guia completo do Facebook Analytics

Guia completo do Facebook Analytics: saiba como crescer seu negócio com essa ferramenta

O Facebook Analytics é uma ferramenta de análise de comportamento dos usuários do próprio Facebook, sendo muito útil para melhorar o contato das empresas com o seu público nessa rede. Por isso, descubra agora mesmo como utilizá-la neste post!

As ferramentas de análise são uma excelente forma de entender melhor os hábitos de navegação e o comportamento do público enquanto ele interage com os canais digitais da sua empresa.

Buscando trazer diferenciais para esse mercado — e concorrer com o Google Analytics —, o Facebook vem aprimorando cada vez mais sua solução nesse campo: o Facebook Analytics (FA).

A ideia é acompanhar diversas métricas que ajudem a compreender a jornada do cliente ao longo do site da empresa, aplicativo para smartphone, chatbot do Messenger e página do Facebook. Vejamos, então, por que você deveria usar essa plataforma e como ela funciona. Confira!

Por que usar o Facebook Analytics?

Os recursos do Facebook Analytics foram desenvolvidos especialmente para anunciantes terem uma perspectiva mais ampla das etapas pelas quais os usuários passam até tomarem uma decisão de compra.

Isso permite analisar o comportamento das pessoas em diversos meios e dispositivos, o que está de acordo com a tendência de estratégias omnichannel.

Sem contar que é possível conhecer melhor a audiência com auxílio dos dados demográficos, estatísticas de conversão e outras informações relevantes. Tudo isso em conjunto será útil para otimizar a atuação digital da sua empresa, além de criar propagandas mais efetivas na rede social de Mark Zuckerberg.

Como configurar a ferramenta?

Agora que você já sabe a motivação pela qual as marcas devem considerar o uso do Facebook Analytics em suas ações de Marketing Digital, vamos ver como configurar a aplicação.

Canais da web

Se você quer registrar as interações dos usuários do seu site ou blog no FA, é necessário ter um Pixel de rastreamento instalado. Trata-se de um recurso usado principalmente para acompanhar o desempenho das conversões dos anúncios nessa rede social.

Sendo assim, você vai precisar ter uma conta de anunciante na plataforma. Basta acessar o Gerenciador de Negócios ou o Gerenciador de Anúncios, escolher o menu que fica no canto superior esquerdo da tela e selecionar Pixels.

Depois é só seguir as instruções, gerar o código do pixel e inclui-lo no seu site ou blog. Depois de algum tempo os dados já ficam disponíveis para serem visualizados na interface do Facebook Analytics.

Aplicativos para smartphones e chatbots

Nos apps para iOS e Android, a configuração é feita utilizando o kit de desenvolvimento que o Facebook fornece. Se necessário, converse com o seu time de TI ou com os profissionais da empresa responsável pela manutenção da sua aplicação móvel.

O mesmo vale para o caso de o seu negócio contar com um chatbot para o Messenger.

Página no Facebook

Para acompanhar os dados referentes a uma página no Facebook não é preciso se importar com passos trabalhosos e configurações. Basta acessar diretamente o FA ou entrar no Gerenciador de Negócios, clicar no menu no canto superior à esquerda e selecionar Analytics.

Vale lembrar que muitos dos relatórios da ferramenta utilizam eventos para compor os gráficos de compra e determinar o que caracteriza que uma pessoa foi de uma etapa à outra do funil de vendas.

Portanto, lembre-se mais uma vez da importância de um profissional ou empresa de tecnologia no processo de setup.

Pronto! Seu Facebook Analytics já está configurado para receber dados de diversas fontes. Se quiser agrupá-los, é só entrar na plataforma, abrir a primeira caixa que fica abaixo do cabeçalho em que diz Analytics e selecionar os canais desejados.

Feito isso, você pode abrir os dados diretamente ou criar um grupo com a combinação de fontes desejada.

Marketing no Facebook

Como funciona o Facebook Analytics?

Agora que já configuramos o que era necessário, precisamos entender os recursos que a ferramenta oferece. Vejamos, então, quais são as funcionalidades que os tomadores de decisão mais devem se atentar na plataforma.

Já dentro do FA, encontramos uma série de opções no lado esquerdo. Elas vão variar de acordo com as fontes que você ajustou, conforme vimos na seção anterior, então não se preocupe se alguns relatórios e métricas não estiverem disponíveis para você.

Visão geral

Nessa tela você terá um panorama das informações mais importantes, como:

  • número de novos usuários;
  • número de usuários ativos por hora ao longo do último dia e também da semana;
  • dados demográficos (gênero, idade e localização);
  • engajamento com as publicações na página do Facebook (publicações com mais reações, número de reações ao longo do tempo, quantidade de compartilhamentos etc.).

Usuários ativos

A aba de usuários ativos mostra o número de usuários únicos e de usuários novos em um período. Nela, também podemos visualizar a evolução de certas métricas ao longo do tempo, como o número de eventos, usuários únicos e a perdurabilidade.

A perdurabilidade equivale ao número de usuários ativos por dia dividido pelo número de usuários ativos no mês. Ela traduz uma das inúmeras maneiras de se medir o engajamento em um determinado canal.

Por fim, existe a possibilidade de ver a porcentagem de usuários de cada gênero, agrupados por faixa etária.

Receita

Nesta seção, podemos examinar como está a atividade em termos de compras. Métricas como receita total no período, quantidade de pedidos e receita média por compra estão disponíveis.

Também é possível ver informações de gênero e faixa etária das pessoas que compraram.

Funis

O FA oferece a funcionalidade de criar funis para facilitar a visualização da jornada dos visitantes. Ao mensurar o progresso de conversões de acordo com a sequência de ações dos usuários selecionadas por você, fica mais claro identificar as experiências que geram mais lucratividade para o seu negócio.

Aqui, um exemplo interessante é mapear a porcentagem de usuários que comentam um post da sua marca no Facebook, visitam o seu site e então realizam uma compra.

Retenção

Aqui, podemos descobrir qual é a porcentagem de usuários que seguem utilizando os seus canais digitais depois de uma interação inicial.

É possível filtrar os dados por certas propriedades (canal, localização, idioma, tipo de dispositivo etc.) e por intervalo de tempo (diária, semanal e mensalmente).

Analisar a retenção é uma maneira de entender se a sua empresa está causando uma boa primeira impressão nos meios em que mantém contato com o cliente e o que motiva as pessoas a permanecerem conectadas à sua marca.

Coortes

As coortes representam um grupo de pessoas que realizaram uma sequência de dois eventos que você tenha definido. Alguns exemplos são:

  • realizar uma compra depois de fazer uma busca no site;
  • realizar uma compra depois de instalar o aplicativo;
  • visualizar um conteúdo depois que o chatbot enviou uma mensagem no Messenger.

Para criar as coortes, só é preciso escolher os dois eventos encadeados e, se desejar, filtrar por uma das propriedades disponíveis (o padrão é deixar na opção Geral).

Em seguida, poderá visualizar os detalhes das coortes segundo o número de eventos, valores cumulativos (em termos financeiros) ou retenção de usuários.

Detalhamentos

Os Detalhamentos nada mais são que tabelas dinâmicas em que você consegue agrupar dados de atividade dos usuários com um filtro de até três parâmetros.

Assim, fica mais prático verificar as características mais marcantes das pessoas que interagem com a sua empresa e como é esse comportamento.

Colocamos abaixo algumas sugestões:

  • atividade dos usuários segundo cidade, faixa etária e gênero;
  • visualização da página segundo país, região e cidade;
  • compra segundo o dispositivo e cidade.

Eventos

Os eventos são interações específicas que as pessoas fazem no seu site, blog, aplicativo, página ou outro canal.

Neste relatório, eles ficam organizados em uma tabela cujas colunas principais mostram o número de vezes que os eventos foram executados em um determinado período, a quantidade de usuários que fizeram determinada ação e a receita que certos eventos geraram para a empresa.

Se pretende ver mais informações, é só clicar sobre o evento.

Sobreposição

Nesta aba, temos uma função similar ao relatório de Detalhamento. A diferença é que aqui você verá o número de usuários (geral ou que fizeram determinado evento) segundo um parâmetro de sua escolha.

A visualização é na forma de um gráfico com círculos representando os conjuntos e que podem se sobrepor — um diagrama de Venn.

Valor vitalício

No relatório de valor vitalício ou lifetime value, temos acesso ao quão valioso um cliente é para o negócio — dia após dia, semana após semana ou mês após mês.

Se preferir, poderá filtrar os dados por todos os usuários (pessoas que fizeram uma compra e também que não fizeram) ou apenas por usuários pagantes.

Dados demográficos

Além de vermos a quantidade de usuários por faixa etária e gênero, temos a porcentagem de pessoas por país, cidade e idioma.

Tecnologia

Aqui, temos o percentual de usuários por canal, versão do sistema operacional, modelo do dispositivo e a informação de uso com ou sem o login do Facebook.

Diante de todas essas funcionalidades, recomendamos que você teste o Facebook Analytics para o seu negócio e se familiarize com os relatórios da plataforma. Ao analisar as informações da maneira certa, você certamente encontrará ideias para melhorar suas estratégias dentro e fora da rede social.

E então, quer conhecer outras soluções para otimizar a presença da sua organização nessa mídia tão popular? Confira o nosso conteúdo completo sobre como otimizar as suas conversões com o Facebook Ads!

otimize suas conversões com facebook ads

100.000 pessoas não podem estar enganadas
Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo