Por Redator Rock Content

um de nossos especialistas.

Publicado em 3 de julho de 2019. | Atualizado em 29 de agosto de 2019


O briefing é o documento que registra tudo que um cliente pretende para a solicitação de um projeto. Quanto melhor esse material for desenvolvido, maiores as chances de ter um resultado satisfatório.

Quando uma agência presta serviços a uma empresa, espera-se, no mínimo, uma comunicação clara para alcançar os objetivos. Entretanto, sem as melhores práticas isso é impossível! Por isso, o briefing é uma ferramenta indispensável para que se chegue a termos claros e que o resultado de um projeto seja satisfatório.

Esse documento é o principal registro de ideias iniciais, então é importante que ele seja claro, detalhado e aprofundado em relação ao que se pretende. Para chegar a esse resultado, é preciso seguir alguns parâmetros importantes considerados na criação de um briefing.

Este post é um guia aprofundado com tópicos como:

Confira o conteúdo que preparamos e aprenda a fazer um briefing!

O que é briefing e para que serve?

O briefing é um documento que reúne todas as ideias que o cliente tem para a realização de determinado projeto, seja um site, uma campanha de marketing, uma peça publicitária, uma identidade visual, entre outros.

De modo geral, é possível classificar o briefing como um manual de instruções para que a equipe se guie por ele. A partir do documento é possível chegar a resultados satisfatórios, já que todas as informações sobre a solicitação terão sido obtidas junto ao cliente.

Esse material serve justamente para que a equipe da agência de publicidade ou o profissional indicado trabalhem dentro de um direcionamento sólido. Isso é possível, uma vez que o briefing é construído sempre diante das necessidades que o cliente aponta.

Precisa de uma explicação ainda mais clara sobre o conceito de briefing? Então confira o nosso vídeo sobre o assunto:

Menor tempo de produção

A produtividade é uma questão importante para quem desenvolve o projeto, mas também para o cliente, afinal, ele espera o cumprimento de prazos. O briefing tem papel fundamental nisso, já que ele tende a tornar a execução mais ágil, já que entrega um diagnóstico completo do que é pretendido.

O menor tempo de produção traz maior satisfação para o solicitante e ainda contribui para a organização da agência ou do profissional que trabalha no projeto. Um bom briefing agiliza tudo e também traz mais credibilidade para o trabalho.

Resultados alinhados

Um dos problemas mais complexos que profissionais de comunicação podem ter é a falta de alinhamento com o que o cliente deseja. A questão é que o papel de quem desenvolve o trabalho é saber exatamente o que o solicitante espera, e é justamente para isso que existe o briefing.

Por isso, durante a confecção desse documento, é importante fazer os questionamentos mais objetivos possíveis. Quanto mais for questionado sobre a empresa, seus valores, o que é pretendido para o projeto e outros detalhes, melhor. Um resultado certeiro e alinhado só é possível quando todas as ideias do cliente foram devidamente captadas.

Sem retrabalhos

O retrabalho é um freio no progresso de demandas e também um impeditivo na rotina das empresas de comunicação. Nem sempre é possível impedir as solicitações de alteração, já que cada cliente tem um nível de exigência e nem sempre eles tem uma ideia 100% concreta do que querem.

Entretanto, o briefing pode ajudar muito a reduzir essa margem de insatisfação. É sempre importante considerar que pequenos ajustes são diferentes de retrabalhos. O desenvolvimento de um briefing amplo e aprofundado é fundamental para que, posteriormente, não haja a necessidade de alterações maiores no projeto apresentado.

Por que o briefing é importante?

Ter um briefing é tão importante como conhecer técnicas de vendas ou descobrir como atender os seus clientes nas redes sociais. Ele traz uma série de vantagens para a sua empresa. Confira abaixo cada uma delas!

Organização

Como já destacamos, o briefing tem como objetivo agrupar as informações mais relevantes sobre a empresa cliente. Dessa forma, ao escrever um texto ou produzir uma peça publicitária, você terá todos esses dados à mão, em especial porque o conteúdo é separado em blocos.

Para que o briefing se torne um grande aliado em sua estratégia, apresente as informações de modo bem claro. Caso contrário, quem tiver acesso aos documentos entrará em um labirinto e será quase impossível entender quais são os pontos que merecem mais atenção.

Inspiração

Quando a sua equipe não conhece a história do cliente e o que ele pretende com a sua empresa, geralmente, a produção fica estagnada.

Produzir somente para apresentar um trabalho é um erro que você jamais pode cometer. Por isso, não tente desenvolver um conteúdo buscando a aprovação do cliente “na sorte”. Com a ajuda de um briefing, uma ação desse tipo não fará parte da sua rotina.

As informações transmitidas pelo cliente são as melhores fontes para que você busque inspiração a fim de executar o seu trabalho e criar os melhores conteúdos.

Trabalhos épicos

Quando um time de marketing conhece a história de uma empresa por meio de um briefing, ele consegue atender as expectativas do cliente com mais precisão.

Isso aumenta a produtividade da equipe e também a satisfação do consumidor. Por isso, mesmo que a rotina em sua empresa seja agitada, busque reservar um tempo para executar esse trabalho. Afinal, o custo-benefício vale a pena.

Planejamento

Um briefing não ajuda somente a entender o trabalho de um cliente, mas também oferece condições para sua agência seguir um planejamento.

Com um processo bem definido, a chance de o projeto sair do foco ou ter ruídos de comunicação que prejudiquem o trabalho diminui. Isso é muito importante, pois ajuda a mostrar para o cliente que a sua empresa é organizada e entende o que está fazendo.

Entretanto, para conquistar esses benefícios, você não pode desenvolver um briefing de qualquer maneira. É necessário ter atenção a alguns detalhes que são determinantes para o sucesso do documento. Portanto, continue a nossa leitura para descobrir quais são eles.

Métricas e Indicadores para Agências DigitaisPowered by Rock Convert

Como deve ser a estrutura de um briefing?

Um briefing bem estruturado é fundamental para a montagem de um documento com todas as informações que realmente importam para o projeto em questão. Depois de montar essa estrutura básica, basta coletar cada dado com o solicitante e sua equipe responsável. Veja a seguir quais itens são indispensáveis!

Objetivo

Este é o ponto principal de um briefing. O objetivo deve apresentar exatamente o que o cliente pretende com aquela campanha. Entre os objetivos, os principais podem ser:

Incentive o cliente a definir e ter em mente seus objetivos em relação ao investimento que ele pretende fazer. Dessa forma, será possível criar bons materiais para ele e a sua persona.

Orçamento

Para cada projeto há um orçamento máximo que o cliente disponibilizará. Por isso, é importante, logo depois de definir o objetivo, ter uma estimativa de quanto custará para desenvolver a campanha.

Naturalmente, esses valores devem ser definidos junto ao cliente, mas também é papel da equipe indicar qual seria o budget mínimo para realizar o trabalho. Por conhecer o orçamento do projeto, você poderá oferecer um serviço de acordo com o capital que ele pretende utilizar.

A ideia não é desenvolver um bom trabalho de acordo com o valor que o cliente pretende investir, mas sim ajustar o projeto ao orçamento sem perder a qualidade do serviço.

Prazo

O prazo não pode ser definido somente diante do que o cliente espera, já que para cada projeto há um período mínimo de trabalho. Visto que a complexidade do trabalho influencia esse fator, só quem vai executar as ações pode definir o tempo que será necessário.

É claro que é importante ser flexível ao lidar com o cliente, até porque é necessário conhecer o nível de urgência para a entrega do resultado. Inclusive, para justificar o tempo necessário, pode ser apresentada uma explicação mais detalhada do que envolve o desenvolvimento.

Se o tempo não permite desenvolver o produto solicitado, informe isso ao cliente. Afinal, a transparência ajuda a conquistar novos trabalhos futuramente.

Público-alvo

O público-alvo do que será desenvolvido impacta profundamente o trabalho. Isso influencia a abordagem, as campanhas são feitas com base na audiência e uma série de detalhes são pensados de acordo com quem será alcançado pelo projeto.

É fundamental entender junto com o cliente quem é esse público-alvo. Pode ser que ele já tenha informações mais aprofundadas e saiba repassar isso. No entanto, é preciso também estar pronto para definir essa questão em conjunto com o solicitante.

Em alguns casos, pode ser necessário gerar uma persona para descobrir o perfil do consumidor recorrente daquela empresa.

Base

Também conhecida como escopo do projeto, nessa parte é necessário detalhar mais a ideia, sempre considerando o que a empresa pretende ter como resultado.

Se um cliente deseja, por exemplo, educar o público em relação a um produto, ele precisará de um blog como solução para o seu problema.

Se a ideia não for tão simples e envolver, por exemplo, a alteração do logotipo de um blog, será preciso ter informações mais detalhadas do projeto. Neste caso, quanto mais informações você tiver, melhor será ao criar a sua peça gráfica.

Referências

Em alguns pedidos, geralmente o cliente tem referências para que o projeto em questão seja desenvolvido dentro de uma linha. Geralmente, são características gráficas, tipos de ações e outros trabalhos executados por outras empresas.

No entanto, é preciso deixar claro que são apenas referências, ou seja, uma ideia de direcionamento. O trabalho precisa ser original, autoral e único. Afinal, embora estilos possam inspirar, é fundamental entregar algo novo e isso deve ficar claro ao cliente.

Coleta de materiais

Outros materiais gráficos, bem como manual de marca e peças já desenvolvidas anteriormente precisam ser coletados pela equipe responsável. Essa parte é fundamental para que sejam respeitados os parâmetros da identidade visual da empresa.

Por isso, solicite o máximo possível de itens à empresa, a não ser que ela deixe claro que quer algo totalmente diferente de tudo que já foi feito. Nesse caso, colete apenas o manual com logos e os materiais da marca.

Objeções

É comum que o cliente apresente restrições para o projeto. O briefing também precisa incluir detalhadamente o que ele não gosta e não deseja ver no resultado. Podem ser questões como cores, fontes ou até mesmo estilos de artes e imagens.

Ter essas informações em mente ajuda a evitar problemas, pois você terá a certeza de que está produzindo um conteúdo que o cliente não vai reprovar.

Como fazer um briefing?

A execução de um briefing deve ser planejada para que tudo saia como esperado. Isso envolve definir desde o início as etapas de coleta de informações e também da organização de todos os dados.

Veja a seguir como um briefing pode ser feito e quais são os pontos indispensáveis que devem ser garantidos para alcançar um bom resultado!

Defina quem vai responder ao briefing

Quem realmente pode responder às suas questões referentes ao briefing? Há muitas pessoas na empresa, mas talvez as que se apresentem primeiramente não sejam as mais adequadas.

Gerentes, diretores de venda e pessoas à frente do marketing geralmente são aquelas com poder de decisão e o nível de informação necessário. Se sentir necessidade, peça para que algumas questões sejam levadas a pessoas específicas.

Agende reuniões

Organize a produção do briefing por meio de reuniões. Assim, o processo fica bem direcionado e tende a se desenvolver com agilidade, já que tudo deve ser definido nas datas apontadas.

O responsável pelo encontro deve controlar o tempo e estipular um limite para o entrevistado responder a cada pergunta do briefing.

Colete e organize as informações

As organizações devem estar não só organizadas, mas também centralizadas. Um briefing realmente eficiente não deve ser composto de páginas e repleto de informações.

A síntese é um fator que vai fazer toda diferença na hora de executar um trabalho realmente eficiente. Quanto mais objetivas forem as informações, melhor para a equipe que vai desenvolver o projeto.

Para ajudar você, confira o nosso template grátis para fazer o seu briefing!

Template para Briefings

Preencha o seu email e receba um modelo de briefing gratuitamente!


Quais dicas são essenciais para fazer um briefing de sucesso?

Profissionais experientes já sabem que alguns detalhes fazem muita diferença para produzir um briefing de sucesso. São questões que nem sempre são compreendidas rapidamente, mas que, se forem colocadas em prática, certamente vão resultar em um briefing de destaque!

A seguir, confira algumas dicas simples.

Seja objetivo na descrição

O cliente vai acabar se estendendo na hora de descrever o que ele quer, e isso é normal. Ele acredita que, quanto mais falar, melhor será o projeto. Isso faz sentido, mas quem está desenvolvendo o briefing precisa transformar todo esse conteúdo em algo reduzido e sólido.

É fundamental ser objetivo na hora de descrever as ideias que o solicitante apresenta. Essa é a garantia de que, na hora de executar o projeto, será fácil a compreensão do que é pedido.

Interaja e dê sugestões no processo de criação

Ser participativo é fundamental para ajudar o cliente a lapidar a ideia que ele tem. Pode ser que, em alguns momentos, o que ele propõe seja realmente inviável. Por isso, interferir de modo educado e persuasivo é importante.

As sugestões também são importantes para guiar o que o solicitante quer. Talvez ele tenha algo em mente, mas simplesmente não saiba explicar, afinal, ele não tem conhecimento técnico. Por isso, mantenha-se atento e saiba entender o que ele quer, para então sugerir.

Montar um briefing de qualidade é o primeiro passo para garantir a entrega de um serviço de qualidade e que, principalmente, atenda às expectativas. Visto que o cliente é parte da produção desse documento, preze pela participação ativa dele no processo!

Curtiu este conteúdo? Agora saiba mais sobre o que é uma identidade visual e como ela é importante para seus conteúdos!

100.000 pessoas não podem estar enganadas
Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *