Por Redator Rock Content

um de nossos especialistas.

Publicado em 15 de abril de 2020. | Atualizado em 15 de abril de 2020


A crise traz incertezas para todas as empresas. Nesses momentos, é preciso adaptar ações e mudar estratégias. A agência Finco é um case de sucesso da iClips, por conseguir se superar em muitos obstáculos, mesmo diante de uma pandemia. Confira a história!

Manter a agência produzindo bem, em momentos turbulentos, é sempre um desafio. De modo geral, as dicas para enfrentar crises consistem em ampliar os nichos de atendimentos, já que assim a atuação é menos arriscada. Mas como fazer isso quando se tem uma empresa bastante nichada? A agência Finco é um dos nossos cases de sucesso nesse sentido!

Focada em trabalhar com comunicação de agronegócio e acostumada a realizar feiras e exposições, a Finco se viu em um grande problema assim que a pandemia do coronavírus chegou ao Brasil. Cancelamentos de eventos foram inevitáveis. Contudo, com algumas mudanças estratégicas, a empresa tem conseguido se sair muito bem.

A história foi toda detalhada no webinar realizado pela Karina Vasconcellos, da iClips, juntamente do Daniel Pauli, da agência Finco, na tarde do dia 7 de abril. Para você ficar por dentro dos assuntos debatidos, fizemos um resumo das principais implementações e seus resultados. Confira a seguir!

O início do cenário

A agência Finco conta com mais de 10 anos de experiência em comunicação, tendo como nicho o agronegócio. A promoção de feiras é um dos principais trabalhos e meios de faturamento. 

Em nosso webinar, Daniel contou que recebeu a notícia sobre a pandemia durante a montagem dos stands para uma grande exposição. A quarentena havia sido imposta e eles se viram obrigados a fazer o cancelamento não só desse evento, mas de todos os outros que viriam.

A preocupação era imensa, já que a empresa era acostumada a trabalhar nesse tipo de divulgação para que seus clientes ganhassem notoriedade. Foi então que ele começou a se perguntar o que fazer para minimizar o impacto pelos cancelamentos e adiamentos das exposições, de modo a melhorar esse cenário tanto para a agência quanto para os clientes.

As mudanças na estratégia

Não havia dúvidas de que a ressignificação na forma de agir era necessária. Ainda que não tivessem o mesmo fluxo de caixa de antes, parar completamente o trabalho seria pior. Dessa forma, a agência Finco adotou as seguintes ações!

Adaptação na comunicação

Daniel conta que teve a ideia de investir em conteúdo digital para orientar os clientes nessa nova fase. Ele gravou um vídeo individual e nominal a cada um deles, enunciando que os serviços ainda estavam sendo prestados e que poderiam usar a internet para isso. Avisou que enviaria mais informações no dia seguinte, em uma newsletter. 

O resultado foi positivo. Além de várias pessoas interessadas, a agência conseguiu fechar um contrato que estava em andamento, mas o cliente havia pedido uma pausa, devido à crise.

Mais foco na gestão de equipes

Toda a equipe precisou mudar o mindset e se adaptar ao home office. Contudo, no início, a produtividade de todos passou a ser outro desafio. 

A agência Finco já era cliente da iClips. Aproveitou o software para ajudar na comunicação, na alocação de tarefas, no planejamento das atividades e no controle o nível da produção. O design no estilo kanban facilita essa organização, pois oferece uma visão sobre as obrigações e o andamento das tarefas de cada um.

Equipes que não estão acostumadas a trabalhar com ferramentas digitais podem sentir resistência ao uso, inicialmente. Para isso, Karina e Daniel mostraram que a mudança na cultura é necessária. É importante todos entenderem que essa novidade não tem o objetivo de controlar, mas sim de automatizar e perceber o que pode ser otimizado nas tarefas. 

Implementação do timesheet

O timesheet é uma ferramenta de inteligência de negócios. Ele ajuda a ter visão mais clara sobre a produtividade e o tempo da equipe despendido em uma tarefa. Essa percepção é muito proveitosa, pois ajuda a dar mais clareza sobre: 

  • os motivos por trás dos pedidos de refação: quais os gargalos?
  • a adequação na precificação do job: o projeto tem valido a pena para a agência ou tem sido muito custoso?
  • a organização na gestão: uma pessoa tem ficado mais sobrecarregada que a outra?

Organização das finanças

Em situações de crise, o caixa da agência é um dos primeiros afetados. Contudo, quanto mais gestão houver, mais suave será passar pelo momento. Um software também é promissor nesse quesito, ajudando a controlar o fluxo de caixa e fazer uma projeção a médio e longo prazo, de modo a saber, por exemplo:

  • o que tem para entrar e sair;
  • clientes inadimplentes;
  • contas atrasadas.

Insights trazidos pela crise

Daniel e Karina também comentaram sobre algumas percepções trazidas pela crise. Algumas são relatas a seguir.

A necessidade da tecnologia

A agência Finco, até uns anos atrás, ainda tinha servidor físico, no qual salvava vários dados importantes. Apesar de praticarem o backup, ele não era atualizado com frequência. Em uma situação problemática, tiveram muitas informações perdidas. Depois disso, entenderam a importância de ter uma solução na nuvem, pelo fato proporcionar mais segurança. Hoje, esse investimento tem sido ainda mais válido, com a necessidade do trabalho remoto.

A importância do relacionamento mais próximo com o cliente

O cliente precisa ver a relação como um recurso indispensável. A geração de valor na parceria é imprescindível, e ela é construída no dia a dia, a partir de conversas e alinhamento de projetos.

A adaptação no relacionamento e na forma de oferecer o serviço é necessária, às vezes. Se os eventos presenciais não são possíveis, investir nos digitais é uma opção. Conteúdos escritos, vídeos, webinares são apenas alguns dos exemplos. 

Quem nunca fez isso antes pode encontrar várias orientações relevantes pela internet. A Karina deu a dica que a Rock Content está com vários cursos liberados que ajudam a investir na presença digital.

O software da iClips também auxilia nessa questão. Um dos módulos tem como objetivo, inclusive, facilitar o contato com o cliente. Na interface, ele recebe tudo o precisa aprovar e tem uma visão de como ficará o projeto, podendo já sugerir melhorias, evitando muitos ajustes, por exemplo.

O valor da comunicação

Comunicação é investimento. O cliente precisa ter clareza nisso e, por mais que seja algo óbvio para agências, pode não ser para ele. Nesse sentido, é necessário ajudá-lo a encontrar meios diferentes de transmitir informações ao leads dele. Investir em e-commerce ou no próprio WhatsApp é um caminho para quem está impedido de vender pela loja física. 

A comunicação também deve ser voltada para dentro da empresa, com os colaboradores. O endomarketing é uma forma de engajá-los. Com isso, ainda se sentem empenhados em melhorar, mesmo diante de muitas dificuldades.

Em momentos de crise, é difícil não ser atingido em algum ponto. Contudo, assim como a agência Finco, é importante entender que o período será passageiro e é preciso continuar gerando valor no mercado. Além disso, os obstáculos podem ser oportunidades para mudanças que deixem a empresa ainda mais desenvolvida. 

Gostou de ficar por dentro do que aconteceu? O iClips tem uma versão gratuita e liberamos uma edição especial para ajudar você durante essa fase! Baixe o software e deixe sua agência mais bem gerida!

100.000 pessoas não podem estar enganadas
Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *