Por Redator Rock Content

um de nossos especialistas.

Publicado em 17 de setembro de 2019. | Atualizado em 14 de janeiro de 2020


Lovemark é um conceito utilizado no Marketing para se referir a uma marca que já conseguiu gerar um bom nível de confiança e comprometimento entre seus clientes e que por isso permanece em suas lembranças e é recomendada a outros potenciais clientes.

A maior parte das marcas que “chegou lá” fez isso porque seu objetivo foi além de obter clientes fiéis. O verdadeiro segredo do seu sucesso está em fazer com que as pessoas sintam amor pela sua marca, transformando-as em lovemarks.

Fazer com que sua marca se transforme em uma lovemark não é mais que conquistar o engajamento dos seus clientes, levando-o à sua máxima expressão.

Ou seja, fazer com que o vínculo alcançado entre sua marca e os consumidores seja tal que supere qualquer racionalidade, incluindo os benefícios dos seus produtos e serviços.

Para transformar sua marca em uma lovemark é preciso conhecer profundamente seu público-alvo e focar nas suas necessidades para que, literalmente, comece a sentir amor por ela.

Neste artigo vamos explicar tudo o que você precisa saber sobre esse interessante tema e por que você não deve descansar até que a sua marca atinja esse ponto. Nele, você verá:

Vamos lá!

O que é lovemark?

O conceito foi definido pelo gênio do marketing e da publicidade Kevin Roberts, e basicamente trata-se de uma estratégia de marketing na qual se une o amor e a marca.

Uma lovemark é aquela que conseguiu se posicionar como a primeira opção do seu público-alvo, graças à geração de vínculos emocionais bem consolidados que fazem com que a fidelidade e o compromisso dos seus consumidores se transforme em amor pela marca.

Segundo Kevin Roberts o vínculo entre uma marca e o consumidor pode chegar a uma paixão se a marca conseguir desenvolver três elementos:

  • sensualidade;
  • intimidade;
  • mistério.

Sensualidade

Para entender como uma marca pode ser sensual para os consumidores podemos retornar a Kevin Roberts, quem explica que uma marca é sensual quando tem a capacidade de estimular cada um dos nossos sentidos.

Intimidade

No contexto das lovemarks, a intimidade se refere ao fato de que as marcas são capazes de ter uma relação íntima com os clientes, como se fossem um casal.

Isso quer dizer que o compromisso, a paixão e a empatia são as bases que sustentam a relação entre o consumidor e a marca.

Mistério

Falar sobre mistério no contexto do Marketing refere-se ao fato de que sempre as marcas sempre geram expetativa nos seus consumidores. Ou seja, é possível sempre ter um ás na manga, disponível para gerar uma emoção inesperada nos clientes ao conhecerem seu produto.

Se os clientes soubessem cada detalhe de algo ainda a ser lançado no mercado, não existiria aquela curiosidade de conhecer cada um dos detalhes do produto ou serviço.

Fazendo uma analogia com as relações amorosas, geralmente se você não tiver curiosidade e expetativa sobre aquela pessoa de quem você gosta, acaba perdendo o interesse por ela.

Outra forma de criar esse mistério é contando histórias que deem assas à imaginação dos clientes, e fazer com que eles se visualizem dentro desses cenários (ao mesmo tempo em que, idealmente, esses cenários estejam relacionados com a marca em questão).

As marcas devem buscar gerar esses três elementos para que assim, os consumidores se deixem levar pelos seus encantos e se apaixonem profundamente.

Dessa forma, os clientes que sentem amor pela sua marca vão acabar escolhendo-a sem se importar com o preço nem com os benefícios que outro fornecedor possa vir a oferecer. Isso não é incrível?

Por que é importante para uma marca se tornar uma lovemark?

A importância do significado de lovemark para as empresas é que a sua marca passa de um nível médio de engajamento com o público para gerar um nível de comprometimento tão grande que poderia ser comparado com estar verdadeiramente apaixonado.

O fato de que as empresas realizam estratégias de marketing com o objetivo de gerar um engajamento cada vez maior nas pessoas que consomem seus produtos ou serviços faz com que eles terminem colocando sua lealdade acima da sua racionalidade.

Isso quer dizer que a lealdade e o compromisso que temos com a nossa lovemark é testado no momento de tomar uma decisão de compra, por exemplo:

  • isso é realmente necessário?
  • essa é a melhor opção para mim?
  • vale a pena gastar essa quantidade de dinheiro?

É por isso que se sua marca chega nesse nível de engajamento, você passa a ter a vantagem de poder trabalhar com uma faixa de preços maior do que a trabalhada no mercado.

Isso quer dizer que devido ao fato de seus consumidores serem movidos pelo amor (e não pela razão), o custo do seu produto será algo a ser deixado em segundo plano.

Outra vantagem de aplicar esse conceito é que os produtos passam a ter uma alta demanda entre os consumidores, uma vez que ter itens de uma lovemark é associado com status, e isso é algo que todos desejam.

Como construir uma lovemark?

Para fazer que sua marca passe a ser uma lovemark é indispensável considerar três principais aspectos, que apresentamos a seguir.

Foque em um nicho de mercado

Para conseguir transformar a sua marca em uma lovemark de uma forma mais simples, é de grande utilidade que suas campanhas publicitárias e estratégias de marketing foquem em um nicho de mercado específico.

Isso quer dizer que você já está em outro nível se identificar um grupo de consumidores pouco atendidos pela concorrência e oferecer um produto que ele realmente acreditem ser incrível.

Mire na emoção e não na razão

Hoje em dia é fato que se seus anúncios publicitários conseguem mexer com as emoções das pessoas, existe uma grande possibilidade de que ela acabem optando pela sua marca ao procurarem por um artigo ou serviço que as ajude em alguma situação.

Se você conseguir captar a atenção de novos clientes por meio da empatia, isso acaba desenvolvendo um vínculo entre sua marca e o cliente, e ele termina cedendo diante das emoções geradas.

Mantenha a curiosidade dos seus clientes

Sempre que for lançar uma campanha, nunca conte tudo. Ao manter seu público curioso e na expectativa, definitivamente o terá sempre atento aos seus novos lançamentos.

Conclusão

É impressionante o poder que as emoções têm nos consumidores atualmente. As lovemarks sempre vão se diferenciar das outras marcas porque simplesmente focam nas emoções.

Então, podemos confirmar que o ditado que diz que o amor é cego é totalmente correto. Se sua marca consegue mexer com as emoções constantemente e você constrói uma lealdade que supere os limites da racionalidade, pode dizer com toda certeza que você tem uma lovemark.

Lembre-se que é preciso estar sempre em constante renovação e na busca de manter seus clientes fiéis e apaixonados, fazendo com que sejam embaixadores de sua marca.

Se você achou interessante este artigo e quer aprender mais sobre como construir uma marca de sucesso, vai adorar nosso ebook sobre como construir defensores para sua marca!

Como construir defensores para sua marcaPowered by Rock Convert

100.000 pessoas não podem estar enganadas
Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *