Por Raphael Pires

Publicado em 8 de março de 2019. | Atualizado em 12 de março de 2020


A metodologia ágil traz mais flexibilidade e adaptabilidade para o ambiente de trabalho e é capaz de otimizar os processos de gestão de projetos. Continue lendo e conheça os principais métodos ágeis que podem ser aplicados na sua agência.

A procura pela padronização de processos e práticas que tragam excelência para a gestão de projetos é uma constante nas organizações que desejam promover melhorias contínuas nas suas atividades. Nesse contexto, a metodologia ágil é uma opção vantajosa, o que se deve aos seus potenciais, principalmente para as empresas que atuam em áreas relacionadas à tecnologia.

Como compreendem orientações e métodos diversificados que ajudam as equipes a desenvolverem soluções mais dinâmicas e eficientes, as metodologias ágeis contribuem para a otimização dos fluxos de trabalho e, consequentemente, melhoram a produtividade de projetos.

Quer aproveitar os benefícios desse recurso? Acompanhe, neste post, o que é e como aplicar a ferramenta na sua agência de comunicação!

O que é metodologia ágil?

A metodologia ágil é definida como uma abordagem ao modelo de gestão tradicional de projetos, em que os produtos eram divididos em etapas bem determinadas. Enquanto o método ágil tem iterações curtas, onde o resultado é medido a partir do produto pronto.

Em se tratando do modelo de entrega ágil, os ciclos são iterativos e incrementais, o que gera flexibilidade e adaptabilidade para o ambiente de trabalho.

Uma das suas principais características é a inspeção e adaptação dos ciclos e iterações, com a finalidade de trazer melhorias contínuas para os times e processos do negócio.

Há definições que dizem que os métodos ágeis visam acabar com a burocracia. Porém, eles são voltados para o que de fato agrega valor para o processo produtivo.

Geralmente, os ambientes ágeis de desenvolvimento são compostos por equipe que têm autonomia e conseguem se auto-organizar para atingir os seus objetivos e metas.

Na atualidade, essa ferramenta é global, ganhando destaque por ser mais produtiva e eficaz do que os métodos tradicionais.

O que é o manifesto ágil?

Para compreender melhor o que forma o escopo das metodologias ágeis é necessário, antes de tudo, saber o que é o manifesto ágil. No ano de 2001, um grupo composto por 17 desenvolvedores renomados se reuniu em Utah, nos Estados Unidos, para discutir sobre maneiras de desenvolvimento que fossem mais leves, tendo como base as suas experiências.

Eles assinaram um documento que ficou conhecido como ‘’Manifesto para o Desenvolvimento Ágil de Software’’, que determinou 12 princípios da metodologia ágil, mais quatro fundamentos-chave, que são:

  •  “indivíduos e interações acima de processos e ferramentas”;
  • software funcionando acima de documentação abrangente”;
  • colaboração com o consumidor/cliente acima de negociação de contratos”;
  • responder a transformações/mudanças mais do que seguir um plano”.

Nesse caso, o conceito principal é que mesmo que haja valor nos itens que estão no final das frases, é preciso valorizar mais os elementos que estão em negrito.

Quais são os principais métodos ágeis?

Conhecer os principais tipos de metodologias ágeis é essencial para escolher aquela que mais se adequa ao seu negócio. Veja só quais são elas e descubra como utilizá-las.

Kanban

Trata-se de um método composto por checklists, que dá uma visão ampla do projeto que está em desenvolvimento. Ele é um dos mais simples e utilizados atualmente. A sua posição de destaque se deve ao fato de fazer um gerenciamento de projetos com possibilidade de adaptação para qualquer tipo de empresa.

Essa metodologia tem como finalidade buscar a evolução e não a revolução, garantindo que a organização dos processos seja executada de uma forma visual. Sendo assim, crie um quadro com a seguinte divisão:

  • to do: atividades que ainda precisam ser realizadas;
  • doing: atividades que estão sendo executadas no momento;
  • done: atividades que foram finalizadas, avaliadas e aprovadas pelo seu time.

O acompanhamento dessa lista de atividades é imprescindível para obter bons resultados com esse método. Para tanto, os integrantes da equipe devem atualizar os dados inseridos frequentemente. Usar o kanban também ajuda a manter um ritmo saudável de produção, reduzindo gargalos e atrasos nos processos da agência.

Scrum

O uso do Scrum é ideal para a gestão e desenvolvimento de projetos que têm um curto prazo de entrega. Para esse método, você deve entender os pontos positivos e negativos do seu time, e definir os papéis de cada colaborador.

Além disso, conte com um representante do cliente na equipe, que se incumba de elaborar uma lista de prioridades, assegurando que a entrega tenha bons resultados.

Com essa metodologia, as organizações podem criar soluções inovadoras para o mercado, aumentando a competitividade. A ferramenta existe por conta da necessidade de trazer agilidade para projetos urgentes e com alta complexidade.

De modo geral, o Scrum cria ciclos, que são chamados de sprints, que nada mais são do que os intervalos de tempo para a execução de cada etapa. No fim de cada fase, é feita uma revisão do produto para validá-lo. Apenas após esse processo está liberado o próximo sprint.

FDD

Desenvolvida em Singapura, no ano de 1997, a metodologia Feature Driven Development (FDD) é focada na criação de funcionalidades. Os seus projetos são realizados por fases, visando resultados em um curto espaço de tempo.

O FDD funciona com base em um planejamento incremental e um desenvolvimento contínuo das funcionalidades. As equipes que trabalham a partir dessa metodologia controlam a qualidade no decorrer do projeto, além de efetuar testes para avaliar o nível de qualidade do desenvolvimento.

Entre as suas vantagens está a possibilidade de ser integrado ao Scrum e ser uma boa alternativa para cenários de incerteza.

Lean

Difundido entre as startups, o método Lean é recomendado para os projetos que são reduzidos e objetivos. Por meio dele pode-se reconhecer e eliminar de maneira eficiente eventuais desperdícios dentro de um projeto ou organização.

Assim, você reduz os custos e diminui a complexidade das tarefas. Isso resulta na melhora das entregas, bem como o aumento de produtividade da equipe e melhora no compartilhamento de informações.

A aplicação da ferramenta é indicada para validar ideias e hipóteses, sendo composto por três passos:

  1. construir;
  2. medir;
  3. aprender.

Qual a importância da metodologia ágil para a empresa?

Em suma, a metodologia ágil combina sua filosofia com um conjunto de princípios de desenvolvimento que melhora significativamente as entregas e itens produzidos. Assim sendo, o recurso maximiza o trabalho das equipes de projetos e os resultados proporcionados aos clientes.

Tais princípios beneficiam as empresas, aumentando a satisfação do público e garantindo uma comunicação ativa entre todos os colaboradores envolvidos no projeto e os clientes.

Isso pode auxiliar na redução de custos. Outro ponto relevante é que a ferramenta foca em prazos, permitindo a sincronização do cronograma de execução do orçamento do projeto com as etapas previstas para entregas aos clientes.

Portanto, fica claro que a metodologia ágil pode elevar significativamente as perspectivas de sucesso da sua agência.

Quer aplicar a metodologia ágil e otimizar os processos do seu negócio? Use gratuitamente o iClips, software de gestão específico para agências e que conta com funcionalidades ágeis como o kanban e o gráfico de Gantt!

Nova call to action

100.000 pessoas não podem estar enganadas
Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *