Por Thiago Xavier

Redator Freelancer na Rock Content

Publicado em 5 de novembro de 2018. | Atualizado em 10 de julho de 2019


Seguir marcas de sucesso ativas no Twitter é uma excelente maneira de aprender como os profissionais de social media atuam no microblog. Veja os melhores insights que podemos extrair tanto de empresas que direcionam seus tweets para o público brasileiro quanto de companhias do exterior.

O Twitter é uma das melhores plataformas para manter o engajamento com os clientes.

É muito comum que marcas, preocupadas em prestar o melhor suporte online, mantenham esse canal aberto para tirar dúvidas e resolver problemas dos consumidores.

Contudo, é possível ir muito além desse tipo de atendimento e intensificar o relacionamento com o seu público, como diversas empresas já fazem. Quer saber mais? Aprenda com as melhores marcas no Twitter!

Starbucks Brasil

É difícil abrir o perfil da @StarbucksBrasil no Twitter e não sentir vontade de tomar uma de suas bebidas ou de saborear uma sobremesa.

Isso é resultado de um trabalho bem-feito com fotos, vídeos e gifs que despertam a intenção de visitar uma das lojas da cafeteria de origem americana.

O que aprendemos com a Starbucks Brasil

Publicações com imagens chamam muito mais a atenção que posts apenas com texto, principalmente em uma rede tão ágil como o Twitter.

Use isso a seu favor com fotos e vídeos dos seus produtos em uso ou em situações inusitadas.

Perceba também que na seção “Sobre” do perfil do Starbucks Brasil os usuários são incentivados a sinalizar seus posts com a hashtag #MomentoStarbucks para compartilhar ocasiões que tenham a ver com a marca.

Considere esse tipo de estratégia e crie uma hashtag personalizada para encontrar mais facilmente os posts que as pessoas fazem para mostrar admiração à sua empresa.

Netflix Brasil

O perfil da plataforma de streaming @NetflixBrasil é um exemplo de interação com os fãs.

Ao analisarmos seus tweets, vemos que a Netflix responde até mesmo a comentários que nem sequer são perguntas diretas para a empresa.

Aliás, muitas vezes, o perfil faz isso com gifs ou vídeos de suas próprias séries e filmes.

Os responsáveis pela conta também gostam de trazer mais visibilidade à marca, encontrando meios de participar das hashtags mais usadas do momento.

O que aprendemos com a Netflix Brasil

Entender bem o público e conhecer as referências com as quais ele mais se identifica — especialmente quando essas referências fazem parte do seu serviço — é fundamental para estreitar o relacionamento com as pessoas nas redes sociais.

Nubank

A fintech brasileira Nubank ganhou notoriedade por defender valores como a transparência e a valorização do cliente com respeito e bom atendimento.

Isso fica claro em seus posts no Twitter, principalmente se analisarmos a parte de tweets e respostas do perfil.

Nela, percebemos que a empresa de serviços financeiros não mede esforços para encontrar soluções para os questionamentos dos seguidores.

Quando é um problema mais específico, eles pedem amistosamente que a pessoa envie uma mensagem direta (DM) para que possam tratar melhor o caso.

O que aprendemos com o Nubank

Prestar atendimento rápido e de qualidade é algo marcante do Nubank. Tweets chamando os clientes por apelidos carinhosos, mensagens tranquilizadoras para acalmar os mais exaltados e respostas sem demora mostram que é possível conquistar o consumidor dando a ele a atenção que merece.

Magazine Luiza

Normalmente, o que se espera de uma varejista online é um canal repleto de promoções e divulgação dos seus produtos, mas o Magazine Luiza vai além em seu perfil.

A organização frequentemente divulga conteúdos provenientes de um blog próprio voltado para assuntos de tecnologia, chamado Missão Digital.

O interessante é que os artigos tratam tanto de notícias quanto de curiosidades e dicas práticas para o dia a dia das pessoas. Assim, o Twitter da marca mantém os usuários envolvidos com uma combinação de informações divertidas e úteis.

Vale lembrar que a “representante” do Magazine Luiza nos meios digitais é a Lu, uma personagem virtual que torna os posts nas redes sociais mais próximos e pessoais.

Isso é relevante porque uma figura como essa transmite muito mais simpatia do que, digamos, “um logo que publica no Twitter”.

O que aprendemos com o Magazine Luiza

Se você tem um e-commerce, divulgar seus produtos é importante, mas não se esqueça de que para ser uma referência para o seu público e aumentar a autoridade da marca é preciso compartilhar conteúdo de qualidade.

O ideal é ter um blog como o Magazine Luiza, publicar com frequência e depois usar o Twitter (e outras redes sociais) para divulgar o link.

Lembre-se apenas de adicionar algum comentário para incentivar as pessoas a clicar, não se limitando a postar o endereço URL.

Rappi Brasil

A Rappi atua no segmento de delivery com um serviço via aplicativo e vem investindo em campanhas no Twitter para melhorar o reconhecimento da marca e do perfil @RappiBrasil no nosso país.

No início de 2019, começou uma série patrocinada com o Cid, do blog Não Salvo, publicada exclusivamente no perfil @naosalvo. Os episódios mostram o influenciador ajudando o pai a realizar 28 coisas que nunca fez.

Apesar de não postar os vídeos diretamente, a Rappi faz questão de compartilhar os posts do @naosalvo sobre o tema.

O que aprendemos com a Rappi Brasil

A Rappi Brasil nos mostra que é possível fazer campanhas de sucesso no Twitter usando a influência de outros parceiros.

É uma excelente forma de aumentar a base de seguidores — e eventuais clientes — e de criar aproximação com aqueles que já seguem a marca.

Tesla

Focada na produção de carros elétricos e em soluções de energia como baterias domésticas e tecnologia solar, a @Tesla, de Elon Musk, tem clientes e seguidores que cobiçam um automóvel movido a eletricidade.

Já que ela conta com belíssimos veículos, nada mais justo que compartilhar imagens e vídeos dos seus modelos em ação.

Além disso, a Tesla também mostra os avanços de suas pesquisas com funcionalidades inovadoras. Aqui, uma das maiores estrelas são os vídeos que mostram as capacidades de condução autônoma.

Mas não é só isso. Outra característica considerável é o bom uso da função retweet. É bastante comum vermos a Tesla divulgar tweets de clientes comentando suas experiências com os carros da companhia.

O que aprendemos com a Tesla

Destaque os diferenciais — e, por que não, a beleza — daquilo que a empresa tem a oferecer, com mídias bem produzidas. Somado a isso, procure melhorar o engajamento de sua audiência compartilhando imagens que ela mesma publica para demonstrar satisfação com seus produtos.

Nintendo of America

A companhia japonesa de videogames tem uma conta bastante ativa em @NintendoAmerica.

Seus posts incluem avisos sobre eventos, lançamentos dos próximos jogos, dicas para um melhor desempenho nos games e muito mais.

É notável como diversos dos seus tweets incluem perguntas diretas para os seguidores, como:

  • “Para quais desses jogos vocês estão mais animados?”
  • “Qual é o lugar mais interessante em que você já jogou Nintendo Switch?”
  • “Qual é a sua parte favorita do jogo até agora?”

O que aprendemos com a Nintendo of America

Perguntas levam a conversas e conversas permitem que você melhore o relacionamento com o seu público.

Sendo assim, não subestime o poder de uma pergunta. Use esse recurso como uma forma de incentivar os seguidores a interagir com a sua marca.

National Geographic

A National Geographic ganhou fama internacional com suas revistas e canais de televisão.

No Twitter, em @NatGeo, vemos imagens de animais e paisagens lindíssimas, além de pessoas em aventuras, em situações extremas ou em algum processo de descoberta.

Podemos notar que a maior parte dos tweets é de links para reportagens no site da NatGeo, acompanhados de descrições que despertam a curiosidade dos leitores.

Esses trechos são escritos cuidadosamente para representar uma pequena parte de uma história maior que o usuário poderá ler clicando no link.

O que aprendemos com a National Geographic

Analisando o perfil da NatGeo, percebemos a importância de contar uma história. Considere usar artifícios de storytelling na sua estratégia de redes sociais e, com isso, crie uma conexão mais intensa com a sua audiência.

Whole Foods

A Whole Foods é uma empresa cujo negócio se baseia em mercados voltados para a venda de alimentos saudáveis.

Em 2017, a gigante Amazon adquiriu a rede com a promessa de deixar esses produtos mais acessíveis ao público.

Com a conta @WholeFoods, a organização faz uma ampla divulgação dos seus artigos, mas também dá retweet em comentários de clientes e compartilha receitas, ideias e dicas, como esta, para descascar um abacaxi:

O que aprendemos com a Whole Foods

A Whole Foods demonstra claramente que, por meio do Twitter, sua intenção é gerar valor para os seus consumidores.

Muito mais do que impulsionar as vendas, sua função na rede social é entregar um conteúdo valioso e alinhado com o nicho em que a empresa atua.

Vale destacar que a marca tem uma hashtag que os fãs podem usar quando quiserem mostrar momentos com seus alimentos ou produtos naturais favoritos. O uso da marcação #MakesMeWhole segue o mesmo princípio da tática que explicamos quando citamos a Starbucks Brasil.

Todos esses exemplos nos mostram que não existe uma estratégia infalível para fazer sucesso nas redes sociais.

O que fica claro é que as melhores marcas no Twitter procuram pensar em ações que funcionem bem com o seu público e, principalmente, que estejam alinhadas aos objetivos de marketing da empresa.

Gostou dos insights deste post? Então, que tal saber mais sobre como mensurar seus resultados no Twitter? Confira o nosso guia sobre o Twitter Analytics, a ferramenta de análise do microblog!

Marketing no TwitterPowered by Rock Convert

100.000 pessoas não podem estar enganadas
Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *