Por Nicolle Goncalves

Estagiária de Distribuição de Conteúdo na Rock Content.

Publicado em 15 de maio de 2019. | Atualizado em 11 de outubro de 2019


O curso de Blog Corporativos da Rock Content pode dar insights valiosos de como gerir o blog da sua empresa. Veja 4 pontos principais aqui!

Confesso que antes de entrar na Rock, em junho de 2018, eu não era muito adepta a fazer cursos online.

Sempre achei que o bom e velho Google e as videoaulas no YouTube ajudariam a tirar minhas dúvidas e curiosidades sobre determinado assunto.

Mas, quando me tornei estagiária da maior empresa de Marketing de Conteúdo da América Latina — a Rock Content, senti que era a hora de me tornar especialista em marketing e que, para isso acontecer, eu precisaria de mais do que uma pesquisa rápida ou um vídeo de 5 minutos.

Foi aí que mergulhei de cabeça nos cursos da Rock University, me tornando cada dia mais conhecedora do universo do marketing digital e tirando minhas certificações.

A última delas foi a de Blogs Corporativos, ministrada pelo especialista em Marketing de Conteúdo, André Mousinho. Eu gostei tanto deste curso que decidi vir até aqui contar as 4 coisas mais importantes que aprendi tirando minha certificação.

Ficou curioso? Então, vamos lá!

1. Um blog é essencial para sua estratégia

Não tem escapatória, a criação de um blog é um dos primeiros passos para uma marca se destacar e alcançar uma boa reputação online.

Uma das coisas mais legais que considero sobre uma estratégia de marketing de conteúdo é o fato de uma marca se tornar útil ao seu público compartilhando conteúdos de qualidade e dos mais diversos temas, e não apenas fazendo propaganda sobre si mesma.

Pensando nisso, um blog é a ferramenta perfeita para se aprofundar em diversos assuntos relacionados a sua marca ou produto e educar seu público.

Além disso, um blog abastecido regularmente com bons conteúdos faz com que o Lifetime Value (LTV) de uma empresa aumente, já que o cliente, ao ver sua marca como uma referência em informação de qualidade, pode fazer novas compras ou contratar seus serviços por mais tempo, uma vez que ele passa a ver mais valor em sua empresa.

2. SEO não é um bicho de 7 cabeças (e é fundamental para uma estratégia de marketing digital)

Em um primeiro momento, SEO pode parecer apenas mais uma daquelas siglas de marketing digital que assombram quem está iniciando os estudos sobre o tema.

Mas, posso te contar uma coisa? SEO é bem legal e aprender sobre ele é relativamente simples, basta se dedicar um pouquinho.

A certificação de Blogs Corporativos contém várias dicas de como aplicar as técnicas de SEO, ensinando como definir as melhores palavras-chaves para os seus conteúdos e também como escolher o título externo (SEO title), por exemplo.

O curso também evidencia a importância de se escolher URLs amigáveis para os blog posts, já que o endereço de um conteúdo é a primeira coisa a ser analisada pelos crawlersdas ferramentas de busca.

Além disso, a certificação salienta a importância e as boas práticas para usar as heading tags. São elas que criam a hierarquia dentro dos conteúdos e ajudam a mostrar ao Google quais são as informações mais relevantes dentro do seu texto.

Enquanto estava assistindo o curso, fiz várias anotações sobre SEO. Mas não vou dar tanto spoiler! O André Mousinho tem muita coisa legal pra te contar.

3. A importância da linkagem interna e externa

Para rankear bem nos motores de busca e alavancar sua estratégia de marketing digital, a linkagem interna e externa são essenciais.

Os links internos dentro de um blog post conduzem o usuário a outros conteúdos relevantes e importantes para sua página. E o melhor: o leitor continuará dentro do seu blog, enquanto é guiado pelo funil, sendo nutrido, educado e vendo valor na sua marca.

Enviar links também é importante, pois o Google reconhece a linkagem externa como uma boa prática para otimizar a experiência do usuário.

Os links externos podem ser usados para comprovar dados e para reforçar um argumento, por exemplo. Usá-los dará credibilidade a alguma informação extra que você esteja utilizando em seu texto.

Outro fator fundamental é ter blogs do mesmo nicho que o seu linkando para seu blog, pois demonstra que seus conteúdos têm relevância.

Mas, fique atento! Receber links de páginas com reputações ruins ou que não tenham nenhuma ligação com o tema do seu blog pode prejudicar sua estratégia.

4. Dicas para produção de conteúdo

Para engajar sua persona, a qualidade do conteúdo publicado em seu blog deve ser excepcional. Mas, como fazer isso?

É importante decidir se os conteúdos serão produzidos internamente ou por uma equipe externa.

A produção interna garante conteúdos mais alinhados à estratégia da empresa e textos com temas mais específicos para o fundo do funil de vendas.

Já a produção externa amplia o leque de possibilidade de temas, otimiza o tempo da sua equipe e proporciona um alto volume de conteúdos fresquinhos no blog.

Uma sugestão é seguir com a produção combinada, em que equipe interna e externa produzem juntas — o que pode gerar melhores resultados para sua estratégia.

É essencial ter, também, um calendário editorial para documentar os temas das pautas e as datas de publicações no blog e nas redes sociais. Esse documento é muito importante para manter a organização da equipe, evitando a repetição de temas e de palavras-chaves e mantendo um equilíbrio nas postagens.

O tamanho do texto também deve ser levado em consideração, já que influencia no rankeamento do post.

E, se você quer saber qual o tamanho ideal de um conteúdo, e ter outros insights valiosos, convido você a tirar a certificação de Blogs Corporativos da Rock University.

Tenho certeza que este curso te ajudará a se tornar um especialista e a administrar muito bem o blog da sua empresa!

Curso Blogs Corporativos

100.000 pessoas não podem estar enganadas
Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *