Por Ivan de Souza

Analista de Marketing na Rock Content.

Publicado em 13 de janeiro de 2020. | Atualizado em 6 de abril de 2020


Criar site WordPress é uma ótima opção para quem deseja ingressar no ambiente virtual. A sua empresa precisa ter uma boa presença na internet, com um site bem estruturado e que ofereça uma experiência agradável ao visitante.

Quem é dono ou pretende abrir um pequeno negócio deve saber muito bem da importância da presença online e criar site, WordPress é uma das opções. Hoje, estar na internet é quase uma obrigação para quem deseja ter bons resultados.

Porém, muitas pessoas têm dúvidas sobre como começar e é por isso que desenvolvemos este post sobre como criar site WordPress.

Vamos apresentar os principais passos para que você consiga criar um bom site em uma das plataformas mais utilizadas em todo o mundo. Confira!

Qual é a importância do site para um pequeno negócio?

Atualmente é muito difícil encontrar uma empresa, mesmo que ela seja bem pequena, que não tenha um site.

É muito provável que, se você estiver avaliando comprar algo em uma empresa e descobre que ela não tem um site, a sua confiança naquela decisão será afetada negativamente. Concorda?

Ter um site mostra um pouco do profissionalismo do negócio, mas não basta simplesmente criar qualquer página só para falar que tem!

Se você acessa as páginas de uma empresa e encontra um ambiente desorganizado, desleixado e de difícil acesso, essas definições acabam passando para a imagem que você terá da marca como um todo.

Por tudo isso, é fundamental criar um site de qualidade, que siga a identidade da marca e que ofereça uma boa experiência aos visitantes.

Se o site for um e-commerce, com a venda online de produtos, essa importância se torna ainda maior. O ambiente precisa ter um alto desempenho para que seja possível converter as oportunidades em receita.

LEIA TAMBÉM

👉Afinal, qual é diferença entre site e blog? Descubra agora!
👉
Para que serve um blog numa estratégia de marketing e vendas?
👉
 Crie um blog para o seu negócio usando o Rock Stage

Por que criar um site usando a plataforma WordPress?

O WordPress é uma das plataformas de criação de sites mais utilizadas em todo o mundo. Isso, aliado a ter o código aberto, faz com que a comunidade de desenvolvedores com experiência nessa plataforma seja bem grande e produtiva, contribuindo para melhorias constantes.

A plataforma do WordPress é bastante utilizada para criação de Blogs, mas também serve perfeitamente para criar lojas virtuais. O grande leque de plugins e recursos disponíveis pode fazer com que seu site tem um alto poder e potencial para gerar receita.

Quais são os passos para criar site WordPress?

Agora que você já sabe a grande importância de se ter um site, mostraremos quais são os passos que você deve tomar para criar site WordPress. Acompanhe:

Escolha um domínio

O primeiro passo para criar site WordPress é escolher qual será o seu domínio, ou seja, o endereço eletrônico do seu site: “seudominio.com.br”.

Essa etapa tem muita importância no seu negócio, uma vez que o domínio deve estar associado ao nome da marca.

Como dica, é interessante pensar em diferentes opções que sejam curtas, fáceis de memorizar e escrever.

Faça uma lista de algumas opções de domínios, até porque algumas delas podem não estar disponíveis. Para ver se há ou não a disponibilidade você pode acessar o site registro.br. Se não estiver sendo utilizado, basta fazer a compra do domínio, escolhendo a opção de tempo.

Defina a hospedagem

Uma vez que você criou o domínio para o seu site, agora é hora de definir a hospedagem.

Essa hospedagem será responsável por colocar o seu site disponível para os visitantes. As empresas que oferecem esse serviço normalmente contam com algumas opções de planos. É preciso observar cada alternativa e ver o que mais se encaixa na sua necessidade.

Powered by Rock Convert

Importante dizer que existem três tipos de hospedagem WordPress: compartilhada, dedicada e VPS.

A hospedagem compartilhada um único servidor abrigará vários sites diferentes. Essa opção apresenta custos menores, mas também desempenho e segurança inferiores.

Já na opção de hospedagem dedicada o seu site terá um servidor exclusivo. É mais caro do que a opção anterior, mas mais seguro e com alto desempenho.

Por fim, na opção VPS, ou Virtual Private Server, os usuários também compartilham um servidor, mas cada servidor fica “isolado” um do outro, oferecendo um desempenho maior.

Faça a instalação do WordPress

O nosso terceiro passo é fazer a instalação do WordPress. Para isso basta acessar o site wordpress.org e seguir as instruções lá contidas.

Para ter o site com o seu domínio escolhido é necessário pagar uma taxa anual, em dólares.

O processo em si é bem simples e não precisa de um conhecimento específico em programação para tal.

Escolha o seu tema

Criar site WordPress realmente é algo simples, tanto que a plataforma já oferece várias opções de temas para você escolher.

Então, basta analisar o que mais se encaixa com a identidade da empresa.

Não se esqueça de escolher um tema que seja responsivo. Isso significa que o seu site estará apto para receber visitantes que utilizam celulares e outros dispositivos para acessar, sem perder qualidade de visualização ou funcionalidades.

Existem temas gratuitos e outros pagos. Vale olhar as opções e escolher a ideal para sua empresa!

Selecione os widgets

Se você deseja que algum recurso ou funcionalidade que não é nativo ao seu site, pode ter isso selecionando os widgets. Eles são, basicamente, aplicativos em formato de código HTML.

Para criar um widget basta escrever ou copiar o código e colar na estrutura do seu site, no local correto que você deseja que apareça o recurso.

Avalie os plugins necessários

Um dos grandes benefícios de utilizar o WordPress é a variedade de plugins disponíveis, muitos deles dentro do próprio site da ferramenta.

O plugin é um recurso pronto que você adiciona ao seu site para incorporá-lo.

Existem plugins para diversas finalidades. O Yoast SEO, por exemplo, é bem famoso para ajudar na otimização das páginas com as técnicas de SEO. Há também o Contact Form 7 que permite a criação de formulários dentro das páginas.

Produza conteúdo de qualidade

Para finalizarmos nossa lista de passo a passo para criar site WordPress, não podemos nos esquecer de produzir os conteúdos!

Pense em cada página do seu site e escreva conteúdos de qualidade, que sejam otimizados com as técnicas de SEO e que tenham as informações que os usuários buscam.

É muito importante criar também um blog para o seu site e produzir materiais ricos e de interesse do público, aumentando o tráfego e a representatividade da marca no mercado.

Portanto, vimos os principais passos para criar site WordPress e o mesmo vale para um blog. Siga-os com atenção em cada etapa. Não se esqueça de que um site e um blog são importantes para qualquer tipo de negócio, de qualquer tamanho. E para criar um blog de alto desempenho agora mesmo em 2 minutos, conheça o Rock Stage.

100.000 pessoas não podem estar enganadas
Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo

Posts relacionados

24 respostas para “Conheça os 172 principais fatores de rankeamento do Google em 2020”

  1. Gestão Mídias Sociais MBA disse:

    I liked !

  2. […] Google e ver os resultados. Mas esse método tem vários problemas. Um deles, como sabemos, é que o Google não é igual para todo mundo. O segundo problema: apenas usando o Google, é difícil comparar o seu site com os concorrentes, […]

  3. […] para derrotar os adversários do Google. A otimização no algorítimo era voltada para diminuir o rankeamento de sites que desrespeitavam as regras do Google, e que com práticas ilícitas (chamadas de black hat) […]

  4. […] pela comunidade de “Mobilegeddon”) a Google realizou alterações significativas em seu modo de rankeamento de sites. A partir dessa data, as páginas que não disponibilizarem uma navegação amigável para […]

  5. […] E se você ainda fica um pouco perdido sobre quais métodos ou utilitários poderia usar para melhorar a eficácia de seu programa de marketing on-line, saiba que há boas soluções disponibilizadas na própria Internet. O Google, por exemplo, traz muitos recursos que as empresas não devem ignorar ou perder de vista. E a maioria deles de forma gratuita. Por acaso você sabia disto? Pois descubra algumas propriedades que vão ajudá-lo a melhorar a posição de sua empresa e como r… […]

  6. […] para motores de busca – visa potencializar e melhorar o posicionamento de um site no rankeamento das pesquisas no Google e outros sites […]

  7. […] nas primeiras posições nos mecanismos de buscas da internet. É exatamente para proporcionar boas colocações nos rankeamentos que investir em SEO (Search Engine Optimization) é tão importante. Em um primeiro momento as […]

  8. […] Lembre se que nem sempre você deve tratar como uma regra máxima tudo aquilo que o Google diz a respeito de SEO, mas de qualquer forma é importante saber qual é a posição pública do Google é em relação às estratégias que você deseja empregar para estar bem posicionado nos rankings de busca. […]

  9. […] Mas não se preocupe. Com as ferramentas do Google Search Console, você pode deixar seu site tinindo. Vai melhorar a velocidade com que as páginas carregam, conseguirá entender melhor de onde vem o tráfego, identificará defeitos na pintura do HTML, recauchutará a lataria dos links, turbinará a linkagem interna e também poderá acelerar o SEO, melhorando o ranqueamento de suas páginas. […]

  10. […] marketing digital é quase um clichê falar da importância do seu site estar bem posicionado nos rankings das ferramentas de busca, como o Google. Afinal, você tem um conteúdo (ou produto) e precisa que ele seja visto e […]

  11. […] seu público alvo é a sua colocação nos mecanismos de buscas. Portanto, se é do seu interesse melhorar o seu posicionamento no ranking dos principais mecanismos de busca será necessário investir em uma ferramenta chamada SEO Pessoal. Com ela você poderá atingir […]

  12. […] conteúdo para elas utilizando táticas de SEO é o que pode fazer com que seu site tenha um melhor rankeamento nos mecanismos de busca, fazendo com que seus clientes o encontrem mais […]

  13. […] Ledo engano, e qualquer pessoa que tenha um blog e entenda o mínimo de SEO sabe disso. Uma URL bem estruturada é um dos fatores preponderantes para que os motores de busca melhorem a qualificação de um site diante do rankeamento. […]

  14. […] SEO, em mais de uma maneira. Com este post pretendemos te mostrar como trabalhar os vídeos de modo a se destacar nos rankeamentos de busca. […]

  15. […] em termos de SEO. O próprio Google dá dicas valiosas sobre o que e não fazer para que seu site obtenha bons resultados em seu buscador e em cima disso muitas pessoas criam seus websites achando que seu projeto vai deslanchar […]

  16. […] será automaticamente o que alavancará suas métricas. O importante é que você saiba que o Google gosta de artigos que procuram explicar por completo um tópico ao invés de apenas falar superficialmente sobre os […]

  17. […] de conteúdo vai muito além do que simplesmente postar artigos em um blog. São necessárias ações de otimização para mecanismos de busca, compartilhamento em redes sociais, estudos sobre a área, […]

  18. Mihail Tipa disse:

    Excelente artigo. Dicas muito boas. Nos já usamos algumas destas coisas citadas neste blog no nosso site http://www.dezireimoveis.co…, mas ainda falta muito para ser feito. Obrigado pelas dicas.

  19. Sergio Antonio Meneghetti disse:

    Excelentes dicas! Grato pelo trabalho. Prosperidade!!!$$$

  20. Renan disse:

    Ótimas dicas, conteúdo de extrema qualidade apontei o seu artigo no meu blog http://renansouza.com/
    Obrigado por ter ajudado.

  21. Meninas vips disse:

    Parabéns pelo texto e conteudo do site, estou sempre online vendo as novidades, irei indicar para a redação do site para dar destaque para o seu site, muito bom parabéns. quero fazer meu site subir http://www.scortvips.com.br/

  22. Rock Content disse:

    Ei Jefferson. O mercado de SEO ainda é relativamente novo no Brasil. Especialmente o SEO de qualidade.
    Essas coisas ainda acontecem, mas a cada dia ficará mais difícil de se deparar com esse tipo de coisa. O Google pensa na experiência dos usuários.

    Por exemplo, se você procurar palavras-chave relevantes no mercado de marketing digital, dificilmente encontrará resultados que não são de blogs de qualidade como o marketingdeconteudo.com, resultados digitais ou viver de blog, por exemplo.

    Quando os conteúdos de qualidade começarem a ganhar força nos demais mercados, esse tipo de site tende a perder o seu espaço.

  23. Rock Content disse:

    Que bom que gostou João! Espero que te ajude bastante!

  24. Andre Mousinho disse:

    Que bom que gostou Sergio!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *