Por Redator Rock Content

um de nossos especialistas.

Publicado em 27 de novembro de 2018. | Atualizado em 27 de março de 2019


A otimização do Google Ads garante campanhas mais efetivas e que atinjam com muito mais impacto o público-alvo. Ou seja, com cuidados básicos e ajustes simples, mas muito importantes, é possível aumentar consideravelmente a taxa de conversão dos seus anúncios.

Uma das ferramentas mais usadas para conversão de clientes, no marketing digital, é o Google Ads: um meio considerado mais “rápido” de conseguir vendas seja qual for o seu objetivo com as campanhas de publicidade online.

Porém, algumas pessoas acabam frustradas com os resultados obtidos e não conseguem identificar onde está o erro em seus anúncios.

Para que você não se sinta assim, e consiga ótimos resultados, trouxemos as principais dicas para fazer otimizações em suas campanhas do Google Ads. Confira e coloque em prática!

Coloque uma URL legível

A URL de visualização do seu anúncio é muito importante para a otimização no Google Ads, já que o cliente em potencial visualiza esse endereço no resultado que aparece no Google.

Confira na imagem abaixo:

url legível no google ads

É por meio da URL que as pessoas têm uma indicação do tipo de página que elas cairão ao clicar no anúncio.

Logo, não coloque um endereço que leve para uma landing page sem relação com o conteúdo anunciado.

Outra dica bem importante é incluir a palavra-chave nesta URL, pois o Google a coloca em negrito e ressalta que o endereço atrelado ao anúncio é relevante para aquela busca.

Além disso, endereços mais curtos ficam com uma visualização mais clara e proporcional ao tamanho do anúncio.

Use call to action

Pequenos detalhes fazem toda a diferença na hora de convencer o usuário a clicar no seu anúncio.

Por isso que o call to action, também chamado de CTA, é um importante recurso de conversão.

Basicamente, o CTA é uma “chamada para ação”, ou seja, um convite para que a pessoa realize o que você quer.

Como nesse exemplo:

CTA no anúncio do google ads

Nesse tipo de estratégia, é bem comum usar expressões no imperativo. As “ordens” — como “corra” — são muito eficientes para convencer os usuários a clicarem em links.

Personalize o mesmo anúncio

Nas campanhas do Google Ads, você consegue editar as cópias do mesmo anúncio (para públicos diferentes) para que elas tenham um conteúdo diferenciado.

Ou seja, o mesmo anúncio pode ter uma chamada diferente para cada idade, localização, sexo e demais segmentações de público que escolher.

Para quem faz campanhas locais, por exemplo, é interessante otimizar o conteúdo do anúncio conforme a localização do usuário ou pelo local especificado do termo de busca.

Esse tipo de otimização é eficiente por dois principais motivos:

  1. você personaliza o seu anúncio para cada público ou situação, o que torna maior a aproximação entre marca e cliente;
  2. dá para ter uma clareza maior de quais anúncios de uma mesma campanha estão sendo mais eficazes e quais precisam ser ajustados.
Guia do Google AdsPowered by Rock Convert

Cuidado com o tema dos grupos das suas palavras-chave

No Google Ads é possível criar grupos de anúncios com diversas palavras-chave relacionadas ao público-alvo que deseja atingir.

Esse recurso é muito bom para aumentar as possibilidades de conversão, mas deve ser usado com muito cuidado.

Um erro bem comum para quem está começando a criar campanhas no Google Ads é querer colocar tudo em uma campanha só. Ou seja, colocar muitas palavras-chave para um mesmo anúncio.

Agora, imagine: você está buscando algo no Google. Digamos que seja por “arranjo de rosas”. Você clicaria em um anúncio sobre arranjos de tulipas? É bem provável que não.

Por isso, só coloque em seu grupo de palavras-chave aquelas que realmente tenham relação com o seu anúncio. Afinal, o exagero nunca foi saudável para nenhuma situação, certo?

Pense bem antes de escolher a correspondência ampla

Quando falamos em correspondência ampla, estamos nos referindo àquelas palavras-chave que podem servir para diferentes intenções de busca.

Por exemplo: o termo “flores” é uma correspondência ampla porque pode atingir pessoas que estão procurando por:

  • flores artificiais;
  • flores naturais;
  • flores em busca local;
  • flores em e-commerce;
  • qualquer coisa relacionada com flores.

O que isso quer dizer?

Bem, você está apostando em um termo que pode ter baixas conversões ou até nenhuma, além da concorrência pela palavra-chave.

É muito melhor escolher termos específicos para o seu produto ou negócio pois, nesse caso, menos é mais: menos correspondência ampla, mais conversões!

Evite palavras-chave negativas

Percebeu que essa é a terceira dica sobre palavras-chave? Isso é normal, pois qualquer campanha no Google Ads gira em torno delas e por isso os termos de busca que você escolhe precisam ser pensados estrategicamente.

A lista de palavras-chave negativas no Google Ads existe, justamente, para evitar que seu anúncio caia em buscas que não são interessantes para você. Na prática, funciona assim:

Digamos que você tenha uma escola de idiomas e anunciou sua página para o termo “curso de inglês”.

Porém, o seu anúncio pode aparecer, também, para usuários que busquem por “curso de inglês grátis”. Logo, essa parcela de pessoas não é interessante para você, já que os objetivos são bem diferentes.

Nesse caso, a solução seria negativar o termo “grátis” em sua lista de palavras-chave negativas.

Isso garante mais eficiência dos seus anúncios, que aparecerão somente para a intenção de busca ideal para cada caso.

Aproveite as extensões disponíveis

Resumidamente, as extensões são recursos extras que o Google Ads oferece para que você melhore suas campanhas e as deixe mais atraente para o público.

Ou seja, com as extensões é possível fornecer mais informações relevantes para os usuários, como: botões de chamada, localização, links específicos, textos adicionais e outras opções.

Observe:

extensão disponível

As extensões são muito úteis para os anúncios no Google porque, além de passar mais informações que o público quer saber (o que aumenta as taxas de conversão), estamos falando de recursos gratuitos e que não alteram em nada o valor do clique da sua campanha.

Lembre das otimizações para mobile

Um erro bem comum quanto a otimizações em campanhas do Google Ads é que as pessoas esquecem que muita gente faz buscas pelo celular.

Então, o primeiro passo é identificar se o seu público-alvo costuma navegar pelo Google por meio de dispositivos móveis.

Se sim, é importante investir em melhorias para que seu site seja responsivo e se adapte bem ao mobile, como o design das páginas, o tempo de carregamento e a praticidade das funcionalidades.

Se a pessoa que clicar em seu anúncio tiver uma boa experiência no site, acessando pelo celular, maior é a chance de conversão.

Cuidado com as comparações de conversão

Por último, é interessante falar que as taxas de conversão apresentadas pelo seu Google Analytics podem ser bem diferentes das que mostram o Google Ads.

Mas, isso não quer dizer que tem algo errado com sua campanha, apenas que as duas ferramentas utilizam parâmetros diferentes de acompanhamento.

Inclusive, o Google disponibilizou uma página somente para resolver as dúvidas quanto a isso.

Lá, estão as diferenças de atribuição, data da transação, atualizações de relatórios, número de conversões, diferentes dispositivos e demais fatores que podem influenciar na divergência de dados dos relatórios.

O ideal para ter uma boa noção dos seus resultados é acompanhar dois relatórios, sempre considerando a diferença de ambos e priorizando os resultados que o Google Ads oferece quanto a conversão em cliques.

Coloque as dicas em prática

As dicas que trouxemos foram pensadas com base em erros mais comuns. Por isso, existe uma grande chance de você estar cometendo-os sem se dar conta.

Agora que você já sabe os principais cuidados para fazer uma otimização no seu Google Ads e melhorar suas campanhas, é hora de colocar em prática!

Ajuste e teste: essas duas ações são muito importantes para que você consiga melhorar anúncios e aprimorar, cada vez mais, as suas campanhas no Google Ads!

Mas isso é só o começo!

Para que você consiga alcançar todas as suas metas de conversão, é essencial que tenha conhecimento avançado sobre o Google.

Afinal, quase todas as estratégias de marketing digital giram em volta dele, incluindo o Google Ads.

Para aprender o necessário de um jeito bem descomplicado e completo, baixe o nosso Kit Domine o Google, é gratuito e tem tudo o que você precisa saber para conquistar a internet!

CTA de download para o kit: Domine o GooglePowered by Rock Convert

100.000 pessoas não podem estar enganadas
Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *