Por Redator Rock Content

um de nossos especialistas.

Publicado em 26 de setembro de 2018. | Atualizado em 26 de fevereiro de 2019


As startups estão em alta. Vivemos um cenário de investimentos de grande porte, novas soluções para o mercado e surgimento de novas empresas a todo momento. No entanto, o que faz de um negócio uma startup? Elas têm características próprias e que devem ser entendidas.

Você já se perguntou sobre o que é uma startup? Atualmente, muito se ouve falar sobre esse novo modelo de empresa que tem feito tanto sucesso e conseguido altos investimentos.

Todo esse destaque, porém, se justifica. Elas têm dominado cada vez mais o mercado, sempre com propostas inovadoras, um espírito jovem, e totalmente adequadas às tendências da transformação digital.

Basicamente, qualquer um pode dar o pontapé inicial para criar uma startup — claro, se conseguir preencher os principais requisitos. Elas são bem diferentes, por exemplo, das pequenas empresas recém-abertas, e muito disso está relacionado à expectativa que elas geram.

Que tal entender mais sobre as startups e descobrir por que fazem tanto sucesso? Saiba mais a seguir!

O que é uma startup?

Startups são empresas iniciantes, com uma abordagem jovem e já totalmente adaptadas ao modelo digital, tão importante nos dias atuais. Apesar de serem pequenas, elas trazem propostas inovadoras, seja de serviços, seja de produtos.

Uma dúvida muito comum é em relação ao sucesso que elas fazem. Poucas pessoas entendem como elas se destacam tanto, mesmo recém-lançadas no mercado, mas isso tem uma explicação.

A proposta das startups é justamente gerar impacto por meio de algo novo e com grandes possibilidades de desenvolvimento. São ideias com boas chances de dar certo e, se assim conseguirem, têm tudo para serem líderes e grandes players dos seus mercados

Esse início de destaque chama a atenção de investidores, o que é um ponto crucial quando se fala de startups. Muitos empreendedores iniciam esses negócios na busca de investimentos para as suas ideias. Essa é uma prática muito comum a esse tipo de empresa.

No entanto, esse aporte financeiro só acontece se a proposta for realmente diferenciada, sem nenhum precedente no mercado e com boas chances de dar certo. Isso chama a atenção de investidores, que confiam nessas novas propostas.

A startup leva esse rótulo para sempre?

Essa é uma dúvida comum a quem busca saber o que é uma startup. No entanto, essa classificação só é dada para as companhias recém-fundadas e que ainda terão suas atividades testadas no mercado.

Se ela dá certo e se estabiliza, obtendo sucesso, naturalmente, não é mais uma startup, já que atingiu o seu objetivo principal.

Quais são as características de uma startup?

Para entender o que é uma startup, é fundamental atentar para algumas características fundamentais desse tipo de empresa. Elas vão ajudar a visualizar melhor o modelo de negócio de que estamos falando, e você poderá até mesmo lembrar de algumas que já estão no mercado. Confira!

Escalável

As startups são escaláveis, ou seja, têm ampla possibilidade de crescimento, fazendo isso sem consequências às suas operações.

Essa escalabilidade se dá principalmente por serem empresas com operações nativas ao meio digital. Assim, seus serviços e produtos podem ser entregues a cada vez mais clientes sem que isso signifique mais esforços ou até mesmo investimentos obrigatórios.

Repetível

Essa característica significa que o mesmo produto ou serviço pode ser oferecido em larga escala, sem nenhum tipo de limitação. Para isso, é importante que aquilo que a empresa oferece seja pouco flexível ou customizável. A proposta é multiplicar e alcançar mais clientes. Por isso, adaptações atrapalhariam essas metas.

Inovadora

A inovação é a principal característica das startups. Elas trazem serviços que sempre foram necessários, mas que nunca foram pensados antes. O mesmo acontece com os produtos, que servem como soluções certeiras para as diferentes demandas da sociedade. Inovar é o primeiro passo de uma empresa que deseja se lançar como startup.

Incerta

Por trazer algo diferente ao mercado, essas empresas também não têm um direcionamento bem definido no que diz respeito ao sucesso. Apesar de serem propostas sólidas e com grande chance de terem bons resultados, não há precedentes que ajudem a ter uma perspectiva mais clara do futuro.

Disruptiva

Disruptivas, as startups quebram padrões em relação a outras empresas do mesmo segmento. Isso vem por meio de formas de atendimento, de taxas e até mesmo no modo como os serviços são prestados. A proposta é, justamente, fugir do que o mercado oferece, para se destacar e ter a competitividade necessária.

Digital

Essa foi a principal característica observada no início dos anos 2000, no Vale do Silício, quando o termo startup começou a ser usado para classificar determinadas empresas.

Na maioria das vezes, empresas inseridas no contexto do empreendedorismo digital têm sua atuação pela Web, dispensando pontos físicos e a necessidade de deslocamento para realizar atendimentos e quaisquer outras solicitações. Normalmente, são negócios 100% digitais.

CONTEÚDOS RECOMENDADOS

👉 [Ebook gratuito]: Marketing de conteúdo para Startups

👉 15 especialistas das principais Startups indicam suas 44 ferramentas favoritas de Marketing, Gestão e Vendas

👉 24 startups e softwares que ajudaram a Rock Content a crescer

O que diferencia startups e pequenos negócios?

Na busca para saber o que é uma startup, muita gente se pergunta sobre a diferença entre elas e as pequenas empresas que também estão se lançando no mercado.

Apesar de ser um questionamento bastante plausível, há uma diferença conceitual básica e que torna as startups realmente diferentes: elas trazem inovação para um mercado específico.

Se você abre um hostel, por exemplo, ele é só mais um modelo de estabelecimento de hospedagens.

Por outro lado, se você lança um aplicativo que conecta pessoas em busca de onde ficar com quem deseja alugar sua residência ou algum quarto, aí há uma ideia inovadora. Além de trazer algo novo e nunca visto antes no mercado, há o fato de ser inteiramente digital.

Quais startups servem como bons exemplos?

Que tal conhecer algumas empresas de sucesso que se encaixaram nessa classificação? Não há melhor maneira de entender o que é uma startup! Conheça algumas mundialmente famosas que, provavelmente, você já está familiarizado e já tenha topado com anúncios de publicidade, ou quem sabe até mesmo utiliza alguns de seus serviços!

Airbnb

Do ramo de hotelaria, a Airbnb possibilitou que pessoas de todo o mundo abrissem suas casas para receber viajantes. Se você tem um imóvel desocupado ou um quarto vazio, é possível abrigar alguém por determinado tempo, fazendo dinheiro com isso.

A empresa atua de forma totalmente digital, por meio do seu aplicativo ou pelo site. O lucro vem por meio das taxas cobradas em cada aluguel!

Uber

Apesar de se considerar apenas uma empresa de TI, a Uber se tornou uma das gigantes do transporte. No mesmo formato da Airbnb, ela conecta motoristas particulares a passageiros que buscam corridas por toda a cidade, em qualquer lugar do mundo.

Seu surgimento gerou grande competitividade aos táxis, dando ao público uma opção a mais, o que encerrou um monopólio de décadas.

Sympla

A Sympla é uma empresa que lançou uma plataforma voltada a quem quer fazer algum evento. Por meio da sua solução, qualquer um pode cuidar de várias etapas de organização. Ela permite vender ingressos, gerir as confirmações e trabalhar em todo o controle, tudo por meio do aplicativo e de seu dashboard para a Web.

Spotify

Em um momento em que os sites de download ilegal de músicas estavam sendo caçados, o Spotify chegou com uma solução certeira: uma plataforma de streaming, em que seus usuários pagam um valor mensal e têm acesso a uma seleção gigantesca de canções.

Assim, o Spotify se consolidou e, mesmo ganhando vários concorrentes, ainda é a maior empresa do seu segmento.

Como dar início a uma startup?

Uma startup pode ser iniciada por qualquer pessoa, desde que os principais passos para começar sejam seguidos. Desde a ideia até a busca por investimentos, todos são indispensáveis. Conheça melhor cada um deles!

Tenha uma ideia inovadora

Tem alguma ideia que pode dar certo? Se sim, ótimo! Se não, ainda não é hora de pensar em uma startup. Elas giram em torno de produtos e serviços inovadores. Se você costuma ter boas reflexões e é atento a serviços que podem dar certo, cedo ou tarde, ideias incríveis surgirão. Esteja atento!

Inicie em fase de testes

Toda startup inicia a partir de uma fase de protótipo, em que o modelo de negócio é testado dentro do seu público-alvo, mas em uma amostragem reduzida. Lance essa versão básica e observe os resultados que ela obtém, sem deixar de analisar a reação do público em relação a ela.

Avalie a possibilidade de seguir em frente

A fase de testes vai trazer as respostas que você buscava em relação à viabilidade da sua ideia. Se ela fez sentido e o negócio desempenhou bem nesse momento inicial, essa pode ser a chancela necessária para continuar com a sua ideia de startup.

A partir desses testes, também é possível e importante fazer adaptações para chegar ao modelo final da sua empresa.

Busque parceiros

Começar sozinho é sempre muito difícil. Empresas precisam de diferentes competências para serem tocadas, então, você certamente vai ter que recorrer a um parceiro, ou seja, um futuro sócio.

Busque pessoas de confiança dentro do seu networking e que tenham as capacidades complementares à sua. Isso garante a eficiência da sua startup quando lançada no mercado.

Capte investimentos

A captação de investimentos é parte fundamental do trabalho de uma startup. Grandes empresários, fundos de investimentos e outras companhias geralmente têm interesse em investir. Apresente a sua ideia de forma sólida e se mantenha atento às oportunidades de contar com esses aportes.

Agora você sabe o que é uma startup e já pode começar a colocar a sua ideia em prática! Esteja atento às características desses negócios para que sua ideia funcione bem. Use as grandes empresas de sucesso como inspiração e vá atrás dos seus objetivos!

Para começar, aproveite e conheça o serviço do Google para ajudar no pontapé inicial da sua startup!

100.000 pessoas não podem estar enganadas
Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *