Por Gabriel Camargo

Redator freelancer da Rock Content.

Publicado em 8 de maio de 2019. | Atualizado em 16 de agosto de 2019


O Marketing de Massa é uma estratégia que se difere das tendências atuais do mercado, uma vez que não segmenta as suas ações, pelo contrário, ela foca em impactar o máximo de usuários possível com seus anúncios. Apesar de não parecer, essa estratégia ainda tem o seu valor e pode ser eficiente de acordo com os objetivos do seu planejamento estratégico.

Uma das principais mudanças geradas pela transformação digital é justamente o fortalecimento do consumidor. Mais exigente, ele quer que as empresas passem a atraí-lo de acordo com os seu gostos, preferências, problemas e desejos. Como resposta, as organizações investem cada vez mais na segmentação das suas estratégias de Marketing.

Dentro do Marketing Digital, por exemplo, a personalização dos anúncios e conteúdos é considerado fundamental para o sucesso das ações e campanhas de comunicação. Porém, existem outras estratégias que ainda resistem ao novo comportamento do usuário e apostam justamente na falta de segmentação, como o Marketing de Massa.

Em vez de focar em ações mais personalizadas, o objetivo dessa estratégia é impactar o máximo de clientes possível. Que tal saber se ela pode ser eficiente para o planejamento da sua empresa? Continue a leitura para entender o que é Marketing de Massa, como ele é aplicada, além das vantagens e desvantagens para o seu negócio. Confira!

Continue a leitura para entender o que é Marketing de Massa, como ele é aplicada, além das vantagens e desvantagens para o seu negócio. Confira!

O que é Marketing de Massa?

Muitas vezes, uma equipe de Marketing conta com um orçamento apertado para realizar as suas estratégias e, sem dúvidas, precisa apresentar resultados positivos para as outras áreas da empresa. Assim, o planejamento acaba se voltando para técnicas que buscam a segmentação e personalização, principalmente para executar ações mais precisas.

O Marketing de Massa é exatamente o oposto: é uma estratégia com foco exclusivo em impactar o maior número possível de clientes em potencial. Nicho, persona ou mesmo público-alvo são conceitos ignorados ao aplicar essa estratégia. A ideia é expor a sua marca ao máximo de pessoas, sem nenhum tipo de diferenciação.

Esse conceito surgiu na década de 1920, quando as empresas passaram a contar com o rádio como um canal de comunicação em massa. Dessa forma, anúncios que antes se restringiam aos locais de atuação das marcas passaram a atingir uma maior quantidade de possíveis consumidores.

Ao longo do século XX, foi se tornando uma estratégia de Marketing muito eficiente, principalmente com a chegada da televisão, permitindo um impacto ainda maior nos consumidores. Apesar de ter ganhado a “concorrência” de estratégias mais segmentadas, muitas empresas ainda apostam no Marketing de Massa para atrair novos clientes.

O método é o mesmo: por meio de canais de comunicação populares, o objetivo é divulgar uma marca, produto ou serviço sem distinção de público e chamando a atenção de uma grande audiência. Geralmente, essa estratégia é adotada por empresas desconhecidas que querem entrar em um mercado ou para lançar um novo produto.

A estratégia por trás desse conceito é gerar valor para marca por meio da exposição ao maior grupo possível de clientes em potencial. A ideia de valorizar a experiência do consumidor, atender suas demandas e criar anúncios que chamem a atenção dele justamente pela personalização é deixada de lado.

Indo na contramão das práticas na era da transformação digital, o Marketing de Massa tem como objetivo modificar o comportamento do usuário a partir dos seus anúncios impactantes, mas os resultados não são facilmente mensuráveis. Portanto, ao adotar essa estratégia, a eficiência das campanhas — como o ROI ou taxa de cliques — não importa tanto.

O Marketing de Massa tem, portanto, as seguintes características:

  • foca em impactar um grande grupo de consumidores;
  • utiliza os canais de comunicação mais populares para anunciar;
  • conseguir algum retorno por impactar um grande número de indivíduos;
  • geralmente é utilizado para empresas que estão entrando no mercado, introdução de novos produtos ou para itens de necessidade básica.

Quais são as técnicas mais conhecidas dessa estratégia?

Apesar de não focar em um público específico e apostar na generalização dos seus anúncios e campanhas, algumas técnicas se destacam dentro do Marketing de Massa.

Abordagem Shotgun

A ideia da Abordagem Shotgun (Shotgun approach) consiste em atrair o maior número de olhares para a sua marca, independentemente de quem sejam os usuários, não realizando nenhum tipo de segmentação. Ou seja, diferente de um rifle — que conta uma mira em busca de maior precisão —, a shotgun (espingarda) não tem um alvo específico.

A mensagem transmitida deve ser a mais genérica possível, que consiga passar a mesma ideia para os diferentes usuários a serem impactados. Na maioria dos casos, a Abordagem Shotgun é aplicada nos canais de comunicação mais populares — rádio, televisão e Internet — em busca de mais clientes por meio de uma mensagem não segmentada.

Marketing de Guerrilha

Outra técnica utilizada dentro do Marketing de Massa é o Marketing de Guerrilha. Na prática, consiste em ações, anúncios e campanhas que pretendem chocar uma grande audiência, seja por meio de mensagens criativas ou emocionantes. A ideia é chamar a atenção do público e envolver o consumidor por meio da mensagem transmitida.

Para superar a enorme concorrência pela atenção do consumidor, o Marketing de Guerrilha se comunica com muitos de uma só vez com ações chocantes e chamativas. A técnica pode ser utilizada para provocar uma reação, seja comprar um produto, conhecer uma marca, alfinetar o concorrente ou mesmo reavaliar suas prioridades.

Você também pode se interessar em descobrir essas diferentes formas de fazer marketing!
👉 Marketing de Utilidade: o que é e como aplicar essa estratégia?
👉 Marketing Interno: o que é, principais tipos e cases de sucesso
👉 Marketing Institucional: o que é e como aplicar na sua empresa
👉 O que é marketing de nicho e por que você deveria se importar?
👉 Marketing de recomendação: por que ele é tão importante ?

Quais as vantagens e desvantagens do Marketing de Massa?

Muito tradicional dentro da publicidade, o Marketing de Massa sobrevive mesmo com as mudanças no comportamento do consumidor. Dessa forma, muitos profissionais da área não sabem se devem apostar ou não nessa estratégia. Para acabar com as dúvidas sobre o assunto, listamos as vantagens e desvantagens. Confira!

Vantagens

A principal vantagem do Marketing de Massa é, sem dúvidas, impactar, em uma só mensagem publicitária, milhares de consumidores. Um anúncio no Super Bowl, por exemplo, vai ser visto por milhões de pessoas por todo o mundo e pode ser muito eficiente para fortalecer a imagem da sua marca, mesmo sem um público específico.

Operando em uma escala maior de audiência, a distribuição se torna mais barata, com apenas uma ação chegando aos mais diversos usuários, com um melhor custo-benefício. Sendo assim, mesmo que uma campanha não gere nenhum retorno ao seu negócio, os gastos não foram tão altos, reduzindo as perdas até mesmo com pesquisas de Marketing.

Outra vantagem é o fortalecimento da sua marca pela ampla exposição em canais muito populares. Por isso, é tão eficiente quando falamos em empresas que estão buscando entrar em um mercado ou lançar um novo produto, conseguindo chamar a atenção do consumidor de forma mais eficiente do que com anúncios mais personalizados.

Desvantagens

Uma das principais mudanças no Marketing é a necessidade de compreender melhor quem é o consumidor, o seu comportamento e as suas dores, com a segmentação e personalização de anúncios e campanhas em alta. O Marketing de Massa, porém, vai na direção contrária e não considera as mudanças que acontecem nesse universo.

Todos os clientes recebem a mesma mensagem, sendo que a tendência é outra: dados da Kantar Media mostram que 51% dos usuários tem mais interesse em uma marca quando os anúncios são personalizados. Ou seja, por mais que você interaja com milhões de pessoas ao mesmo tempo, muitas delas não vão se importar com a sua ação.

A principal desvantagem é a baixa eficiência do anúncio, disputando a atenção do consumidor com ações personalizadas e customizadas, campanhas que se mostram mais eficazes. Além disso, essa é uma estratégia a curto prazo, não gerando nenhum benefício para a fidelização, por exemplo, outra necessidade cada vez maior das empresas.

Em quais situações o Marketing de Massa deve ser aplicado?

O Marketing de Massa é, portanto, uma estratégia bastante arriscada e que deve ser utilizada com cautela, levando em consideração o planejamento e os objetivos da sua empresa. Uma empresa que trabalhe com produtos muito específicos, por exemplo, não deve utilizar essa estratégia em seu plano de Marketing.

Marcas de produtos de necessidades básicas — como itens de higiene pessoal —, que já vão ter um grande número de interessados em seus produtos de qualquer maneira, apostam nessa estratégia. Companhias de telecomunicações também utilizam o Marketing de Massa, pois é um serviço muito popular, que as pessoas precisam cada vez mais.

Portanto, é fundamental avaliar exatamente qual a situação da sua empresa e, caso ela se encaixe nesse panorama, essa estratégia pode ser extremamente útil. Caso contrário, o melhor caminho é apostar outras frentes, que prezam pela personalização e segmentação das campanhas, como o Marketing de Conteúdo.

De acordo com o seu planejamento e objetivos, o Marketing de Massa ainda pode ter o seu valor e gerar algum tipo de resultado a curto prazo. Outras estratégias, porém, se mostram mais eficientes, especialmente quando falamos em segmentação e na oferta de produtos e/ou serviços mais personalizados para o consumidor.

Que tal, então, conhecer uma dessas estratégias que segue na direção contrária do Marketing de Massa? Por isso, separamos um artigo sobre uma técnica de personalização que vem ganhando muito espaço no mercado: entenda o que é Marketing Sensorial e saiba como usar os cinco sentidos para gerar vendas para o seu negócio!

100.000 pessoas não podem estar enganadas
Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *