Por Gabriel Camargo

Redator freelancer da Rock Content.

Publicado em 18 de abril de 2019. | Atualizado em 20 de agosto de 2019


Selecionamos 25 dicas de Marketing Digital que são essenciais para o sucesso da sua estratégia online. Por meio delas será possível realizar ações e campanhas eficientes para a sua marca, que atraiam novos clientes, reduzam os custos e gerem mais resultados.

Um dos principais desafios de quem precisa cuidar da divulgação de uma empresa é a capacidade de conseguir resultados mesmo com tempo e orçamento apertados. No Marketing Digital, porém, essa tarefa se torna mais fácil, abrindo uma infinidade de opções para que você realize grandes ações e otimize os seus retornos.

Seguindo algumas dicas de Marketing Digital, a tendência é que você consiga melhores resultados para o seu negócio. E o melhor: independentemente de qual seja o seu objetivo, urgência ou mesmo área de atuação, é possível realizar grandes ações de Marketing mesmo com poucos recursos disponíveis e fortalecer a imagem da sua empresa.

Para ajudar nessa tarefa, preparamos este artigo completo com 25 dicas de Marketing Digital que vão ajudar você a alcançar os objetivos da sua empresa. Portanto, continue a leitura, tire todas as suas dúvidas e comece a otimizar os seus resultados o mais rápido possível. Confira!

Para a sua página

Dica #01: Tenha o seu próprio domínio

Um ponto importante para que a sua página seja, de fato, eficiente no trabalho de atração e geração de novos negócios para a sua empresa é, sem dúvidas, ter o seu próprio domínio com um nome relevante para os seus objetivos. Afinal, vai ser com esse endereço que você vai trabalhar e, portanto, a escolha precisa ser certeira.

Faça uma busca por palavras-chave e pense no encaixe com o nome da sua empresa, foco, área de atuação e objetivos. O seu domínio é parte importante, por exemplo, para o trabalho de posicionamento nos mecanismos de busca.

Dica #02: Conte com uma ferramenta de CMS

Uma das ferramentas mais interessantes para administrar os conteúdos online nas suas páginas — seja site ou blog — são as plataformas de CMS (Content Management System que, em português, seria Sistema de Gestão de Conteúdo). Essas soluções são voltadas especialmente para quem não tem tanta experiência no assunto.

Com esse recurso, você consegue criar, publicar e gerenciar tudo o que vai aparecer nas suas páginas. Porém, a grande vantagem é que o CMS facilita tudo isso, otimizando o seu tempo de produção e deixando que você se preocupe mais no conteúdo em si do que como vai ser publicado do que os caminhos para isso.

Dica #03: Compre um tema

Não há dúvidas de que o aspecto visual é muito importante para o sucesso de um site ou blog. Muitas pessoas que não são da área de Marketing Digital ainda acham que a única solução para criar um site com aparência profissional é contratando um designer. E, apesar de ser uma excelente alternativa, existem opções eficientes e baratas.

Uma delas são os temas, que fica ainda mais fácil se você estiver usando uma plataforma de CMS como o WordPress. Os temas são estruturas “pré-montadas” para o visual do site. Existem vários temas feitos por profissionais, ou seja, de alta qualidade. Basta comprar e instalar. E, claro, os temas ainda podem ser customizados. Você encontra várias opções no ThemeForest.net.

Dica #04: Simplifique o servidor

A questão do servidor assusta muitas pessoas na hora de montar um blog. Afinal, para quem não é profissional de TI, parece um aspecto muito técnico e complexo. Ao utilizar o WordPress, por exemplo, a hospedagem pode ser feita por meio da WPEngine, uma solução prática e que vai liberar você de qualquer preocupação.

Dica #05: Mantenha o seu site sempre atualizado

Caso você tenha um e-commerce, por exemplo, o seu site é o equivalente a uma loja física. Portanto, mantenha a sua página sempre atualizada, publicando conteúdos regularmente e deixando outras informações importantes — como contato, endereço e logo — atualizadas. Um site desatualizado pode afastar clientes em potencial.

Você pode se interessar por estes outros conteúdos sobre e-commerce e gestão!
👉 12 técnicas antigas de SEO que não funcionam mais!
👉 Como rankear em primeiro no Google para qualquer palavra-chave?
👉 SEO Split Testing: como usar de testes A/B para rankear melhor
👉 Resultados omitidos no Google: saiba o que fazer para voltar a rankear

Para o conteúdo produzido

Dica #06: Invista em Marketing de Conteúdo

O comportamento do cliente mudou bastante nos últimos anos e, para ter sucesso, é preciso acompanhar essas mudanças. O Marketing de Conteúdo é, sem dúvidas, uma excelente alternativa para fortalecer o relacionamento entre marca e consumidor, além de gerar valor com conteúdos relevantes para a atração de leads.

Ações como criar um blog podem facilitar esse processo, já que você pode publicar materiais que ajudem a sua persona a solucionar as suas dores, problemas e, é claro, alcançar os seus objetivos. Assim, você se aproxima do usuário de forma mais natural, fortalecendo uma relação e, consequentemente, aumentando suas chances de conversão.

Dica #07: Monte um calendário editorial

Não basta ter um lindo blog no ar. Ele precisa de conteúdo para gerar interesse, atrair visitantes, produzir leads. Então, para colocar o motor do Marketing de Conteúdo em funcionamento, é fundamental que você monte um calendário editorial. Essencial para a organização, vai determinar qual tipo de conteúdo será publicado em cada momento.

O resultado é um ritmo melhor para a publicação no seu blog. O calendário editorial precisa levar em consideração a sua capacidade para produzir conteúdo. Por exemplo, você pode publicar, em dias alternados, artigos, listas “top 10” e outros conteúdos mais simples de produzir. 

E vale a pena lembrar que não é preciso publicar todos os dias. Liberar conteúdo às segundas, quartas e sextas-feiras já forma a base para um bom calendário editorial.

Dica #08: Produza com qualidade e eficiência

Quanto mais você pratica, melhor é a qualidade do resultado. Mesmo assim, é importante criar um checklist para conferir antes de publicar os seus conteúdos. Existem várias coisas fundamentais que você precisa lembrar na hora de produção e algum detalhe pode passar em branco.

Criando um checklist para os seus conteúdos, porém, você sempre vai poder garantir, antes de apertar o botão “publicar”, que seu texto está seguindo as melhores práticas em busca dos melhores resultados. Alguns exemplos de itens que devem entrar nesse checklist são:

Dica #09: Produza de acordo com o Funil de Vendas

O Funil de Vendas é o processo ou caminho que qualquer pessoa atravessa, desde a descoberta da sua marca até a efetiva decisão de compra. Ele é composto de seis estágios: descoberta e interesse, no topo; consideração e intenção, no meio; e avaliação e compra, na base. E, portanto, cada estágio exige um tipo de conteúdo diferente.

Por isso, separamos algumas dicas de conteúdos para cada etapa:

  • no topo de funil, artigos de blog, newsletter, vídeos e e-books vão fazer o trabalho de apresentar sua marca e despertar curiosidade;
  • já no meio de funil, a pessoa busca informações mais específicas e aprofundadas. Por isso, webinars e cases de mercado são tipos de conteúdo mais eficientes. O blog e e-books também podem ser úteis nesse estágio;
  • no fundo de funil, a pessoa precisa tirar suas dúvidas finais para tomar a decisão de compra. Assim, conteúdos que façam a demonstração do produto e cases de sucesso com clientes são os tipos de conteúdos que devem ser adotados. O blog ainda tem um papel aqui, com um formato diferente: blog corporativo.

Dica #10: Não apenas produza, promova também

Dentre as dicas de Marketing Digital, essa talvez seja uma das mais importantes: além de produzir um conteúdo relevante para os usuários, também é muito importante promovê-los. Afinal, a internet está recheada de empresas adotando estratégias de Marketing de Conteúdo, e não adianta produzir e ficar parado esperando por resultados positivos.

Por isso, utilize técnicas como as newsletters, que é muito mais do que um simples email marketing, é uma forma de se aproximar do usuário ao enviar diretamente conteúdos ainda mais relevantes e específicos para o estágio do funil em que ele se encontra ou mesmo para fazer um compilado com os melhores conteúdos do mês.

Além disso, investir em links patrocinados é uma alternativa extremamente eficaz, gerando resultados de maneira rápida. Não basta produzir, é preciso utilizar os canais certos para alcançar quem você busca atrair para o seu negócio. Outra opção é pensar no rankeamento orgânico das suas páginas e publicações, o que vamos mostrar a seguir.

Para melhorar o rankeamento

Dica #11: Domine o SEO

Dentro do Marketing Digital, é possível destacar a sua marca pagando por espaços, algo mais próximo da publicidade tradicional, ou então investindo em estratégias que gerem tráfego orgânico para as suas páginas. Uma delas é o SEO (Search Engine Optimization), um conjunto de técnicas e ações para melhorar o rankeamento nos mecanismos de busca.

Nada melhor do que aparecer entre os primeiros resultados, certo? Conseguir a primeira posição para determinada palavra-chave pode representar uma taxa de cliques de 34%, segundo informações da HubSpot. Enquanto dados da imFORZA mostram que 75% dos usuários nunca clicam em resultados após a primeira página.

Seguindo algumas práticas, como o uso correto de palavras-chave, conteúdo de qualidade e no tamanho certo, diagramação seguindo alguns padrões, otimização das imagens e outras ações, você consegue destacar, gratuitamente, a sua marca nas pesquisas do Google, por exemplo.

Dica #12: Não se esqueça do Bing

Quando falamos em SEO, a primeira coisa que vem em mente é o destaque em uma busca no Google, porém, é fundamental que você não se esqueça de outro mecanismo relevante no mercado: o Bing. A ferramenta da Microsoft representa 4,57% das buscas realizadas em desktops, tablets e smartphones.

Investir em SEO para Bing pode ser um verdadeiro diferencial para as suas pretensões de rankeamento. Outro diferencial é a sua audiência exclusiva, com usuários que não estão no Google, por exemplo. Para se ter uma ideia, 72% das buscas no Bing sobre finanças e negócios são exclusivas, ou seja, o usuário só pode ser impactado por esse canal.

Dicas #13: Utilize os Guest Posts

Outro fator de rankeamento é a autoridade de uma página e ela é medida pela quantidade — e qualidade — de links direcionando para determinado endereço. Os Guest Posts são excelentes por isso: você escreve sobre determinado assunto do seu domínio, coloca links para outros artigos do seu blog e o texto é publicado na página de um parceiro.

Dessa forma, os chamados backlinks acabam ajudando no melhor posicionamento das suas páginas nos mecanismos de busca. Além disso, você pode atrair um público diferente e reforça a autoridade da sua marca como referência sobre determinado assunto.

Dica #14: Não foque apenas no tráfego orgânico

Sim, é ótimo conseguir atrair leads por meio de um bom rankeamento nos mecanismos de busca sem gastar nada. Porém, você não deve focar 100% das suas atenções nesse método de atração. No Google, por exemplo, links patrocinados aparecem antes dos resultados orgânicos e é preciso se destacar nesses lugares também.

Dica #15: Aplique o design responsivo

Um dos fatores de rankeamento é a experiência que o usuário vai ter ao acessar a sua página. Portanto, invista em um design responsivo, ou seja, que se adapte aos diferentes tamanhos de tela e tipos de dispositivos. Garanta que a experiência proporcionada no desktop seja a mesma em smartphones, por exemplo.

Guia do SEO 2.0Powered by Rock Convert

Para a experiência do usuário

Dica #16: Conheça a fundo o seu usuário

Para que qualquer uma das dicas de Marketing Digital funcione, é preciso pensar na experiência proporcionada ao usuário. Para isso, o primeiro é, sem dúvidas, conhecer a fundo o seu consumidor. Por isso, trabalhe com conceitos como o de persona, por exemplo, que permitem uma oferta mais precisa do que o usuário está buscando.

Saiba quais são as suas preferências, desejos, comportamento, enfim, obtenha o máximo de detalhes possíveis sobre quem você quer convencer a comprar os seus produtos e/ou serviços. Só assim você vai proporcionar uma experiência satisfatória para o usuário com a sua marca, do conteúdo oferecido até o design das suas páginas.

Dica #17: Pense na performance da sua página

De nada adianta rechear as suas páginas com imagens pesadas e diversas abas se, na prática, o usuário não está satisfeito. Por isso, pense na performance do seu site, use somente as imagens mais necessárias e foque em uma página com um baixo tempo de carregamento, evitando que o usuário simplesmente saia por conta da demora.

Dica #18: Valorize o mobile

O uso de smartphones e outros dispositivos móveis é cada vez maior, representando, por exemplo, 43% das transações online no mercado brasileiro, segundo a Criteo. Portanto, é preciso que o seu site esteja preparado para atender a esse público, garantindo que todos os recursos estejam disponíveis nos diferentes tipos de dispositivos. 

Dica #19: Fique atento às preferências do usuário

Outro ponto chave entre as dicas de Marketing Digital é a adaptabilidade da sua empresa aos desejos e preferências dos usuários. Um anúncio que funcionou seis meses atrás não é certeza de novo sucesso. É preciso monitorar o comportamento de quem você quer impactar e, assim, garantir que a sua experiência sempre seja satisfatória.

Dica #20: Utilize os canais certos

Parte fundamental para fornecer uma experiência agradável ao usuário é entender quais são os canais que ele mais utiliza. De acordo com o seu público ou área de atuação, estratégias de e-mail marketing podem ser mais eficientes do que grandes ações em redes sociais, por exemplo. 

Saber o canal certo para se comunicar pode significar um maior sucesso das suas ações e campanhas de Marketing.

Para as redes sociais

Dica #21: Esteja presente nas redes sociais

O Social Media Trends 2019 mostra que 96,2% das empresas estão presentes nas redes sociais e 62,6% delas já consideram essas plataformas como fundamentais para as suas estratégias de Marketing Digital. Os principais benefícios são: divulgação da marca, engajamento com os usuários e aumento de vendas e número de clientes.

Como ignorar esses números? É fundamental, portanto, que a sua empresa esteja presente nas redes sociais. Nesses canais, você pode divulgar, por exemplo, os conteúdos produzidos em seu blog, anunciar promoções, tirar dúvidas, solucionar problemas, enfim, fortalecer a presença digital da sua marca.

Dica #22: Pratique as principais tendências

Outra dica importante é ficar atento aos comportamentos e tendências dos usuários nessas plataformas. No Instagram, por exemplo, 500 milhões de usuários utilizam o recurso Stories diariamente e, desse número, 1/3 dos mais vistos são publicações de empresas. É fundamental ficar atento ao que faz sucesso e o que não funciona em cada rede social.

Dica #23: Use os anúncios pagos nas redes sociais

As redes sociais também têm espaços e recursos destinados para anúncios, que podem aumentar o alcance das suas publicações. Portanto, não foque apenas nas técnicas orgânicas de atração dentro desses canais e utilize as ferramentas de anúncio para destacar a sua empresa e até mesmo aumentar as suas conversões, por exemplo, com o Facebook Ads.

Dicas bônus

Dica #24: O monitoramento é fundamental

Como sempre queremos o melhor para o seu negócio, separamos duas dicas extras válidas para qualquer estratégia de Marketing Digital: monitoramento. A principal diferença entre o online e o offline é a possibilidade de metrificar em tempo real o desempenho das suas campanhas. Ficar atento ao rendimento de cada ação é extremamente importante.

Dessa forma, você consegue identificar quais estratégias funcionam com o seu público, quais precisam ser modificadas e aquelas que, definitivamente, não vão gerar resultados positivos para a sua empresa. Assim, suas ações se tornam mais precisas e você pode focar no que realmente funciona, evitando gastos desnecessários.

Dica #25: Pense na relação a longo prazo

Construir uma relação entre consumidor e marca não é simples, mas é preciso ter consciência de que esse é um planejamento a longo prazo. Algumas ações precisam focar em resultados rápidos, porém, é importante pensar também na fidelização de clientes e isso passa diretamente por ações com resultados mais demorados, mas extremamente fundamentais para o sucesso de qualquer negócio.

O Marketing Digital é, portanto, um grande aliado para que você consiga otimizar os resultados da sua empresa. Retornos rápidos ou foco na criação de um relacionamento duradouro com o consumidor, tudo é possível de ser feito ao executar corretamente as estratégias, tudo de forma eficiente, precisa e otimizada.

Agora que você conferiu essas dicas de Marketing Digital e tem ainda mais conhecimento para aplicar ao seu negócio, que tal um artigo ainda mais específico?

Listamos as 9 dicas para vender mais com Marketing Digital, é só conferir e começar agora mesmo a atrair mais recursos para a sua empresa!

100.000 pessoas não podem estar enganadas
Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *