Por Raphael Pires

Publicado em 15 de janeiro de 2020. | Atualizado em 28 de fevereiro de 2020


A televisão é um veículo de massa que chega aos lares de quase 100% dos brasileiros, logo é um forte aliado para as empresas aumentarem suas vendas. Quer saber como anunciar na TV? Veja como planejar anúncios para seus clientes e impactar a audiência positivamente!

ilustração sobre como anunciar na TV
Você conhece as melhores práticas para anunciar na TV?

Apesar de a internet ter trazido novas opções de entretenimento, a televisão ainda é um veículo altamente relevante no Brasil. De acordo com um estudo feito pelo Reuters Institute e a Universidade de Oxford, 97% dos brasileiros têm TV em casa. Assim sendo, trata-se de um poderoso veículo de comunicação, capaz de impulsionar marcas no mercado. E é por isso que você deve saber como anunciar na TV.

Nesse contexto, aprender boas práticas é uma importante estratégia para as empresas. Isso porque, com uma audiência tão significativa, as chances de que a propaganda seja vista pelo público é muito grande. Sem falar que esse dispositivo combina imagem, som e textos, o que facilita a compreensão da mensagem e oferece várias possibilidades de horários e formatos para divulgação.

Para negócios que desejam atingir um grande volume de pessoas, os anúncios na TV podem ser uma máquina de conversão de vendas. Mas, para que isso seja possível, é necessário entender o que considerar e como planejar esse tipo de publicidade.

Quer anunciar nesse veículo? Confira, neste post, o que levar em consideração na hora de desenvolver estratégia de sucesso para o cliente de sua agência de comunicação!

O que considerar para anunciar na TV?

Cada empresa tem as suas particularidades, logo as fórmulas para criar anúncios televisivos são diferentes. Veja o que analisar antes de escolher uma emissora ou o formato do anúncio.

Público-alvo

Em primeiro lugar, é necessário saber com clareza qual é o público-alvo da empresa. Caso contrário, ela pode fazer um alto investimento e não obter o retorno esperado.

Se o cliente tem um produto ou serviço mais popular, o ideal é anunciar na TV aberta, que mais esse público. Porém, se estamos falando de um produto mais segmentado, o melhor caminho é optar pelos canais fechados e condizentes com o perfil da marca.

Alcance

A empresa do cliente é regional ou nacional? No primeiro caso, é necessário fazer anúncios para os espectadores da região em que o negócio atua, utilizando emissoras locais, enquanto no segundo o comercial será veiculado em rede nacional, em emissoras que alcançam todo o país.

Horário

Ao comprar um anúncio na TV, é possível escolher o período do dia e o horário em que a campanha vai ser transmitida. Recomenda-se incluir o anúncio entre as programações condizentes com o perfil da empresa. Com isso, há mais chances de impactar o público-alvo.

Hábitos do público

Para que os anúncios sejam mais certeiros, é crucial conhecer os hábitos do público do cliente. Isso requer uma pesquisa para descobrir quais são as emissoras que costumam assistir, quais são os programas de sua preferência e quais horários preferem. Por meio dessas respostas, pode-se dar um melhor direcionamento para a campanha de televisão.

Como fazer anúncios para a TV?

Os anúncios para TV exigem um investimento mais alto do que nos demais veículos de comunicação. Levando isso em conta, na hora de criar propagandas para essa mídia, há que se fazer um planejamento cauteloso a fim de garantir um retorno positivo para o anunciante. Saiba, a seguir, como criar anúncios para TV.

1. Analise os dados para planejar a propaganda

O primeiro passo consiste na análise do perfil da empresa e de seu público consumidor. Geralmente, é feita uma pesquisa sobre as características e hábitos destes. Com base em informações como idade, gênero, localização, classe econômica, comportamento, hábitos e preferências, a equipe de criação poderá projetar campanhas adequadas ao espectador a ser impactado.

2. Defina o objetivo do anúncio

Os vídeos a serem veiculados na TV devem apresentar um objetivo claro e mensurável. Entre eles, estão aumentar o número de vendas de um determinado produto, gerar mais cadastros no site, ampliar o conhecimento da marca etc. Saber com clareza qual é a meta do anúncio traz mais facilidade para avaliar se o investimento feito pelo cliente gerou os resultados esperados.

3. Construa um roteiro focado no objetivo

Tendo em mãos as características do público do cliente e o objetivo do anúncio, é hora de criar o roteiro da campanha. A criatividade publicitária deve ser fiel à meta da marca, usando gatilhos que direcionam o espectador para a ação desejada.

Além disso, é importante que o roteiro considere o tempo e o formato do comercial. Alguns dos formatos disponíveis são: ação comercial, ação comercial com VT, boletim de merchandising, bumper, citação, clipe, criação de quadro, desafio, insert de vídeo, manuseio, menção e vinheta de passagem. Cada uma dessas opções tem um tempo de duração e valores específicos.

4. Defina o orçamento para a campanha

Após a produção do roteiro, é feito o levantamento de tudo que será necessário para gravar e veicular o anúncio de TV, ou seja, a projeção do orçamento. Na sequência, a agência se reúne com o cliente para apresentar a peça e verificar se ele está disposto a arcar com o orçamento previsto. Caso o anunciante não queira bancar esse valor, é preciso fazer ajustes para reduzir os custos.

5. Faça a gravação do anúncio

Resolvidas as questões financeiras, faz-se a gravação do anúncio. Na maioria dos casos, a agência tem parcerias com produtoras de vídeos, que são responsáveis por dar vida ao que foi planejado e colocado no roteiro. Nesse processo, é fundamental repassar todas as informações do cliente e seu público à produtora para que ela siga o objetivo da marca, além de retratar a identidade visual corretamente.

6. Anuncie de forma segmentada

A segmentação do anúncio é feita conforme as particularidades da empresa. Por exemplo, um negócio de pequeno ou médio porte tende a fazer anúncios locais ou regionais, haja vista que seu público está concentrado em um local delimitado.

A partir daí, é escolhida a emissora que vai veicular o anúncio, bem como entre quais programas ele vai ser exibido. Tudo isso precisa estar de acordo com o produto do cliente para que a audiência desejada esteja em frente à TV durante o comercial.

7. Registre o comercial na Ancine

Qualquer empresa que queira anunciar na TV no Brasil tem que registrar o seu comercial na Agência Nacional do Cinema (Ancine). É a produtora de vídeo quem se responsabiliza por essa parte, mas é imprescindível que a agência confira se o registro foi feito dentro das normas do órgão regulador.

Se o comercial foi registrado com a documentação incorreta, há o risco de ser rejeitado pelo emissora. Por isso, é necessário atentar-se para essa questão.

8. Negocie com a emissora

Essa etapa é feita pelo analista de mídia da agência, que deverá entrar em contato com a área comercial da emissora de televisão para negociar quais são os espaços disponíveis na grade, horários, período de veiculação e valores.

O profissional de mídia transmite todas essas informações ao cliente, que pode concordar com a proposta ou solicitar melhores condições. Ao fim desse processo, é fechada a compra do espaço para anunciar e firmado o contrato.

9. Estude o impacto do anúncio

Por último, é feito o estudo do impacto do anúncio. Isso compreende analisar o número de vendas, visitas no site, cliques nas redes sociais e cadastros realizados depois da veiculação do comercial na TV.

O entendimento desses dados é essencial para que o planejamento dos próximos comerciais da marca seja mais ajustado à sua realidade e, portanto, mais efetivo.

Com essas dicas de como anunciar na TV, você pode planejar e criar anúncios que realmente atendam às necessidades do cliente e tenham maior potencial de gerar resultados positivos. Tudo isso possibilita a construção de um relação duradoura e bem-sucedida entre a agência a e empresa anunciante.

Agora que você já sabe como anunciar na TV, que tal melhorar a gestão de sua agência? Clique no banner abaixo e use gratuitamente o iClips e conheça na prática seus benefícios!

Nova call to action

100.000 pessoas não podem estar enganadas
Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *