Por Ivan de Souza

Analista de Marketing na Rock Content.

Publicado em 19 de fevereiro de 2020. | Atualizado em 31 de março de 2020


Disqus é uma plataforma de comentários usada para que os usuários interajam com os redatores e, principalmente, com outros leitores. Embora hoje o Facebook seja a rede social mais usada, há pouco mais de uma década os americanos se divertiam mesmo é com o Disqus.

Manter o público engajado com o conteúdo do seu blog (sobretudo se ele for feito no WordPress) é fundamental para que sua estratégia gere mais negócios para a sua empresa. Portanto, estimular os comentários é uma das ações que devem ser tomadas pela equipe de redação. Por isso, decidimos falar sobre uma das plataformas de comentários mais eficientes que existe: o Disqus.

Se o seu site foi feito em WordPress, você deve estar se perguntando sobre a vantagens de usar outra ferramenta, ou as desvantagens de usar o sistema do próprio WordPress.

Trata-se de entender que o campo de comentários de um blog pode ser muito eficiente e dinâmico, assim como são as redes sociais. Se você deseja ter esse dinamismo em seu blog, continue lendo este artigo para entender mais sobre o Disqus.

Neste artigo você vai encontrar os seguintes tópicos:

  • O que é Disqus?
  • Quais são as vantagens do Disqus?
  • Como instalar o Disqus?
  • Como ter sucesso com os comentários?
  • Como ter um blog campeão?

O que é Disqus?

Se pedirmos para você mencionar qual é a rede social mais usada nos Estados Unidos, é provável que dirá Facebook, certo? É isso mesmo, mas no distante ano de 2006, os americanos se divertiam mesmo usando o Disqus.

Na verdade, as pessoas navegavam pelos seus sites prediletos e usavam essa ferramenta para interagir com os redatores e, principalmente, com os outros leitores. Todo esse sucesso fez com que seus desenvolvedores aperfeiçoassem as funcionalidades dela, tornando-a cada vez mais eficiente.

Enquanto a maioria dos web designers entendiam o campo de comentários como um local de feedback, em que o leitor simplesmente dava a sua opinião sobre o que havia visto, o pessoal do Disqus entendeu o potencial da ferramenta no Marketing Digital.

LEIA TAMBÉM
👉Entenda como o plugin Really Simple SSL pode deixar o seu site ou blog seguro
👉 Para que serve um blog numa estratégia de marketing e vendas?
👉
 Crie um blog para o seu negócio gratuitamente usando o Rock Stage

Quais são as vantagens do Disqus?

A primeira delas já foi mencionada anteriormente. Trata-se da expertise que o sistema desenvolveu em relação aos sistemas que já existiam, tornando-se mais eficiente do que os outros plugins em vários segmentos, mas existem outras vantagens.

Sistema de feedback no comentário

Você já deve ter se deparado com um comentário desagradável na internet, não é mesmo? Os chamados haters atacam as pessoas, falam palavrões e até cometem crimes, como a injúria e a difamação, nos campos de comentários de sites e blogs.

Para muitas empresas, se torna inviável ter uma pessoa monitorando e aprovando essas mensagens. Por isso, o Disqus tem um sistema de avaliação que faz com que os próprios usuários digam se um comentário é bom ou ruim.

O sistema de up vote e down vote faz com que um comentário avaliado como ruim fique no final da lista de mensagens, sumindo da visão dos novos leitores e fazendo com que os comentários mais bacanas figurem com destaque.

Isso estimula a comunidade de leitores a escreverem comentários mais pertinentes, pois todos querem que suas mensagens tenham destaque na plataforma. Ao mesmo tempo, os comentários ruins são naturalmente ocultados, sem que o administrador do site tenha que se preocupar em ler cada mensagem.

Esse conceito foi inspirado no Reddit, uma rede social que preza pela qualidade das mensagens trocadas pelos usuários. Desde 2018, o Facebook tenta implementar esse sistema no Brasil, mas ainda é cedo para afirmar que ele tenha dado certo nessa rede social.

O sistema preferido das empresas norte-americanas

Consegue imaginar quantos comentários os sites de notícias especializados em celebridades não recebem a cada minuto? Grandes portais, como o TMZ e o Entertainment escolheram o Disqus como seu sistema de gerenciamento de comentários. Além deles, a rede de TV americana ABC, a maior do mundo, também usa essa ferramenta.

Elas obviamente não são as únicas. Por mês, mais de 50 milhões de comentários são feitos na plataforma, em mais de 191 países. São mais de 17 bilhões de visualizações de páginas todos os meses.

Integração social

Começar a usar a plataforma é fácil, pois ela pode ser integrada a diferentes redes sociais, como Facebook, Twitter ou outras plataformas, como o Google. Caso o usuário não deseje logar dessa forma, ele pode criar uma conta no Disqus — o que também é algo simples.

Estímulo ao engajamento

Cada usuário pode marcar o outro no comentário, de forma semelhante ao Twitter e ao Facebook. Isso faz com que as pessoas fiquem mais tempo envolvidas nessas conversas, permanecendo mais tempo no seu site.

Ademais, você pode incluir posts relacionados ao tema no rodapé do campo dos comentários. Isso faz com que os leitores, que já estão engajados em um debate sobre o tema, leiam mais posts do seu blog. Afinal de contas, eles já demonstraram que têm interesse nessas histórias.

Aprovação simplificada de comentários

Se você não quer ficar entrando no painel de controle do seu site a todo o momento para aprovar comentários, basta configurar a aprovação por email. Respondendo o email com “Aprove”, o comentário é automaticamente aprovado.

Isso é ideal para aqueles momentos em que você está apenas com o celular, mas quer manter as coisas atualizadas no seu blog.

Comentários reais

Como dissemos, é necessário criar uma conta no Disqus. Sendo assim, comentários automáticos e spam acabam sendo desestimulados, pois o processo de verificação do usuário é mais complexo.

Como instalar o Disqus?

O primeiro passo é criar uma conta no sistema. Para isso, vá até o site do Disqus e crie a sua conta, informando email e senha. Você também pode usar a sua conta do Facebook e do Twitter.

disqus

Depois de criar a sua conta, você deverá clicar no ícone de engrenagem, no canto superior direito da tela, ao lado da sua imagem de perfil. Na sequência, informe o nome do seu site ou blog. O domínio é a categoria do seu conteúdo — notícias, economia, esportes etc.

disqus

Feito isso, a configuração já estará bem avançada. O próximo passo é você informar ao Disqus qual é a plataforma na qual o seu blog está instalado. É possível usar esse sistema de comentários em diversas plataformas, como o Blogger, o Tumblr, o WordPress, entre outros. Neste tutorial, vamos abordar a instalação para o WordPress. Sendo assim, você deverá clicar na opção “WordPress”.

Powered by Rock Convert

No painel do WordPress do seu site, clique em plugins, procure pelo Disqus, instale e ative. Após esse passo, o plugin estará disponível para configuração no item “Comentários” do seu painel. Clique nele para dar sequência à configuração e, depois, clique no botão “Upgrade”.

disqus

Serão solicitadas as informações de login da conta que você criou no site do Disqus. Caso você tenha mais de um site usando a ferramenta, eles aparecerão para você nessa tela.

Selecione naquele que você deseja ativar, marcando a caixa correspondente, e clique em “next”. Se o seu site já tiver recebido comentários em algum momento, o Disqus pedirá para você fazer a sincronização do dashboard. É um processo simples e você deve autorizá-lo para que a configuração seja feita adequadamente.

disqus

Encerrada essa etapa, atualize a página para verificar se a instalação ocorreu com sucesso. O plugin pode demorar um tempo para sincronizar o número dos seus comentários com os comentários antigos do blog, mas não se preocupe, já que isso se resolverá automaticamente. As configurações de moderação de comentários ocorrem no site do Disqus.

Como ter sucesso com os comentários?

Agora que você sabe como instalar essa ferramenta e quais são as vantagens de usá-la, é importante esclarecer que a equipe responsável pelo site também algumas responsabilidades no sucesso da estratégia.

Entenda o potencial dos comentários

Existem muitas razões para haver comentários no site, sendo que a principal delas é incluir palavras-chave naturalmente na página. Ainda que não se dê conta disso, ao comentar, o leitor vai incluir palavras-chave no texto, e essas palavras serão indexadas pelo Google.

Aliás, já aconteceu de você pesquisar algo no Google e a resposta estar em um comentário do post? Dependendo do tema do seu blog, isso pode ser muito comum.

Os comentários também podem dar origem a leads. Ok, essa não é a principal função deles, mas não são raros os casos nos quais um potencial cliente entra em contato com a empresa nos campos de comentários.

Sendo assim, tenha uma estratégia para esses casos, orientando o responsável pela moderação a direcionar o contato para a equipe de vendas ou coletar mais dados do leitor, como o email.

Evite deixar o leitor sem respostas

Dependendo do tamanho da equipe do blog, pode ser muito difícil responder aos comentários em tempo real, e isso é compreensível. No entanto, lembre-se de que estratégias de interação na web só funcionam quando os dois lados participam.

Você não pode esperar que as pessoas tenham um comportamento passivo diante dos seus posts, é necessário estimular as conversas. Se for o caso, separe um momento da semana para ler os comentários e respondê-los. Isso fará com que o leitor se sinta prestigiado e volte a consumir o seu conteúdo.

Aceite críticas

Aqui nós não estamos falando dos comentários maldosos e malcriados dos haters, mas de pessoas que apontaram erros no seu conteúdo, ou que simplesmente não gostaram dele.

Se houve um erro, seja ele de digitação ou de gramática, bem como em relação à produção do conteúdo, mantenha uma postura humilde, reconhecendo-o e, quando for o caso, fazendo a correção. Não parta do princípio de que o leitor sabe menos do que você e que se ele não gostou do que você escreveu é porque ele é intelectualmente inferior.

Naturalmente, isso não quer dizer que você tenha que aceitar críticas sem embasamento. Afinal, quando tocamos em pontos delicados para as pessoas, é natural que elas se sintam pessoalmente agredidas.

Esclareça que o seu blog não tem o objetivo de irritar ou ferir alguém, por mais óbvio que isso seja. Se for o caso, use o campo dos comentários para esclarecer mal-entendidos e estender a conversa para além do artigo.

Cuide dos spams

O campo de comentário pode ser um local interessante para divulgar a sua marca ou produto. Aliás, nada impede você e sua empresa de comentar no blog de outro negócio e participar da conversa. No entanto, isso deve ocorrer de forma natural, e quando o seu negócio realmente puder contribuir com o debate.

Da mesma forma, se outras empresas comentarem no seu post, oferecendo soluções mágicas e links suspeitos, não pense duas vezes e delete essas mensagens. No Disqus, você impedir que os comentários contenham links ou anexos. Essa pode ser uma boa ideia para impedir esse tipo de situação.

Foque a qualidade do seu conteúdo

Nem todo comentário malcriado surge da necessidade do hater de espalhar bobagens na internet. Alguns deles resultam de uma legítima frustração do leitor, principalmente quando ele se sente feito de bobo, lendo algum material que não trouxe informação relevante, que está errado ou que optou por um tom sensacionalista.

A polêmica pode parecer um caminho fácil e barato para atrair audiência, mas não se engane, conteúdos sensacionalistas costumam prejudicar a imagem dos negócios, danificando toda a estratégia de funil de vendas, Marketing de Conteúdo e geração de vendas.

Em tempos de fake news, se há notícias que parecem verdadeiras, mas que trazem inverdades sobre assuntos sérios, é importante ficar atento, uma vez que o leitor está cada vez mais crítico em relação aos posts de baixa qualidade.

Como ter um blog campeão?

Usar o Disqus é apenas uma das dicas que nós damos a quem está dando seus primeiros passos no WordPress. Temos outras, e uma delas está relacionada à criação do seu blog.

Sabemos que nem todo mundo sabe programar ou tem conhecimentos sobre web design. Também entendemos que contratar uma agência ou profissionais freelancers pode ser algo fora do orçamento.

Por isso, desenvolvemos o Rock Stage, um sistema que cria, hospeda e aperfeiçoa seu site em WordPress em questão de minutos. O mais bacana é que nele o usuário tem a opção de começar gratuitamente.

Agora, se a sua empresa já tem muitas visitas, não se preocupe, pois você também pode migrar para o Rock Stage. A migração é simples e rápida, pois conta com o suporte da nossa equipe. Vale a pena conhecer mais sobre essa alternativa de criação de sites — que é 100% compatível com o Disqus, diga-se de passagem.

Aliás, se você gostou deste artigo e quer conhecer mais plugins para o seu blog como o Disqus, continue com a gente. Temos um artigo bem legal sobre os melhores plugins para WordPress. 

100.000 pessoas não podem estar enganadas
Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *