Por Valentina Giraldo

Responsable por la estrategia de Internacionalización de Rock Content.

Publicado em 20 de dezembro de 2019. | Atualizado em 10 de março de 2020


O growth hacking é uma estratégia que, além de resultados para as empresas, traz economia de tempo. Conheça algumas ferramentas que podem ajudar sua empresa a automatizar processos e crescer de forma escalável!

Imagine poder encontrar brechas dentro do marketing que proporcionem crescimento da empresa, que muitas vezes já estavam lá e não eram detectados? É isso que as ferramentas de growth hacking proporcionam ao marketing.

O termo growth hacking é cada vez mais usado, por trazer maior efetividade ao plano de marketing.

Os benefícios que esta estratégia pode trazer são inúmeros e podem vir com a adoção de táticas inovadoras ou pelo uso de técnicas mais tradicionais, usadas depois da detecção de lacunas de crescimento. A economia de tempo, com a automatização de processos, é uma delas.

Neste texto, você vai descobrir:

Continue acompanhando!

 

O que é growth hacking? 

O growth hacking, apesar de parecer uma técnica que necessita de tecnologias avançadas ou programações complexas, é mais simples do que pode aparecer para quem ainda não estudou a assunto profundamente.

Essa estratégia tem como objetivo principal fazer crescer uma ou mais KPI’s da empresa.

Portanto, ter KPI’s estabelecidas é um dos critérios necessários para adotar a estratégia e ter excelentes resultados.

Isso porque o growth hacking identifica os pontos críticos (as lacunas de crescimento), baseado nos objetivos que a companhia tem.

Assim, a ideia é que as técnicas aplicadas consigam chegar às metas estabelecidas antes do prazo estipulado. Mas isso não é feito a qualquer custo — muito pelo contrário.  

 

Quais são os benefícios para as empresas que aplicam essa estratégia?

Os maiores benefícios do growth hacking está na redução de recursos (humanos e materiais). Ou seja, além de acelerar os resultados, ainda faz isso cortando os custos.

As KPI’s variam de empresa para empresa, então elas podem ser o número de usuários, volume de tráfego ou vendas, só para citar alguns.

Outra vantagem é que ela pode ser aplicada por empresas independentemente do seu tamanho. Outro princípio é a necessidade de estar sempre experimentando novas técnicas e novas ideias, tirando alguns setores da “zona de conforto”.

Essa cultura permite que o foco volte a ser a experimentação, evitando gastos em outras técnicas que não tragam retorno tão rápido a um custo mais baixo.

Ainda assim, precisamos comentar que os investimentos para que a estratégia funcione existem, mesmo que o retorno seja maior no médio e longo prazo.

Entretanto, a ligação que algumas pessoas podem fazer entre growth hacking e programação não deixa de ser válida, já que existem algumas ferramentas que promovem a automação de processos, visando melhorá-los e torná-los mais efetivos.

Mas são as experiências criadas que podem ser consideradas como growth hacking e não as ferramentas em si. Ou seja, elas são auxiliares da estratégia.

Vamos explicar melhor como isso funciona no próximo tópico, em que falaremos sobre as principais ferramentas de growth hacking para automação de processos.

Confira! 

 

Quais são as 39 principais ferramentas de growth hacking?

As ferramentas de growth hacking são usadas para automatizar processos e assim gerar economia de recursos humanos, já que uma equipe menor pode ser responsável pelo gerenciamento das ferramentas, além de recursos materiais, pois as ferramentas podem substituir processos mais caros, que demandavam mais gastos.

Por todos os benefícios que citamos anteriormente, vamos mostrar as 39 principais ferramentas de growth hacking disponíveis no mercado para automatizar processos e gerar excelentes resultados! 

É importante lembrar que existem várias outras ferramentas que podem ser usadas em growth hacking. Entretanto, elas não geram automatização de processos e por isso não fazem parte desta lista.

1. Google Analytics

Uma das ferramentas mais úteis do Google, o Analytics facilita a análise de dados, incluindo número de visitas e taxa de rejeição, só para citar alguns.

Além disso, é facilmente integrado com várias outras ferramentas de growth hacking, permitindo o cruzamento dos dados e assim, é possível tirar conclusões mais precisas. 

Com ela, é possível analisar como está a receptividade do público ao conteúdo apresentado e se ele está sendo efetivo.

google analytics

2. SEMrush

SEMrush é uma ferramenta muito popular e usada no mundo inteiro, devido a sua praticidade e versatilidade.

Ela mostra tendências de busca, palavras-chaves relacionadas e relevantes, além de dados de concorrentes para o mesmo assunto.

Assim, torna-se uma parceira na hora de criar novos conteúdos e novas ideias, otimizando o tempo do marketing, já que mostra ideias que já foram implementadas e qual o resultado delas.

semrush

3. Ahrefs

O Ahrefs é uma ferramenta de SEO que conta com funcionalidades parecidas com o SEMrush. Nele, é possível fazer a gestão de palavras-chave, rankeamento, análise do domínio do site e gestão de backlinks.

ahrefs

4. Hubspot

O Hubspot pode ser considerado uma das maiores ferramentas de growth hacking, já que conta com o Hubspot CRM, um software de gestão de CRM que permite agendar e gerenciar tarefas, facilitando para o time de vendas. A automação para vendas é um dos maiores benefícios.

Também tem o Hubspot Marketing, que ajuda a criar conteúdo e gerenciá-lo da melhor maneira, otimizando-o para que tenha os melhores resultados.

5. Marketo

A Marketo é uma ferramenta completa da Adobe, que permite que a análise de dados crie novas estratégias, como mudanças na jornada do cliente e personalização em escala. Além disso, ela é integrada com outras plataformas, como a ion interactive, permitindo testes variados. 

6. Sigma Marketing

É uma ferramenta que analisa, modela e interpreta os dados da empresa, automatizando os processos para criar estratégias e planos de marketing mais efetivos.

7. Google Optimize

Ferramenta prática para criar e validar testes A/B em tempo real. Assim, é possível criar conteúdos cada vez mais otimizados para o público.

Para quem não dispõe de ferramentas para Marketing Digital, por estar começando, pode ser uma boa saída.

8. RD Station

É uma plataforma brasileira, nos mesmos moldes da Hubspot, integrando Marketing e CRM para gerenciar e automatizar todos os processos das duas áreas, de maneira otimizada e metrificada.

9. LeadLovers

Também brasileira, facilita a automação de processos de Marketing Digital. É bem simples e intuitiva de usar, bom para quem ainda não tem intimidade com a área e tem uma equipe pequena de marketing — ou mesmo nenhuma, caso de pequenos empreendedores.

10. InstaPage

Cria páginas de vendas ou landing pages rapidamente, agilizando os testes que devem ser feitos para alcançar em menor tempo os KPI’s estabelecidos.

Além da rapidez, o InstaPage aposta na personalização do conteúdo para aumentar as conversões. Segundo eles, a conversão pode aumentar até 400% com o uso de conteúdo personalizado.

11. LeadPages

É ideal para quem está começando no Marketing Digital e precisa fazer landing pages de forma simples e intuitiva. Portanto, tem inúmeros templates, para facilitar os testes.

Outra vantagem da ferramenta é que ela não cobra por página criada e nem tem limite para criação delas e nem pelo número de leads, como outras ferramentas. 

12. KlickPages

É uma ferramenta brasileira, também muito boa para quem está começando ou precisa fazer testes mais simples. Cobra uma assinatura mensal, dividida em três pacotes e a escolha depende da estratégia e do tamanho da empresa.

Além disso, dá 30 dias de garantia para testar a plataforma e analisar se ela é adequada para a empresa.

KlickPages

13. Sniply

É ótima para gerar conversões, captando novos leads por meio das redes sociais. Uma ferramenta que deve ser analisada pelo potencial de conversão que pode trazer, já que anexa CTA em compartilhamentos.

14. Zapier

Ótima ferramenta de integração entre ferramentas, é de fácil utilização, até mesmo para quem está começando a usar o growth hacking na sua empresa, melhorando o fluxo de trabalho. Para quem quer automatizar processos, é de fundamental uso, já que ela tem parceria com mais de 2000 ferramentas que podem ser integradas por meio dela.

15. Buffer

O Buffer gerencia e automatiza os processos de publicação de conteúdo nas redes sociais da sua empresa, conectando as contas nessa ferramenta. Assim, consegue-se tem uma panorama melhor de como anda o desempenho da empresa nas redes sociais.

16. Hootsuite

Parecida com a Buffer, também gerencia redes sociais, automatizando estratégias de conteúdo diferentes de acordo com a rede social.

hootsuite

17. QuickSprout

Faz análise do seu site de maneira efetiva. Mostra como anda o tráfego orgânico do seu site e SEO, só para citar algumas funções. É uma das ferramentas mais completas do mercado, mostrando várias dicas que permitem o crescimento da empresa. Uma das muitas criações geniais de Neil Patel.

18. Moz

Ótima ferramenta de SEO, permitindo análises que podem aumentar o tráfego para o site da sua empresa de forma gratuita

Com o MOZ, é possível fazer auditorias no site, análise de backlinks e pesquisa de palavras-chaves, além de analisar o rankeamento do site.

moz

19. Slack

Automatiza processos e gerenciamento de projetos na empresa. De acordo com a ferramenta, a ideia é substituir emails e conversas fora da plataforma. Por meio do Slack, é possível avisar que algum documento foi anexado ao Google Drive ou Dropbox, por exemplo.

slack

20. Optimizely

Faz testes A/B em páginas escolhidas pela empresa, mas é mais recomendável para quem tem tráfego médio a grande, ou seja, empresas que tem o Inbound Marketing mais consolidado.

21. Pipedrive

É um CRM que mostra o andamento das metas de vendas, ajudando a encontrar oportunidades de crescimento, por meio da análise do funil de vendas. Também tem um suporte muito rápido e um aplicativo para celular.

Outras vantagens para quem usa a ferramenta é poder usar chatbots e também rastrear emails e ligações com os prospectos.

22. Google Trends

É uma excelente ferramenta para quem precisa entender melhor as tendências de comportamento do consumidor. Ou seja, todo mundo que queira fazer growth hacking precisa usar usá-lo.

Ele mostra os termos mais pesquisados e sua evolução ao longo do tempo. É ótimo para tirar novas ideias para conteúdo ou formas de reciclar os antigos, adicionando algo que está sendo mais buscado.

google trends

23. Boomerang

Também do Google, o Boomerang acompanha as métricas do email marketing da empresa, como se fosse um “Analytics dos emails”.

A automação do recolhimento dos dados de emails permite criar campanhas mais efetivas, por meio dos testes feitos para analisar taxa de abertura, headlines que mais convertem etc.

boomerang

24. Sumo/Sumo Me

Automatiza a captura de emails no site, melhorando a conversão e a geração de novos leads. Também tem mapas de calor para analisar as páginas do site.

Com ele, é possível aumentar o número de leads e detectar que pontos podem ser melhorados no site, pois atraem menos o público.

25. Sales Navigator for Gmail

Pertencente ao Linkedin, facilita o fechamento no processo de vendas, permitindo acessar contatos dessa rede social sem necessariamente estar conectado a eles.

Para quem trabalha com prospecção e criação de novas listas de clientes, é uma excelente ferramenta, principalmente para quem faz marketing B2B.

Sales Navigator for Gmail

26. Vero

É uma ferramenta especialmente criada para analisar o comportamento do consumidor dentro do site, mostrando em tempo real o que os visitantes estão fazendo.

Dados como abandono de carrinho e taxas de rejeição, só para citar dois exemplos, são mostradas pela Vero e assim, pode-se criar campanhas mais efetivas por meio da análise do comportamento do consumidor.

27. Voilanorbert

A promessa da ferramenta é grande: encontrar o email de qualquer pessoa no mundo. Excelente para fazer novos contatos e crescer a lista de emails com pessoas interessadas no seu negócio.

Ou melhor, saber quem está por trás de um email comercial importante e criar relacionamentos.

Voilanorbert

28. Google Keyword Planner

Encontrar palavras-chaves relacionadas ao seu negócio e assim encontrar novas oportunidades de encontrar clientes, seja publicando conteúdo relacionado ou criando novas campanhas de anúncios.

Google Keyword Planner

29. Visual Website Optimizer

Praticamente específica de growth hacking, já que tem várias possibilidades de experimentar e testar: faz teste A/B, testes multivariados, mapas de calor, análise de comportamento do consumidor e ainda faz testes de usabilidade nas páginas.

Por tudo isso, é muito utilizada por growth hackers para melhorar a conversão de páginas de vendas ou de captura.

Visual Website Optimizer

30. GetProspect

É na verdade uma ferramenta de pesquisa de emails de leads vindos do Linkedin, ótima para gerar relacionamentos com colaboradores de empresas que sejam do seu interesse.

GetProspect

31. MixRank

Precisa de alguma informação confidencial, como saber de onde vem a geração de tráfego dos seus concorrentes? O MixRank faz isso e mais. Ele também mostra listas de potenciais clientes de maneira automática, facilitando a prospecção.

MixRank

32. BuzzSumo

É ótima para encontrar inspiração de conteúdos que o público deseja, mostrando o que eles mais compartilham e interagem nas redes sociais.

Para quem trabalha com marketing de influência, encontrar os influencers certos para o seu negócio pelo BuzzSumo pode trazer ótimo resultados.

Além disso, dá para monitorar como o seu conteúdo está sendo distribuído e como as pessoas estão se engajando com ele.

buzzsumo

33. Pay with a tweet

Ideia muito boa para conseguir leads gerados por meio da influência de quem já conhece a sua empresa e confia nela, afinal, ninguém compartilharia nada da sua marca se ela não tivesse um conteúdo relevante e de confiança. O potencial de viralização usando a ferramenta é alto.

34. Hello Bar

Criada por Neil Patel, é uma barra que fica no topo do site, permitindo de forma fácil que os visitantes deixem seu email para criar relacionamento com o seu site. É uma ferramenta para aumentar a geração e conversão de leads.

35. CrazyEgg

Uma das melhores ferramentas de mapas de calor, também oferece clickmaps e scrollmaps para análise do site. Foi criada também por Neil Patel e sua equipe.

Com ele, é possível analisar como está o engajamento das pessoas com o site e em que parte ele pode ser melhorado. Às vezes, basta uma troca de CTA para aumentar as conversões do site. O CrazyEgg permite detectar isso.

36. Hotjar

É uma ferramenta bem completa, já que tem funções bem parecidas com as do CrazyEgg, além de gravar algumas sessões de visitantes e fazer pesquisas de opinião no site.

hotjar

37. MailChimp

O MailChimp manda emails em larga escala, ou seja, para grupos de pessoas interessadas no seu conteúdo, de forma simples.

Além disso, pode analisar as campanhas de email marketing e assim, criar outras mais efetivas, baseadas no comportamento do leitor, inclusive segmentando por grupos mais engajados com certos tipos de conteúdo.

38. Discover.ly

Descubra as contas das redes sociais de pessoas que sejam do seu interesse comercial e assim, dá para criar um relacionamento com elas. Inclusive, dá para ver os assuntos que elas se interessam e interagem nas redes sociais.

Discover.ly
 

Quais são as melhores dicas para implementar esta estratégia com sucesso?

Como dissemos no começo do artigo, é preciso implementar uma cultura organizacional voltada para a experimentação e necessariamente, por metas e KPI’s estabelecidos.

Afinal, só dá pra medir resultados se soubermos quais os pontos precisam melhorar.

Existe o profissional, chamado growth hacker, que é responsável por pensar e implementar as técnicas para trazer melhores resultados, em curto prazo, a um baixo custo para as empresas. Ele pode fazer parte da equipe da empresa ou ser um consultor.

Esta última opção é ideal para quem não tem uma equipe grande ou está iniciando a implementação do growth hacking.

Se a sua empresa ainda está começando a pensar em implementar e tem interesse em saber mais sobre o assunto, separamos um ebook gratuito com maiores informações sobre o assunto, incluindo como atrair mais oportunidades para a sua marca.

Acesse e descubra mais sobre o growth hacking!

growth hacking para inbound marketersPowered by Rock Convert

100.000 pessoas não podem estar enganadas
Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *