Dia do consumidor: o que o comércio pode esperar dessa data

Dia do consumidor: o que o comércio pode esperar dessa data

Você já preparou seu comércio para o dia do consumidor? Essa data, comemorada no dia 15 de março deste ano, está em constante expansão e é cada vez mais aguardada pelos consumidores. Neste texto, você vai entender a importância e crescimento da data, além de suas tendências.

Você já ouviu falar no dia do consumidor? A data, criada em 2014, representa uma ótima oportunidade de alavancar as vendas do seu comércio.

Considerada a época mais importante para o varejo no primeiro trimestre, a expectativa é que os consumidores se engajem cada vez mais nas atividades deste dia.

O crescimento da data é comparado com a difusão da Black Friday no Brasil, evento que praticamente dobrou entre 2014 e 2015, no que diz respeito ao conhecimento do público geral.

Com a antecipação para o dia, que ocorre em 15 de março, cabe ao comerciante se preparar para explorar a oportunidade.

Neste artigo, vamos abordar a relação do público com a data, falar sobre suas expectativas em participar e os tipos de produtos que tendem a vender mais. Além disso, vamos nos debruçar sobre as tendências para o consumo neste ano que podem influenciar o dia do consumidor.

O que o público sabe sobre o dia do consumidor?

Você tem dúvidas de que o dia do consumidor apresenta um imenso potencial para o aumento de suas vendas? Pois saiba que essa incerteza não é compartilhada pelos compradores.

De acordo com pesquisa realizada pelo Google, 81% dos entrevistados apresentavam a pretensão de realizar alguma compra na data em 2018.

Isso representa um crescimento de 51% em relação à mesma pergunta feita em 2017. Dado o aumento da disposição em efetuar compras, fica fácil observar que o conhecimento sobre a data está se expandindo entre os consumidores.

A tendência é que esse crescimento acelerado siga ocorrendo em 2019.

E, já que estamos falando de tendência, vamos analisar um dos maiores indicadores de mudança de comportamento na internet: as buscas realizadas pelo usuário.

O mesmo estudo do Google, já citado neste texto, se debruçou sobre as buscas feitas na internet nas semanas que antecederam o dia do consumidor nos últimos anos. O resultado é esclarecedor.

Entre 2016 e 2017, ocorreu um aumento de 32% nas buscas. Acha impressionante? Você ainda não viu nada!

Para o ano de 2018, o aumento com relação ao ano anterior foi de simplesmente 91%. Ou seja, o volume de buscas sobre a data comemorativa praticamente dobrou em apenas um ano.

Quais foram as principais buscas realizadas?

Quando uma pessoa quer encontra alguma coisa na internet, utiliza palavras-chave para que o buscador encontre os resultados mais pertinentes.

Analisando os termos utilizados nas buscas, é possível receber insights sobre suas intenções em participar do dia.

Busca de palavras-chave para o dia do consumidor

Em 2017, 30 milhões de buscas por produtos foram realizadas na data comemorativa, representando um aumento de 23% em relação ao ano anterior. A pesquisa específica por varejistas subiu 15%, chegando á casa dos 4 milhões.

Já a busca pela palavra-chave “dia do consumidor”, o mais específico que alguém pode chegar ao procurar pelo evento, teve um crescimento de 9% em 2017, alcançando a marca de 100 mil pesquisas realizadas.

Quer saber outra curiosidade que possibilita uma percepção valiosa? 73% das pessoas que realizaram compras no dia do consumidor de 2018 começaram a fazer suas buscas pelo menos uma semana antes da chegada do dia.

Isso reforça uma ideia que já vinha sendo especulada: o período de aumento das compras vai além de apenas um dia.

O que é a semana do consumidor?

A aproximação de qualquer data comemorativa gera uma curiosidade geral nas semanas que a antecedem.

Portanto, é de se esperar que as pessoas comecem a demonstrar interesse antes mesmo da data marcada, como vimos no último parágrafo. Assim, podemos considerar esse período como a semana do consumidor.

Para corroborar essa ideia, observamos que as principais lojas virtuais do Brasil apresentam um crescimento de visitas representativos na semana antes do dia do consumidor: são 13 milhões de acessos a mais que o normal.

Além disso, o índice de download de apps dessas lojas crescem 26% ao longo da semana, 3% a mais do que na data marcada.

O que esperar das compras realizadas nessa data?

Já é evidente que o público geral apresenta, mais do que nunca, conhecimento e interesse sobre o dia do consumidor.

Mas quais são suas preferências na hora da compra? Que tipo de produto os interessa mais? Saber informações como essas é crucial para compreender o comportamento dos clientes que pretendem participar da celebração.

Para começar, a principal influência indicada pelos consumidores na hora de realizar compras em sua data é o preço.

Esse e foi o motivo apontado por 46% dos entrevistados pelo Google para justificar suas decisões. Em segundo lugar vem a confiança que a pessoa tem na loja, citada por 42% dos respondentes.

O frete, que já é naturalmente um fator relevante nas compras por e-commerce, reforça sua importância no dia e semana do consumidor: 29% afirmam que decidem em que loja comprar com base no valor cobrado pelo frete e no tempo estimado de entrega.

Portanto, facilitar o envio das mercadorias é uma excelente vantagem competitiva.

Quanto os consumidores estão dispostos a gastar?

Ora, se o fator que mais influencia na decisão de compra é o preço, precisamos compreender qual valor os consumidores estão dispostos a investir no dia do consumidor, concorda? Para entender isso, vamos dar uma olhada nas tendências de gasto em compras para este semestre:

  • 17% pretendem gastar mais de R$ 2000;
  • 19% projetam gastos entre R$ 1001 e R$ 2000;
  • 16% querem gastar entre R$ 501 e R$1000;
  • 10% estimam seus gastos entre R$ 301 e R$500;
  • 7% vão gastar entre R$201 e R$ 300;
  • 10% planejam gastos entre R$ 101 e R$200;
  • 22% impõem um limite de R$100 reais em seus gastos com compras.
Expectativa de gastos no dia do Consumidor

Os dados referem a um Google Survey realizado entre os dias 11 e 13 de janeiro de 2019, e contam com as respostas de 1000 participantes. O ticket médio da expectativa de compras neste semestre é, portanto, 921 reais.

Mas qual a expectativa de gasto para o dia do consumidor, especificamente? Em 2017, foi realizado um estudo nesse sentido.

Na ocasião, 58% dos entrevistados declararam a pretensão de limitar seus gastos em, no máximo, R$ 500. Enquanto isso, 15% indicaram a inclinação em investir mais de R$2.000 na data.

Qual tipo de produto é mais atraente nessa data?

Olhar para os produtos adquiridos pelo público no ano passado é uma excelente forma de receber insights sobre as preferências do ano atual.

Em 2018, no dia do consumidor, a categoria de alimentos e bebidas foi campeã disparadas de vendas, equivalendo a 35.4% do total.

Em segundo lugar, com 27.7%, vêm artigos de moda e beleza, seguidos de perto pelos eletrônicos, com 17.1% das compras. As categorias seguintes foram:

  • smartphones — 14%;
  • eletrodomésticos e eletroportáteis — 13.7%;
  • móveis e decoração — 10.8%

Em 2019, a tendência é que alimentos e bebidas sejam novamente os campeões de vendas.

Pelo menos é a tendência se depender dos 50% de entrevistados pelo Google que declararam que esperam descontos nesse segmento no dia do consumidor.

Aliás, sabia que muitas pessoas estão aguardando por esse dia para realizar suas compras?

A mesma pesquisa que utilizamos para apresentar as últimas informações indicam que, dentre as pessoas que deseja comprar um smartphone, 61% está aguardando as ofertas do dia dedicado ao consumidor.

Expectativa de compras para o dia do consumidor

Efeito parecido aparece quando falamos de computadores (62%), móveis (53%) e televisões (59%). No geral, 58% dos consumidores esperam pela data para comprar os itens desejados.

Onde as compras serão realizadas?

O dia do consumidor tem forte apelo para lojas físicas; 39% dos interessados pretendem adquirir seus produtos por meio de métodos completamente offline.

O número impressiona, principalmente se comparado aos da Black Friday. Na ocasião, que é considerada uma das datas mais importantes do comércio mundial, apenas 19% dos compradores ignoram os métodos online.

Mesmo com a preferência por lojas físicas, a internet não deixa de representar um papel importante no processo de compra.

Em 2018, 75% das pessoas que realizaram compras consideraram a internet um fator crucial para que decidissem visitar a loja. Ainda no assunto, 50% admitiram realizar buscas no Google antes de finalizar a compra.

E para 2019, qual é a intenção dos compradores? Existe um aumento nos interessados em realizar transações online, mas a força dos métodos convencionais segue presente. Confira:

Canais para compras no dia do consumidor
  • 39% pretendem comprar em lojas físicas;
  • 29% querem apostar nas ofertas online;
  • 32% declaram que vão utilizar ambos os métodos.

Repare que os números são bastante parecidos. Isso indica que uma abordagem eficiente pode ser integrar sua loja física com a online, utilizando técnicas de marketing digital para atingir a totalidade dos interessados.

Quais as tendências gerais para consumo em 2019?

Para finalizar, vamos dar uma olhada em algumas das tendências macro de consumo para 2019. Embora não sejam especificamente voltadas para o dia do consumidor, é seguro dizer que elas têm o potencial de afetar o comportamento de compra na data.

Um mundo sem plástico

Em julho de 2018, o Rio de Janeiro se tornou a primeira capital brasileira a abolir o uso de canudos plásticos.

A proibição é uma resposta a uma pressão popular que vem em constante crescimento nas últimas décadas: preservar o ecossistema do planeta. No momento, o plástico é o grande vilão.

Se você assiste noticiários que tratam de questões ambientais, provavelmente já viu imagens de ilhas de plástico boiando no oceano ou animais tendo sua vida prejudicada por ingerir o material.

A grande visibilidade alcançada pelo assunto fez com que os consumidores começassem a se posicionar contra marcas que não utilizam práticas ecologicamente corretas.

Portanto, produtos ou embalagens contendo plástico ou materiais biodegradantes, são cada vez mais preteridos pelos consumidores.

Isso tem ligação direta com o conceito de consumidor 4.0, que além de produtos e experiências de qualidade, exige que as empresas assumam suas responsabilidades como parte da sociedade.

Em pesquisa realizada pela Euromonitor International, em 2017, mais de 18% dos entrevistados se mostraram dispostos a pagar mais por produtos com embalagens recicláveis.

Assim, a implementação do chamado marketing verde pode se tornar um diferencial para um empreendimento.

Experiências autênticas e diferenciadas

Em resposta a produção em massa de artigos complexos e semelhantes, os consumidores tendem a, em 2019, dar preferência aos produtos mais básicos, que proporcionam uma volta ao simples com maior qualidade.

Não é por acaso que houve um aumento significativo entre aqueles que buscam produtores locais de comida, cervejas artesanais etc.

Essa “volta ao básico”, porém, não é tão simples quanto parece. Ao mesmo tempo em que querem uma experiência mais autêntica, as pessoas seguem buscando algo para afirmar seu status.

Isso explica o surgimento de clubes e campings de luxo, receitas produzidas em casa e até itens de beleza artesanal. O que buscam, no fim das contas, são produtos que os permitam expressar suas individualidades.

Em resposta à pesquisa “Beauty Survey da Euromonitor International“, 41% dos consumidores globais admitem utilizar produtos feitos em casa ao menos uma vez por semana.

Portanto, o desafio das marcas daqui para a frente é oferecer produtos que possam passar esse senso de status e individualidade.

O dia do consumidor é uma data que está em constante crescimento no Brasil, e já começa a ser comparada até com a Black Friday. Dia após dia, o público geral se torna mais consciente da existência do evento e cria expectativas para receber ofertas de diversos segmentos do mercado.

Isso é demonstrado pelo aumento das buscas relacionadas ao dia e o crescimento das intenções de compras, se comparadas com anos anteriores.

Para pessoas que trabalham no setor de vendas ou marketing, entender a relação das tendências dos consumidores com seu comportamento no dia que é dedicado a eles é fundamental.

E aí, deu para entender o que é o dia do consumidor e como ele está em crescimento exponencial no Brasil? Pretende fazer algum tipo de ação no seu negócio para a data? Dê uma olhada nesse artigo ensinando como realizar promoções no e-commerce que sejam boas para você e para sua clientela.

E-commerce Trends 2018Powered by Rock Convert

100.000 pessoas não podem estar enganadas
Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo