Por Ivan de Souza

Analista de Marketing na Rock Content.

Publicado em 21 de janeiro de 2018. | Atualizado em 8 de abril de 2020


Enfrentar os desafios e tomar a decisão de abrir uma empresa (seja ela física ou virtual) é só o primeiro passo rumo ao sucesso. Depois dessa fase, é comum que o negócio comece a crescer e apresente um bom potencial no mercado, mas as dificuldades dos empreendedores em manter suas finanças organizadas acabam relevando o […]

Enfrentar os desafios e tomar a decisão de abrir uma empresa (seja ela física ou virtual) é só o primeiro passo rumo ao sucesso. Depois dessa fase, é comum que o negócio comece a crescer e apresente um bom potencial no mercado, mas as dificuldades dos empreendedores em manter suas finanças organizadas acabam relevando o quanto a consultoria financeira é importante.

Pedir ajuda quando algo não vai bem ou quando precisamos aperfeiçoar nossos conhecimentos é fundamental, principalmente no universo corporativo, em que erros podem ser fatais e representar o fim de um negócio.

Diante disso, neste post falaremos um pouco sobre a consultoria financeira, demonstrando o que, como funciona e uma série de informações que farão com que você veja esse processo com outros olhos e descubra como ele pode ajudá-lo a se tornar um empreendedor de sucesso.

Acompanhe!

O que é uma consultoria financeira?

Partindo de uma noção mais básica, é preciso compreender o que é uma consultoria financeira para, depois, visualizar sua atuação dentro de uma empresa.

De acordo com o dicionário Aurélio, a consultoria é “o ato ou efeito de dar consulta ou conselho” ou ainda “a atividade ou cargo de consultor ou de quem dá pareceres e trata de assuntos técnicos da sua especialidade”.

Pela definição apontada, não fica difícil entender que a consultoria financeira é, portanto, o processo pelo qual um consultor — profissional qualificado e especializado no assunto — avalia as finanças da empresa e aponta estratégias para deixá-las ainda mais organizadas.

Em uma analogia simples, o consultor seria o médico da empresa. Sempre que estamos doentes, procuramos um profissional da saúde que dará o diagnóstico e indicará o tratamento adequado. Na consultoria financeira a ideia é a mesma, porém com foco do desenvolvimento empresarial.

Portanto, sempre que ouvir falar em consultoria financeira lembre-se de que estamos nos referindo à ajuda proporcionada por um profissional no que se refere à saúde financeira de uma empresa, deixando-a mais estável, segura, planejada e preparada para enfrentar os desafios do mercado e vencê-los com eficiência.

LEIA TAMBÉM
👉Confira tudo que você precisa para criar o site da sua empresa
👉 Saiba porque o WordPress é a plataforma adequada para o seu site
👉 Crie um blog para o seu negócio usando o Rock Stage

Qual a importância de uma gestão financeira eficiente?

Todo empreendedor sabe que um empreendimento só cresce e se desenvolve de maneira sadia se possuir um bom nível de organização financeira. Afinal, sem dinheiro em caixa não é possível operar e, muito menos, sobreviver por muito tempo.

Existem empresas que até apresentam uma boa rentabilidade, mas fecham o mês com grandes dificuldades, e a explicação para isso é a falta de uma gestão financeira eficiente. Do mesmo modo, pequenas empresas conseguem desfrutar de bons resultados e se firmar no mercado, exatamente por estarem com suas finanças em dia.

Portanto, seja qual for o seu porte ou segmento de atuação empresarial, o sucesso só será alcançado e mantido quando você investir adequadamente em seu setor financeiro.

Mas, é certo que essa não é uma missão simples. A maioria dos empreendedores não tem formação acadêmica em gestão de empresas e acabam cometendo erros ao longo de sua caminhada, sendo que alguns podem ser fatais, como:

  • misturar finanças pessoais e empresariais;
  • não registrar todas as despesas da empresa;
  • não calcular adequadamente a folha de pagamento;
  • não precificar seu produto ou serviço corretamente;
  • não acompanhar o fluxo de caixa.

Por isso, a consultoria financeira pode ser uma grande aliada desses gestores que possuem vontade de vencer, mas não dispõem do conhecimento e da experiência de um consultor. Em outras palavras, solicitar auxílio não é vergonha, ao contrário, é uma atitude inteligente de alguém que dá valor ao seu negócio e aos seus objetivos.

Como funciona uma consultoria financeira?

Agora que você já entendeu melhor o conceito e a importância de uma consultoria financeira, é importante que visualize como esse processo é desenvolvido na prática. Afinal, somente dessa maneira você entenderá os benefícios que isso pode lhe proporcionar.

Primeiramente, é preciso deixar claro que existe a consultoria financeira pessoal e empresarial. Ambas possuem o mesmo objetivo, mas este material se refere àquela que tem o foco em ajudar o empreendedor a organizar e preparar seu empreendimento para o crescimento.

Outro aspecto importante é que esse processo não se destina apenas a negócios em colapso financeiro. Pelo contrário, empresas que estão financeiramente saudáveis também podem buscar a ajuda de um profissional para prevenir problemas e encontrar estratégias para potencializar seus resultados.

Mas, afinal, como funciona uma consultoria financeira? Em geral, o consultor vai até a empresa e faz uma análise profunda em seus relatórios e rotinas financeiras. Após realizar todo o diagnóstico, ele emite um parecer no qual apresenta suas impressões e sugestões de intervenções.

Powered by Rock Convert

Ressalta-se que os resultados da consultoria são apresentados em forma de sugestões. Isso quer dizer que o empreendedor continua tendo o poder de decisão sobre suas estratégias, não estando vinculado ao parecer do consultor.

Assim sendo, o consultor, de maneira imparcial, analisa a atual situação da empresa, identifica oportunidades, seus pontos fortes e fracos e traça uma estratégia para fortalecer suas finanças e permitir um crescimento saudável. Via de regra, ele pode atuar em diferentes áreas, como:

  • planejamento estratégico financeiro — visando aumentar o valor da empresa;
  • valuation — identifica o valor do negócio e o prepara para a venda;
  • análise de viabilidade dos negócios;
  • administração dos recursos financeiros e administrativos;
  • reestruturação do trabalho;
  • identificação de investimentos inteligentes.

Quais os benefícios de submeter sua empresa a esse procedimento?

Mesmo com todas as informações apresentadas, é possível que você ainda tenha dúvidas sobre a necessidade e os benefícios de se submeter a esse procedimento. Na verdade, por envolver um investimento, é natural que esse tipo de questionamento seja feito e, por isso, preparamos um tópico com as maiores vantagens da consultoria financeira.

Continue com a leitura e descubra porque vale a pena investir nessa ajuda profissional:

Contabilização correta das entradas e saídas da empresa

Não é raro ouvir um empreendedor reclamando da complexidade dos procedimentos relacionados à gestão financeira. Realmente, acompanhar e monitorar as finanças não é uma tarefa simples, mas é extremamente relevante.

No entanto, o que se percebe é que a consultoria financeira ajuda o empreendedor a contabilizar adequadamente todas as suas entradas e saídas. Em muitos casos, há a falsa impressão de que tudo está certo, até que se enfrente algum problema e se descubra um rombo nas finanças.

Ter um controle 100% certo é um dos grandes benefícios desse procedimento, evitando surpresas desagradáveis e permitindo um crescimento ordenado e duradouro.

Menos burocracia e dificuldades na gestão financeira

Com tantas responsabilidades e questões a serem resolvidas, quando o gestor perde muito tempo com os processos burocráticos e difíceis de uma gestão financeira, acaba afetando toda a produtividade do negócio.

Por outro lado, após passar por esse diagnóstico e colocar em prática as sugestões apontadas pelo consultor, a empresa se torna mais estável e fácil de gerir. Dessa maneira, o empreendedor pode confiar essa tarefa a um funcionário de confiança e capacitado e se dedicar a outros aspectos mais estratégicos.

Tomada de decisões mais rápida e qualificada

Ao ter conhecimento e controle de todos os recursos que entram e saem de sua empresa, o empreendedor consegue tomar decisões mais acertadas e eficientes. Afinal, o conhecimento é a base para decisões inteligentes.

Em geral, avaliar novos investimentos, empréstimos e até o lançamento de um novo produto se torna uma tarefa muito mais simples e produtiva. As informações que detém e o controle sobre suas contas a pagar e receber contribuem para que os passos sejam dados da maneira correta e no momento ideal.

Maior lucratividade para o negócio

Sem dúvidas, uma empresa que adquire o controle de seus gastos acaba alcançando maior lucratividade. As razões são simples: quanto menos capital você gasta e desperdiça e quanto mais aplica seu dinheiro de maneira inteligente, mais sucesso e lucros você obtém.

Trata-se, na verdade, de um ciclo produtivo: mais controle, decisões mais acertadas e, consequentemente, aumento nas vendas e nos lucros.

Portanto, o apoio e as intervenções sugeridas pelo consultor financeiro são uma excelente oportunidade para expandir seus negócios de maneira planejada e segura.

Maior domínio e conhecimento sobre as finanças empresariais

Por último, vale enfatizar que todo o procedimento de consultoria financeira visa fornecer ao empreendedor e seus gestores maior conhecimento e domínio sobre sua empresa. Esse é um fator fundamental para o crescimento do negócio, mas, muitas vezes, difícil de ser obtido sem uma ajuda especializada.

Assim sendo, pode-se concluir que o consultor pode ser a peça que faltava para que você organize melhor seus rendimentos, despesas e investimentos e consiga colher os frutos almejados.

Ao longo deste material foram apresentadas inúmeras informações relevantes sobre a consultoria financeira para empresas. Conforme mencionado, esse procedimento pode (e deve) ser usufruído por qualquer negócio que precise alcançar resultados mais expressivos, especialmente no que diz respeito à gestão financeira.

Em um cenário de crise econômica e alta concorrência no mercado, somente as empresas organizadas e seguras conseguirão sobreviver e até crescer. Portanto, é interessante que você estude essa opção e procure dar um passo importante rumo ao sucesso empresarial.

Gostou deste material? Então, continue aperfeiçoando seus conhecimentos e aprenda a fazer a projeção do fluxo de caixa de sua empresa!

100.000 pessoas não podem estar enganadas
Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo

Posts relacionados

24 respostas para “Conheça os 172 principais fatores de rankeamento do Google em 2020”

  1. Gestão Mídias Sociais MBA disse:

    I liked !

  2. […] Google e ver os resultados. Mas esse método tem vários problemas. Um deles, como sabemos, é que o Google não é igual para todo mundo. O segundo problema: apenas usando o Google, é difícil comparar o seu site com os concorrentes, […]

  3. […] para derrotar os adversários do Google. A otimização no algorítimo era voltada para diminuir o rankeamento de sites que desrespeitavam as regras do Google, e que com práticas ilícitas (chamadas de black hat) […]

  4. […] pela comunidade de “Mobilegeddon”) a Google realizou alterações significativas em seu modo de rankeamento de sites. A partir dessa data, as páginas que não disponibilizarem uma navegação amigável para […]

  5. […] E se você ainda fica um pouco perdido sobre quais métodos ou utilitários poderia usar para melhorar a eficácia de seu programa de marketing on-line, saiba que há boas soluções disponibilizadas na própria Internet. O Google, por exemplo, traz muitos recursos que as empresas não devem ignorar ou perder de vista. E a maioria deles de forma gratuita. Por acaso você sabia disto? Pois descubra algumas propriedades que vão ajudá-lo a melhorar a posição de sua empresa e como r… […]

  6. […] para motores de busca – visa potencializar e melhorar o posicionamento de um site no rankeamento das pesquisas no Google e outros sites […]

  7. […] nas primeiras posições nos mecanismos de buscas da internet. É exatamente para proporcionar boas colocações nos rankeamentos que investir em SEO (Search Engine Optimization) é tão importante. Em um primeiro momento as […]

  8. […] Lembre se que nem sempre você deve tratar como uma regra máxima tudo aquilo que o Google diz a respeito de SEO, mas de qualquer forma é importante saber qual é a posição pública do Google é em relação às estratégias que você deseja empregar para estar bem posicionado nos rankings de busca. […]

  9. […] Mas não se preocupe. Com as ferramentas do Google Search Console, você pode deixar seu site tinindo. Vai melhorar a velocidade com que as páginas carregam, conseguirá entender melhor de onde vem o tráfego, identificará defeitos na pintura do HTML, recauchutará a lataria dos links, turbinará a linkagem interna e também poderá acelerar o SEO, melhorando o ranqueamento de suas páginas. […]

  10. […] marketing digital é quase um clichê falar da importância do seu site estar bem posicionado nos rankings das ferramentas de busca, como o Google. Afinal, você tem um conteúdo (ou produto) e precisa que ele seja visto e […]

  11. […] seu público alvo é a sua colocação nos mecanismos de buscas. Portanto, se é do seu interesse melhorar o seu posicionamento no ranking dos principais mecanismos de busca será necessário investir em uma ferramenta chamada SEO Pessoal. Com ela você poderá atingir […]

  12. […] conteúdo para elas utilizando táticas de SEO é o que pode fazer com que seu site tenha um melhor rankeamento nos mecanismos de busca, fazendo com que seus clientes o encontrem mais […]

  13. […] Ledo engano, e qualquer pessoa que tenha um blog e entenda o mínimo de SEO sabe disso. Uma URL bem estruturada é um dos fatores preponderantes para que os motores de busca melhorem a qualificação de um site diante do rankeamento. […]

  14. […] SEO, em mais de uma maneira. Com este post pretendemos te mostrar como trabalhar os vídeos de modo a se destacar nos rankeamentos de busca. […]

  15. […] em termos de SEO. O próprio Google dá dicas valiosas sobre o que e não fazer para que seu site obtenha bons resultados em seu buscador e em cima disso muitas pessoas criam seus websites achando que seu projeto vai deslanchar […]

  16. […] será automaticamente o que alavancará suas métricas. O importante é que você saiba que o Google gosta de artigos que procuram explicar por completo um tópico ao invés de apenas falar superficialmente sobre os […]

  17. […] de conteúdo vai muito além do que simplesmente postar artigos em um blog. São necessárias ações de otimização para mecanismos de busca, compartilhamento em redes sociais, estudos sobre a área, […]

  18. Mihail Tipa disse:

    Excelente artigo. Dicas muito boas. Nos já usamos algumas destas coisas citadas neste blog no nosso site http://www.dezireimoveis.co…, mas ainda falta muito para ser feito. Obrigado pelas dicas.

  19. Sergio Antonio Meneghetti disse:

    Excelentes dicas! Grato pelo trabalho. Prosperidade!!!$$$

  20. Renan disse:

    Ótimas dicas, conteúdo de extrema qualidade apontei o seu artigo no meu blog http://renansouza.com/
    Obrigado por ter ajudado.

  21. Meninas vips disse:

    Parabéns pelo texto e conteudo do site, estou sempre online vendo as novidades, irei indicar para a redação do site para dar destaque para o seu site, muito bom parabéns. quero fazer meu site subir http://www.scortvips.com.br/

  22. Rock Content disse:

    Ei Jefferson. O mercado de SEO ainda é relativamente novo no Brasil. Especialmente o SEO de qualidade.
    Essas coisas ainda acontecem, mas a cada dia ficará mais difícil de se deparar com esse tipo de coisa. O Google pensa na experiência dos usuários.

    Por exemplo, se você procurar palavras-chave relevantes no mercado de marketing digital, dificilmente encontrará resultados que não são de blogs de qualidade como o marketingdeconteudo.com, resultados digitais ou viver de blog, por exemplo.

    Quando os conteúdos de qualidade começarem a ganhar força nos demais mercados, esse tipo de site tende a perder o seu espaço.

  23. Rock Content disse:

    Que bom que gostou João! Espero que te ajude bastante!

  24. Andre Mousinho disse:

    Que bom que gostou Sergio!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *