Por Redator Rock Content

um de nossos especialistas.

Publicado em 27 de dezembro de 2019. | Atualizado em 12 de fevereiro de 2020


Os efeitos de rede acontecem quando a demanda de um projeto depende do número de usuários que tem. Quanto mais usuários, maior a demanda e o valor agregado do produto ou serviço, isso resulta na formação de comunidades sólidas de consumidores.

A transformação digital tem modificado ou influenciado em muitas das formas de se fazer negócios. Hoje em dia é mais fácil para as pequenas empresas crescerem e levar o valor de suas ofertas a mais clientes.

Ao dizer, mais fácil, nos referimos a que não são mais necessários grandes investimentos em publicidade para aparecer no mercado. Porém, é necessário fazer um trabalho duro e planificado de estruturação para alcançar tal crescimento.

Um dos grandes responsáveis desses resultados é o ambiente da Internet, já que graças a esse recurso é possível alcançar um grande número de pessoas de um determinado segmento.

Por esse meio, é muito mais simples obter os efeitos de rede, que são caraterísticas essenciais para a expansão do alcance de um negócio.

Você quer saber mais sobre o assunto? Então nos acompanhe a percorrer as repercussões dos efeitos de rede para os hábitos de consumo e modelos de negócio da era digital. Nesse post você verá:

O que são os efeitos de rede?

Os efeitos de rede, do termo original em inglês Network Effects, acontecem quando a demanda de um projeto depende do número dos seus usuários.

De modo geral, isso quer dizer que quanto mais consumidores tiver um produto ou serviço, maior será sua demanda, tanto de fornecedores quanto de usuários.

O efeito de rede alcança uma maior escala graças aos avanços tecnológicos. A Internet possibilita potencializar o crescimento de um projeto em pouco tempo devido ao seu grande alcance.

Quando uma plataforma surge com poucos usuários, seu crescimento é lento, mas a medida que o número deles aumenta, o interesse por ela aumenta também e isso é o que atrai cada vez uma quantidade maior de pessoas.

Ao mesmo tempo, os negócios baseados nos efeitos de rede costumam precisar da criação de uma comunidade sólida de usuários e que indiretamente dependam uns dos outros para se beneficiar do produto ou serviço que adquirem.

Os usuários são os que dão maior valor a um projeto e não o projeto em si. Uma ideia pode ser inovadora e ter uma excelente proposta, mas se não tem a adesão do público, não terá um crescimento satisfatório.

É por esse motivo que uma boa estratégia de Marketing Digital é fundamental desde o começo, não só para dar o impulso inicial ao negócio para que depois continue seu crescimento graças aos efeitos de rede, mas também para que possa ampliar-se ao longo do tempo.

Um exemplo claro desse conceito são as redes sociais. O que faz que uma rede social seja importante? A resposta é muito clara: seus usuários.

Quanto mais usuários uma rede social tiver, maior será seu crescimento, já que os novos vão querer estar onde a maioria do seu círculo social estiver.

Nesse caso, a maior motivação que um novo usuário tem para se incorporar em uma nova rede são as pessoas que já estão nela.

Da mesma forma, se muitos dos usuários começarem a sair, outros seguirão o mesmo caminho e, consequentemente, a entrada de novos participantes será cada vez menor.

Assim como existe um efeito de rede positivo, também há um efeito de rede negativo.

Como surgiu esse conceito?

O efeito de rede é um conceito mais antigo do que você pode imaginar.

Suas origens resultam do fato de que as pessoas sempre quiseram ser aceitas e pertencer a um grupo. Portanto, se os integrantes do grupo do que se queria ser parte consumiam algo, consumi-lo também seria uma forma de se aproximar ao grupo.

Isso é algo que existe desde tempos muito antigos, inerente aos modelos de negócio desde que surgiram.

Porém, esse fenômeno sempre aconteceu de forma natural até que começou ser explorado de forma estratégica com o surgimento do telefone.

O telefone foi uma forma de comunicação inovadora que trouxe muitos benefícios para a sociedade. Porém, só poderia alcançar todos seus objetivos se fosse utilizado por um grande número de pessoas.

De nada serviria essa excelente forma de comunicação, se poucas pessoas tivessem acesso a essa ferramenta.

O valor do telefone estava nos usuários que pudessem se comunicar por meio dele e se beneficiar do que aportava. Veja na imagem a seguir como funciona a lógica da rede nesse exemplo específico!

Retirado de: Creandum.

Nessa época não existia ainda o termo efeito de rede, ou Network Effects, porém, o fenômeno já acontecia.

Com a chegada da Internet, os efeitos de redes foram se intensificando e, mais precisamente, desde 1994 — época na que a Internet já alcançava uma boa quantidade de usuários — os negócios nativos da era virtual conseguiram se beneficiar desse conceito.

Uma pesquisa feita por NFX diz que o crescimento de 70% das empresas digitais, criadas a partir de 1194, foi graças aos efeitos de rede.

Assim como até agora, no futuro, os efeitos de rede continuarão trazendo excelentes resultados para qualquer negócio baseado nesse conceito, por isso deverão continuar sendo utilizados para otimizar as estratégias de Marketing.

primeiros passos no marketing digitalPowered by Rock Convert

Que tipos de efeitos de rede existem?

Existem diversos tipos de efeitos de rede, porém podemos nos enfocar em três deles, que são os mais comuns.

Efeito de rede direto

O efeito de rede direto é aquele mais simples, que acontece quando a demanda de um produto ou serviço cresce quando se incrementa a quantidade de usuários.

Podemos citar como exemplo a rede telefônica que mencionamos anteriormente.

Quanto mais pessoas tinham acesso à rede telefônica, mais facilmente se conquistavam novos usuários, já que o poder da comunicação crescia segundo essa rede.

Efeito de rede de dois lados

O efeito de rede de dois lados se aplica nas plataformas que funcionam como mediadores entre dois grupos de usuários.

Cada um dos grupos depende do outro. Se os usuários de um deles aumentam, o outro percebe a plataforma mais atrativa e cresce também, isso novamente gera crescimento no primeiro grupo e assim sucessivamente.

Podemos mencionar como exemplo uma plataforma de vagas de emprego. Se o grupo de empregadores aumenta, crescem as ofertas de trabalho, pelo que cada vez mais candidatos vão querer ser parte dessa plataforma.

Ao mesmo tempo, se há uma maior variedade de candidatos, os empregadores terão mais opções para eleger, pelo que também vão querer pertencer a essa plataforma.

Efeito de rede local

O efeito de rede local acontece quando um projeto se subdivide em pequenos grupos e são eles os que darão um valor ao projeto como um todo.

Aqui se faz interessante novamente o exemplo das redes sociais.

Para os usuários que só falam um idioma, o único interessante para eles são os contatos, grupos e publicações na sua língua, não é mesmo?

Porém, o que engrandece a rede social é a força e o compromisso dos usuários de cada uma dessas pequenas redes nacionais ou locais, que em conjunto formam o todo e dão a ela um maior alcance.

Caso queira conhecer um pouco mais sobre os demais efeitos, confira o vídeo a seguir produzido pela NFX. O conteúdo está em inglês, mas é possível selecionar a opção de legenda automática pelo player do Youtube.

4 casos de sucesso de efeitos de rede

Atualmente a maioria das grandes empresas digitais estão baseadas nos efeitos de rede, como claros exemplos podemos citar algumas delas.

WhatsApp

Quem usaria o WhatsApp se grande parte dos seus contatos não estivesse no aplicativo? Acredito que ninguém, não é verdade?

WhatsApp é um dos mais claros exemplos dos efeitos de rede. O valor desse aplicativo se concentra nos usuários que estão nela e quanto maior for a quantidade de usuários, maior será o seu valor.

Por exemplo, muitos se queixaram de algumas das atualizações que WhatsApp fez, porém, não foi por isso que deixaram de utilizar o aplicativo. O motivo? Seus contatos e a facilidade de comunicação que a plataforma permite.

Facebook

Facebook é outro excelente exemplo de efeito de rede, originalmente era direto, hoje em dia podemos considerá-lo também de dois lados.

Como efeito de rede direto, a plataforma aumenta o número de participantes cada vez mais, graças aos usuários já existentes.

Porém, desde que surgiram as fanpages de Facebook, as empresas também entraram na rede, graças à grande vitrine que tinham a disposição para chegar até os seus consumidores.

Ao mesmo tempo, essa facilidade de acesso ao público é algo que motiva, e muito, a decisão de anunciar em Facebook, mesmo com pequenos orçamentos.

Quanto mais usuários houver na plataforma, maior é seu valor para as empresas.

Dica da editora
Quer saber mais sobre o funcionamento do efeito de rede do Facebook? Então confira este vídeo sobre o assunto e entenda por que o FB não vai deixar de existir!

Uber

Uber é um exemplo típico para os efeitos de rede de dois lados. Por um lado, estão os motoristas e pelo outro, os consumidores. Quanto mais consumidores utilizam o aplicativo, mais motoristas entram na plataforma.

Ao ter mais motoristas, o aplicativo ganha mais adeptos, já que o serviço fica mais dinâmico. Para os consumidores há uma oferta maior e para os motoristas, mais demanda.

Nesse caso também há repercussões econômicas, pelo fato de que uma maior quantidade de usuários tende a causar uma redução nas tarifas, isso ao mesmo tempo, estimula a chegada de novos usuários fomentando o ciclo.

Airbnb

A companhia que tem como core business um serviço de aluguel de espaços residenciais é um exemplo de sucesso dos efeitos de rede.

A final, ao aumentar a quantidade de pessoas interessadas em se hospedar na casa de um desconhecido, essa oferta parecerá mais vantajosa para os novos anfitriões.

Com uma demanda maior também cresce a concorrência entre os que oferecem suas casas e apartamentos, isso pode reduzir o preço de cada aquisição e atrair novos usuários.

Como influenciam os efeitos de rede em todo o processo de consumo?

O impacto dos efeitos de rede é algo positivo para todos os involucrados no processo de intercambio de produtos e serviços.

As empresas podem obter grandes benefícios com os efeitos de rede. Graças a eles qualquer negócio que se adapte a suas caraterísticas pode crescer mais facilmente que de outras formas.

As pequenas empresas, por exemplo, podem se tornar rapidamente grandes negócios com a ajuda desse conceito.

Os usuários também têm grandes vantagens, uma vez que com uma rede maior é possível obter melhores ofertas.

Com tudo isso o mercado se ativa, facilitando o surgimento de novas oportunidades de negócios.

Quais são os pilares de uma empresa que proporciona efeitos de rede?

Existem alguns pilares que uma empresa deve ter para poder se beneficiar com os efeitos de rede.

Escalabilidade

A escalabilidade é fundamental para uma empresa que proporciona efeitos de rede, visto que seu crescimento pode ser muito maior do que esperado em pouco tempo.

Alta base tecnológica

A tecnologia vai de mãos dadas com os efeitos de rede, visto que têm maior facilidade para se adaptar a essa forma de fazer negócios.

Personalização

A personalização é um fator importante, sobretudo nas empresas que utilizam plataformas digitais e prestam serviços físicos.

Podemos mencionar a Uber nesse caso. Como bem é sabido, a empresa tem excelentes resultados em muitas partes do mundo, porém, em alguns países, a gigante não teve os resultados esperados.

Isso ocorreu pelas caraterísticas locais que não souberam personalizar. Podemos citar como exemplo a Indonésia, onde Uber perdeu seu poder diante de Grab, quem incluiu viagens de moto para se adaptar ao mercado local.

Mas não foi só isso que fez que a Uber ficasse para atrás no sudeste da Ásia, outros detalhes semelhantes culminaram na venda da Uber para a Grab na região, mais precisamente em Indonésia, Singapura, Camboja, Birmânia, Malásia, Filipinas, Tailândia e Vietnã.

Você também pode se interessar por estes outros conteúdos!
👉 Conheça o XaaS, o modelo de negócio baseado na oferta ampla de serviços
👉 Conheça o conceito de inovação disruptiva e saiba como ela tem impactado no consumo
👉 O que é escalabilidade e como ter um negócio escalável?

Como os negócios podem se beneficiar com os efeitos de rede?

As startups podem se beneficiar notavelmente com esse conceito, já que a grande maioria cumpre om os pilares especificados anteriormente.

Porém, há uma coisa que é fundamental para que essa forma de trabalho tenha o sucesso esperado: o trabalho constante.

Se bem o crescimento por meio desse conceito requer um investimento baixo para trazer resultados, realizar um trabalho sério é fundamental.

No início pode parecer que o negócio cresce por inércia, porém, deve ser acompanhado e alimentado positivamente para que essa inércia continue trazendo resultados favoráveis.

Se o seu negócio é escalável, tem alta base tecnológica, conta com um espaço digital e os conceitos que vimos podem ser aplicados nele, sim é possível desfrutar de todos os benefícios que esse fenômeno pode trazer.

Para isso, é necessário dar um primeiro impulso que dê lugar ao efeito de rede. Para promover efeitos de rede é necessário alcançar um número mínimo de usuários que dependerá do tipo do seu negócio.

O trabalho que deve ser realizado com esse grupo é de motivação para que dessa forma colaborem, mesmo que indiretamente, para adquirir novos usuários.

E o mais importante, uma vez alcançado o efeito de rede, é fundamental saber satisfazer ao cliente para que o crescimento continue.

Como fazer uma estratégia de Marketing adaptada aos efeitos de rede?

É fundamental atrair os usuários de forma correta, para isso é importante considerar alguns fatores de sucesso:

  • crie caraterísticas de produtos ou serviços únicos que ofereçam valor aos usuários;
  • se associe com empresas que criem produtos ou serviços complementares, assim, poderá oferecer maior valor aos seus usuários aumentando sua rede e outras empresas vão querer também criar produtos para seus usuários, podendo oferecer cada vez mais e mais opções;
  • crie um bom plano de negócios, pensando na escalabilidade e necessidades do seu público;
  • se preocupe na retenção dos clientes, eles serão a base do crescimento do seu negócio;
  • se concentre na experiência do usuário, cada vez mais os consumidores exigem uma boa experiência, portanto, é a melhor forma de fidelizá-los.

Como se sabe, a integração dos departamentos de uma empresa favorece muito o desenvolvimento de um negócio.

Nos efeitos de rede não é diferente. Um trabalho em conjunto permite satisfazer o cliente de forma integral, atendendo suas necessidades e oferecendo uma excelente experiência.

Vendas, Marketing, Customer Success e Tecnologia devem trabalhar com um único objetivo: a satisfação total do cliente. Para isso é necessário intercambiar informações para aplicá-las em todas as etapas do processo.

Os efeitos de rede permitem que um único usuário gere valor para os outros, simplesmente pelo fato de fazer parte da plataforma.

É por esse motivo que cada usuário deve ser considerado especial e tratado como tal, uma vez que cada um deles pode ser responsável pelo crescimento ou fracasso de um negócio que utiliza esse conceito.

No mundo digitalizado, os negócios devem aproveitar os recursos com que contam para poder se tornar gigantes.

O único que você precisa para isso é uma ideia inovadora, escalável, que tenha a tecnologia como aliada e que atenda às necessidades de um setor.

Com essas caraterísticas e com a ajuda de uma boa estratégia de marketing é possível conseguir maravilhas.

A transformação digital permitiu que os efeitos de rede tenham os resultados que temos presenciado nos exemplos mencionados, portanto, é fundamental entender muito bem esse conceito.

Para ajudar você, deixamos este e-book gratuito sobre a transformação digital 360°. Baixe ele agora para entender as outras caraterísticas desse fenômeno!

Ebook Transformação Digital 360Powered by Rock Convert

100.000 pessoas não podem estar enganadas
Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *