Por Ana Júlia Ramos

Redatora freelancer da Rock Content

Publicado em 18 de março de 2019. | Atualizado em 1 de julho de 2019


Quer saber como excluir sua conta do Twitter? Veja o passo a passo que preparamos para ajudar você a deletar sua conta pelo computador e também pelo ceular

Em uma onda de fake news e escândalos de vazamento de dados vindos de redes sociais gigantescas como o Facebook, muitas pessoas vêm repensando sua vida online.

A dúvida “vale realmente a pena alimentar meus perfis diariamente?” é constante, o que resulta em outro questionamento: como funciona o processo de desligamento das plataformas?

Neste artigo, vamos mostrar um passo a passo sobre como excluir sua conta do Twitter e qual é o período de tempo necessário para que ela seja, de fato, deletada de forma permanente. Além disso, propomos uma discussão interessante a respeito das formas de lidar com a presença diária das redes sociais em nossa vida.

Vamos lá?

 Por que o desejo de se desligar das redes sociais tem aumentado?

A transformação digital fez o acesso às redes sociais crescerem drasticamente em um espaço de tempo muito curto, e os números não mentem.

Os números são impressionantes

Um relatório publicado pela Hootsuite, em 2018, constatou dados interessantes: dos 7 bilhões de habitantes do planeta, 4 bilhões têm acesso à internet, 3 bilhões são usuários ativos de redes sociais e 2,9 bilhões de pessoas vêm priorizando os smartphones ao utilizá-las.

É importante lembrar que o processo de popularização da internet foi iniciado apenas nos anos 90 — quando pensamos no Brasil, estamos falando em meados de 1995 —, ou seja, 4 bilhões de pessoas entraram no universo online em um período de menos de 30 anos.

Após um aumento contínuo no número de pessoas cadastradas em redes sociais, um discurso de conscientização começou a ser levantado: até onde elas estão sendo usadas a favor do usuário?

O lado prejudicial das redes sociais

A associação de redes sociais com transtornos mentais começou a ser estudada, e uma instituição de saúde pública do Reino Unido constatou que o Instagram é a rede social mais nociva quando a pauta é transtorno mental. Foram avaliadas questões como bem-estar, ansiedade e solidão.

Além das questões que envolvem a saúde mental, uma outra pauta importante foi colocada em evidência: o vazamento e a venda de dados de usuários do Facebook para uma empresa de consultoria e análise de dados relacionados à política.

Por fim, o fenômeno das fake news foi outro escândalo que ganhou a mídia mundial recentemente, também no contexto político.

A necessidade de fazer algo a respeito

Ao pensar em tantas questões responsáveis por levantar discussões longas e um tanto quanto complexas, a melhor forma de responder a pergunta levantada neste post acaba sendo simples: é preciso analisar até quando uma rede social interfere na sua rotina, na sua saúde mental e nas suas relações sociais.

A pressão social que envolve o ato de ser visto é grande e totalmente compreensível, e o problema não deve ser subestimado: as redes sociais modificaram por completo a forma de o ser humano viver sua rotina, lidar com o próximo e pensar em questões como o sucesso e sua idealização.

Essa ideia é alimentada por linhas do tempo recheadas de publicações que, em muitos dos casos, não retratam nem 20% da vida de uma pessoa. Afinal, como permanecer 24 horas por dia conectado?

O ato de acordar de manhã em uma segunda-feira e se deparar com conteúdos que remetem àquele corpo perfeito, a uma rotina alimentar ideal ou ao trabalho dos sonhos pode frustrar pessoas que estão vivendo em meio a dúvidas sobre a própria vida.

Lembrar do fato de que todo mundo tem dias ruins e de que a realidade exposta nas redes sociais é apenas uma parcela de um contexto maior é uma tarefa que merece esforço diário e diversos exercícios de autoconhecimento e autoestima.

É justamente em razão dos tópicos abordados aqui que muitas pessoas preferem passar um tempo fora das redes sociais — seja para “respirar” um pouco, seja para voltar a ter maior contato com a realidade, seja para buscar por novas maneiras de cultivar relações interpessoais.

Se você se sente ansioso e desenvolveu uma necessidade de acessar e publicar em suas contas diariamente — ou se sente mal quando não consegue realizar tais ações —, talvez seja mesmo a hora de dar um tempo.

Você pode se interessar por esses outros conteúdos

👉 Passo a passo de como excluir conta no LinkedIn

👉 Passo a passo de como excluir conta do Facebook

👉 Passo a passo de como excluir conta do Instagram

Como excluir sua conta no Twitter?

Pelo computador

Agora que você já compreendeu pontos importantes sobre os questionamentos que envolvem o uso de tecnologias e seus limites, é hora de aprender a excluir sua conta. Os passos são bem simples e intuitivos e, em questão de minutos, ela já é apagada da rede.

Primeiramente, faça login na sua conta do Twitter. Depois, clique no ícone da sua foto, localizado no canto superior direito da tela. Daí, clique em “configurações e privacidade”.

excluir conta do twitter

Após entrar na aba de configurações, você verá um menu com inúmeros ajustes relacionados ao conteúdo e à segurança, por exemplo.

deletar conta do twitter

Sem sair da aba em que você está, role a página até o final. Lá, você encontrará um link chamado de “Desativar sua conta”. Após clicar, o seguinte aviso aparece:

aviso de desativação de conta

As recomendações são extensas e incluem informações importantes a respeito da desativação. Por exemplo: caso você queira retornar ao Twitter, tem um período de 30 dias para recuperar a conta. Depois disso ela será oficialmente deletada.

Além de informações a respeito da possibilidade de salvar dados, por exemplo, o Twitter informa que é possível que alguns resquícios da conta continuem visíveis em mecanismos de busca.

Para ter mais detalhes a respeito de cada aviso, é possível clicar em cada um dos hiperlinks localizados no texto. Eles são intuitivos e apresentam passos responsáveis por fazer com que o usuário se certifique de que deletar a conta é a melhor opção.

desativar conta twitter

Após clicar no link, a última ação será inserir a senha que você usa em seu perfil. Depois disso, o Twitter envia uma pequena mensagem de despedida, e a conta finalmente é desativada.

Pelo celular

Não existe a possibilidade de apagar o Twitter por meio do aplicativo da plataforma. Sendo assim, para conseguir deletar a conta, é preciso entrar no navegador e buscar pelo endereço do Twitter. A partir daí, os passos são igualmente simples.

login no twitter

Após entrar no Twitter, é preciso clicar na sua foto de perfil e selecionar a aba “configurações e privacidade”.

informações da conta twitter

Depois, clique na aba “conta”. Ela é o primeiro botão logo abaixo do seu nome de usuário.

informações da conta twitter

Ao acessar, uma tela com informações pessoais sobre a sua conta vai aparecer, e será preciso escolher a opção “desativar sua conta”, localizada no canto inferior da tela.

deletando conta do twitter

Assim como no desktop, algumas informações importantes podem ser lidas.

deletando conta do twitter

Se a decisão for realmente de desativar a conta, será preciso colocar a sua senha.

deletar conta do twitter

Por fim, uma confirmação final é necessária, e a conta é finalmente desativada.

Bônus: como utilizar as redes sociais de forma mais positiva?

Mesmo ao excluir a conta do Twitter, é fundamental compreender formas de lidar com as redes sociais mais positivamente. Afinal, nunca sabemos quando será necessário estar presente na rede novamente — por motivos de trabalho, por exemplo.

Um outro cenário mais positivo é reativar a conta por vontade própria após lidar com as próprias inseguranças e superar os fatores que desencadeavam reações negativas.

Aprenda a lidar com fake news

O fenômeno das fake news se tornou ferramenta nociva de desinformação e vem prejudicando pra valer as timelines ao redor do mundo. Mas existe uma forma de lidar com elas sem precisar deletar uma rede social.

Primeiramente, siga veículos de informação confiáveis e, de preferência, que tenham o selo de verificação do Twitter. O selo, porém, não é uma indicação automática de veracidade nas informações. Por isso, é preciso levar em conta outros fatores importantes:

  • cheque toda e qualquer informação. A rapidez com a qual as mensagens são publicadas no Twitter podem aumentar o número de divulgações precipitadas;
  • se a notícia chegou por meio de um usuário, procure por versões de veículos de comunicação confiáveis e conhecidos na imprensa;
  • tome cuidado com bots: quando o perfil tem poucos seguidores ou segue um número muito baixo de pessoas, e tem uma quantidade elevada de conteúdo que fala exatamente sobre o mesmo assunto, é possível que se trate de robôs;
  • não compartilhe notícias sem verificá-las a fim de saber que se trata de informação verdadeira. As fake news não seriam tão poderosas caso o poder de divulgação delas também não fosse tão grande.

Compreenda mais sobre a questão dos dados online

É muito difícil estar em uma rede social sem fornecer informações para aquela plataforma. Afinal, no momento do cadastro você aceitou termos que, por mais que possam ter passado despercebidos, autorizam o envio de certas informações pessoais.

Uma forma de lidar melhor com a questão é ler artigos e entender mais sobre o assunto.

Antes de se cadastrar em uma rede social nova ou fazer a compra online de um produto, entenda como funciona a política de privacidade. Sim, aquelas mesmas que, em muitos dos casos, passam despercebidas por nós!

Existem grupos ativistas ao redor do mundo que defendem uma maior autonomia por parte do usuário para definir quais informações poderão ser armazenadas e quais deverão permanecer sob sigilo, e a tendência é que mudanças para melhor aconteçam nos próximos anos.

A Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais, inclusive, entra em vigor no ano de 2020 para garantir maior segurança aos internautas.

A discussão que envolve desativar uma conta do Twitter — e das demais redes sociais — é extensa e merece cada vez mais atenção. Afinal, não é possível ignorar as implicações negativas que acompanham o fenômeno da transformação digital, e um bom começo é estar nas plataformas em que você se sente seguro e feliz.

Agora que você sabe como excluir sua conta do Twitter e, mais do que isso, aprendeu sobre questões importantes no universo online, conheça os melhores perfis para acompanhar na rede!

100.000 pessoas não podem estar enganadas
Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *