Por Ana Júlia Ramos

Redatora freelancer da Rock Content

Publicado em 5 de novembro de 2018. | Atualizado em 22 de julho de 2019


Aplicativos para finanças são ótimas opções para qualquer pessoa em busca de maior clareza e controle em relação ao próprio dinheiro. Com eles, é possível analisar os gastos, compreender excessos e traçar metas muito mais alcançáveis!

Uma vida financeira saudável depende totalmente de organização. Quer acumular uma reserva de emergência? Sair do aluguel? Pagar dívidas? Ter recursos para se especializar em marketing digital? Ou, simplesmente, ter mais controle dos gastos a cada mês?

Sem um bom planejamento do próprio dinheiro, ousamos dizer que é muito difícil atingir até mesmo aquelas metas mais simples de serem alcançadas. Para isso, existem alguns recursos que podem ajudar, como os aplicativos para finanças.

Com eles, é possível controlar o próprio dinheiro e entender a situação financeira em poucos cliques.

Dessa forma, gastos desnecessários podem acabar em um piscar de olhos, abrindo espaço para a realização de todos os seus objetivos e metas!

Legal, não é? Mas, com tantas opções na internet, como optar pela melhor? Para ajudar na hora de escolher o seu futuro melhor amigo, selecionamos os 6 melhores aplicativos para finanças! Vamos lá?

1. Guiabolso

Guiabolso se tornou muito popular por contar com um recurso que transforma por completo a experiência de utilizar um aplicativo para finanças: a sincronização com contas bancárias.

Depois disso, vários outros aplicativos “surfaram na onda” e passaram a oferecer o serviço, que, antes, era feito apenas de forma manual.

Isso significa que, caso você quisesse ter um controle preciso das suas finanças, seria necessário ter o aplicativo em mãos a cada gasto realizado — ou, em outros casos, separaria um momento específico do dia, semana ou mês, para cadastrá-los de uma vez só.

No caso do Guiabolso, então, a preocupação é completamente eliminada, uma vez que todas as compras são sincronizadas diretamente no aplicativo.

A plataforma é capaz de ajudar o usuário a organizar as finanças a partir do momento em que ele entende como está gastando o próprio dinheiro: cada compra fica categorizada e é exibida em forma de gráficos.

Uma boa análise sobre os padrões financeiros mensais é fundamental para poupar mais dinheiro, ou investi-lo naquilo que realmente é necessário.

Está comprando comida em excesso? Os gastos com roupas foram demais nos últimos meses? Tudo isso pode ser visto no Guiabolso!

Além desses recursos, o aplicativo também permite que o usuário faça consultas em relação ao seu próprio CPF.

Elas são fundamentais na hora de pensar em realizar financiamentos, por exemplo, ou até mesmo em momentos mais simples, como ao fazer um cartão de crédito.

Por fim, uma terceira vantagem do Guiabolso, que salta aos olhos dos mais de 3 milhões de usuários no Brasil, é a possibilidade de acompanhar e contratar empréstimos disponíveis em bancos e instituições financeiras como um todo.

O aplicativo é gratuito, está disponível nas principais plataformas de smartphones — como o iOS e Android — e sua segurança é garantida pelos desenvolvedores.

2. Toshl Finance

Quer se divertir enquanto se organiza financeiramente? Com o Toshl Finance, que é gratuito e está disponível para sistemas operacionais como o iOS, Android e Windows Phone, a tarefa é superpossível!

Sua característica lúdica já pode ser percebida desde os primeiros minutos usando o app: um personagem, em forma de “monstrinho”, será o responsável por ajudar a controlar suas finanças do mês, semestre ou ano.

A primeira etapa é definir uma meta. Qual é seu objetivo? Guardar X reais em 1 ano? Comprar um apartamento? Ter reserva suficiente para poder iniciar uma carreira freelancer em tempo integral?

Depois de escolher um objetivo, o aplicativo ajudará você a definir um orçamento mensal. Dessa forma, o valor gasto naquele mês permitirá que uma certa quantia fique guardada.

De mês em mês, é possível ver quanto você deixou de gastar, ou seja, quão próximo você está de alcançar a sua meta.

Para fazer toda a leitura de dados e compreender quanto saiu e quanto entrou no seu orçamento, o aplicativo oferece a possibilidade de sincronizar as contas do banco, mas também é possível realizar a atividade manualmente. Isso depende do plano adquirido.

O sistema de metas é muito interessante e tem alto teor de motivação: quanto mais o usuário caminha em direção ao seu objetivo, mais ele está propenso a continuar poupando.

Brincar com os monstrinhos e poupar dinheiro pelo Toshl é gratuito, mas existem versões pagas, que contam com recursos mais aprofundados.

3. Finance

Além dos tradicionais recursos de um aplicativo para finanças, como os citados no decorrer deste post, uma vantagem do Finance é a possibilidade de realizar listas mês a mês.

Dessa forma, é possível, por exemplo, fazer uma lista de supermercado com os itens que não podem faltar nas compras do mês.

Ao cadastrar os produtos na lista em questão, não será preciso atualizá-la a cada mês (a não ser que sejam adicionados novos itens): o aplicativo faz a atualização dos preços de forma automática!

Assim, é possível adicionar um gasto essencial na vida de qualquer pessoa, mas que, muitas vezes, passa despercebido no planejamento financeiro.

Ela entrará no planejamento daquele período, dando a possibilidade de analisar com antecedência os gastos futuros e ter uma boa noção de como as finanças vão ser divididas.

As funcionalidades do aplicativo, que é gratuito e está disponível para iOS e Android, são relativamente básicas, porém, muito práticas para quem não quer perder muito tempo.

Você pode também pode se interessar por este outro conteúdo:
👉 Finanças aplicadas ao Marketing: entenda essa relação

4. Money Manager

Money Manager é mais um aplicativo que disponibiliza uma planilha de gastos para o usuário, só que com a vantagem de analisar informações sobre depósitos e transações.

Além disso, é possível cruzar e compreender dados sobre o salário mensal, empréstimos realizados e depósitos esperados mensalmente, por exemplo.

A função de análise dos depósitos é ótima para quem é freelancer e precisa acompanhar as transferências financeiras de clientes mensalmente.

Dá para ter uma noção dos prazos de cada depósito e, a partir deles, conseguir traçar estratégias financeiras.

A maioria dos freelas cai na conta a partir da segunda semana do mês? Pense no fechamento de faturas, como a do cartão de crédito, nesse período!

O aplicativo está disponível tanto para iOS quanto para Android, e é gratuito. Caso o usuário queira recursos mais personalizáveis e aprofundados em relação a finanças e planejamento financeiro, é possível comprar outras versões.

5. Organizze

Mais um aplicativo para finanças que conta com uma característica legal que salta os olhos: o Organizze não precisa de internet para funcionar!

Todas as informações ficam criptografadas no app, ou seja, ele é muito útil até mesmo naqueles dias em que toda a velocidade da internet foi consumida e não existe WiFi disponível.

Além disso, o aplicativo, que é gratuito (também conta com uma versão paga) e está disponível para iOS e Android, permite o acesso e organização de várias contas diferentes.

Dá para controlar a conta-corrente de um banco, a conta poupança de outro e a conta salário de um terceiro, por exemplo!

No final de cada mês, é gerado um demonstrativo em relação a todas as transações e atividades que foram cadastradas durante aquele período. A interface do app é bem intuitiva, e o usuário não terá problemas em se organizar usando essa plataforma.

6. CoinKeeper

Uma característica de muitos aplicativos para finanças — podemos até dizer que da grande maioria — é utilizar as cores como forma de se organizar e ser mais efetivo na hora de fazer um planejamento dos recursos mensais.

CoinKeeper é uma das opções que trabalha com o sistema de organização por cores muito bem.

Ao definir um tom específico para cada categoria de gasto, a navegação fica muito mais intuitiva e instantânea: só de abrir o app, já dá para entender um pouco da situação do seu dinheiro em certo período de tempo.

Por falar em “período de tempo”, você pode escolher quando quer receber o relatório, seja mensalmente, seja a cada 10 dias!

Essa é mais uma ferramenta extremamente útil para freelancers e donos de pequenos negócios, já que o dinheiro pode entrar em períodos que não sejam os tradicionais 30 dias. Quem recebe quinzenalmente, por exemplo, se beneficia muito do aplicativo.

As possibilidades de personalização saltam os olhos de quem adquire o CoinKeeper, que está disponível tanto para Android quanto para iOS.

Inicialmente, ele é gratuito, mas, após um período de teste, é preciso optar por algum dos planos oferecidos.

Não importa a escolha do aplicativo — o que vale é selecionar aquela opção que mais se encaixa na sua própria realidade.

Ao analisar cada um deles, foi possível destacar pelo menos uma característica singular, porém, todas as opções citadas são totalmente capazes de suprir as necessidades de usuários em busca de uma vida financeira mais saudável.

Ao adotar os melhores aplicativos para finanças para ter maior noção do próprio dinheiro e, em consequência disso, senso de controle e organização, tenha certeza de que os resultados virão mais rápido do que você imagina!

Se você gostou deste conteúdo e acredita algum desses aplicativos poderá se tornar seu mais novo companheiro, convidamos a dar um passo à frente no processo de organização: aprenda aqui como montar uma planilha de controle financeiro!

100.000 pessoas não podem estar enganadas
Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *