Por Ivan de Souza

Analista de Marketing na Rock Content.

Publicado em 26 de novembro de 2019. | Atualizado em 20 de abril de 2020


A internet gerou oportunidades para muita gente trabalhar a partir de casa, abrindo o próprio negócio como freelancer ou como um microempreendedor dividual. Segundo um estudo realizado pela Resultados Digitais, aproximadamente 12% das agências de negócios no Brasil são comandadas por profissionais autônomos. Daí vem o nome eugência. Por isso, decidimos desenvolver este post. Queremos […]

A internet gerou oportunidades para muita gente trabalhar a partir de casa, abrindo o próprio negócio como freelancer ou como um microempreendedor dividual. Segundo um estudo realizado pela Resultados Digitais, aproximadamente 12% das agências de negócios no Brasil são comandadas por profissionais autônomos. Daí vem o nome eugência.

Por isso, decidimos desenvolver este post. Queremos ajudar você a descobrir essa oportunidade e realizar o sonho de trabalhar por conta própria. Então, veja o que preparamos para você hoje!

O que significa o termo eugência?

Eugência (eu + agência) é um termo criado pelo mercado para descrever um negócio comandado por apenas uma pessoa. Ou seja, o próprio dono é o trabalhador, que fica responsável por todas as funções vitais da agência, como produção, cobranças, compras, pagamentos, marketing, logística, recolhimento de impostos etc.

Atualmente, vemos muitas eugências sendo abertas nas áreas de marketing digital, consultoria, turismo, TI (Tecnologia da Informação) e outros trabalhos que podem ser realizados por meio da internet.

Por que há um crescimento no surgimento de eugências?

Muitas eugências surgem quando o profissional percebe que pode oferecer seus produtos e serviços sozinho, pela internet, montando uma estrutura própria. As altas taxas de desemprego também estão contribuindo para isso, levando milhares de pessoas a se arriscarem no mundo do empreendedorismo.

Ou seja, a decisão de se tornar uma eugência costuma ser tomada após uma profunda reflexão sobre o mercado, mudança de conceitos e desejos de obter um novo estilo de vida.

O fato de não ter mais chefe melhora a saúde emocional desses profissionais, mas é preciso muita organização e determinação para alcançar o sucesso. Afinal, ser autônomo exige muita responsabilidade e automotivação!

LEIA TAMBÉM
👉Confira tudo que você precisa para criar o site da sua empresa
👉 Saiba o que é banco de dados e a importância dele para o seu site
👉 Crie um blog para o seu negócio usando o Rock Stage

Quais são as vantagens desse tipo de negócio?

Abaixo, separamos algumas vantagens que você terá em se tornar uma eugência. Conheça as principais!

Ter o seu próprio negócio

Quem nunca sonhou em ter a própria empresa, não é verdade? Bem, a internet facilitou as coisas e, agora, microsserviços podem ser oferecidos usando apenas um notebook ou o smartphone.

Ao abrir uma eugência você sentirá realização pessoal e profissional. Isso já é motivo de sobra para se orgulhar como empreendedor. Além disso, pode deixar uma boa herança para os filhos continuarem o seu trabalho.

Trabalhar onde quiser

A maioria das eugências são negócios baseados na internet. Ou seja, oferecem produtos e serviços por meios digitais. Isso dá liberdade para você trabalhar em casa, numa cafeteria, numa biblioteca, no trânsito e até na praia, se assim desejar.

O fato é que você não precisa mais ficar limitado ao escritório para exercer a sua profissão, podendo aliar o trabalho com um melhor aproveitamento da vida.

Não ter mais chefe

Alguns chefes não possuem liderança e comandam suas equipes com autoridade extrema, exigindo resultados além das capacidades humanas. Se você tem um chefe assim, já deve ter pensado em abandonar o emprego alguma vez, certos?

A questão é que, quando você abre uma eugência, se torna o seu próprio chefe. Então as cobranças passam a ser pessoais. Como ninguém conhece suas limitações melhor que você mesmo, fica mais fácil combinar prazos confortáveis com os clientes para entregar serviços com maior qualidade.

Powered by Rock Convert

Ganhos ilimitados

Em muitas empresas, os salários e comissões são limitados e compartilhados com outros colaboradores da equipe. Um vendedor que tem uma carteira de clientes fechada por região, por exemplo, poderia produzir e ganhar mais dinheiro se atendesse áreas maiores.

Isso não acontece quando você abre uma eugência. Essas limitações deixam de existir e você pode atender o número de clientes que conseguir, independentemente da região. Consequentemente, pode obter ganhos que nunca teve antes, melhorando a qualidade de vida pessoal e da família.

Como abrir uma eugência?

Depois de conhecer as vantagens de ser uma eugência, possivelmente você deve ter se convencido de abrir uma. Então, preparamos um passo a passo para ajudar no processo. Confira!

Registre-se como microempreendedor individual

Ser uma eugência é diferente de ser apenas um freelancer. Uma eugência é uma empresa compactada, que tem CNPJ (Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica) e emite notas fiscais aos seus clientes. Isso significa sair do amadorismo.

A regularização é fundamental para atrair consumidores, principalmente se você presta serviços para empresas de médio e grande porte, pois demonstra profissionalismo e passa mais confiança na contratação. Além disso, ter um CNPJ garante o direito a seguridade social (INSS), podendo se aposentar no futuro.

O processo de registro não é complicado. Você pode obter o CNPJ na categoria MEI (Microempreendedor Individual) pela internet de forma rápida e simplificada.

Organize seu espaço e tempo de trabalho

Mesmo que tenha mais liberdade trabalhando por conta própria, é importante que determine o seu horário do dia para produzir e não seja incomodado por ninguém durante o período. Esse será o seu momento de brilhar!

Com relação ao espaço, organize o ambiente para ter tudo o que precisa sempre bem próximo de você, deixe a temperatura agradável, abafe os ruídos que vêm de fora, regule a luminosidade e configure o celular para o modo silencioso. Esses cuidados devem ajudar você a produzir mais e melhor.

Automatize e otimize os seus processos

Comandar uma empresa sozinho significa ter que dar conta de tudo. Porém, existem ferramentas que agregam automação a diversas tarefas. Elas devem economizar o seu precioso tempo e livrar você de pequenos erros.

Alguns exemplos são os Chatbots, robôs utilizados no atendimento ao cliente, e o Google Analytics, programa online usado para analisar resultados de campanhas publicitárias e o desempenho de estratégias de marketing digital. Essas ferramentas vão permitir que você produza mais em menos tempo e como melhor qualidade.

Busque motivações todos os dias

Quando se trabalha sozinho, pode faltar motivação algum dia ou outro. Mas você pode se automotivar, lembrando das dificuldades que tinha com o emprego anterior e como tudo está melhor agora. Também pode lembrar de seus planos futuros de viagens e aquisições que fará graças a sua eugência.

Se isso não for o suficiente, adote um mentor, ouça meditações diárias, pratique exercícios físicos regularmente, se alimente de forma adequada, aprecie a natureza e durma bem. Tais hábitos devem ajudar você a se manter motivado.

Especializa-se em sua profissão

Muitas eugências são comandadas por pessoas com experiência, mas sem conhecimentos aprofundados que as tornariam especialistas no ramo. Sendo assim, recomendamos que faça cursos online e adquira certificações profissionais.

Considerando que o mercado está em constante mudança e cada vez mais competitivo, essa atitude deve gerar um diferencial para o seu negócio e garantir que ele cresça de forma sustentável.

Por fim, salientamos que o Marketing Digital é uma das estratégias mais importantes para uma eugência, pois é o que dará visibilidade a ela no mercado, atrairá e fidelizará clientes. Então, invista em cursos nessa área antes de qualquer coisa.

Vamos começar? Escolha um dos cursos de marketing digital da Rock University agora mesmo e dê início a sua trajetória profissional em direção a sua eugência!

100.000 pessoas não podem estar enganadas
Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo

Posts relacionados

24 respostas para “Conheça os 172 principais fatores de rankeamento do Google em 2020”

  1. Gestão Mídias Sociais MBA disse:

    I liked !

  2. […] Google e ver os resultados. Mas esse método tem vários problemas. Um deles, como sabemos, é que o Google não é igual para todo mundo. O segundo problema: apenas usando o Google, é difícil comparar o seu site com os concorrentes, […]

  3. […] para derrotar os adversários do Google. A otimização no algorítimo era voltada para diminuir o rankeamento de sites que desrespeitavam as regras do Google, e que com práticas ilícitas (chamadas de black hat) […]

  4. […] pela comunidade de “Mobilegeddon”) a Google realizou alterações significativas em seu modo de rankeamento de sites. A partir dessa data, as páginas que não disponibilizarem uma navegação amigável para […]

  5. […] E se você ainda fica um pouco perdido sobre quais métodos ou utilitários poderia usar para melhorar a eficácia de seu programa de marketing on-line, saiba que há boas soluções disponibilizadas na própria Internet. O Google, por exemplo, traz muitos recursos que as empresas não devem ignorar ou perder de vista. E a maioria deles de forma gratuita. Por acaso você sabia disto? Pois descubra algumas propriedades que vão ajudá-lo a melhorar a posição de sua empresa e como r… […]

  6. […] para motores de busca – visa potencializar e melhorar o posicionamento de um site no rankeamento das pesquisas no Google e outros sites […]

  7. […] nas primeiras posições nos mecanismos de buscas da internet. É exatamente para proporcionar boas colocações nos rankeamentos que investir em SEO (Search Engine Optimization) é tão importante. Em um primeiro momento as […]

  8. […] Lembre se que nem sempre você deve tratar como uma regra máxima tudo aquilo que o Google diz a respeito de SEO, mas de qualquer forma é importante saber qual é a posição pública do Google é em relação às estratégias que você deseja empregar para estar bem posicionado nos rankings de busca. […]

  9. […] Mas não se preocupe. Com as ferramentas do Google Search Console, você pode deixar seu site tinindo. Vai melhorar a velocidade com que as páginas carregam, conseguirá entender melhor de onde vem o tráfego, identificará defeitos na pintura do HTML, recauchutará a lataria dos links, turbinará a linkagem interna e também poderá acelerar o SEO, melhorando o ranqueamento de suas páginas. […]

  10. […] marketing digital é quase um clichê falar da importância do seu site estar bem posicionado nos rankings das ferramentas de busca, como o Google. Afinal, você tem um conteúdo (ou produto) e precisa que ele seja visto e […]

  11. […] seu público alvo é a sua colocação nos mecanismos de buscas. Portanto, se é do seu interesse melhorar o seu posicionamento no ranking dos principais mecanismos de busca será necessário investir em uma ferramenta chamada SEO Pessoal. Com ela você poderá atingir […]

  12. […] conteúdo para elas utilizando táticas de SEO é o que pode fazer com que seu site tenha um melhor rankeamento nos mecanismos de busca, fazendo com que seus clientes o encontrem mais […]

  13. […] Ledo engano, e qualquer pessoa que tenha um blog e entenda o mínimo de SEO sabe disso. Uma URL bem estruturada é um dos fatores preponderantes para que os motores de busca melhorem a qualificação de um site diante do rankeamento. […]

  14. […] SEO, em mais de uma maneira. Com este post pretendemos te mostrar como trabalhar os vídeos de modo a se destacar nos rankeamentos de busca. […]

  15. […] em termos de SEO. O próprio Google dá dicas valiosas sobre o que e não fazer para que seu site obtenha bons resultados em seu buscador e em cima disso muitas pessoas criam seus websites achando que seu projeto vai deslanchar […]

  16. […] será automaticamente o que alavancará suas métricas. O importante é que você saiba que o Google gosta de artigos que procuram explicar por completo um tópico ao invés de apenas falar superficialmente sobre os […]

  17. […] de conteúdo vai muito além do que simplesmente postar artigos em um blog. São necessárias ações de otimização para mecanismos de busca, compartilhamento em redes sociais, estudos sobre a área, […]

  18. Mihail Tipa disse:

    Excelente artigo. Dicas muito boas. Nos já usamos algumas destas coisas citadas neste blog no nosso site http://www.dezireimoveis.co…, mas ainda falta muito para ser feito. Obrigado pelas dicas.

  19. Sergio Antonio Meneghetti disse:

    Excelentes dicas! Grato pelo trabalho. Prosperidade!!!$$$

  20. Renan disse:

    Ótimas dicas, conteúdo de extrema qualidade apontei o seu artigo no meu blog http://renansouza.com/
    Obrigado por ter ajudado.

  21. Meninas vips disse:

    Parabéns pelo texto e conteudo do site, estou sempre online vendo as novidades, irei indicar para a redação do site para dar destaque para o seu site, muito bom parabéns. quero fazer meu site subir http://www.scortvips.com.br/

  22. Rock Content disse:

    Ei Jefferson. O mercado de SEO ainda é relativamente novo no Brasil. Especialmente o SEO de qualidade.
    Essas coisas ainda acontecem, mas a cada dia ficará mais difícil de se deparar com esse tipo de coisa. O Google pensa na experiência dos usuários.

    Por exemplo, se você procurar palavras-chave relevantes no mercado de marketing digital, dificilmente encontrará resultados que não são de blogs de qualidade como o marketingdeconteudo.com, resultados digitais ou viver de blog, por exemplo.

    Quando os conteúdos de qualidade começarem a ganhar força nos demais mercados, esse tipo de site tende a perder o seu espaço.

  23. Rock Content disse:

    Que bom que gostou João! Espero que te ajude bastante!

  24. Andre Mousinho disse:

    Que bom que gostou Sergio!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *