Por Ivan de Souza

Analista de Marketing na Rock Content.

Publicado em 17 de dezembro de 2019. | Atualizado em 19 de março de 2020


Pagos mensalmente, eles são fundamentais para que os trabalhadores consigam chegar até o trabalho. No entanto, nem sempre são bem utilizados ou geridos. Isso faz com que as organizações precisem gastar muito, concentrem seus esforços em modais ineficientes e não obtenham o melhor custo-benefício ao investir em mobilidade nas empresas Otimizar essa tarefa do departamento […]

Pagos mensalmente, eles são fundamentais para que os trabalhadores consigam chegar até o trabalho. No entanto, nem sempre são bem utilizados ou geridos. Isso faz com que as organizações precisem gastar muito, concentrem seus esforços em modais ineficientes e não obtenham o melhor custo-benefício ao investir em mobilidade nas empresas

Otimizar essa tarefa do departamento de Recursos Humanos com auxílio de softwares é uma das tendências para conseguir reduzir os custos com mobilidade e tornar o pagamento do transporte mais eficiente. Neste artigo, vamos mostrar estratégias para poupar e obter o melhor custo-benefício quando o assunto é mobilidade urbana. Confira!

Autorize horários flexíveis

Com o aumento do uso de tecnologia, várias coisas que não imaginávamos serem possíveis hoje são cotidianas. O trabalho remoto não é novidade, mas antes ele era restrito para perfis profissionais muito específicos e um número limitado de carreiras. Com a popularização da internet, a migração das principais ferramentas de negócios para a nuvem e a nova visão que as empresas desenvolveram sobre trabalho, a flexibilização da carga horária é um caminho natural.

Permitir que seus colaboradores façam seu trabalho de onde quer que estejam é um dos passos fundamentais para melhorar os custos com mobilidade nas empresas. Todavia, há outras estratégias que podem ser implementadas com efeito similar, como a flexibilização das horas.

Autorizar o trabalho fora do horário comercial fará com que seja mais fácil para os seus funcionários chegarem ao local de trabalho e permitirá que eles o façam descansados e prontos para colaborar com o crescimento da empresa.

Você pode começar esse processo de maneira pontual, estabelecendo um dia da semana em que todos os funcionários podem fazer os próprios horários. Assim, eles começam a experimentar a flexibilidade e a equipe de Recursos Humanos pode avaliar os benefícios e os desafios de implementar essa política a longo prazo, calculando como ela impacta nos custos de mobilidade na empresa e verificando se trazem ganhos ou perdas de produtividade nas equipes.

Cada organização é um caso, portanto, é preciso fazer algumas tentativas para descobrir o que funciona melhor no seu negócio.

Incentive o transporte alternativo

Quantos de seus colaboradores utilizam exclusivamente o vale-transporte para chegar à empresa todos os dias? Uma pesquisa breve com seus funcionários pode mostrar que esses números são menores do que você imagina. 

No geral, é natural buscarmos a forma mais dinâmica de chegar ao trabalho, que nos poupe mais energia e nos permita economizar dinheiro, por isso o surgimento de grupos de carona é algo espontâneo nas empresas. Como o seu negócio faz para estimulá-los atualmente?

Criar grupos ou oferecer plataformas em que eles possam ser organizados (como um canal no seu software de chat corporativo) são maneiras de motivar os colaboradores a apostarem em novos modais que fogem do tradicional. 

Com o advento de modais de transporte alternativo, como as bicicletas e os patinetes elétricos, há ainda mais possibilidades para quem quer chegar ao trabalho sem utilizar o ônibus ou o metrô. Muitos funcionários são desestimulados a fazer uso delas, pois não fazem parte dos planos de mobilidade urbana corporativa.

Powered by Rock Convert

Mas, que tal estimular o uso desses modais? O meio ambiente agradece e o seu departamento financeiro também. A integração de novas modalidades de transporte ajuda a reduzir custos mensalmente e a tornar as operações do seu negócio mais enxutas.

Repense o espaço de trabalho

Como os espaços em que trabalhamos influenciam os custos com mobilidade das empresas? Apenas incentivar o uso de modais de transporte diferenciados não é o suficiente para fazer com que seus colaboradores passem a adotá-los. É preciso oferecer algumas comodidades para que eles consigam fazer isso sem nenhum prejuízo às suas funções.

Modais como bicicletas e patinetes, por exemplo, exigem o uso de capacetes para evitar acidentes de trabalho e multas de trânsito. Disponibilizar armários em que os colaboradores possam armazená-los é uma ótima ideia se você quer tornar esse tipo de transporte mais comum.

Vestiários e um bicicletário também fazem com que adotar modais de transporte alternativo se torne mais prático. Considere investir em melhorias no espaço físico do seu ambiente de trabalho para que, com isso, a empresa possa reduzir custos com mobilidade.

LEIA TAMBÉM
👉Confira tudo que você precisa para criar o site da sua empresa
👉 Saiba o que é banco de dados e a importância dele para o seu site
👉 Crie um blog para o seu negócio gratuitamente usando o Rock Stage

Melhore a gestão do vale-transporte

O vale-transporte é o principal recurso associado à mobilidade, então não poderíamos terminar este artigo sem abordá-lo. Há regras claras para a sua distribuição, que visam otimizar o uso do recurso (como não pagá-lo em dinheiro). Contudo, se sua empresa quer realmente maximizar o uso desse benefício, ela pode fazê-lo com ferramentas exclusivas.

Um software para gestão do vale-transporte ajuda a implementar, no seu negócio, uma nova estratégia de mobilidade, tornando não só a entrega do benefício automatizada, mas também o uso dele mais intuitivo e inteligente. Aplicativos de mobilidade urbana e ferramentas de gestão de vale-transporte tornam possível transformar créditos em cashback, utilizá-los em mais de um modal de locomoção e muito mais.

Um RH inteligente é aquele que utiliza todos os recursos disponíveis para fazer seu trabalho de maneira mais eficiente e gerar melhores resultados. Otimizar a gestão do vale-transporte com auxílio de um software é uma maneira de conseguir pensar a mobilidade corporativa considerando todas as comodidades disponíveis.

O ABSMob é um sistema pensado para sua empresa gerenciar o vale-transporte de maneira mais inteligente. Ele foi feito para ajudá-lo a incluir modais alternativos nas locomoções diárias dos seus colaboradores, facilitar a implementação de programas internos de carona e ainda permitir que seus funcionários ganhem cashback ao usar a plataforma.

Repensar a mobilidade na sua empresa é uma necessidade, tanto do ponto de vista econômico quanto social. Profissionais mais satisfeitos trabalham melhor, são mais produtivos e conseguem fazer entregas de alta qualidade. Por isso, utilize o que aprendeu aqui para começar a repensar o custo com mobilidade na sua empresa o quanto antes!

O que achou dessas dicas para reduzir os custos com mobilidade na empresa? Compartilhe nas suas redes sociais!

100.000 pessoas não podem estar enganadas
Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *