Por Matheus Clemente

Growth Hacker no Rock Stage

Publicado em 6 de agosto de 2018. | Atualizado em 17 de setembro de 2019


Joomla é uma das opções de CMS disponíveis no mercado. Entenda qual seu funcionamento e as vantagens de contar com ele em sua estratégia de Marketing de Conteúdo.

O Joomla é um CMS cuja sigla significa Content Management System, ou seja, é um sistema voltado para gestão de conteúdo na web.

Ele foi criado em 2005 por um grupo de desenvolvedores chamado OSM, que usaram PHP e base de dados MySQL, com a finalidade de proporcionar rapidez e flexibilidade na criação de sites, além de design personalizado e baixo investimento.

Desta forma, o Joomla ajuda na publicação e gestão de conteúdos na web, sobretudo para leigos, sendo utilizado para lojas virtuais, blogs corporativos, portais de notícia, catálogos de serviços, entre outros formatos.

E, neste artigo, mostramos a você todas as vantagens que esse CMS pode trazer à sua estratégia digital. Vamos lá?

O que é um CMS?

Mas, primeiro, vamos entender o que é um CMS e porque ele é tão útil. Um Content Management System é uma plataforma que oferece as ferramentas necessárias para criar, publicar e gerir conteúdos online.

Hoje, a maioria dos CMS vêm com diversas ferramentas necessárias para a criação de qualquer tipo de conteúdo, embora a tomada de decisão na hora de comprar um sistema deva ser no sistema que lhe pareça mais apropriado para o seu objetivo.

Inclusive, mesmo pessoas que não tenham experiência em desenvolvimento web podem se beneficiar do uso de um CMS.

E até profissionais que conhecem programação podem tirar proveito de CMS nas vezes em que faça mais sentido usar uma plataforma ao invés de criar um site totalmente do zero.

E open source? O que é?

Open source, como o próprio termo em inglês diz, é um modelo de desenvolvimento em código aberto tanto para criação de design quanto produtos ou sites, permitindo que as pessoas envolvidas no projeto consultem, examinem ou modifiquem o produto.

Dessa forma, o open source traz as seguintes características:

  • distribuição livre da licença do programa;
  • código fonte que permita a distribuição na forma compilada;
  • possibilidade para que modificações sejam feitas;
  • integridade do autor do código fonte;
  • disponibilidade para qualquer área de atuação;
  • ter licença disponível para qualquer tipo de produto.

E o que é o Joomla?

Como dissemos no começo do post, o Joomla é um CMS de modelo open source. E, agora que estes dois termos foram explicados, vamos conhecer o que é o sistema Joomla.

O Joomla usa templates com funcionalidades pré-definidas, tais como formulários de contato, caixa de comentários, galeria de fotos, e afins.

Além disso, novas funcionalidades podem ser inseridas sem a necessidade de saber programas ou desenvolver sites, pois basta instalar outros templates ou suas extensões.

Assim, a criação de um site ou blog corporativo fica mais rápida e simplificada. E caso seja preciso fazer alguma alteração no código do site, isso é possível por se tratar de um sistema de código aberto.

mini checklist de blog

Embora o WordPress seja o líder em CSM open source, o Joomla também representa uma boa fatia desse mercado. Afinal, aproximadamente 5,9% dos sites em todo mundo que usam gerenciador de conteúdo fazem uso do Joomla.

Para se ter uma ideia, empresas como Nintendo e General Eletric usam o sistema conforme aponta o show case do Joomla.

Como funciona o Joomla?

Agora vejamos o passo a passo de como você pode usar o Joomla. Comecemos pela instalação do sistema.

Como instalar o Joomla

Instalar o Joomla é um processo simples. Primeiro, você deve baixar e instalar a última versão do Joomla. Os passos para isso são:

  1. Extrair o conteúdo baixado e mover os arquivos para o diretório no seu servidor de hospedagem em que o Joomla será instalado. Você pode fazer isso via FTP ou por meio do cPanel do seu host.
  2. Criar um banco de dados no seu servidor de hospedagem.
  3. Acesse o endereço em que você inseriu os arquivos de instalação e siga as instruções que aparecem na tela.
  4. Ao fazer a instalação, informações sobre o seu site e banco de dados serão pedidas assim como nome do site, descrição e e-mail do administrador.
  5. Uma vez que a instalação seja concluída, uma tela aparecerá dizendo “Parabéns! O Joomla foi instalado com sucesso”. Nesse momento, o sistema pedirá que o diretório de instalação seja excluído. A etapa de instalação de novos idiomas também deverá aparecer, o que é um excelente recurso para usar o sistema no seu idioma nativo.

Como usar o Joomla na prática

Uma vez que a instalação esteja concluída, você passa a ter acesso ao painel administrativo do site.

Após fazer o login, você terá acesso à administração do site assim como conteúdos, usuários, estruturas, configurações, e afins.

Para ver a aparência do site, clique no nome do site que aparece no canto superior da tela.

A primeira aparência pode não parecer muito atrativa, porém, não se preocupe. A instalação de novos templates não é complicado.

A primeira coisa a fazer é buscar por temas para o seu Joomla como no Template Monster ou Theme Forest.

Para baixar o tema escolhido, você deve ir em “Extensões”, depois em “Gerenciar”, e por fim em “Instalar”.

O tema instalado será definido como padrão. Seja qual for o tema, é possível escolher estilo, funções, cores, fontes, tamanhos, layouts, etc.

Quais são as funcionalidades do Joomla?

O Joomla tem diversas características interessantes e úteis, trazemos aqui as principais.

Suporte

Como o Joomla é um open source, isso dá aos desenvolvedores a possibilidade de contribuírem inteiramente para o projeto. E caso alguma dúvida apareça, pode-se buscar por ajuda em fóruns ou sites sobre o assunto pela web.

Atualizações

A maneira como as atualizações são feitas é uma das maiores preocupações de qualquer sistema. Afinal, uma desatualização pode trazer lentidão e problemas de segurança.

O Joomla faz verificação automática uma vez que o sistema atualize todas as extensões. Assim, além de avisar quem administra o site, ele também permite que a atualização seja feita em poucos cliques.

Recursos de marketing

Gerenciamento de banners e ferramentas de marketing estão entre as extensões disponíveis no Joomla e são grandes facilitadores para o seu site, portal ou blog caso o seu objetivo seja conversão em vendas.

Gerenciador de conteúdo

O gerenciamento de conteúdo é a principal função do Joomla, afinal, ele foi criado para essa função. Desta forma, organizar e categorizar o conteúdo do site ou blog torna-se mais fácil pelo Joomla por conta das ferramentas de gestão que não requerem linhas de código.

Extensões

No diretório do Joomla existem mais de 7600 extensões com as quais você pode ampliar as funcionalidades do site assim como os plugins no WordPress. Destacamos aqui algumas delas.

Akeeba Backup

Esta é a extensão de backup mais usada no Joomla. Por meio dela, é possível transferir os backups para outro servidor ou restaurá-los num clique. Além disso, ele também permite programar o backup automático em intervalos de tempo determinados por você.

EasyBlog

Com ele você consegue transformar o Joomla num blog. Ele é considerado pelos usuários o melhor sistema para criar blogs no Joomla, além de ser integrado com a maioria dos templates.

HikaShop

Se a ideia é ter uma loja virtual, esta extensão atribui ao seu site as principais funções de um e-commerce tais como catálogo de produtos, carrinho de compras e integração com métodos de pagamento como PayPal e Google Checkout.

Sigplus

Esta é uma extensão para criação de galeria de fotos e gerenciamento de imagens. As galerias podem ter largura fixa ou responsiva, além de serem exibidas em carrossel e outras maneiras. Ou seja, é uma ferramenta simples e com muitos recursos.

Quais são as vantagens de usar o Joomla?

A principal vantagem do Joomla é que qualquer pessoa, independentemente do conhecimento que tenha com CMS, pode construir um site ou blog.

E, caso alguma dúvida surja, também é possível encontrar ajuda nas comunidades formadas por usuários do sistema que podem responder perguntas e dúvidas sobre o sistema.

Outro benefício é que se trata de um sistema de gestão de conteúdo bem versátil. Afinal, o Joomla consegue atender desde blogs pessoais até sites institucionais de maneira 100% customizável.

Assim, o Joomla também pode ajudar a economizar investimentos voltados para soluções digitais, pois não requer a necessidade de serviços e profissionais especializados.

Mesmo se você for parte do time de marketing, pode operá-lo sem problemas quando precisar adicionar uma função ao blog corporativo ou criar uma página de captura para geração de leads.

E quais são as desvantagens?

Como nem tudo são flores, o Joomla possui algumas desvantagens que você deve levar em conta. A primeira dela é o tempo de aprendizado para usar a plataforma ser maior do que noutros CMS como o WordPress, por exemplo.

Além disso, manter um blog no Joomla não é tão simples por exigir instalação das extensões para que a plataforma funcione de maneira adequada.

Por fim, apesar do Joomla contar com um sistema de URLs amigáveis tal como ocorre no WordPress, essa não é uma função padrão da ferramenta. Para ativá-la, é preciso ir em configurações globais e acionar a opção “Search Engine Friendly URLs” em configurações de SEO.

E por falar nisso, agora que você já sabe o que é o Joomla e como ele funciona, que tal aprender mais sobre SEO? Então, confira o curso da Universidade Rock Content sobre Search Engine Optimization!

Curso SEO

100.000 pessoas não podem estar enganadas
Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *