Por Ivan de Souza

Analista de Marketing na Rock Content.

Publicado em 20 de novembro de 2018. | Atualizado em 17 de abril de 2019


O Drop shipping surgiu como uma solução para simplificar o processo de venda online. Nesse modelo, o e-commerce opera sem a necessidade de um estoque, uma vez que o responsável por essa etapa é o próprio fornecedor, e não o varejista.

Todos que trabalham com e-commerce enfrentam o desafio constante de conseguir cada vez mais resultados. Contudo, alguns gestores não contam com orçamento suficiente para isso. Nessas horas, é preciso recorrer à soluções diferentes, como o drop shipping.

E se você não sabe ao certo o que é drop shipping e nem as vantagens e desvantagens de aplicá-lo em seu negócio, não se preocupe. Fizemos este artigo justamente para isso.

O que é drop shipping

Drop shipping é um modelo de negócios em que uma empresa tem a permissão de operar sem manter o estoque, já que possui um depósito para armazenar seus produtos e enviá-los aos clientes. No seu funcionamento, o varejista se associa a um fornecedor de drop shipping que fabrica e/ou armazena produtos, os empacota e envia diretamente ao cliente em nome do varejista.

Em termos mais simples, é assim que funciona o drop shipping:

  • O cliente faz um pedido de um produto na loja virtual da empresa;
  • O revendedor encaminha automaticamente ou manualmente os detalhes do pedido e do cliente para o fornecedor de dropship;
  • O fornecedor de dropship e envia o pedido diretamente ao cliente em nome da empresa.

Esse tipo de modelo de negócio é extremamente atraente, pois elimina a necessidade do proprietário da loja ter um local físico para armazenar os produtos, como um galpão ou depósito. Em vez disso, tudo o que eles precisam é de um laptop e uma conexão à Internet.

Neste conteúdo você vai conhecer os prós e contras do drop shipping para que você possa avaliar a aplicação dele na sua empresa.

Vantagens do drop shipping

1. Menor investimento

Esta é, provavelmente, a maior vantagem do drop shipping, pois é possível até mesmo fazer o lançamento de um e-commerce sem a necessidade de investir em estoque antecipadamente.

Se antes as empresas precisavam investir em grandes quantidades de estoque para atender a demanda inicial de consumo, com o modelo drop shipping, não é necessário sequer comprar um produto.

Assim, sem grandes investimentos iniciais em estoque, como é o caso de modelos tradicionais, é possível iniciar um negócio bem-sucedido por meio do drop shipping.

2. Flexibilidade de localização

Um negócio de drop shipping pode ser executado a partir de qualquer lugar que tenha conexão à Internet. Afinal, o mais importante é que você consiga se comunicar facilmente com seus fornecedores e clientes, além de fazer a gestão do negócio online.

3. Seleção ampla de produtos

Como você não precisa comprar antecipadamente os itens que vende, pode oferecer uma grande variedade de produtos para seus clientes. Basta que um fornecedor tenha esses produtos à disposição para que você coloque-os à venda em seu site.

4. Fácil escalação

Com um negócio tradicional, se você aumentar as vendas, aumentará, proporcionalmente, o trabalho. Porém, ao optar pelo drop shipping, a parte do trabalho que requer o processamento de pedidos é suportada pelos fornecedores, permitindo que você escale o negócio com menos recursos financeiros e operacionais.

Muito embora o crescimento das vendas sempre traga trabalho adicional — especialmente no atendimento ao cliente — aqueles que utilizam drop shipping particularmente bem em relação aos negócios tradicionais de comércio eletrônico.

Todos esses benefícios tornam o drop shipping um modelo muito atraente para os donos e gestores de negócio que buscam vender por canais digitais.

Mas, como nem tudo são flores, falemos agora sobre o lado do drop shipping que não é tão benéfico.

Você pode se interessar por esses outros conteúdos sobre e-commerce!
👉 Descubra como preparar o seu e-commerce para o próximo ano
👉 Branding para e-commerce: como aumentar o reconhecimento da sua loja
👉 Quais são os principais KPIs para e-commerce para guiar seus esforços?
👉 Quais as diferenças entre marketplace e e-commerce
👉 E-commerce B2B e B2C entenda as diferenças e como gerar resultados!

Desvantagens do drop shipping

1. Lucro baixo

Os lucros baixos são a maior desvantagem de operar com drop shipping. Além de ser um nicho altamente competitivo, os custos indiretos são tão pequenos que muitos produtos acabam sendo oferecidos a preços baixos objetivando aumento de renda pelo volume maior de vendas.

Isso acaba repercutindo na realidade da sua empresa que precisa vender muito para ter um faturamento aceitável.

E, na internet, algo que os clientes sempre fazem é comparar ofertas e preços. Por isso, aqueles que não possuem um forte trabalho de branding online podem ter mais dificuldades de vender a ponto de valer a pena.

2. Problemas de estoque

Se você estocar todos os seus itens, é relativamente simples controlar quais itens estão dentro e fora de estoque. Mas quando você conta com estoques de terceiros, que também estão cumprindo pedidos de outras empresas, as mudanças de estoque ocorrem diariamente.

Embora haja maneiras de sincronizar o inventário do seu negócio com os de fornecedores, essas soluções nem sempre funcionam perfeitamente, o que pode trazer problemas ao cliente final, como atrasos na entrega.

3. Complexidade no envio

Ao optar pelo drop shipping, você trabalha com vários fornecedores, então os produtos no seu site serão fornecidos por meio de vários remetentes de remessa diferentes. Isso complica seus custos de envio.

Vejamos um exemplo: imagine um cliente que faça cinco pedidos na sua loja, cada um oferecido por um fornecedor diferente. Logo, você terá cinco cobranças de envio separadas para o mesmo cliente.

Mas enviar cinco cobranças diferentes ao cliente faz com que ele tenha uma má experiência de compra, além de poder causar confusão. E mesmo que você queira passar essas cobranças, automatizar esses cálculos pode ser difícil.

4. Erros do fornecedor

Sabe quando você é culpado por alguma coisa em que não teve culpa, mas precisa arcar com as consequências mesmo assim? Esse tipo de situação pode acontecer ao trabalhar com drop shipping.

Afinal, mesmo os melhores fornecedores cometem erros ao cumprir ordens. E, aos olhos do cliente, você é quem terá que assumir responsabilidade e pedir desculpas.

Problemas comuns que podem acontecer, como itens perdidos, entregas não realizadas e embalagens de baixa qualidade, podem prejudicar a reputação de sua empresa, uma vez que a imagem que o cliente final terá não é do fornecedor, e sim de você.

5 empresas que trabalham com drop shipping

1. Amazon

A Amazon foi uma das primeiras empresas com alguma relevância a vender produtos na Internet. Ela inclui, igualmente, a Alexa Internet, A9.com e a Internet Movie Database.

2. eBay

A eBay é uma empresa de comércio eletrônico vista como um dos maiores sites do mundo para compra e venda de produtos na Internet, além de uma das pioneiras neste tipo de trabalho.

3. AliExpress

A AliExpress é um serviço de varejo on-line pertencente ao Alibaba Group.

4. Mercado Livre

O MercadoLivre é uma empresa de tecnologia que oferece soluções de comércio eletrônico para que pessoas e empresas possam anunciar e enviar produtos por meio da internet.

5. Alibaba

Alibaba é um grupo que reúne várias empresas chinesas cujos negócios são baseados em e-commerce, funcionando como um motor de busca para comprar online.

Agora você já sabe o que é drop shipping, além das vantagens e desvantagens de aplicá-lo no seu negócio. Independente do modelo de negócio que você adotar, é essencial garantir que as conversões em venda sejam eficazes.

Para saber como conseguir isso, confira o e-book que escrevemos sobre como reduzir o abandono de carrinho!

Como reduzir o abandono de carrinhoPowered by Rock Convert

100.000 pessoas não podem estar enganadas
Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *