Por Larissa Lacerda

Editora do Blog da Rock Content.

Publicado em 20 de maio de 2020. | Atualizado em 20 de maio de 2020


Entenda como funcionará o Facebook Shops, a ferramenta gratuita de criação de lojas virtuais para pequenos negócios do Facebook.

A transição para o modelo de vendas online tem sido um imperativo do momento atual e apresenta um verdadeiro desafio para todos os tipos de negócio — principalmente para os pequenos.

Pensando nisso, o Facebook anunciou nesta terça-feira (19 de maio), uma nova ferramenta focada na criação de lojas online integradas com os seus diferentes aplicativos, facilitando todo esse processo para as empresas.

O Facebook Shops, como foi chamada a plataforma, é um projeto que está sendo desenvolvido há mais de um ano pela gigante de tecnologia e, em vista dos impactos desencadeados pela pandemia da Covid-19, a empresa decidiu por acelerar o processo e lançá-la de uma vez.

E aí, tem interesse em conhecer mais sobre o Facebook Shops e outras novidades que aguardam os usuários dessa rede?

Então continue a leitura e fique por dentro de todos os detalhes!

Como funcionará o Facebook Shops?

O Facebook Shops funcionará como uma loja virtual que será integrada entre Facebook, Instagram (com o nome de Instagram Shops) e, no futuro,  Messenger e Whatsapp.

Por meio dele, o lojista poderá criar uma seleção com os seus principais produtos para expor em uma vitrine digital unificada e personalizada, de forma totalmente gratuita.

Facebook Shops aba do logista
Fonte: Facebook

Para acessar essas lojas, basta ir na página profissional da marca no Facebook ou no seu perfil do Instagram e, até mesmo, nos Stories e anúncios da rede.

Facebook Shops funcionamento
Processo de compra no Facebook Shops — Fonte: Facebook
Instagram Shops funcionamento
Processo de compras no Instagram Shops — Fonte: Facebook

Assim, será possível visualizar os produtos e finalizar a compra fora ou dentro desses aplicativos — caso o lojista tenha disponibilizado o checkout nos EUA. Veja como funcionará isso no vídeo a seguir:

Além disso, a integração com o Whatsapp e Messenger permitirá que o consumidor entre em contato com a loja para fazer perguntas, acompanhar o pedido e conseguir o suporte necessário de forma simples e rápida.

Quando ele estará disponível?

A nova ferramenta foi disponibilizada imediatamente em território americano e, de acordo com o pronunciamento oficial, deverá ser implementada de forma ampla nos próximos dois meses.

No entanto, não foi especificado se essa “forma ampla” se refere ao mundo todo, por isso, sugerimos aguardar novas informações da rede.

Vendas em lives, parcerias e mais

Além do Facebook Shops, foi anunciado também que, em breve, as lojas no Instagram também poderão linkar para o produto durante lives. Assim, a empresa faria uma pré-seleção dos produtos que aparecerão ao longo da transmissão e a compra ficaria disponível em tempo real.

Live Shopping no Instagram
Fonte: Facebook

Fora isso, foi divulgado também que a empresa de tecnologia está trabalhando em parcerias com a Shopify, BigCommerce, WooCommerce e outras para ajudar esses pequenos negócios no processo de transição para o digital. 

Assim, elas trabalharão em conjunto para disponibilizar aos proprietários as facilidades necessárias para criar a sua loja na rede e crescer o seu negócio utilizando todas essas ferramentas de forma combinada.

Por que Facebook Shops?

Como apresentado na introdução, o lançamento dessa ferramenta é parte das iniciativas da empresa californiana para auxiliar os negócios durante esse período de crise.

No dia anterior ao anúncio, o Facebook compartilhou em suas redes sociais o State of Small Business Report (Relatório sobre a Situação das Pequenas Empresas), em que foi feita uma extensa coleta de dados sobre as maiores dificuldades que esses negócios têm enfrentado atualmente e as soluções que têm encontrado.

De acordo com o documento (que é focado em empresas que operam nos Estados Unidos):

  • 31% dos proprietários e gerentes reportaram que seus pequenos negócios não estão em funcionamento no momento;
  • para 28% desses negócios, o maior desafio para os próximos meses seria a ausência/diminuição de fluxo de caixa;
  • 51%  das empresas reportaram um aumento nas interações online com seus clientes;
  • 35% dos negócios que modificaram suas operações expandiram para o uso de pagamentos online.

Além desses números, o relatório ainda trouxe informações sobre:

  • Se esses negócios precisaram, ou não, fazerem mudanças nas suas operações para continuar lidando com os clientes — em que a maioria das respostas foi afirmativa:
Implicações da covid-19 para pequenos negócios
  • E quais as principais mudanças que foram realizadas — sendo as duas principais: a oferta de serviços online e disponibilidade de pagamento virtual.
Implicações da covid-19 para os pequenos negócios nos EUA

A partir desses dados, ficou muito claro de que forma o Facebook pode ajudar essas pessoas e, ao mesmo tempo, reter seus usuários e continuar crescendo.

Com certeza o Facebook Shops será capaz de auxiliar muitos pequenos empreendedores durante esse período, e esperamos que logo essa plataforma também esteja disponível em terras brasileiras.

E aí, o que você achou da novidade?

Compartilhe com a gente as suas impressões e, enquanto ela ainda não está disponível aqui, aproveite desde já para pensar em estratégias para melhorar a sua visibilidade nessas redes com o nosso kit completo de Marketing nas Redes Sociais!

Kit Marketing nas Redes SociaisPowered by Rock Convert

100.000 pessoas não podem estar enganadas
Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *