Por Ana Júlia Ramos

Redatora freelancer da Rock Content

Publicado em 13 de setembro de 2019. | Atualizado em 20 de março de 2020


O DuckDuckGo é um buscador considerado como “rival do Google” e veio para garantir segurança no que diz respeito ao histórico de busca e dados dos seus usuários. Além dessa grande diferença entre ambos os sites, pontos como customização, acessibilidade e otimização da pesquisa podem ser percebidos.

Na era da informatização — e com os mais recentes movimentos em relação à proteção de dados — cresce a conscientização sobre o que é fornecido a grandes empresas e como isso pode ser usado no futuro.

Sites como o DuckDuckGo são exemplos práticos de movimentos que pretendem fornecer segurança e privacidade ao usuário.

Conhecido como uma espécie de “rival do Google”, o mecanismo de busca conquistou seu espaço e, no ano de 2018, alcançou o marco de 30 milhões de pesquisas mensais. 

Seu grande diferencial é garantir a privacidade, segurança e transparência em relação ao volume de pesquisas dos usuários. De toda forma, ainda existem dúvidas sobre qual seria a melhor opção e quais são os prós e contras de cada um dos websites.

Neste post listamos informações sobre o DuckDuckGo para que você entenda as principais diferenças entre ele e o Google. Isso será feito a partir dos seguintes tópicos.

O que é e como funciona o DuckDuckGo?

Atualmente, você consegue se imaginar sem o Google? O buscador ganhou presença praticamente obrigatória nos tempos modernos e é um grande companheiro para crianças, jovens e adultos em todos os cantos do mundo

Desde informações simples até questões complexas de qualquer área de conhecimento, os mecanismos de busca como um todo podem ser considerados um divisor de águas na distribuição e na compreensão de informações. 

É comum ouvir de pessoas mais velhas aquelas frases como: “Na minha época, nós tínhamos que abrir várias enciclopédias até encontrar uma informação que hoje em dia aparece na tela em 5 segundos”. 

Avançando para os dias atuais, em que encontramos um mundo inteiro na palma da mão, mecanismos de busca além do Google foram criados com os mais diversos objetivos. Vários não apresentam diferenças significativas nem se destacam o suficiente, mas não é o caso do DuckDuckGo.

DuckDuckGo

O website, desenvolvido nos Estados Unidos em 2008, garante a proteção dos dados e segurança online a partir de três premissas, expostas no site oficial:

  • nenhuma informação pessoal é armazenada ou compartilhada, em hipótese alguma;
  • não existe uma venda do histórico de pesquisa, então você não será impactado com anúncios que rastreiam o comportamento do usuário;
  • a navegação privada é respeitada, e mesmo navegando nesse modo, o usuário não pode ser encontrado.

O usuário é livre para desfrutar da plataforma apenas no que diz respeito à sua essência, que é a pesquisa. 

A experiência do usuário em relação à busca não é muito diferente do Google. Você pode digitar as palavras-chave, navegar pelas páginas e ser direcionado até as páginas de destino de forma simples, prática e intuitiva. 

Além de navegar pela versão web, é possível baixar o aplicativo para celular, instalar a extensão para navegadores e receber boletins diários sobre privacidade, proteção de dados e segurança na internet.

Vale a pena utilizar o DuckDuckGo?

Para entender se vale realmente a pena usar a ferramenta, fizemos uma lista de prós e contras. Veja quais são eles.

Prós

A ferramenta é prática, intuitiva e conta com recursos interessantes, como a possibilidade de filtrar conteúdo adulto. Além disso, é possível buscar resultados em um espaço de tempo específico.

A questão da privacidade é o ponto mais interessante quando colocamos os dois buscadores “lado a lado”. Se você não se sente confortável em compartilhar os seus dados ou ser impactado com anúncios de rastreamento, o DuckDuckGo é a melhor opção.

Contras

Mesmo com pontos atrativos, a plataforma ainda conta com alguns pontos que podem ser considerados negativos. 

O primeiro deles é a questão da popularidade e facilidade que o Google conquistou no dia a dia do usuário: em muitos navegadores, não é preciso nem digitar “google.com” para ser direcionado até os resultados de busca.

Outro ponto que é considerado por especialistas como um “contra” é o fato dos recursos e das inovações da plataforma inevitavelmente seguirem a mesma linha do Google, sem espaço para grandes novidades ou atrativos (fora a questão da segurança) que chamem a atenção do público geral. 

O exemplo acima mostra inúmeras similaridades dos recursos visuais e de navegação entre ambos os sites ao pesquisar um estabelecimento específico. O algoritmo da busca local do Google é bem completo e conta com apoio do Google Maps.

CTA de download para o kit: Domine o GooglePowered by Rock Convert

Como cada buscador lida com a proteção de dados?

A principal diferença — e a que mais se destaca — envolve toda a questão da privacidade e da análise de dados do usuário realizada após uma pesquisa.

O Google é conhecido por coletar, armazenar e desenvolver milhares de formas para moldar a experiência do usuário a partir de todas as informações que foram deixadas por ele na internet

É o famoso “fiz uma pesquisa no Google sobre sapatos e agora aparecem 5 anúncios de lojas em todas as minhas redes sociais”. Todo e qualquer rastro deixado por uma pessoa que usa alguma ferramenta do Google será usado de alguma forma pela empresa. 

Para exemplificar as implicações práticas desse uso, vamos falar sobre um escândalo que foi descoberto em 2018: o Google estaria rastreando os usuários mesmo quando o histórico de localização é desativado.

Mesmo depois de não concordar com o compartilhamento em tempo real de lugares em que uma pessoa transita durante todo o seu dia, a empresa ainda assim consegue coletá-los e transformá-los em anúncios ou dados que podem ser usados de formas tão múltiplas que seria difícil listá-las

Escândalos como a venda de dados de usuários do Facebook para empresas com fins políticos também aumentaram a atenção e a conscientização sobre a proteção de dados.

Fica a reflexão sobre quais “pegadas” deixamos na internet e como elas podem influenciar o nosso dia a dia de formas misteriosas, subjetivas e poderosas — capazes de alterar a visão de mundo, os costumes, as crenças e o comportamento de bilhões de pessoas.

O DuckDuckGo, então, entrou como forma de revolucionar o acesso à informação — e oferecê-lo em sua essência, sem linhas pequenas e asteriscos no rodapé da página. É simples: se você quer pesquisar algo, o site está ali apenas para oferecer a resposta

Quais são outras diferenças importantes?

Além da privacidade e de toda a discussão que envolve o ambiente de segurança online, as ferramentas contam com diferenças práticas. Listamos as principais abaixo.

Customização

Conforme já adiantamos, o DuckDuckGo oferece dois principais tipos de customização: conteúdo adulto e período temporal da publicação (horas, dias, semanas ou meses atrás).

Além disso, o site permite customizações interessantes no que diz respeito ao layout, como a possibilidade de navegar no modo noturno

Também é possível alterar o tipo da fonte, o tamanho e o idioma dos resultados de pesquisa.

Variedade de recursos complementares

Por mais que ambos os buscadores tenham recursos como a busca de imagens, vídeos, notícias e mapas, o Google vai além e oferece uma variedade ainda maior de possibilidades para quem está em busca de serviços específicos:

  • Google Shopping;
  • Google Trends;
  • buscador de voos;
  • análise de finanças;
  • sessão específica para a pesquisa e venda de livros.

Acessibilidade

Na versão web, o Google permite a busca por áudio, além de oferecer um teclado diretamente na sua tela.

Além da possibilidade do usuário ditar a sua dúvida, o próprio Google seleciona um resumo da principal resposta e transcreve em forma de áudio. No caso da nossa pesquisa, a assistente virtual leu um trecho da explicação sobre marketing disponível na Wikipédia. 

Respostas otimizadas

Quando pesquisamos produtos específicos no Google, na maioria das vezes o site já oferece opções de compra em diversas páginas com comparativos de preços. 

Isso não acontece no DuckDuckGo, que lê a informação de forma mais literal e apresenta resultados de artigos e conteúdos relacionados à palavra-chave.

Outra questão importante diz respeito aos resultados omitidos no Google. Quando o buscador detecta práticas que prejudiquem a experiência do usuário, ele aplica uma série de penalidades que podem até mesmo “esconder” páginas específicas.

!Bangs

Um recurso interessante presente no DuckDuckGo é chamado de !Bangs. Ele permite que sejam feitas buscas específicas em inúmeras plataformas, que vão desde a Netflix até a Amazon, englobando eBay e Pinterest. Como exemplo, vamos buscar a avaliação de uma série no site de críticas IMDB.

Depois de clicar no botão de pesquisa ou na tecla enter, o usuário é direcionado diretamente para a página de pesquisas do site.

Qual buscador devo usar: Google ou DuckDuckGo?

Conhecendo ambos os buscadores, uma grande dúvida eventualmente pode surgir: afinal, qual é a melhor opção?

Para que seja possível chegar a uma resposta, diversos fatores pessoais devem ser analisados. O primeiro deles, obviamente, diz respeito ao conforto em que cada pessoa sente ao compartilhar seus dados com grandes empresas.

Por muito tempo a situação não era discutida e a ação mais comum consistia em aceitar os termos de uso sem ler nem uma vez. Agora, com tudo o que vem acontecendo no mundo, a preocupação é colocada em jogo. 

Ainda assim, não se esqueça que, além do Google, existem milhares de outros sites, plataformas e aplicativos que seguem a linha de coleta e uso de dados de usuários. 

Não acredite que você estará “protegido” usando o DuckDuckGo caso continue navegando em redes sociais como o Facebook e o Instagram.

Além disso, o Google conta com outros recursos usados no nosso dia a dia: Google Maps, Gmail, Calendar, YouTube, Google Drive e o próprio Android são apenas alguns dos vários exemplos.

Sobre usabilidade, características técnicas e alcance, o Google acaba ganhando por ter uma gama infinitamente maior de recursos, aplicativos e investimento que levam a experiência de busca a um patamar ainda mais elevado.

Vale, então, fazer um exercício de consciência e entender a partir de hábitos e crenças pessoais o que faz mais sentido para você neste momento. 

Se este artigo ajudou você a entender as diferenças entre o DuckDuckGo e o Google, e como eles podem ser úteis no seu dia a dia, aprenda mais sobre SEO, uma técnica que pode — e deve — ser aplicada em qualquer buscador!

Guia do SEO 2.0Powered by Rock Convert

100.000 pessoas não podem estar enganadas
Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *