Por Redator Rock Content

um de nossos especialistas.

Publicado em 20 de fevereiro de 2019. | Atualizado em 14 de agosto de 2019


A cadeia de valor é um modelo estratégico que permite que você tenha uma visão mais ampla sobre seus processos, aplicando melhorias naqueles pontos específicos que possam trazer mais resultados ao seu negócio.

Para que uma empresa possa se destacar no mercado, é preciso pensar constantemente em estratégias e modelos que agreguem ao negócio, assim como permitam com que os resultados sejam mais efetivos.

Além disso, um dos pontos que merecem sempre atenção está relacionado ao fato de os produtos ou serviços se manterem com qualidade, com o objetivo de manter a satisfação dos clientes e conseguir fidelizá-los. 

Nesse contexto, a cadeia de valor contribuirá para que o seu empreendimento se firme entre os concorrentes, ampliando a visão que o gestor tem sobre os seus processos.

Pensando nisso, elaboramos este conteúdo para explicar o que é esse conceito, qual é a sua importância para o negócio e como implementá-lo. Boa leitura!

O que é cadeia de valor? 

A cadeia de valor é um modelo estratégico que tem como objetivo estabelecer processos que vão determinar os custos de produção de todas as atividades da empresa. Tendo isso bem definido e permitindo essa visão ao gestor do negócio, as chances de os lucros serem maiores aumentam consideravelmente, melhorando os resultados como um todo. 

Certamente, a sua empresa já enxergou em determinado momento a necessidade de avaliar internamente quais são os principais gargalos que afetam a produção e impedem a produtividade dos colaboradores — trazendo consequências negativas para a qualidade e para os ganhos da organização.

Lembrando que prezar pela qualidade dos produtos e/ou serviços deve ser uma das prioridades de qualquer organização. Por meio dessa estratégia, é possível tornar seus clientes propagadores de sua marca, aumentando o potencial do marketing boca a boca e contribuindo para a atração de novos negócios.

Sendo assim, a empresa precisa oferecer valor ao seu público levando em consideração todos os processos internos, desde a logística com os fornecedores até a entrega final. 

Como deve ser a estruturação da cadeia de valor?

Agora que você já sabe o que é a cadeia de valor, chegou o momento de entendermos um pouco mais sobre a forma como ela é estruturada. De acordo com o modelo de Porter (o criador do conceito), existem atividades comuns a todos os negócios, que podem ser definidas em primárias e de apoio. Confira quais são elas!

Primárias

Logística interna ou de entrada

Mencionamos sobre a necessidade de contar com uma visão como um todo do negócio, desde o relacionamento com os fornecedores até a entrega dos produtos ou serviços.

Esse relacionamento será essencial para cumprir com as expectativas de seu público, uma vez que envolve estoque, inventário e a distribuição dos produtos de maneira adequada. 

Um negócio que se preocupa com sua logística tende a otimizar o processo de compras, ter um controle sobre os seus parceiros — fazendo acordos mais lucrativos —, além de contar com um planejamento financeiro anual mais bem detalhado. 

Operações

Sabe aqueles itens que vão transformar os materiais recebidos pelos seus fornecedores na entrega de qualidade a seu cliente? É aí que abordarmos sobre as operações, apresentando tudo que envolve os equipamentos, manutenção e o maquinário do negócio. 

Logística externa

De nada adianta contar com uma boa logística de fornecedores, ter uma gestão de estoque efetiva e contar com uma boa administração de seus colaboradores se a logística externa não for priorizada.

É preciso que em seu planejamento tenha pontos específicos que estejam associados às entregas para o cliente, de modo que os produtos cheguem sem avarias, no prazo preestabelecido e na quantidade desejada.  

Marketing e vendas

Contar com uma equipe que possa convencer os seus clientes de que as suas soluções vão agregar valor ao negócio e aos resultados é um dos pontos que farão toda a diferença a sua empresa. Por essa razão, tenha um time específico para cada uma dessas áreas, ou terceirize profissionais que tenham expertise no assunto. 

O Marketing de Conteúdo, inclusive, entra nessa atividade da cadeia de valor, uma vez que, por meio de conteúdos relevantes, você vai produzir materiais que consigam sanar as dores de sua persona, trazendo leads qualificados para o seu site. 

Você conseguirá converter esses acessos em clientes caso demonstre desde as etapas iniciais que o seu negócio é autoridade naquele assunto, transmitindo credibilidade e trazendo confiança ao seu leitor.

Assim, ele certamente lembrará da sua empresa quando entender qual é o seu real problema, recorrendo a ela para adquirir os produtos e serviços. 

Serviços

O maior erro de muitas empresas é se preocupar apenas com o período pré-venda, oferecendo um bom atendimento enquanto o cliente ainda está na fase da descoberta e estimulando-o a adquirir os produtos e serviços — isso deve ser priorizado, mas é preciso existir um pós-venda e oferecer um suporte ao cliente. 

Por essa razão, tenha também estruturado um time que tem como objetivo justamente oferecer atenção ao seu cliente mesmo quando ele já finalizou a compra, atendendo sempre que possível as dúvidas que vier a ter em relação ao seu produto ou serviço, e também priorizando em casos que há necessidade de reparação ou modificação. 

Atividades de apoio 

Infraestrutura

A infraestrutura em uma cadeia de valor está relacionada a todas as áreas que mantém a saúde financeira de sua empresa. Aqui, entram as questões administrativas, contábeis, financeiras, assuntos públicos, legais, entre outros. 

Recursos Humanos

Preocupar-se com o público externo deve ser priorizado, mas também é necessário estar atento quanto ao público interno.

Estabelecer políticas de recrutamento e seleção, ações que retenham seus talentos e também possam atrair novos, além de prezar por estratégias que estimulem seus colaboradores a sempre desenvolverem melhor as suas funções, fazem parte de uma boa gestão de recursos humanos. 

Desenvolvimento tecnológico 

Aumentar a produtividade dos profissionais também permite levar mais valor ao seu cliente por meio de um produto com qualidade e que atenda às suas especificidades.

Isso é possível, dentre outras ações, por meio da automação de processos, de modo que permita aos seus colaboradores terem uma visão mais estratégica e estarem antenados quanto às tendências do mercado. 

Aquisição e compras

Por fim, é necessário contar com uma equipe que esteja atenta quanto aos itens necessários para que as operações diárias sejam mantidas conforme a qualidade pretendida.

Desde material de escritório até produtos que contribuem para os profissionais desenvolverem melhor as suas funções, é necessário contar com uma pesquisa mais aprofundada de fornecedores, além de contar com aqueles que se destaquem entre os concorrentes e tenham um bom custo-benefício. 

Você pode se interessar por estes outros conteúdos sobre gestão e produtividade!
👉 Matriz de Esforço X Impacto: o que é e como aplicá-la no dia a dia
👉 Matriz BASICO: saiba como priorizar projetos na sua empresa!
👉 As 5 forças de Porter: entenda o que são e como aplicá-las
👉 Objetivos SMART: Como utilizá-los no seu departamento de marketing

Como estabelecer a cadeia de valor?

Confira, a seguir, dicas essenciais para implementar a cadeia de valor em seu negócio. 

Identifique subcategorias 

Apresentamos todas as categorias presentes nas atividades primária e de apoio em uma cadeia de valor, certo? Para que a sua implantação seja de fato efetiva, entenda quais são as subcategorias e como elas podem ser aplicadas.

O interessante é que todas as suas anotações sejam registradas, em planilhas ou em seu sistema de gestão — o que achar melhor! — e estabeleça as melhores ações de acordo com as necessidades de sua empresa. 

Saiba quais são as ligações existentes entre as áreas

Enxergar os processos de sua empresa como áreas isoladas pode ser um fator que prejudica o bom andamento das atividades. É preciso entender que cada fase de sua produção está ligada uma à outra, entendendo como essa ligação pode ser aperfeiçoada de modo que os produtos ou serviços entregues ao seu público sejam de qualidade. 

Entenda sobre o papel do departamento financeiro na cadeia de valor

Com o objetivo de estabelecer melhorias cada vez mais eficazes para a cadeia de valor, é preciso entender sobre o papel de cada área e como ela poderá contribuir para isso.

O departamento financeiro, nesse sentido, permite entender sobre como o negócio está gerando em lucratividade, além de compreender sobre as despesas fixas, variáveis e quais estratégias adotar para trazer melhorias. 

A partir de uma análise sobre os principais processos, a visão do gestor em relação àquelas fases que mais trazem gastos para a organização torna-se mais ampla, contribuindo para estabelecer um aperfeiçoamento e diminuindo esses custos.

Avalie estratégias de diferenciação para seus produtos e serviços

Como os seus produtos e serviços podem trazer um diferencial para seus clientes? Como agregar valor de modo que as suas soluções, além de solucionar os principais problemas de seu público, também se destacam de sua concorrência?

Essa deve ser uma fase a ser levada em consideração pelo seu time, pois será mais um fator para a sua vantagem competitiva, além de permitir a fidelização de seus clientes. 

Neste conteúdo, você pôde entender o que é cadeia de valor, a sua importância para o negócio e como é possível aprimorá-la em sua empresa. Estabelecer estratégias para melhorar a qualidade do que é oferecido aos seus clientes, além de sempre preocupar-se na satisfação de seu público, é importante em todas as etapas de seus processos.

Estabelecer estratégias para melhorar a qualidade do que é oferecido aos seus clientes, além de sempre preocupar-se na satisfação de seu público, é importante em todas as etapas de seus processos.

Por essa razão, a cadeia de valor vai permitir enxergar o que pode ser aperfeiçoado, fazendo com que a sua organização seja bem-vista no mercado. 

O marketing é uma das etapas de toda essa estratégia. Entenda esse conceito e como aplicá-lo em seu negócio!

100.000 pessoas não podem estar enganadas
Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *