Por Kellison Ferreira

Publicado em 16 de julho de 2019. | Atualizado em 27 de novembro de 2019


O cPanel é uma plataforma que permite gerenciar sites que estão dentro de uma hospedagem. Por meio desse painel de controle é possível instalar aplicações, monitorar o desempenho das páginas e ainda realizar configurações e edições de todos os níveis em um só ambiente.

A hospedagem de sites é um serviço necessário a empresas de marketing que geram sites de clientes — ou até mesmo a quem realiza esse trabalho por conta própria. Fazer alterações e manter a gestão desses sites é um trabalho que requer ferramentas de apoio e, diante dessa necessidade, o cPanel é hoje a principal plataforma de edição e manutenção.

O que traz esse destaque à ferramenta é o seu ambiente completo e fácil de operar. Por meio do cPanel é possível gerenciar sites de diversas hospedagens, com amplas possibilidades de modificações e diversos níveis de configuração. A possibilidade de centralizar todas as necessidades em um só local é o grande diferencial da plataforma.

Neste post falaremos mais sobre o cPanel! Você confere um conteúdo detalhado entre os seguintes tópicos:

Continue a leitura e confira!

O que é cPanel e para que ele serve?

O cPanel é uma plataforma de gerenciamento de sites em WordPress, funcionando como um verdadeiro painel de controle. Nesse ambiente, toda configuração e edição de um site pode ser feita, com diversos níveis de possibilidades. A proposta do cPanel é possibilitar a gestão de domínios desenvolvidos dentro de uma conta do WordPress.

A principal marca do cPanel é centralizar o controle dos sites e executar os recursos oferecidos pelo host em um só lugar. Em resumo, tudo que é oferecido em nível de edição e configuração pelo serviço de hospedagem de sites contratado pode ser feito pelo cPanel.

Sites podem ter a amplitude de recursos que o usuário, ou seja, quem o gerencia, quiser. Instalar e desinstalar aplicações, realizar edições e fazer ajustes são necessidades que precisam ser acessíveis e práticas. O cPanel é um ambiente que facilita toda essa operação, dando maior autonomia de gestão para quem trabalha com um ou mais sites.

A plataforma é um sistema independente, mas que é usado por diversas empresas que oferecem o desenvolvimento e a hospedagem de sites. Por isso, o ambiente de cPanel estará disponível em diversos serviços, já que se trata apenas de uma plataforma que várias empresas usam.

Como começar a usar o cPanel?

É importante entender primeiramente que o cPanel está sempre associado a uma conta de hospedagem, ou seja, o serviço de host contratado é que oferece o acesso. Assim, o ambiente de controle pode ter características visuais distintas, aplicadas por empresa, mas tanto a operação quanto os recursos disponibilizados se mantêm os mesmos.

Dependendo do serviço de hospedagem, o link de acesso ao cPanel terá um endereço específico. São detalhes que não fazem diferença no uso em si, mas que precisam ser registrados. Uma vez acessado, esse link mostrará uma caixa simples de preenchimento de usuário e senha. Basta logar com as informações fornecidas pelo host para então começar a operar.

O direcionamento será para essa tela principal de gerenciamento do site. Lá estarão todos os recursos disponibilizados e que são entendidos como fundamentais para a gestão completa de um site.

Quais recursos o cPanel disponibiliza?

O que torna o cPanel completo e indispensável é justamente a amplitude de recursos disponibilizados nesse painel de controle. Todo o gerenciamento dos sites contratados naquele serviço de hospedagem estarão disponíveis em um só ambiente, facilitando muito o trabalho.

A seguir, entenda melhor quais são os recursos principais e de que maneira cada um deles se apresenta como um importante pilar desse painel de controle.

Gestão de emails

A gestão dos serviços de emails é um dos principais serviços disponibilizados em um painel de hospedagem. Ao associar uma conta a um site, é possível utilizar o mesmo domínio para ter uma nomenclatura fixa que traz credibilidade e permite essa identificação mais fácil ao público.

Assim, ao usar o cPanel, é possível criar as contas de email e associá-las ao seu domínio. Por exemplo, se você tem o site chamado “sitedemarketingdigital.com.br”, pode criar e gerenciar um email que utilize o mesmo domínio e gerar várias contas, como:

  • “atendimento@sitedemarketingdigital.com.br”;
  • “vendas@sitedemarketingdigital.com.br”.

Toda vez que for necessário criar uma nova conta de email, isso pode ser feito facilmente utilizando o recurso de gestão que o cPanel oferecer. Por lá também são realizadas configurações mais detalhadas do serviço de email, como recursos de autenticação, gerenciamento de espaço de caixas de email, criptografia, acompanhamento de entregas, entre outros.

Aplicativos

Para que sites fiquem mais completos, ou para que a gestão da hospedagem seja mais fácil, é possível contar com diversos aplicativos. Eles são instalados a partir do cPanel e ficam disponíveis para ajudar a ter melhores recursos de gestão, edição e operação dos sites hospedados no serviço.

Os aplicativos são disponibilizados em uma lista do cPanel, em que podem ser facilmente instalados e desinstalados a qualquer momento. São funcionalidades distintas e de vários tipos, como criação de landing pages e uso de ferramentas de automação de marketing, o que possibilita também que diferentes tipos de sites sejam abrangidos por essas funcionalidades.

Um dos principais exemplos são os em WordPress, que nada mais é do que uma plataforma de gerenciamento de conteúdo, conhecida como CMS. O cPanel oferece a instalação do aplicativo do WordPress, permitindo que o usuário acesse todos os recursos da ferramenta de gestão de sites e no suporte de como criar um blog e gerenciá-lo.

Você também pode se interessar por estes outros conteúdos!
👉 Localhost: o que é e como aplicar no WordPress
👉 O que é CDN e como usar em seu site
👉 Web Content Management (WCM): o que é, vantagens e desvantagens
👉 Como desinstalar plugins do WordPress completamente

Painel de estatísticas de serviços

A hospedagem também permite acompanhar algumas estatísticas relacionadas ao site e ao seu desempenho. O uso do servidor, por exemplo, é uma informação importante e que está relacionada ao desempenho do site e à sua disponibilidade. É importante monitorar esses dados para se certificar de que não haja instabilidade que interfira na disponibilidade de acesso.

Para quem precisa de informações mais detalhadas de acesso, o cPanel também dá suporte a essas informações. A plataforma indica o volume de visitantes, de onde vem o tráfego, quais páginas têm mais acessos, entre outras informações. Esses dados são importantes para quem gerencia um e-commerce e precisa desses apontamentos para fazer otimizações estratégicas.

Bancos de dados

Sites precisam ter bancos de dados associados à sua hospedagem para garantir o carregamento de todos os elementos que estão em suas páginas. Esses arquivos devem estar sempre disponíveis em suas origens, por isso, monitorar a forma como eles são utilizados é fundamental.

Para facilitar a interação com esses bancos de dados, o cPanel tem um aplicativo que já vem instalado e tem essa funcionalidade, chamado de phpMyAdmin. No entanto, quem preferir pode trabalhar nessa gestão de banco de dados utilizando o MySQL.

Que diferença tem o cPanel e o WHM?

Uma prática muito comum é a revenda de hospedagens, geralmente feita por desenvolvedores e outros profissionais que trabalham com sites. Essas pessoas contratam um serviço completo e, a partir dele, repassam domínios naquele servidor. Isso acontece quando o espaço total da hospedagem não é utilizado por completo.

Nessa possibilidade, o WHM é um painel de controle menor e que fica dentro do cPanel. Sua função é justamente servir como uma possibilidade de gerenciamento direcionada a terceiros, ou seja, a quem contratar essa hospedagem que é revendida.

Como o cPanel é um painel principal e que comanda todos os serviços, o WHM fica como uma opção menor, mas com todas as necessidades de recursos gerenciais para um site. O diferencial é que ele fica de acesso exclusivo a esse usuário à parte que contrata o espaço revendido.

Quem deve usar o cPanel na administração?

O cPanel não apresenta restrições de uso porque sua principal característica é propor um ambiente com poucas complicações. Tudo é bastante intuitivo e preparado para que diferentes níveis de profissionais possam gerenciar todos os recursos de hospedagem do site.

Desenvolvedores

Os desenvolvedores são profissionais que criam o site do zero. Muitos deles utilizam o cPanel também para fazer a gestão durante esse processo de criação ou ate mesmo depois, garantindo aos seus clientes a manutenção do site no ar. É muito comum que esses profissionais vendam essa administração como serviço, especialmente pela gestão das contas de email.

Muitos também contratam uma hospedagem grande e então fazem a revenda quando sobra espaço. É uma forma de lucrar com o serviço e, em cima disso, ainda oferecer serviços de suporte quando for necessário.

Equipes de marketing

Empresas que terceirizam o marketing também contam com esses prestadores para gerenciar seus sites e blogs. Nesse caso, o cPanel se torna uma ferramenta fundamental para o cotidiano. Se o WordPress for a plataforma de gestão, se torna ainda mais importante ter esse painel de controle mais completo para o trabalho.

Quais são as vantagens de usar o cPanel?

O cPanel traz vantagens muito concretas e fáceis de serem percebidas quando há essa necessidade de gerenciar sites, blogs e e-commerces no cotidiano. Mantê-los disponíveis e funcionando adequadamente é necessário, por isso o cPanel se destaca. Entre suas vantagens em uso, é possível destacar fatores como:

  • acesso e configuração fáceis, que podem ser feitas por qualquer usuário básico;
  • o cPanel pode ser acessado por todos os sistemas operacionais, até mesmo por dispositivos mobile;
  • há uma grande comunidade online que permite tirar dúvidas de todos os níves e a qualquer momento.

Um painel de hospedagem como o cPanel é referência graças às muitas funcionalidades que ele possibilita, além de proporcionar um trabalho muito dinâmico e descomplicado. Seu uso dá mais autonomia a quem gerencia páginas e traz maiores chances de bons desempenhos em sites.

Agora que você sabe como manter a gestão de um site usando uma boa plataforma, saiba como realizar uma auditoria completa do seu site usando o nosso checklist!

Checklist de Auditoria de SitePowered by Rock Convert

100.000 pessoas não podem estar enganadas
Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *