premium.

O treinamento para este time também deve ser direcionado para a resolução de solicitações mais elaboradas. Sabemos que atendimento ao cliente é uma tarefa que demanda um alto desempenho e o  desenvolvimento das principais habilidades para um analista de suporte é essencial para construir um time de campeões! São elas:

  • Empatia
  • Clareza na comunicação
  • Paciência
  • Comunicação positiva
  • Vontade de aprender sempre mais

Ao determinar, elaborar e implementar estas estratégias, você, com certeza, estará pronto para começar a oferecer um suporte premium para seus clientes! E é claro, sem se esquecer que seu atendimento e suporte já oferecidos também precisam possuir um alto nível de excelência. Foque sempre nas demandas dos seus clientes e nas melhores maneiras de resolvê-las!

E você? Possui mais motivos para se implementar um suporte premium em uma empresa? Tem mais dicas do que ele pode oferecer?

Conte para a gente nos comentários!

suporte ao cliente

Descubra a origem do suporte ao cliente e os segredos dessa prática!

Uma equipe de suporte e atendimento ao cliente bem estruturada e treinada deixou de ser um diferencial e passou a ser um departamento obrigatório dentro das empresas.

Entregar um atendimento fantástico e personalizado a seus clientes é um grande desafio, mas, com certeza, pode trazer resultados significativos para seu negócio.

Mas você sabe qual é a melhor maneira de desenvolver e oferecer este suporte para seus clientes?

Quais são as principais técnicas e habilidades necessárias para um analista de suporte?

Será que você está oferecendo suporte aos seus clientes de maneira correta?

Neste post você encontra:

 

Suporte ao cliente: uma breve introdução

O atendimento ao cliente e a concepção do mesmo passou por grandes mudanças ao longo do tempo.

Provavelmente, se você perguntar para algum parente mais velho o que ele considera como um bom serviço ao cliente, ele vai citar como exemplo aquele pequeno estabelecimento que existia perto de sua casa, onde o dono sabia o nome de todos os clientes, os atendia um por um e ainda oferecia um café enquanto se atualizava sobre os principais assuntos do dia a dia daqueles que iam fazer compras em sua loja, sempre com muita cortesia e real interesse.

Com o passar do tempo, o suporte e atendimento ao cliente mudou, e esta mudança começou com a criação dos Call Centers no começo dos anos 60.

Os Call Centers possibilitaram que as empresas pudessem resolver as questões dos clientes de maneira rápida e eficiente, porém impessoal.

Em paralelo com o aumento das pressões da concorrência e de preços, essa tendência aumentou drasticamente, e pelos anos 80 e 90, as empresas estavam descarregando nos Call Centers tudo aquilo que não poderia ser diretamente ligado a suas vendas e ao lucro.

Até que surgiu a internet.

As pessoas começaram a perceber que era possível utilizar a internet e as redes sociais para demonstrar suas insatisfações com os produtos ou atendimento das empresas.

As companhias que entenderam a importância e a necessidade de mudança se adaptaram rapidamente.

O suporte impessoal e genérico começou a perder espaço e assim surgiu o que podemos chamar de novo suporte ao cliente.

O novo suporte ao cliente

Com a nova era do suporte, surge também uma nova missão: ajudar a construir uma empresa que é respeitada e amada por seus clientes.

O novo suporte ao cliente deixa de ser visto como um departamento de custo adicional e passa a ser visto como um componente essencialonde o time tem o poder de tomar decisões e pode ajudar a resolver questões complexas, trabalhando lado a lado com o time de produto através de vários canais de comunicação.

Neste modelo, as necessidades do cliente estão sempre em primeiro lugar e as questões são resolvidas de forma empática, ou seja, a equipe de suporte sempre deve se colocar no lugar da pessoa atendida.

Afinal, esta é a melhor maneira de tentar compreender o outro, e tem sido a melhor maneira de entregar um atendimento de qualidade e humanizado.

Canais de interação

Manter vários canais de interação facilita a comunicação dos seus clientes com sua empresa e os ajuda a ter suporte através de várias maneiras.

É importante lembrar que antes de escolher os canais que sua equipe utilizará, é preciso definir qual vai ser o tipo de interação com os clientes.

Tenha em mente qual será o tom de voz e a abordagem, que devem seguir a identidade da sua marca.

Ferramentas específicas e processos unificados podem ser grandes aliados para otimizar a oferta deste tipo de serviço, principalmente se há comunicação entre os canais.

Dentre os canais que serão escolhidos por sua empresa, lembre-se que ao menos um deles deve possuir resposta em tempo real ou altamente humanizada.

Existem alguns canais principais de interação que podem ser utilizados por uma empresa para oferecer suporte ao cliente. Aqui estão os principais deles:

Chat

O chat possibilita uma interação rápida em tempo real e além disso, é possível ter controle e medir resultados através dele.

Muitas plataformas oferecem a visualização de dados como tempo de resposta, engajamento do cliente, elaboração das interações, entre outros recursos que são muito importantes para que sua equipe possa acompanhar de perto as estratégias utilizadas para atendimento.

Telefone

O telefone pode demandar mais de sua equipe de suporte, que precisa ter boas habilidades para conversar e resolver questões dos clientes de maneira mais direta.

Desta maneira, é possível oferecer suporte por telefone como um adicional para aqueles clientes que precisam de respostas rápidas para resolver questões do dia a dia.

Enquanto algumas pessoas veem o suporte por telefone como uma maneira não muito moderna de atendimento, a maioria ainda espera este tipo de serviço.

E-mail

O e-mail ainda é um dos meios utilizados para a resolução de solicitações dos clientes e um endereço eletrônico destinado apenas para este fim é essencial se sua empresa oferece suporte ao cliente.

Lembre-se que os e-mails também devem ser respondidos rapidamente. Defina com sua equipe um prazo para resposta e também para resolução de solicitações.

Redes sociais

As redes sociais já fazem parte do cotidiano de um grande número de pessoas, e saber em qual delas seus clientes são mais ativos pode contribuir para um serviço de atendimento completo.

Para se ter ideia do impacto do atendimento e respostas nas redes sociais, segundo um estudo do Gartner, empresas que simplesmente ignoram as mensagens de seus clientes que chegam por lá, possuem uma média de 15% a mais de churn.

Técnicas de suporte e atendimento

Com a redefinição do que é um bom serviço de suporte ao cliente, respostas genéricas e simples nem sempre podem resolver as questões do dia a dia.

A partir desta percepção, algumas grandes companhias desenvolveram técnicas que se tornaram essenciais na rotina de uma analista de suporte, e utilizá-las pode ser a grande chave para o diferencial do atendimento oferecido por sua equipe.

As principais delas são:

O método H.E.A.R.D.

Não importa quão boa seja sua empresa ou seu negócio. Imprevistos e problemas acontecem.

E ninguém sabe disso melhor do que a Walt Disney Company, que recebe mais de 100 milhões de pessoas em seus parques todos os anos!

Foi a partir de uma série de aprendizados e da vontade de entregar um serviço fantástico a seus clientes, que eles criaram o método H.E.A.R.D.. Um acrônimo para os seguintes princípios:

  • HearDeixe que o cliente conte toda sua história. Às vezes, ele só precisa de alguém que o escute. Muitas companhias ignoram o que o cliente tem para dizer ou simplesmente enviam uma resposta genérica que não passa para ele a confiança necessária.
  • EmpathizeDemonstre que você entende totalmente o que o cliente está sentindo. “Eu ficaria frustrado também” ou “eu entendo seu ponto”, são boas frases que devem ser utilizadas nestas situações.
  • ApologizeDemonstre que você se importa, seja sincero e se desculpe. Mesmo que a culpa não seja exatamente sua, você ainda pode e deve se desculpar pelo que acontecer. Lembre-se que a empresa é um grande time e todos são representantes dele.
  • ResolveTente resolver a questão o mais rápido possível. Não tenha medo de perguntar:“O que posso fazer para ajudar?” ou “O que podemos fazer para melhorar?”.
  • Diagnose Vá a fundo para entender o porquê do problema. Foque em resolvê-lo a fundo, para evitar que aconteça novamente.

Técnica Feel, Felt, Found

A técnica “Feel, Felt, Found” está presente no manual de atendimento ao cliente da Apple e ajuda a resolver dúvidas dos clientes através da empatia.

Ou seja, primeiro é preciso identificar o que o cliente está sentindo, relacionar este sentimento ao fato de que você já se sentiu assim antes naquela situação e expor sua experiência com ela.

Funciona desta maneira:

  • FeelEmpatize com a maneira como o cliente se sente naquele momento e deixe claro o quanto você se importa e o quanto você o entende.
  • FeltExplique que você também já se sentiu assim alguma vez no passado.
  • FoundFale para o cliente sobre como você descobriu que sua percepção sobre aquilo estava incorreta.

Por exemplo, um atendente da Apple diria:

“Eu entendo porque você se sente dessa forma. Quando comecei a usar este aplicativo, eu também senti que era um pouco complexo. Porém, quando descobri que eu podia acessar o painel de início por aqui, vi que a navegação no aplicativo ficou muito mais fácil.”

Técnica ELI5

A técnica “Explain Like I’m Five”, ou “Me Explique Como Se Eu Tivesse Cinco Anos”, determina que, antes de enviar qualquer tipo de instrução para seu cliente, leia-a como se você fosse uma criança de 5 anos e tenha certeza que você entendeu.

Claro que esta técnica não se trata de realmente lidar com seus clientes como se eles fossem crianças. A questão aqui é fazer com que eles entendam de maneira simplificada o que devem fazer ou o que está havendo.

É muito comum que as pessoas dentro de uma empresa estejam tão familiarizadas com os processos internos que, ao terem contato com o cliente, não consigam passar de maneira clara uma explicação.

Acompanhe o cliente pelo processo ao realizar uma explicação, divida a explicação em etapas e pontue uma por uma para que não haja dúvidas.

O Reddit, uma rede social de fóruns, possui uma aba especial que se baseia nesta técnica, o “Explain Like I’m Five”.

Nela, pessoas dão explicações sobre os mais variados assuntos de maneiras simples e fáceis de entender.

A rede social também chegou a produzir alguns vídeos onde professores explicam temas complexos para crianças de 5 anos através desta técnica.

Ao realizar uma explicação para alguém, sua chance de sucesso é proporcional à sua capacidade de expor de forma clara seu pensamento. Portanto, lembre-se sempre desta técnica! Ela é muito importante.

Técnica “What Now, What Next & Exactly When”

Essa talvez seja uma das técnicas mais relevantes e deve ser o formato de toda mensagem e interação que um analista de suporte precisa ter com o cliente.

Ela é essencial para que o cliente entenda que a questão levantada por ele está sendo avaliada e será resolvida, pois através dela podemos dar um parecer completo sobre o que acontecerá após o recebimento da solicitação.

  • What now: É o que foi entregue, o recebimento da solicitação do cliente, por exemplo.
  • What next: A próxima ação que será tomada
  • Exactly when: O dia e/ ou hora exatos que esta ação será concluída

 

Habilidades necessárias para ser Suporte

É claro que o uso destas técnicas requer habilidades específicas para um analista de suporte. São elas:

Empatia

Empatia é uma das habilidades mais importantes que um analista de suporte deve ter. Se você deseja que seus clientes tenham sucesso, é preciso que você saiba o que é sucesso para eles. E para que isso seja possível, é necessário que você se coloque no lugar deles.

Talvez algumas pessoas tenham dificuldade em desenvolver esta habilidade.

Uma boa dica aqui é: tente conviver e conversar mais com pessoas que são diferentes de você. Esta é uma ótima maneira de compreender melhor como os outros se expressam e como se sentem.

Ter empatia é pensar em como você se sentiria se estivesse no lugar do outro, e esta ação contribui para que as empresas entreguem um serviço fantástico e humanizado ao cliente.

Keep positive!

A positividade está diretamente relacionada com a maneira como você se comunica com seu cliente. Por exemplo, frases como “infelizmente”, “como você já sabe”, “receio que” já demonstram o teor negativo da interação.

É possível substituir estas palavras e ainda sim ser transparente com o cliente. Palavras positivas possuem um grande impacto, especialmente em interações online.

O tom de voz é muito importante nas interações entre o time de suporte e os clientes, e independente da escolha de se utilizar uma abordagem formal ou informal, a positividade nas palavras sempre deve ser utilizada.

Clareza na comunicação

A clareza na comunicação não é essencial apenas para que o atendimento ao cliente seja melhor. Ela também influencia diretamente na divisão e aproveitamento de tempo da equipe.

Uma comunicação clara e direta contribui para que o cliente entenda o que você quer dizer e reduz o número de interações que devem ser trocadas para resolver uma questão.

Lembre-se: uma comunicação clara e direta também inclui educação! Seja sempre muito gentil em suas interações com os clientes. Principalmente nas interações online.

Paciência

A paciência contribui diretamente para um atendimento melhor e tem influência não apenas em nosso trabalho mas também em nossa vida como um todo.

A falta de paciência faz com que as pessoas tenham um desempenho pior ao realizarem tarefas complexas e também demonstram falta de imaturidade e profissionalismo da equipe.

Crescimento constante e vontade de aprender

A vontade de aprender e o crescimento constante são fundamentais para que você entregue um atendimento incrível para seus clientes.

Nunca pare de estudar e volte neste post sempre que necessário! Relembrar algumas regras é sempre importante.

Utilize ferramentas para medir os resultados de suas habilidades na prática. Algumas plataformas de chat online possuem estes recursos.

Regras de ouro do Suporte ao Cliente

Além de desenvolver suas habilidades e as principais técnicas de suporte ao cliente, existem algumas regras de ouro que podem ajudá-lo a resolver solicitações e tomar decisões de forma rápida e com confiança:

Todas as interações importam

Não importa qual é o tipo de demanda. Todas as interações com os clientes são importantes.

Elas mostram o interesse de sua empresa com eles, mesmo que seja para tirar uma simples dúvida ou responder a um pequeno feedback.

Lembre-se sempre que o cliente possui um enorme poder e se ele sentir que seu atendimento não foi bom, ele ficará insatisfeito e pode ter certeza que mais pessoas saberão disso através das mídias sociais ou ao pedir uma recomendação sobre seus serviços.

Há coisas mais importantes do que a velocidade

Um tempo de resposta curto certamente é necessário. Porém, como falamos ao longo do texto, apenas uma resposta genérica não é o suficiente.

Se você deseja realmente entregar um serviço excelente, é preciso se dedicar aos clientes, focar em entender o problema e procurar a melhor maneira de resolvê-lo. Sempre mantendo o cliente atualizado e informado sobre como anda e como está sendo solucionada a solicitação em questão.

Você é diretamente responsável pelo crescimento da empresa

Segundo uma pesquisa do Oracle, 86% dos clientes de empresas pagariam mais por uma boa experiência de atendimento e serviço ao cliente, e 89% deles começaram a fazer negócio com a concorrência ao terem uma experiência ruim com a empresa anterior.

Ou seja, não basta apenas oferecer suporte para seus consumidores. Você precisa ajudá-los a vencer e a ter sucesso. Se você faz isso, seu negócio terá sucesso também.

Bom suporte independente do tamanho

É comum que os serviços das empresas tenham uma queda de qualidade quando elas crescem.

Porém um suporte ruim é um motivo para que seus clientes deixem você. Lembre-se sempre de oferecer um atendimento fantástico, mesmo que você tenha um grande negócio.

Invista em treinamentos e em pessoas qualificadas que possuam as principais habilidades de um analista de suporte. Seus clientes merecem.

O melhor treinamento é a prática

Todas as táticas e dicas citadas aqui são compartilhadas por especialistas em suporte ao cliente e realmente podem trazer resultados positivos para seu negócio.

Porém, a melhor maneira de atender seus clientes e entregar a eles um serviço de qualidade, é através da prática.

Através da prática, é  possível alcançar a excelência nas habilidades citadas e melhorar cada vez mais o serviço.

Não tenha medo de errar. Seus clientes apreciam o fato de você ser humano, desde que os trate de maneira empática e que foque em resolver seus problemas da melhor maneira possível!

E você? Sabe de alguma habilidade que não foi citada? Gostaria de compartilhar alguma dica para mandar bem no suporte ao cliente? Deixe nos comentários abaixo!

 

instagram

Instagram: saiba tudo sobre esta rede social!

O Instagram já tem um lugar especial em nosso cotidiano e é uma das redes sociais mais utilizadas atualmente, tanto para se conectar com pessoas, quanto para se conectar a empresas.

Segundo a Social Media Trends 2018, a rede social que mais apresentou crescimento esse ano foi o Instagram, passando de 63,3% de adoção para 80,2% e se consolidando como a segunda colocada em preferência no Brasil.

Mas você sabe como tudo isso começou?

Conhece as principais curiosidades sobre a empresa e seus fundadores?

Gostaria de saber como você pode utilizar o Instagram a seu favor através do Marketing Digital?

Nesse post você vai conferir:

O que é Instagram?

O Instagram é uma rede social principalmente visual, onde um usuário pode postar fotos e vídeos de curta duração, aplicar efeitos a eles e também interagir com publicações de outras pessoas, através de comentários e curtidas.

Além disso, um usuário pode seguir o outro para poder acompanhar suas postagens e suas atividades dentro da rede. O número de seguidores inclusive contribui para a visibilidade do perfil.

Nele também encontramos as famosas hashtags, que servem como um mecanismo de busca das publicações, e ajuda na hora de segmentar o seu público, caso possua uma página para sua marca.

A história do Instagram

A história do Instagram e curta, porém de muito sucesso e rápido crescimento.

O Instagram foi lançado em 2010 pelo norte-americano Kevin Systrom e pelo brasileiro Mike Krieger, ambos engenheiros de software.

No mesmo dia do lançamento, o aplicativo tornou-se o mais baixado na Apple Store e, já em dezembro do mesmo ano, contava com a impressionante marca de 1 milhão de usuários.

Em 2011, a empresa, que tinha apenas 6 funcionários já possuía 10 milhões de usuários na rede.

Já no ano de 2012, após o tão esperado lançamento do aplicativo na versão para Android, o Instagram foi comprado pelo Facebook, por 1 bilhão dólares.

Atualmente, a rede social conta com mais de 500 milhões de usuários em todo o mundo, sendo que 7% das contas criadas são de brasileiros.

instagram

Kevin Systrom e Mike Krieger, os criadores do Instagram

 

Recursos

Além dos famosos filtros originais inspirados na câmera Polaroid, o Instagram apresenta uma série de recursos interessantes que contribuem para a experiência do usuário no aplicativo e que foram implementados ao longo de seus 6 anos de existência.

Aqui estão os principais deles:

Edição de imagem

Com o passar do tempo, foram implementadas novas opções de edições de imagem no Instagram. Possibilitando que o dono da conta possa, não apenas aplicar filtros às fotos, mas também ajustar seu tamanho, cortá-la ou endireitá-la e inserir efeitos de luz, contraste e cor.

Curtidas

As famosas curtidas, que possuem como um símbolo um coração que fica vermelho é, talvez, o recurso mais importante e querido dentro do aplicativo.

Com elas, é possível medir a popularidade e interação de suas postagens e quantas pessoas gostaram do que você publicou.

Comentários

Outra ótima opção de interação entre os usuários são os comentários que podem ser feitos nas publicações. Além de comentar sobre a foto ou vídeo em questão, é possível marcar amigos nestes comentários para que eles também vejam o conteúdo rapidamente.

Algumas páginas empresariais e alguns artistas famosos costumam responder a algumas dessas interações, o que torna tudo ainda mais interessante para quem usa o Instagram!

“Seguindo”

Neste recurso, é possível acompanhar o que seus amigos e outras pessoas que você segue estão fazendo na rede.

Fotos que foram curtidas, pessoas seguidas e comentários em fotos podem ser visualizados nesta opção.

“Explorar”

A aba “explorar”, disponibiliza uma galeria de fotos de pessoas de todo o mundo, inspiradas nas fotos que você curte e em quem você segue.

Este recurso possibilita a descoberta de novos perfis que despertem o seu interesse, já que, de alguma forma, se encaixam com suas preferências dentro da rede.

Marcação em fotos

A opção de marcação de fotos, gera, dentro do seu próprio perfil, uma galeria de fotos postadas por outras pessoas, onde você esteja presente e marcado.

Caso o usuário não queira, ele pode selecionar a opção de ocultar aquela foto de seu perfil, e dessa forma, ela não aparece nesta galeria .

Mensagens Diretas

As mensagens diretas funcionam como uma espécie de chat, que conecta usuários que se conhecem, e também, caso seja autorizado pelo receptor da mensagem, usuários que não se seguem, por meio de conversas individuais ou em grupo.

Além desta troca de mensagens, é possível enviar fotos do seu próprio aparelho, ou de dentro do Instagram.

Localização

Ao postar uma foto, pode-se adicionar qual foi o local onde ela foi tirada. Isso ajuda outros usuários a saberem a localização daquela imagem e também cria um mapeamento de lugares visitados que podem ser visualizados em seu próprio perfil.

É uma maneira interessante de se ter uma visão geral sobre lugares visitados em seu país, ou ao redor do mundo.

Instagram Stories

Este é o recurso mais recente do aplicativo e que gerou muitas polêmicas.

Muito parecido com o já famoso Snapchat, o Instagram Stories permite o compartilhamento em tempo real de imagens e vídeos que desaparecem após 24 horas, e a inclusão de emojis, desenhos e manuscritos.

Nele, pode-se determinar a privacidade de suas histórias para que apenas alguns usuários tenham acesso, ou para que qualquer usuário da rede possa ver suas publicações.

Além disso, assim como o Snapchat, existe a possibilidade de ter acesso a quem visualizou suas publicações.

O Instagram Stories oferece mais um meio para que as empresas possam interagir com seus clientes dentro dessa rede social.

Devido ao seu formato mais dinâmico, ele permite criar uma relação mais intimista. É possível mostrar o que está acontecendo, basicamente em tempo real, para que os usuários sintam-se parte do dia a dia do negócio.

Você pode achar que o Instagram Stories não tem muita importância, já que o Snapchat oferece funções similares — mas não é bem assim.

Uma vantagem importante deste recurso é que, se a empresa já tem muitos seguidores no Instagram, ela pode manter seu foco no marketing dentro dessa rede social. Assim, não é necessário construir uma nova audiência no Snapchat.

Instagram Stories Ebook

Agora, vamos ver as principais funcionalidades do Instagram Stories.

A primeira delas é o Boomerang, que permite criar vídeos curtinhos no estilo de GIFs animados, que rodam infinitamente. Sempre que o vídeo acaba, ele começa de novo. Depois de criar o vídeo com o Boomerang, você pode compartilhá-lo no feed do Instagram.

No começo, era preciso ter um aplicativo específico do Boomerang para utilizar essa função. Desde Novembro/2016, porém, tornou-se possível usá-lo através do próprio app do Instagram. A opção está disponível na tela da câmera.

A segunda funcionalidade, com a qual você provavelmente já está familiarizado, são os filtros. Você pode adicionar stickers e emojis, texto ou marcações feitas a mão livre na sua história.

Os stickers são a opção mais recente. Você pode usar stickers de clima, horário, localização ou outros temáticos (como os stickers de Natal). É possível incluir múltiplos itens. As caixas de texto podem ser alinhadas à esquerda, direita ou centro do vídeo.

A terceira funcionalidade é marcar pessoas nas suas InstaStories. Basta incluir um texto diretamente sobre a história, com @nomedeusuário. O texto ficará sublinhado e vai se tornar um link para o perfil do mencionado.

Como você vai usar a marcação como parte da estratégia de marketing?

Uma alternativa é marcar influenciadores nas histórias. Assim, sempre que alguém buscar o perfil destes influenciadores dentro do Instagram, vai encontrar também as histórias do seu negócio.

O InstaStories está sempre passando por atualizações, em busca de tornar-se um competidor em pé de igualdade com o Snapchat.

Com as últimas atualizações, por exemplo, o usuário pode soltar o botão “Gravar” enquanto filma uma história. Esse recurso foi chamado de câmera com mãos livres. Assim, você ganha mais mobilidade enquanto produz o conteúdo.

Além disso, as contas verificadas agora podem colocar links externos em suas histórias. Dessa forma, você pode levar os usuários a saber mais sobre um produto ou sobre a empresa, direcionando para o site oficial.

Quer saber mais? Nós explicamos tudo sobre o Instagram Stories e suas aplicações no Marketing Digital nesse artigo completo!

Vídeo ao Vivo

O Instagram anunciou, recentemente, que vai lançar um recurso de Vídeo ao Vivo. A proposta já existe no Facebook, e pode lembrar também o InstaStories. Porém, haverá algumas diferenças.

Com o Vídeo ao Vivo, os usuários poderão fazer transmissões em tempo real através da câmera do aplicativo. O detalhe é que a transmissão será apagada imediatamente, assim que acabar. Nada ficará registrado no feed do usuário.

O Vídeo ao Vivo terá duração máxima de uma hora e será possível inserir um comentário fixo, para que todos os seguidores que estão acompanhando a transmissão vejam. Eles, é claro, também poderão deixar comentários.

Na área Explorar do app do Instagram, serão exibidos os Top Live (principais transmissões) em andamento.

O Vídeo ao Vivo trará sua própria contribuição ao marketing. Com ele, as empresas vão poder promover webinars acessíveis e exclusivas aos seus seguidores, o que vai contribuir para a qualificação de leads.

Marketing em Vídeo

Instagram para empresas

Ainda novo no Brasil, é a opção de criar uma espécie de Fan Page no Instagram. Ele permite que pessoas possam entrar diretamente em contato com empresas através de telefones ou e-mail.

Isso facilita a comunicação entre as organizações e o público, assim como reforça a importância da separação de perfis para usuários comuns e marcas.

O botão de contato é uma das principais funcionalidades do Instagram para Empresas. Clicando nele, o usuário verá três funções: Ligar, Email e Como chegar. Dessa forma, você elimina todas as barreiras para que o cliente possa encontrar e falar com sua empresa.

O Instagram para Empresas também conta com métricas diferenciadas, que foram chamadas de Insights. Elas permitem acompanhar o desempenho do perfil da sua empresa. Estamos falando de:

  • Impressões: monitora o total de visualizações das suas publicações
  • Alcance: monitora o número de usuários (contas únicas) que visualizaram suas publicações
  • Visualizações de perfil: monitora, é claro, o total de visualizações do perfil da sua empresa
  • Cliques no site: monitora a quantidade de usuários que foram redirecionados ao seu site a partir do Instagram para Empresas
  • Seguidores: monitora diversos aspectos do perfil dos seus seguidores, inclusive o horário em que são mais ativos, gênero e faixas etárias
  • Principais publicações: monitora as publicações para determinar quais tiveram mais visualizações

Finalmente, o Instagram para Empresas também adiciona uma função de anúncios. Com ela, você escolhe um dos seus posts com melhor performance, inclui um CTA e, assim, obtém o máximo de conversões.

Você pode definir pessoalmente quem irá visualizar o anúncio ou, se preferir, o próprio Instagram fará isso. Você também define o período de tempo para que esse conteúdo seja promovido.

O Instagram para Empresas é gratuito. Porém, só podem usar esta função os negócios que já possuem uma página corporativa no Facebook. Além disso, seu perfil no Instagram precisa ter, no mínimo, 100 seguidores.

Vá ao menu de configurações do Instagram, toque na opção do perfil empresarial e preencha os campos solicitados para criar seu perfil do Instagram para Empresas.

Quer saber mais sobre o Instagram for Business? Então, confira este artigo completo que preparamos sobre o assunto!

IGTV

Por fim, o IGTV, lançado em 20 de junho de 2018, é uma plataforma de vídeos que permite a criação e divulgação de conteúdos em até 60 minutos.

A ideia por trás de sua criação foi permitir que produtores de conteúdo e influencers já presentes nessa rede social fossem capazes de produzir vídeos mais longos que ficassem centralizados exatamente onde possuem mais seguidores, sem precisar migrar para outras plataformas como o Youtube.

Mas vale ressaltar que não são todos os usuários que têm permissão para postar vídeos de 1 hora, porque o recurso está disponível por enquanto apenas para contas verificadas ou de grande alcance, enquanto as demais terão acesso somente a publicação de vídeos de até 10 minutos.

Fora isso, apesar de ser um aplicativo independente do Instagram, ele pode ser usado de forma 100% integrada a ele, ou seja, também pode ser encontrado dentro do app de fotos.

É possível também usar a mesma conta do Instagram para acessar o novo app de vídeos, facilitando ainda mais todo essa conexão para o usuário.

Esse novo app representa, além de uma nova fase para o próprio Instagram, a grande tendência que vem surgindo dos vídeos na vertical e que está ganhando cada vez mais simpatia dos usuários.

Guia do IGTV para Empresas

Curiosidades

Com seis anos de vida, e uma popularidade estrondosa, é claro que a rede social já possui muitas histórias notáveis e curiosidades para serem contadas. Confira conosco algumas delas:

A mais curtida do mundo

A foto mais curtida da história do Instagram, foi curiosamente uma ação de marketing!

A imagem com mais corações da rede foi postada pela cantora Selena Gomez, que aparece na foto bebendo Coca-Cola de uma garrafa que continha a letra da sua música Me & The Rhythm, alcançando mais de 5 milhões e meio de curtidas!

when your lyrics are on the bottle ? #ad

Uma foto publicada por Selena Gomez (@selenagomez) em

A primeira foto do aplicativo

Postada meses antes do lançamento oficial da rede social, a primeira foto do instagram foi publicada pelo fundador Kevin Systrom (@kevin), e mostra seu pé ao lado de um labrador.

Uma foto publicada por Kevin Systrom (@kevin) em

O primeiro esboço

Em sua conta no Instagram, Kevin também postou o esboço do primeiro logo do aplicativo, que remete a famosa câmera Polaroid, referência também para os primeiros filtros do aplicativo.

Uma foto publicada por Kevin Systrom (@kevin) em


 

Desde sua criação, o icon passou por algumas mudanças, até chegar na moderna proposta de marca que conhecemos hoje.

O primeiro escritório

Assim como diversas postagens registradas por Kevin, há a foto do primeiro local de trabalho dos fundadores, que era um escritório colaborativo em São Francisco.

Uma foto publicada por Kevin Systrom (@kevin) em



 

Lugares mais visitados

Os locais mais marcados no Instagram são os Parques da Disney e da Universal Studios, seguidos pela Times Square e pelo Centarl Park, em Nova York e Torre Eiffel e Museu do Louvre, em Paris.

Como criar um perfil para sua empresa

Ter um perfil no Instagram para sua empresa já virou um quesito quase que essencial.

Principalmente para marcas que possuem um grande destaque estético! Afinal, esta é uma rede super visual.

Confira agora como criar um perfil para sua empresa e se conectar ainda mais a sua audiência!

Cadastro

Após baixar o aplicativo para iOS ou Android, será necessário incluir os dados cadastrais na página inicial.

Se quiser, basta fazer seu login pelo Facebook. Esta medida é mais rápida e pratica, e também já poderá te ajudar a localizar seus amigos no aplicativo.

Nome e Imagem

Após a finalização do cadastro, você poderá escolher um nome para sua página.

Seja simples e objetivo, isso facilita a busca dos usuários e será mais fácil achar seu perfil desta maneira.

Agora é só escolher uma boa imagem de perfil que traduza e identifique bem a marca de sua empresa! Para isso, é necessário que sua identidade visual já esteja estabelecida.

Biografia

A biografia é importante, pois, em poucas palavras, ela irá definir qual é o propósito de sua empresa.

Não deixe de incluir uma url para seu site ou blog e também seu telefone para contanto! O objetivo aqui é facilitar a relação entre seu público e sua marca.

Deseja saber mais dicas de como criar e administrar um perfil empresarial no Instagram

Separamos este post excelente onde damos dicas essenciais para seu sucesso na rede social!

Kit Marketing nas Redes Sociais

Como usar o Instagram no Marketing Digital

Sabemos que para ser lembrado é preciso ser visto. Por isto, estar presente nas redes sociais é importantíssimo para ter uma estratégia de marketing eficaz.

O Instagram, apesar de ser lembrado como uma rede social mais jovem e menos “séria”, é uma ótima ferramenta de divulgação de sua marca e de seus produtos.

Reunimos aqui algumas dicas que vão ajudar você a ter uma boa estratégia de marketing e a ter boas práticas dentro do Instagram

Interaja com seu público

O propósito das redes sociais é a interação e o foco principal é o relacionamento entre os usuários.

Por isso, sempre interaja com seu público! Responda aos comentários e principalmente as perguntas.

Crie postagens que incentivem a interação entre seus seguidores e faça com que eles se sintam importantes! Curta suas publicações sempre que possível e siga alguns perfis.

Lembre-se de ter sempre em mente a sua persona, para que você possa direcionar as publicações para o tipo certo de público.

Guia para criação de personas

Anuncie

Os anúncios pagos do Instagram se mostraram muito eficazes para empresas.

Utilizando um algoritmo bem similar ao do Facebook, o aplicativo identifica usuários que possuam interesses semelhantes aos de seu público alvo, e apresenta seus anúncios a eles.

Além disso, o ads possibilita incluir nas postagens hiperlinks que podem direcionar o usuário para uma página de compra, por exemplo. O que não é possível quando publicamos uma foto sem anunciar.

#Hashtags

As hashtags, utilizadas inicialmente pelo Twitter, funcionam como uma espécie de palavra-chave, que facilita e ajuda a classificar o tipo de público.

A criação de uma hashtag própria pode ser uma grande ajuda e é uma estratégia muito utilizada, pois pode criar uma comunidade que irá associá-la a sua marca ou produto.

Mas cuidado para não criar uma tag que seja longa ou específica demais e acabe não sendo usada por ninguém!

Instagram stories e marketing digital

Sabemos que o Snapchat possui as mesmas funcionalidades deste novo recurso, mas e se o fato de o usuário poder permanecer na mesma rede social para acompanhar sua marca mais de perto for um grande diferencial?

Com este recurso, é possível criar uma relação mais próxima com seus seguidores, já que será possível para eles, acompanhar o dia a dia da empresa, ou ficar mais por dentro de como os produtos são feitos.

Não sabe como criar um Instagram Stories? Fizemos um post especial que vai te ajudar com isso!

Qualidade é fundamental

Esta regra vale tanto para o conteúdo, quanto para as imagens!

Invista em boas imagens! Lembre-se que o Instagram é uma rede visual, e imagens bem produzidas e que possuem destaque, sempre serão lembradas e apreciadas pelo seu público.

Não é necessário postar apenas imagens do seu produto! Divulgar imagens de como é o dia a dia em sua empresa ou o que seus funcionários estão fazendo, ajuda ainda mais na aproximação dos seus seguidores com sua marca.

As legendas também são muito importantes. Aposte numa linguagem mais humanizada e não tenha medo de falar do seu produto, desde que este não seja o único foco da página.

Incentivar seu público através de promoções e Calls To action também é uma ótima maneira de mantê-lo interessado.

Lembre-se que as pessoas querem ser surpreendidas e terem boas experiências que serão associadas à você.

Sabemos que, cada vez mais, as redes sociais são os maiores aliados de quem deseja crescer e se destacar no mercado, por isso, não deixe de seguir estas nos práticas e se mantenha sempre atualizado sobre as novas tendências.

Vimos que o Instagram teve uma rápida expansão e ganhou os corações de usuários de todo o mundo através de sua plataforma intuitiva e de seus recursos inovadores.

E você? Já utiliza o Instagram para sua empresa? Possui um perfil pessoal? Gostaria de adicionar alguma dica a este artigo? Deixe nos comentários abaixo!

E para continuar seu aprendizado, acesse agora mesmo nosso guia sobre marketing no Instagram!

Guia de Marketing no Instagram

Saiba como obter resultados para sua marca na rede social queridinha do momento!


facebook

Facebook: tudo sobre a rede social mais usada do mundo!

Conheça a história do Facebook, funcionalidades, como criar um perfil, como criar uma fan page e como usar a sua página em uma estratégia de marketing!

Sendo a principal escolha de muitos usuários de redes sociais, o Facebook é, atualmente, o site mais acessado do mundo.

Por causa do seu sucesso e grande adesão, pode-se considerar que influencia diretamente na política, cultura e opinião pública dos usuários.

Mas como esse fenômeno começou? Qual foi a trajetória dos fundadores até os dias atuais? Quais são os principais recursos deste website?

Neste post vamos contar para você tudo sobre a rede social mais usada do mundo! Vamos nessa?

Nesse artigo você verá:

O Facebook

O Facebook é a maior rede social de todo o mundo, contando com 2 bilhões de usuários ativos em todo mundo.

Nele, é possível criar um perfil pessoal ou uma Fan Page, e interagir com outras pessoas conectadas ao site, através de trocas de mensagens instantâneas, compartilhamentos de conteúdos e as famosas “curtidas” nas postagens dos usuários.

Além de executar estas funções, também é possível participar de grupos, de acordo com seus interesses e necessidades, dentro da rede social.

Atualmente, é uma das formas mais utilizadas entre aqueles que acessam a internet, para se conectar com outras pessoas e também para realizar buscas rápidas de informações, além de funcionar como espécie de centralizador de contatos.

Aprenda mais sobre a rede no ebook completo que disponibilizamos!

Marketing no Facebook

História

A história da rede social mais acessada do mundo, começou em 2003, dentro de um quarto, na Universidade de Harvard, com o nome de Facemash.

Facemash

O site foi criado pelos estudantes Mark Zuckerberg, Chris Hughes, Dustin Moskovitz e o brasileiro Eduardo Saverin, que estavam no segundo ano de faculdade.

facebook: Mark Zuckerberg, Eduardo Saverin, Dustin Moskovitz e Chris Hughes

Mark Zuckerberg, Eduardo Saverin, Dustin Moskovitz e Chris Hughes
fonte: http://bit.ly/2aNMFEQ

Através dele possível escolher quais eram as meninas mais atraentes do campus, através de comparações de fotos que foram coletadas a partir do sistema de segurança da Universidade.

É claro que esse tipo de website logo despertou a fúria das estudantes, e os executivos de Harvard o fecharam rapidamente.

imagem do facemash, rede social que originou o facebook. tela com os dizeres "quem é mais atraente" em inglês

Na época, Mark sofreu uma série de acusações, como violação de privacidade e de segurança, enfrentando sérios problemas em sua faculdade.

thefacebook

Pouco tempo depois, o estudante já começava a programar o código de uma rede virtual que, mais tarde, iria se expandir para o uso de estudantes de outras universidades das redondezas, com o nome de ‘’thefacebook’’.

Neste site, era possível criar laços de amizade virtuais entre os universitários.

thefacebook

E enfim, o Facebook

A expansão continuou, e no verão de 2005, o Facebook, foi oficialmente inaugurado com seu nome original, logo depois que o conselheiro de Mark Zuckerberg, Sean Parker, co-fundador do Nepster, sugerir a mudança sutil do nome.

facebook: Mark Zuckerberg, Snoop Dogg e Sean Parker

Mark Zuckerberg, Snoop Dogg e Sean Parker (o cara que sugeriu tirar o “the” de Facebook)

A partir de 2006, o acesso passou a ser liberado para alunos do ensino secundário e também trabalhadores de empresas em geral e  não eram mais apenas os estudantes universitários que podiam usufruir do uso da rede.

Logo depois, qualquer pessoa com idade acima de 13 anos podia se conectar ao Facebook, fornecendo informações simples como nome e sobrenome, e-mail, data de nascimento e gênero.

Em 2011, o site se tornou o maior servidor de fotos do mundo. Já no final do mesmo ano, o número de usuários que acessavam o Facebook pelo celular, já ultrapassava a marca dos 350 milhões.

Hoje esse número mais que dobrou, assim como seu indiscutível sucesso e os usuários cadastrados na rede chegaram à marca de 2 bilhões.

Muitas pessoas deixaram de utilizar o Facebook apenas como uma maneira de se conectar aos amigos e passaram a vê-lo como uma ferramenta de trabalho, além de um meio de divulgação de empresas e marcas.

A Rede Social – O Filme

O filme que conta a história por trás do Facebook foi aclamado pela crítica como o melhor de 2010, recebendo vários prêmios, além de Oscar como Melhor Roteiro Adaptado, Melhor Edição e Melhor Trilha Sonora.

Nele, é mostrada a trajetória de Mark Zuckerberg, e também as complicações e desdobramentos que ocorreram desde a criação do Facemash. Naquela época, não se tinha ideia da proporção que o site iria tomar.

facebook: pôster do filme "a rede social"

“Você não consegue 500 milhões de amigos sem fazer alguns inimigos”

Zuckerberg aparece no filme como uma espécie de anti-herói, insensível e calculista, que parece não se importar muito com as pessoas ao seu redor, desde que elas não estivessem interferindo diretamente em seus projetos.

Ninguém da equipe do Facebook participou do filme, assim como seu atual CEO, que chamou o roteiro de mera ficção.

Curiosidades

Com mais de dez anos de história, é claro que já é possível reunir uma série de fatos curiosas e curiosos sobre a rede social de um dos mais famosos CEOs do mundo.

Conheça alguns dos mais interessantes:

1. É possível cadastrar um usuário herdeiro em sua conta

Com a opção de cadastro do usuário herdeiro, é possível escolher uma pessoa que irá administrar sua conta, caso algo ocorra com você.

O acesso que esta pessoa terá ao seu perfil é limitado à administração de alguns conteúdos, sem que ele possa visualizar informações e dados privados, como conversas no chat, por exemplo.

2. Al Pacino dando as boas-vindas

Quando o site ainda possuía o nome de “thefacebook”, ao acessar a página inicial de login, era possível visualizar, no canto superior esquerdo da tela, o rosto do ator Al Pacino!

Olha:

facebook

facebook

Não há, até hoje, uma justificativa de por que o rosto do intérprete de Michael Corleone aparecia no site, mas sabe-se que a imagem foi desenvolvida por um colega de classe de Zuckerberg.

3. A cor azul e sua relação com Mark Zuckerberg

Mark já afirmou que é daltônico e para ele, a cor mais rica é o azul. Motivo pelo qual o CEO resolveu introduzir a cor em todo o site.

4. As linguagens presentes

O Facebook, conta atualmente com 70 opções de línguas diferentes para serem utilizadas.

O mais legal, é que, além de uma grande variedade de línguas de todo o mundo, ainda há as opções:

“English Upside Down”, onde tudo que está escrito, fica de cabeça para baixo:

english upside down no facebook

E o “English (Pirate)’’, uma versão em inglês com linguajar pirata, que substitui o “nome de usuário” por “pirate name” (nome pirata) , Nome” é substituído por “Cap’n Name” (nome do capitão), “E-mail” é substituído por “E-bottle” (algo como “e-garrafa”, devido as histórias contadas sobre mensagens enviadas em garrafas).

facebook

5. Hackers

No ano de 2014, o número de tentativas de invasão a contas cadastradas era de 600 mil por dia. Os hackers tentam acessar informações importantes como mensagens privadas, fotos e outras informações dos usuários.

Por esse motivo, é preciso se atentar à escolha da senha e também acionar as opções de segurança do Facebook, como fornecer um código de acesso ao acessar sua conta de outro dispositivo que não seja o seu.

Recursos

Atualmente, o Facebook apresenta uma série de recursos que deixam a experiência do usuário mais completa e também mais divertida.

Além disso, as atualizações no site são constantes, e volta e meia, novos recursos são adicionados.

Separamos os principais:

Personalização

Quando se cria uma página pessoal no Facebook, é possível personalizá-la de acordo com suas preferências, adicionando uma foto de perfil, que permite que os outros te identifiquem melhor, e uma foto de capa.

Caso você possua uma Fan Page, é possível utilizar estes recursos de acordo com sua estratégia de marketing e com a identidade visual de sua marca.

Você possui dificuldades para iniciar uma estratégia de marketing para sua empresa, no Facebook? Saiba mais neste kit gratuito que preparamos especialmente para você!

Adicionar amigos

A possibilidade de adicionar e se conectar a seus amigos e conhecidos, não só de sua cidade, mas de todo o mundo, é a grande chave das redes sociais, já que todas elas giram ao redor do relacionamento entre pessoas.

Mas lembre-se que apenas as páginas pessoais possuem este recurso! Nas Fan Pages, ao invés de amigos, você terá fãs que irão curtir sua página e interagir com suas postagens.

Nunca crie uma conta pessoal para divulgar sua marca ou empresa! Além do fato de que a página pessoal possui um número limitado de amigos que podem ser adicionados, esta ação viola as diretrizes do Facebook.

Chat

O chat é a maneira mais prática e rápida de se comunicar, não apenas com seus amigos, mas com outras pessoas que estão cadastradas na rede.

Nele, é possível enviar mensagens em tempo real, além de compartilhar imagens, vídeos, links, áudios, arquivos e enviar gifs, figurinhas e a localização atual do usuário.

O recurso lembra o serviço de mensagens instantâneas MSN, que foi, aos poucos, sendo substituído por outros produtos, como Skype, chats de redes sociais e também o aplicativo de celulares, Whatsapp, que foi comprado pelo Facebook, no ano de 2014.

Quer aprender a utilizar esse recurso para fazer negócios? Baixe o nosso guia e aprenda como criar um chatbot para a página de Facebook da sua empresa:
chatbots e marketing

Curtir Páginas

Quando se curte uma página, é possível acompanhar as atualizações e também novidades que são postadas nela.

O interessante das páginas do Facebook, é que elas dão uma maior visibilidade para o proprietário e permitem que o público interaja diretamente através de comentários, curtidas e mensagens.

Além disso, sua conta pessoal mostra as páginas curtidas, indicando quais são suas preferências. É uma ótima maneira das outras pessoas te conhecerem melhor, não é mesmo?

Sabemos bem que as páginas não são a única opção que pode ser curtida dentro da rede social. O botão ‘’curtir’’, já virou uma marca registrada e pode ser usado como interação em publicações em geral.

Recentemente, outros botões foram incorporados a esta opção, para que o usuário possa expressar que amou determinada publicação, ou que se sentiu triste ao visualizá-la.

Compartilhar Conteúdo

A possibilidade de compartilhar conteúdos com outras pessoas conectadas à você, é provavelmente a maior das interações dentro do website.

Ao compartilhar um conteúdo, você pode dividir informações, novidades, opiniões e notícias com outros usuários.

Também é possível compartilhar fotos, pessoais ou não, diretamente pelo Facebook, ou através da integração com o Instagram, que também foi comprado por Mark em 2012.

Nos conteúdos compartilhados, ainda é possível marcar amigos, mostrar a localização atual e “adicionar uma atividade”, como algo que você está assistindo, como você está se sentindo, uma causa que você está apoiando, ou um livro que você está lendo, por exemplo.

A pouco tempo atrás, um novo recurso também foi adicionado ao selecionar a opção de atualização de status.

Nele, é possível realizar uma transmissão em vídeo ao vivo. Ou seja, é possível gravar algo que está acontecendo em tempo real, enquanto outros usuários interagem com você. Após terminar, seu vídeo permanece em sua linha do tempo.

Aplicativos

Os aplicativos do Facebook são ferramentas de interação que podem ser desde jogos, brincadeiras e testes que são integrados à sua conta, até abas que podem ajudar seu negócio, dentro de sua página.

E quando falamos de abas para Fan Pages, as opções são inúmeras. Indo desde personalização da mesma, até geração de Leads, por meio de um Like Gate, que mostra conteúdos diferentes para quem curte e para quem não curte a página.

Botão “cutucar”

A opção de “cutucar” alguém na rede social, nunca foi exatamente definida, sendo apontada pelo Facebook como uma maneira de chamar a atenção de alguém ou simplesmente dizer um “olá” de uma maneira menos formal.

O próprio website não criou uma definição específica para a função e inclusive, eles gostam de deixar a opção aberta a interpretações de cada um.

Anúncios

Através da própria rede social, é possível criar anúncios pagos para atingir públicos específicos, fazendo com que estes sejam mais interessantes para as pessoas que estão os vendo.

Também é possível montá-los de acordo com suas necessidades, além da possibilidade de impulsionar as vendas de sua empresa.

As campanhas não possuem um valor máximo e podem ser reajustadas de acordo com os resultados e demandas que vão aparecendo ao longo do tempo.

facebook ads

Criação de Eventos e Grupos

Hoje, tornou-se quase que obrigatória a criação de eventos no Facebook para anunciar e convidar quem você deseja que vá até sua festa, encontro ou reunião.

Este recurso facilita a troca de informações sobre o evento e também ajuda no controle de quem irá comparecer.

Também é possível criar grupos para as mais diversas finalidades, que vão desde reunir pessoas com o mesmo gosto musical, por exemplo, a agrupar pessoas de uma mesma sala de aula, para que possam discutir sobre as matérias e atividades passadas.

Estatísticas

As estatísticas do Facebook vem crescendo de forma estrondosa desde sua criação, e quando falamos que ele é o site mais acessado do mundo, não estamos de brincadeira!

Segundo dados atualizados deste ano, a rede social conta com 99 bilhões de usuários ativos mensais, e 89 bilhões de usuários móveis ativos mensais. Em segundo lugar, temos o Whatsapp e em terceiro, o Instagram, também do Facebook.

O Brasil é o terceiro país que mais possui usuários conectados no mundo, sendo que, a cada 10 brasileiros com acesso à internet, 8 possuem uma conta.

Esse dado nos mostra, mais uma vez, como é importante que as empresas estejam presentes nessa rede para que possam ser vistas e para que possam fazer a divulgação da própria marca.

Como fazer um Perfil

Logo ao acessar a página de login do Facebook, já é possível visualizar os campos referentes à criação de uma nova conta:

como criar uma conta no facebook

Nele, você encontra os seguintes campos:

  • Nome
  • Sobrenome
  • Número de celular ou endereço de e-mail
  • Senha
  • Data de aniversário
  • Gênero

Para que se possa prosseguir para a próxima etapa, é necessário que todos os campos sejam preenchidos. Após esta ação, já é possível selecionar a opção de abrir uma conta.

Logo depois, uma nova aba irá aparecer para que você realize um processo de 3 etapas:

facebookEtapa 1:

Nesta etapa, você poderá encontrar seus amigos através dos seus respectivos endereços de e-mail.

É interessante realizar esta busca pois, a partir do momento que você adiciona os primeiros amigos, o Facebook já começa a sugerir novas amizades com pessoas que você provavelmente conheça, com base nas informações passadas.

facebook

Etapa 2:

Aqui é possível inserir as informações sobre sua escolaridade, sobre a cidade que você nasceu e também aonde você mora no momento.

Na lateral direita de cada campo, você pode configurar o tipo de opção de privacidade para cada informação, que vai desde ‘’público’’, onde qualquer pessoa do mundo pode visualizar, até ‘’somente eu’’, onde a informação fica limitada apenas para você.

A vantagem de manter estas opções como públicas, é que fica mais fácil que outras pessoas localizem você de acordo com sua instituição de ensino e a cidade que você se encontra.

facebook

Etapa 3:

Na última etapa de criação da conta, você pode adicionar uma foto de perfil. É importante selecionar uma foto nítida e que possa ajudar seus amigos a te identificarem e saberem que que é realmente você o dono da página.

Ao terminar esta etapa, você terá acesso à sua página inicial e poderá também introduzir uma foto de capa.

Este campo é livre e muitas pessoas utilizam para postar foto de algo que gostam, como um filme ou um artista, uma foto com os amigos ou família, e até mesmo a própria foto.

Após estas ações, já é possível usar a rede e acompanhar seus amigos! Lembre-se que é possível configurar a privacidade de todas as suas informações, assim como a privacidade dos conteúdos e atualizações de status que forem realizadas por você!

Como fazer uma Fan Page

Se você deseja divulgar uma marca, empresa ou causa, é necessário criar uma Fan Page, e não um perfil pessoal.

O passo-a-passo é bem simples e intuitivo, como podemos ver abaixo:

Selecionar a categoria

facebook

Nesta aba, é possível selecionar a categoria da página que será criada por você, de acordo com o segmento do seu negócio.

Cada categoria possui diferentes tipos de informações que devem ser preenchidas e é importante que se escolha a mais adequada, para que as buscas no Facebook e também no Google sejam mais eficientes.

Não se preocupe se, por algum motivo, seja necessário alterar a categoria escolhida. Ela pode ser alterada a qualquer momento, através das configurações da página.

Preencher as informações

Agora que sua categoria foi definida, é necessário preencher as informações do seu negócio.

É importante adicionar uma descrição bem detalhada sobre a área de atuação de sua empresa, assim como adicionar o endereço do seu site, que é uma informação importantíssima para que seus seguidores possam saber mais sobre você.

Personalizar

A partir desse ponto, é possível adicionar uma foto de perfil e, posteriormente, a foto de capa da sua página.

A identidade visual de sua empresa, conta muito para a construção de sua Fan Page, pois é a partir dela que as pessoas irão reconhecer sua marca. Lembre-se de sempre mantê-la no Facebook. Não só nas fotos de perfil e capa, mas também em suas publicações.

Gostaria de mais dicas de criação de Fan Page? Não sabe como administrar uma página? Então confira esse artigo que preparamos para você com tudo o que você precisa saber para criar e administrar uma fan page!

Tamanhos de Imagem

Antes de mais nada, é importante lembrar que há diferentes tipos de tamanhos de imagem quando se trata de diferentes redes sociais.

O Facebook segue um padrão de tamanho para cada tipo, não aceitando aquelas que sejam maiores do que o permitido.

Lembre-se que, no caso de anúncios, a porcentagem de texto na imagem não pode ultrapassar a margem dos 20%. Caso contrário, o anúncio não pode ser aprovado pela rede social.

Os principais tamanhos de imagem são:

Imagem de perfil

  • mínimo 180 x 180 pixels (original)
  • 160 x 160 pixels (reduzida)
  • 160 x 160 pixels (exibição)

Imagem de perfil em equipamentos mobile

  • 160 x 160 pixels (desktop)
  • 140 x 140 (Smartphone)
  • (24px da esquerda e 196px de cima)
  • Mobile: 50×50

Foto de Capa

  • Perfil pessoal: 851 x 315
  • Página: 828 x 315
  • Formatos: JPG, PNG
  • Upload de vídeos
  • Recomendado: 504 x 283
  • Mínimo: 504 x 283
  • Miniatura grande: 319 x 176
  • Miniatura pequena: 157 x 87
  • Formatos: Qualquer formato

Foto na linha do tempo

  • Recomendado: 1200 x 630
  • Mínimo: –
  • Exibição: 504 largura máxima
  • Tamanho máximo: 100 KB
  • Formatos: JPG, PNG

Link na linha do tempo

  • Recomendado: 1200 x 630
  • Mínimo: 600 x 315
  • Exibição: 470 x 246/154 x 154
  • Formatos: –

Feed de notícias

  • Recomendado: 1200 x 630
  • Mínimo: 600 x 315
  • Exibição: 470 largura máxima
  • Formatos: JPG, PNG

Link no feed de notícias

  • Recomendado: 1200 x 630
  • Mínimo: 600 x 315
  • Exibição: 484 x 525/154 x 154
  • Formatos: –

O Facebook não é a única rede social que possui estas regras. Na realidade, todas as redes sociais possuem um padrão de tamanho que deve ser seguido para o uso de imagens. Você pode conferir o detalhamento de cada uma das redes neste material completo:

Tamanho de imagem nas redes sociais

Como aplicar o Marketing Digital no Facebook?

Sabemos que o marketing da sua empresa deve ir onde seu público está. E acredite, boa parte dele pode estar nas redes sociais. Apenas a simples presença de sua empresa já fará com que você seja visto por várias pessoas.

O Marketing Digital vem crescendo cada vez mais, e ele nada mais é do que a divulgação e promoção de produtos ou marcas através de mídias eletrônicas.

E quer mídia melhor para este tipo de divulgação, do que o Facebook?

O Facebook possibilita, além de um grande alcance, uma grande interação com o público, já que as pessoas podem comentar, curtir e compartilhar suas atualizações na página. Tornando a experiência dos usuários mais descontraída e possibilitando a aproximação entre público e marca.

Também é possível fazer a divulgação de sua empresa e de seus produtos, possibilitando o impulsionamento de suas vendas.

Mas, como exatamente podemos aplicar o Marketing Digital no Facebook? Confira as principais dicas:

1.Planeje

Antes de iniciar uma campanha ou uma ação de Marketing, tenha um planejamento. O que você deseja alcançar com seus anúncios? Qual será o tipo de interação que você terá com seu público? Tenha estas questões em mente para estar preparado quando começar a postar conteúdos em sua página.

Inicialmente, foque em aumentar o número de fãs. Mais pessoas em sua página, significa mais audiência! E queremos ter um grande alcance de público, certo?

2. Tenha uma equipe

Profissionais que possuem conhecimentos sobre redes sociais e sobre estratégias de marketing podem ser essenciais para ajudar na hora de trazer resultados melhores para sua empresa através do Facebook.

Ainda por cima, o próprio Facebook possui uma função onde é possível adicionar mais pessoas à conta de sua Fan Page, para que elas possam acessá-la e fazer parte de sua equipe.

3. Defina o tom

O tom de voz deve ser definido logo no início e também deve ser mantido. Dessa maneira, seu público irá absorver ainda mais a identidade de sua empresa. Além disso, o tom de voz será a expressão de sua marca e do que ela quer passar.

4. Tenha em mente seu público

Ao criar sua página, já é possível adicionar alguns dados sobre quem você deseja atingir. Estes dados podem  vir da sua persona.

A definição de sua persona fará com que seus anúncios e promoções fiquem ainda mais direcionados para quem você deseja que acesse sua página.

Guia para criação de personas

5. Defina o seu plano e separe uma verba

Com um curto orçamento, já é possível realizar uma campanha com bons anúncios, através do próprio Facebook. Defina um plano que adapte-se melhor às suas necessidades e também defina a frequência com que seus anúncios aparecerão para seu público.

É possível alterar suas campanhas a qualquer momento, de acordo com as demandas que forem surgindo ao longo do tempo.

Lembre-se de separar uma verba especialmente para este fim. Os anúncios no Facebook são importantes, e caso você deixe de pagar algum deles, a campanha é imediatamente interrompida, e isso pode comprometer sua estratégia!

6. Invista em conteúdo de qualidade

Não fale apenas sobre seu produto ou sua marca. Aposte em conteúdos interessantes e relevantes que farão com que seu público fique ansioso para que você poste mais! Seja criativo e procure oferecer boas informações para seus seguidores.

Lembre-se da regra dos 80/20! 80% dos conteúdos postados em sua rede, devem ter algo de valor para o leitor, enquanto os outros 20%, podem ser promoções e divulgações. Esta é a melhor maneira de gerar engajamento em sua página.

7. Não pare de postar!

Não abandone sua página e não pare de postar! Mantenha seu público engajado e sempre atualizado.

Acompanhe o engajamento do seu público e quais são os horários de pico das publicações. Estas informações irão contribuir para que você planeje como e com que frequência irá realizar suas postagens.

Além disso, fique sempre por dentro das informações e notícias para não perder a oportunidade de ajustar e atualizar seu conteúdo, ou de lançar um post que possa viralizar, se for divulgado no momento certo.

Kit Calendarios de Marketing

8. Mensure o seu sucesso

O próprio Facebook, oferece, dentro da Fan Page, recursos que possibilitam a análise de curtidas, compartilhamentos, quantidade de mensagens trocadas entre seus seguidores e também qual é o alcance dos seus posts.

Estas são apenas algumas das opções que podem ser visualizadas na página e que podem servir como base para que você mensure e alcance o seu sucesso.

9. Não deixe nenhum comentário sem resposta

Não importa que seja um comentário positivo ou negativo, o importante aqui é respondê-lo o mais rápido possível para que seus clientes vejam que você se importa com o bem estar deles.

O engajamento aumenta ainda mais quando as pessoas veem que há este tipo de interação com o público, já que eles percebem que serão ouvidos por você e que há uma preocupação de sua parte.

Quando falamos de Marketing no Facebook, não há barreiras para inovação e criatividade! O importante é sempre se manter atualizado e empenhado em resolver as questões de seus clientes e também de tornar o contato com sua empresa, o melhor possível!

Se quiser saber mais, acesse nosso Ebook gratuito sobre Marketing no Facebook!

Vimos que o Facebook, de uma maneira geral, já é algo que faz parte de nossas vidas pessoais e profissionais e também de nossa rotina.

Que tal ir além e aprender ainda mais sobre o Facebook e outras redes sociais? Separamos materiais perfeitos para isso:

DOMINE SUA ESTRATÉGIA DE REDES SOCIAIS
Aprenda a fazer Marketing no Facebook e posicionar sua marca para gerar negócios
Crie anúncios no Facebook e amplie seu alcance
Entenda como é possível obter resultados orgânicos no Instagram
Aprenda tudo sobre as principais redes sociais da atualidade

Fan Page

O que é, como criar e administrar uma Fanpage: o guia definitivo

O Facebook mudou nossas vidas e também a forma que nos conectamos com o mundo.
Sendo um dos sites mais acessados, não há como ignorar que para ser visto, é necessário estar presente na rede social.

Não só com um perfil pessoal para se conectar aos seus amigos, mas também com uma página para sua empresa, não é mesmo?

Esta página, também chamada de fanpage, é criada para uma marca e já se tornou indispensável num plano de marketing para qualquer empresa.

Não sabe por onde começar ou como criar sua fanpage no Facebook? Vem com a gente que neste guia vamos te contar tudo o que precisa saber!

Nesse post você vai encontrar:

 O que é uma fanpage?

Uma fanpage é uma página criada especialmente para marcas, empresas, blogs e etc.

Diferente de uma conta comum e pessoal, é um espaço que reúne fãs ao invés de amigos, e pode criar uma comunidade fiel à sua empresa, além de fortalecer a presença e a impressão que os outros possuem dela.

Por que criar uma fanpage e não um perfil?

Muitas pessoas se confundem e acham que não é necessário criar uma fanpage, apenas um perfil comum.

Porém a conta comum possui um número limitado de quantas pessoas podem se conectar a você (5.000 amigos) e utilizar um perfil pessoal para divulgação de marca é contra as diretrizes e termos do Facebook.

Além disso, as fanpages também apresentam recursos como:

  • Aplicativos, que promovem maior interação do público
  • Ferramenta de promoção que permite o impulsionamento dos seus posts, aumentando a visibilidade assim de algum conteúdo chave
  • Relatórios de estatísticas, que possibilitam que seja feita uma análise das campanhas promovidas e do engajamento do público com as postagens, novas curtidas, gráficos de desempenho, entre outros.

Fanpages são essenciais para fazer marketing no Facebook e ter sucesso na rede. Confira mais dicas para ter uma fanpage incrível e gerar resultados para sua empresa com o ebook completo sobre Marketing no Facebook.

Marketing no Facebook

Como criar uma FanPage no Facebook?

Agora que você já sabe das vantagens, está na hora de responder a pergunta: como criar uma fanpage?

Passo 1: planejamento

Primeiramente, é preciso possuir um planejamento.

Como você deseja se comunicar? O que seu cliente gostaria de ler? É muito importante que seja traçado um plano de como será a apresentação de sua página e também que seja traçado qual será sua identidade.

A maneira como você fala com seu público deve ser sempre a mesma, ou seja, deve-se utilizar sempre o mesmo tom, para que as pessoas sintam que estão realmente lendo algo da sua empresa ao entrarem em sua página.

E claro, para fazer esse planejamento deve-se ter em mente sempre a sua persona.

Se você ainda não tem uma, é bom fazer! Aprenda o que é buyer persona neste artigo.

Agora que você já sabe, crie você mesmo sua persona com o Fantástico Gerador de Personas.

como criar uma fanpage

Passo 2: selecionando a categoria

Para criar sua fanpage no Facebook é necessário que ela seja conectada à conta de alguém real. Se você não fizer isso, o Facebook entende que há uma irregularidade e você poderá perder sua página e todos os seus fãs! Por isso, fique atento.

Logo na tela inicial de cadastro, você verá, na parte de baixo, a opção para criar sua página.

como criar uma fanpage

Assim que esta opção for selecionada, uma nova aba será aberta para que você possa selecionar a modalidade de sua fanpage, como vemos abaixo:

como criar uma fanpage

Nesta aba é possível selecionar qual é o seu tipo de negócio. Cada categoria necessita de informações diferentes e sua escolha será essencial para as buscas do Facebook.

Segue uma lista relacionando a categoria que você deve usar de acordo com o seu modelo de negócio:

  • Negócios Locais ou Local: se você possui um pequeno estabelecimento com abrangência local, como uma farmácia ou uma padaria, por exemplo. Atenção! Não utilize este campo se você possuir uma empresa pequena. Use a categoria do próximo tópico.
  • Empresa, Organização ou Instituição: essa é a categoria certa para empresas, não importando o tamanho ou porte.
  • Marca ou Produto: Se sua empresa deseja divulgar um produto ou uma marca específicos, selecione essa categoria para criar uma fanpage exclusivamente para este fim. É uma opção interessante se sua empresa possui uma grande variedade de produtos.
  • Artista, Banda ou Figura Publica é bem auto-explicativo, não é mesmo?
  • Entretenimento é a categoria para estabelecimentos como casa de shows ou um canal de TV, por exemplo
  • Causa ou Comunidade: é ideal caso você possua uma ONG ou gostaria que seu público lhe apoiasse em uma causa.

Não se preocupe se, no futuro, for necessário que você modifique esta opção, pois é possível realizar esta alteração sem problemas!

Passo 3: personalizando sua fanpage

Agora que você já decidiu em que tipo de página seu negócio se encaixa, é preciso configurar sua fanpage.

Sobre

como criar uma fanpage

Nesta aba, você terá que esclarecer para seu público, sobre o que se trata a página criada. Uma boa descrição é importante, assim como adicionar o endereço do seu site, para que se possa alcançar uma boa classificação nas buscas.

Também será preciso que você personalize a URL da sua fanpage. Um nome exclusivo e simples irá tornar a busca por sua página mais fácil, assim como o acesso à ela.

Foto do Perfil

como criar uma fanpage

Nesta parte, a identidade de sua empresa desempenha um papel fundamental, pois, é através dela que você poderá definir a melhor foto de perfil para sua página, e posteriormente, a melhor foto de capa.

Atenção! Lembre-se que o Facebook – assim como em praticamente toda rede social – possui um padrão de tamanhos para estas imagens, que deve ser seguido.

Adicionar aos Favoritos

como criar uma fanpage

Para que você possa acessar sua página com facilidade, o Facebook te dá a opção de incluí-la em seus favoritos.

Esta aba pode ser acessada de qualquer dispositivo e também é possível organizar os links de acordo com sua preferência.

Público preferido para a Página

como criar uma fanpage

Quem você deseja alcançar? Qual é a idade média e o gênero de seu público? Quais são seus principais interesses?

Na última aba das configurações, é possível definir estas e outras alternativas, para que sua página apareça principalmente para as pessoas que se encaixam no perfil definido por você. É só usar a sua persona!

Agora que sua fanpage está configurada, não se esqueça de curti-la e de chamar seus amigos e contatos do Facebook para fazerem o mesmo!

O que postar na sua fanpage

Após a conclusão das configurações de sua página, você já pode começar a realizar interações e também a realizar postagens!

É interessante que já se tenha uma ideia daquilo que deseja publicar e também que já existam conteúdos prontos antes mesmo de criar a sua página.

Estas primeiras publicações  contribuem muito para que os seus novos visitantes saibam qual é o tipo de conteúdo que estará presente em sua fanpage e que curtam querendo mais.

Procure realizar postagens curtas e com linguagem simplificada. Se possível, utilize imagens de sua marca, produto ou causa.

Links que levam ao seu site ou blog também são muito importantes! Links de outros sites podem ser incluídos, mas não se esqueça de dar os devidos créditos.

A dica mais importante aqui é: nunca pare de postar! Sua presença na página deve ter uma frequência, assim como a postagem de conteúdos.

Quer ainda mais dicas? Nosso querido “Profeçanha” dá uma verdadeira aula sobre conteúdo para fanpage no no vídeo a seguir:


Divulgando sua fanpage

Promover e divulgar sua página é um ponto essencial de sua estratégia de marketing. É a divulgação de sua fanpage que fará com que você seja visto cada vez mais.

Incluir a URL da sua página em seu site e divulgá-la em grupos e para amigos são apenas o começo.

Na realidade, quanto mais dedicado você for à sua fanpage, mais retorno de seu público você terá.

Interaja com o público

Aposte na interação com seus fãs! Acompanhe os comentários e não deixe de responder seus clientes, mesmo quando eles fizerem uma reclamação.

O importante é que eles tenham a consciência de que sua empresa se importa com o bem-estar deles e também em resolver os problemas, para que a experiência deles com sua marca seja a melhor possível!

O Facebook mostra aos seus fãs se você responde rápido as solicitações e mensagens enviadas por eles e isso é um ótimo indicador de que seu público é ouvido e atendido por você!

Falando em interação, outra ótima dica é inserir calls to action em suas postagens! Incentive seus fãs a comentarem em uma postagem, ou a marcarem amigos nela.

Isso atrai mais pessoas para sua página e também contribui para a proximidade da marca com o público.

Aposte em Mídia Paga

Os anúncios pagos do Facebook não dependem de muita verba e, através deles, sua página e seus anúncios terão um alcance maior e também uma maior visibilidade.

É possível selecionar o tipo de público que se deseja atingir, e, dessa forma, avaliar e acompanhar os resultados de suas mídias.

É interessante definir um orçamento e separá-lo para garantir o controle de seus gastos. Com apenas dez reais já é possível alcançar uma boa quantidade de pessoas com seus anúncios.

Não há limites nos preços das campanhas e elas podem ser reajustadas de acordo com os resultados que forem alcançados ao longo do tempo.

Não se esqueça que, de acordo com definições do próprio Facebook, há uma limitação do tamanho do texto inserido em imagens.

Se quiser verificar se sua imagem se encontra dentro dos padrões, é só acessar a Ferramenta de Sobreposição de Texto.

Não abandone sua fanpage!

Uma rede social é feita de relacionamento, não é mesmo? Por isso, nunca abandone sua página do Facebook. Além de causar uma péssima impressão para quem acessá-la, também poderá comprometer o relacionamento que você está construindo com seus seguidores.

Pode não ser tão fácil assim manter uma fanpage e alimentá-la, mas a dedicação com certeza lhe trará resultados!

Uma análise dos conteúdos mais compartilhados ou curtidos, o alcance que seus posts estão tendo, as mensagens trocadas entre seus fãs e sua empresa e o engajamento do seu público, são apenas alguns dos dados que podem ser visualizados na própria página e que podem servir como uma valiosa base para seguir o caminho certo!

Quando se trata de estratégias de marketing nas fanpages, temos um leque de opções que podem te ajudar a ter sucesso na rede social. Fique sempre por dentro das novidades, pois as mudanças nas políticas do Facebook são constantes!

Além disso, nunca deixe de se informar e estudar sobre novas possibilidades de fazer com que sua fanpage bombe entre seu público. O importante é sempre melhorar o relacionamento entre você e eles!

E você? possui outras estratégias para administrar e criar uma fanpage? Quer compartilhar mais dicas com a gente? Escreva no campo de comentários abaixo!

Agora que você já sabe a importância e como criar sua fanpage, está na hora de desvendar mais sobre o Facebook e o grande universo das redes sociais. Confira os melhores conteúdos sobre o assunto:

INDICAÇÕES DE CONTEÚDO PARA DOMINAR AS REDES SOCIAIS
Aprenda como criar anúncios que performam bem com o Guia Prático do Facebook Ads
Que tal começar (ou melhorar) sua estratégia no Instagram? Entenda como agora mesmo!
LinkedIn, Twitter, YouTube, Facebook, Instagram… são muitas redes, certo? Performe bem em todas com o Guia Completo das Redes Sociais!