Por Amanda Gusmão

Redatora freelancer da Rock Content

Publicado em 20 de outubro de 2019. | Atualizado em 6 de fevereiro de 2020


Conhecer os conteúdos interativos para a fase de decisão contribui para a criação das estratégias de marketing e de conversão mais eficientes. Para isso, é preciso escolher o formato mais adequado para que ele seja relevante, inovador e envolvente na percepção do público-alvo.

Depois de educar seu lead durante as primeiras etapas do funil de marketing e mantê-lo interessado em uma possível compra, é hora de investir em conteúdos interativos para a fase de decisão que permitam que a informação crucial seja entregue de forma personalizada.

Nada de usar marketing exclusivamente para o convencimento, afinal, o potencial comprador já entendeu como seu produto ou serviço pode solucionar as dores dele e sabe quais diferenciais são relevantes para o negócio.

Agora, o momento é de trazer as condições de venda para que ele analise a compatibilidade com seus critérios de compra.

Mas, nada de planilhas estáticas ou conteúdos massivos! É preciso garantir que a informação chegue de maneira personalizada, inovadora e atraente para seu potencial cliente.

Quer saber como fazer isso? Neste post trataremos:

 

O que são conteúdos interativos?

Conteúdos interativos são aqueles que, para transmitir a informação, dependem de uma ação do leitor e por isso, proporcionam grande engajamento.

São inovadores e podem permitir a personalização dos dados a serem apresentados de acordo com o interesse de quem está interagindo com ele.

Eles têm características específicas, como o próprio convite à interação que todos eles realizam, mas também:

  • ter perecibilidade, considerando que podem ser consumidos e utilizados em diferentes campanhas do negócio e pontualmente atualizados com novos valores e condições comerciais;
  • ser inovador, já que ofertam o conteúdo de maneira diferenciada e envolvente que desperta a curiosidade e admiração dos visitantes da página;
  • usar um gráfico atraente para ser agradável aos olhos;
  • aguçar as emoções, seja de diversão, seja de apreensão;
  • ser simples de ser experimentado para que o lead não desista de iniciar a interação;
  • ter potencial viral, já que a experiência positiva gerada com um leitor pode incentivá-lo a compartilhar com outros influenciadores da decisão da empresa ou potenciais compradores;
  • permitir a gamificação, oferecendo ganhos imediatos e acumulativos ao leitor que decide interagir com ele.

Os conteúdos interativos produzidos para a fase de decisão prendem a atenção do lead em um momento determinante de sua jornada de compra, por isso são tão estratégicos. Mas, como definir o formato ideal para sua estratégia?

Você pode se interessar por esses outros conteúdos
👉 Como gerar receita com conteúdo interativo
👉 Como usar conteúdos interativos para reduzir o ciclo de vendas
👉 Gere mais leads usando uma estratégia de conteúdos interativos
👉 Dados e conteúdo interativo: como suas peças podem gerar insights
👉 Conteúdos interativos e sales enablement: como unir as duas estratégias
👉 Ebook interativo: como usar na estratégia de Marketing de Conteúdo

 

Quais os principais tipos de conteúdos interativos?

Se uma empresa deseja investir nesse formato de conteúdo para engajar e aumentar suas vendas, um passo fundamental é conhecer os principais tipos de postagens interativas.

1. Demonstrações ao vivo

Oferecer uma demonstração ao vivo de uma solução permite que o lead perceba sua usabilidade, questione sobre ferramentas específicas e solicite simulações condizentes com suas demandas.

Um trial por 30 dias depois da demonstração, inclusive, pode ser o caminho mais rápido para uma conversão.

Afinal, depois de saber como é o seu uso e ter acesso à ferramenta para inserir seus dados, o lead vai ter uma experiência completa e personalizada, com alto poder de convencimento.

2. Quizzes e calculadoras

Para produtos e serviços que podem ser personalizados de acordo com a necessidade do cliente, conteúdos interativos como quizzes e calculadoras são ideais.

Eles permitem que o leitor insira dados sobre sua realidade, consulte informações, faça simulações de valores, auxiliando tanto como um serviço gratuito básico como também um mecanismo comercial para dar início às negociações.

Calculadora interativaPowered by Rock Convert

3. Jogos

Jogos são estimulantes por agirem sobre três elementos fundamentais: competição, desafio e premiação, ou, recompensa.

Assim, conteúdos interativos para a fase de decisão com a abordagem da gamificação podem conquistar novos clientes por diferentes motivos.

Eles podem ajudar, de forma envolvente, que o lead encontre uma definição para seu dilema. Também podem ofertar, à medida que o volume de interação evolui, recompensas em formas de desconto.

No Giro de Profissões, os potenciais alunos das faculdades que integram o grupo participam de um jogo que, ao final, presenteia o participante com uma análise sobre possíveis carreiras compatíveis com seu perfil.

Esse é um jogo relevante para a persona, pois muitos alunos que estão concluindo o terceiro ano do ensino médio e até alguns adultos ainda têm dúvidas sobre qual carreira seguir, ou seja, ele ajuda a solucionar um dilema do lead.

E, como tem um ponto de partida e um fim, desafia os leads que visitam uma landing page, site ou aplicativo a irem até a última de suas etapas. Ou seja, altamente engajador.

4. Vídeos interativos

Vídeos interativos são aqueles que apresentam o conteúdo de forma audiovisual, e, em determinados pontos do enredo, permitem que o telespectador tome decisões sobre o rumo da história.

É uma proposta inovadora, mas, para seu sucesso, é importante que as opções oferecidas para a mudança do rumo da história contemplem aquelas que fazem mais sentido para o processo decisório do potencial cliente.

O exemplo mais famoso de vídeos interativos é o da série da Netflix, Black Mirror, no episódio Bandersnatch, porém, também é possível acompanhar sua aplicação nos conteúdos da plataforma Eko.

vídeo interativo eko

5. Mapas interativos

Esse tipo de conteúdo interativo permite que a empresa ou instituição promova informações geográficas relevantes, como a localização de suas filiais mais próximas ou pontos da cidade que sofrem com alagamentos e devem ser evitados.

O mapa também pode trazer informações sobre eventos e ter link direto para a área de compra de ingressos, como é o caso do site Startup Weekend.

6. Landing pages interativas

As landing pages são endereços criados para dar sequência à fase de decisão, normalmente oferecendo os trials, conteúdos avançados e ferramentas, como planilhas e até mesmo as calculadoras já citadas.

As landing pages também podem ser interativas e ajudarem a transmitir o conteúdo de forma mais envolvente, ou, demonstrar porque os diferenciais dos produtos e serviços vão fazer diferença para ela.

Confira um exemplo de landing page interativa aqui!

7. Pesquisas

Realizar pesquisas é uma forma de conhecer o público e sua opinião sobre questões pontuais do negócio. Também é considerado um conteúdo interativo, afinal, existe a participação do potencial cliente.

É importante que elas sejam objetivas, fáceis de entender e, se for o caso, oferecerem recompensas pela participação.

 

Como usar os conteúdos interativos para a fase de decisão?

Para inserir os conteúdos interativos em sua estratégia de marketing é preciso fazer considerações sobre quais as necessidades dos potenciais clientes nessa fase da jornada, ou seja, no momento de tomar a decisão.

Ele já sabe qual é a sua necessidade, as consequências de não supri-la, quais as soluções são mais adequadas e os diferenciais da sua empresa que deve considerar para selar o negócio.

Então, seguindo essa lógica, o conteúdo interativo na fase final da jornada de decisão deve trazer informações que demonstrem a compatibilidade do seu orçamento, prazo e demais critérios com a oferta.

Por isso, ao elaborar seu conteúdo interativo, considere:

  • quem é a persona do seu negócio, sua realidade e demandas atuais;
  • como seu produto e serviços podem solucionar as dores da persona;
  • quais são os objetivos da sua empresa, como, melhorar o relacionamento com o cliente, ganhar visibilidade, aumentar o engajamento ou suas oportunidades de conversão;
  • qual formato de conteúdo interativo proporcionará a melhor experiência de comunicação;
  • quais indicadores de sucesso ajudarão na análise da performance da estratégia.

Com essas medidas, a estratégia de conteúdos para fase de decisão terá sido personalizada, aumentando suas chances de sucesso. Lembrando que, por se tratar de materiais inovadores, elaborar novos formatos e maneiras de comunicar pode fazer diferença.

Para isso é preciso acompanhar o mercado, suas tendências e dominar quais são as ferramentas para desenvolver conteúdos interativos.

A soma da criatividade com a técnica para a execução das ações de marketing traz resultados mais consistentes e engajadores para a empresa.

Agora que você já sabe os melhores tipos de conteúdo para a fase de decisão, conheça as peças interativas que mais geram engajamento na fase de consideração!

https://materiais.rockcontent.com/webinar-conteudo-interativoPowered by Rock Convert

100.000 pessoas não podem estar enganadas
Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *