Por Ana Júlia Ramos

Redatora freelancer da Rock Content

Publicado em 6 de fevereiro de 2019. | Atualizado em 21 de novembro de 2019


Conheça os principais atributos da rede social de negócios mais famosa do momento! Em nosso guia do LinkedIn, você vai aprender a unir estratégias de Marketing Digital e redes sociais na construção de um perfil atraente.

Já ouviu falar naquela frase “quem não é visto não é lembrado”? Quando pensamos no universo das redes sociais, ela faz todo sentido. Marcas ao redor de todo o mundo vêm investindo pesado na presença online, e você não pode ficar de fora dessa.

Além do Facebook e do Instagram, já posicionadas como grandes plataformas de negócio, existem outras opções que valem todo o investimento. No nosso guia do LinkedIn, você vai aprender a explorar a rede social que vem conquistando o mundo e pode ser sua nova grande oportunidade.

Neste conteúdo, vamos explorar muitos tópicos importantes sobre o tema. Eles são:

O que é o LinkedIn? 

Por mais que muita gente acredite que o LinkedIn é recente — ele demorou um certo tempo até se popularizar no Brasil — a rede social foi criada lá em 2003.

Um grupo de amigos percebeu que, naquela época, ainda não existia um ambiente online focado na troca de experiências, tendências e informações sobre o mercado de trabalho. A partir daí, convidaram cerca de 300 participantes para o teste e fundaram o LinkedIn.

Em menos de 1 ano de existência, a rede social já contava com mais de 1 milhão de usuários. Ela se posiciona como um espaço para que profissionais ao redor do mundo possam compartilhar informações sobre suas carreiras e, dessa forma, prosperar.

Já sabemos que isso é totalmente possível, já que a plataforma de vagas — o LinkedIn Job Search — é uma das principais formas de contratação de muitas empresas. 

Hoje em dia a rede conta com mais de 550 milhões de usuários, distribuídos em 200 países. Em termos de número de cadastrados, o Brasil está na terceira posição, perdendo apenas para os Estados Unidos e a Índia!

O Social Media Trends, pesquisa que apresenta um panorama das empresas e dos usuários nas redes sociais, apontou outros dados que fortalecem os motivos para estar presente na rede e investir em estratégias:

  • 96,2% dos usuários de internet estão em alguma rede social;
  • 62,6% consideram que as redes sociais têm um papel muito importante para as empresas;
  • 67,2% dos usuários estão presentes no LinkedIn.

Quais recursos ele oferece?

Agora que você já entendeu um pouco sobre o panorama da rede social e percebeu como é importante estar presente nela, é hora de descobrir como funcionam os principais recursos do LinkedIn.

A plataforma não é muito diferente de outras redes como o Facebook, por exemplo. Nela você deverá escolher uma foto, definir um nome e a descrição da página, inserir localização, sites ou outras redes sociais, além de informações técnicas como ramo da empresa e número de funcionários.

Uma diferença muito importante na rede é a existência de perfis pessoais e Company Pages (algo como perfis corporativos). No caso de empresas, o ideal é seguir na segunda opção — assim como você faria no Facebook. 

As Company Pages contam com uma série de informações e relatórios estratégicos entregues pelo próprio LinkedIn sem custo algum. Com eles, será possível analisar pontos positivos ou questões a serem melhoradas na gestão da página.

Como criar um perfil atraente na rede? 

Um ponto importante para um guia do LinkedIn são os principais atributos de um perfil atraente. De forma simples, é possível otimizar a página para conquistar mais pessoas interessadas em conhecer a sua marca e, quem sabe, fechar negócio.

Criando as Company Pages

Fazer uma página profissional é muito simples! Primeiro, na página inicial do LinkedIn, você deve clicar no botão “Soluções” localizado no canto superior direito da página. Depois de descer a barra de rolagem até o final, vai encontrar a sessão “Criar uma LinkedIn Page”.

LinkedIn

Depois, você terá acesso a uma página que inicia um questionário sobre o tamanho/proposta da empresa. Sabia que o LinkedIn oferece páginas exclusivas e otimizadas para Instituições de Ensino?

LinkedIn

Após selecionar o perfil desejado, é hora de inserir todas as informações que farão parte da página. É importante adicionar tudo bem completo, imaginando que o seu leitor possa resolver a maior parte das suas dúvidas iniciais antes de entrar em contato com você.

Quanto menor for o gargalo de informações, maiores serão as chances do contato ser feito na hora de fechar o negócio — ou ao chegar perto disso.

LinkedIn

Depois de preencher os campos, a sua página estará pronta! Lembre-se de verificar todos os links, telefones para contato, endereço e qualidade das imagens. Esses são pequenos pontos que, caso passem despercebidos, podem gerar desinteresse por parte do público. 

LinkedIn

Prontinho! Agora é hora de publicar os conteúdos e começar a, de fato, conquistar o público e prospectar clientes.

Definindo o tamanho correto de imagens

O LinkedIn apresenta um tamanho específico para as imagens ou vídeos de acordo com as necessidades visuais do perfil. Veja os principais abaixo:

  • foto de capa: 1400 x 220 pixels;
  • logomarca: 110 x 110 pixels;
  • banner de produtos: 646 x 220 pixels;
  • posts: o ideal é 1200 x 627 pixels ou a proporção 1,91:1.

Mantendo o conteúdo atualizado

Lembre-se de manter um calendário de publicações atualizado. As timelines de redes sociais são uma espécie de competição, ou seja, quando não existe constância, sua marca e o conteúdo ficarão perdidos em meio à concorrência, perfis de colegas de trabalho ou qualquer outra página que o usuário curta.

Além da periodicidade das publicações, não se esqueça da qualidade. Use da criatividade para desenvolver pautas interessantes, que entreguem conteúdo relevante e façam com que o público queira realmente permanecer ali.

Respondendo de forma ágil

Você já ouviu falar no SAC 2.0? Ele diz que, com a evolução dos meios de comunicação unidos às novas tecnologias, as redes sociais se transformaram em um dos principais canais de atendimento ao cliente.

Nunca subestime o poder de uma plataforma online para elevar — ou destruir — a reputação de uma marca. Por isso, entregue respostas rápidas, esclarecedoras e demonstrando preocupação real sobre os seus usuários. 

Como explorar o LinkedIn no Marketing Digital?

Agora que você já sabe as principais formas de usar o LinkedIn a favor do seu negócio, é hora de desenvolver estratégias melhores, mais criativas e com poder de conversão. 

O Marketing Digital é um forte aliado na caminhada de se posicionar como destaque na rede. Vamos explicar agora como isso pode ser feito a partir de passos simples!

Use recursos de SEO

O SEO é importante não apenas quando falamos sobre rankeamento nos mecanismos de busca — algo que provavelmente você já conhece — mas também é uma ferramenta poderosa nas estratégias de fortalecimento e reconhecimento de marca.

Ao definir uma nuvem de palavras-chave que serão exploradas nos textos, imagens ou hashtags, por exemplo, o público cria um maior conforto com a marca e passa a associá-la com esses termos.

Crie estratégias de Call To Actions

O famoso CTA, item queridinho — e fundamental — nas estratégias de Marketing Digital, também deve ser utilizado com inteligência nos conteúdos.

Afinal, você está no LinkedIn por um motivo! Basta definir as principais prioridades e desdobrá-las ao final de cada publicação. A ideia é levar para o site? Para um blog post? Para algum endereço físico?

Faça chamadas criativas e instigue a curiosidade do leitor. Quando bem usado, o recurso é poderoso na conversão!

Divulgue o perfil em outros canais

Unir as forças de vários canais é fundamental para criar uma unidade digital — ou seja, mostrar que a sua empresa está presente nos principais canais online — e também para fortalecer a marca.

Crie banners de divulgação das redes sociais e coloque-os no site, no blog e até mesmo em materiais impressos. O fortalecimento da informação faz com que o usuário da sua rede social “caia na boca do povo” de forma instantânea, ou seja, quando alguém precisar dos seus serviços, será questão de segundos até encontrar a sua página!

Entregue conteúdo relevante

Uma proposta de conteúdo relevante vai além da divulgação de uma marca, seus produtos, vantagens e principais atributos. Ela entrega conteúdo que faça sentido no dia a dia do usuário, não apenas na hora de fechar negócio.

Quando você pensa aonde quer chegar com um perfil no LinkedIn — ou em qualquer outra rede social — tenha em mente que o cenário ideal é se transformar naquela marca parceira, presente em todos os momentos e que entrega conteúdo relevante.

Isso pode ser feito com a incorporação de editorias contendo dicas, tendências, informações relevantes sobre o mercado, curiosidades da marca/produtos ou história de colaboradores, por exemplo. O que importa é gerar identificação e proximidade. 

A proposta de valor por trás da marca e do que ela oferece devem ser prioridades em qualquer momento da atuação. Fechar vendas online é um grande desafio, porém, quando feita com propósito, se transforma em algo muito mais prazeroso e com grandes chances de sucesso!

Se você gostou do nosso guia do LinkedIn, tenha certeza que ainda existem outros conteúdos muito importantes sobre essa plataforma para aprender. Por isso, aproveite sua visita e descubra como implementar estratégias de marketing nessa rede social! 

Marketing no LinkedinPowered by Rock Convert

100.000 pessoas não podem estar enganadas
Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *