Por Cayo Woebcken

Freelancer da Rock Content.

Publicado em 25 de setembro de 2019. | Atualizado em 25 de novembro de 2019


O termo pitch é utilizado para descrever uma apresentação rápida sobre uma ideia, um produto ou um serviço. No mundo do empreendimento, trata-se de uma prática muito benéfica, especialmente para a captação de parceiros e investidores. Siga os passos apresentados neste artigo e realize um pitch impecável!

Empreender envolve muito mais do que contar com ideias inovadoras e encontrar um nicho de mercado que as valorize. Afinal, por mais que a condução de uma startup dependa muito da resiliência e da força de vontade do empreendedor, é inegável que o sucesso está diretamente relacionado à captação de recursos, parceiros e clientes.

Como você já sabe, essa atração só se torna possível a partir da sua capacidade de vender a sua ideia e convencer os potenciais investidores de que o retorno financeiro é uma possibilidade real. No que diz respeito aos clientes, o convencimento deve abordar as vantagens trazidas pelos seus produtos ou serviços.

Mas, afinal, como fazer isso? Uma das práticas mais comuns e eficientes é a realização de um pitch. Não sabe o que é isso ou pretende se aprofundar em como executar um pitch de sucesso? Este texto foi feito para você! Ao longo do conteúdo, vamos responder com detalhes as seguintes perguntas:

Curioso? Continue a leitura e saiba mais!

 

O que é pitch?

Pitch é o termo utilizado para descrever uma apresentação rápida de uma ideia, um produto ou um serviço. No meio do empreendedorismo, é comum que os alvos de tal exposição sejam pessoas que você quer como parceiras no seu negócio. Trata-se de uma prática incentivada na maioria dos eventos que conectam startups e potenciais investidores.

É importante ressaltar que o pitch é completamente diferente de uma reunião de negócios, já que o fechamento de vendas ou a formalização de parcerias não fazem parte do processo. Elas podem até acontecer, mas o pitch é apenas o passo inicial para atrair interessados e iniciar uma conversa mais longa e complexa.

Sendo assim, o tempo de duração desse tipo de apresentação costuma ser reduzido, até para melhorar a dinâmica de comunicação entre o apresentador e os participantes. Um pitch longo demais pode resultar na perda de interesse dos envolvidos e dificultar a captação de parceiros por parte da sua empresa.

Embora algumas dessas exibições durem até 30 minutos, o ideal é que elas sejam concluídas em um tempo que varia entre três e cinco minutos. A ideia é que o empreendedor explique, de forma direta e objetiva, o objetivo do projeto, o mercado de atuação, a solução oferecida e seus planos em curto e médio prazo.

Para fazer isso, é imprescindível contar com um conhecimento aprofundado sobre as características do negócio que você quer lançar. Afinal, a confiança que exala do apresentador pode ser o diferencial para chamar a atenção das pessoas certas. Ao fim da apresentação, algumas questões devem ficar claras para a audiência. Confira algumas delas:

  • Qual problema será resolvido pelo empreendimento?
  • Como é o mercado e como é possível explorá-lo?
  • Qual o diferencial competitivo da empresa?
  • Qual é o público-alvo?
  • Quais são as expectativas gerais de ROI?
 

Quais são os principais tipos de pitch?

O conceito de pitch define algumas características padrão, como a objetividade da fala e o curto tempo de duração. Contudo, não se trata de uma ciência exata.

Dependendo das suas intenções e do seu conhecimento sobre a audiência, nada impede de personalizar a apresentação. Não é à toa, portanto, que existem diferentes modalidades de pitch. Mostraremos as principais a seguir.

Elevator pitch

Imagine que, ao entrar em um elevador na saída de uma conferência, você se depara com um grande investidor em potencial. Se você quiser apresentar suas ideias, contará com um tempo reduzido até que a porta se abra e ele siga seu caminho. Esse cenário inspirou a criação do termo elevator pitch — ou pitch de elevador.

Esse modelo propõe uma apresentação entre 30 segundos e um minuto. Por isso, é importante focar apenas os aspectos mais relevantes do empreendimento para, quem sabe, conseguir uma futura conversa em condições mais favoráveis.

One-sentence pitch

O one-sentence pitch, ou pitch de uma frase, propõe algo muito simples e, ao mesmo tempo, complexo. A ideia é descrever o seu negócio e chamar a atenção de possíveis parceiros utilizando apenas uma sentença.

Pode parecer complicado, mas se você conhecer profundamente as peculiaridades do seu empreendimento, é possível buscar as palavras-chave mais relevantes sobre ele. Se bem utilizadas, elas podem engajar o ouvinte e possibilitar uma conversa mais longa.

Pitch deck

O pitch deck se refere ao uso de recursos visuais para enriquecer a apresentação e aumentar o engajamento da audiência. Nesse caso, o empreendedor utiliza recursos como o Prezi e o Power Point para dar suporte às informações presentes em sua fala.

Contudo, é preciso ter cuidado. Todo mundo sabe que apresentações de slides podem tirar a atenção do público ou até mesmo entediar os espectadores. Por isso, é importante ter grande habilidade para coordenar a passagem dos slides com sua fala, de modo que sirvam como elemento adicional, não principal.

Se você já está avançado no processo de branding, é uma boa ideia utilizar esse modelo para ilustrar a apresentação com sua identidade visual. Exibir a logomarca e as cores relacionadas ao negócio pode passar credibilidade e demonstrar que você está realmente se dedicando a levar a ideia para a frente.

 

Quais são os passos para produzir um pitch qualificado?

Agora que você conhece os requisitos básicos para realizar o pitch e entende como ele pode auxiliar na decolagem do seu empreendimento, é hora de partir para a ação. Por isso, como prometido, vamos dedicar o restante do texto para dar dicas detalhadas sobre os passos necessários para realizar essa apresentação com maestria. Acompanhe!

Estruture um planejamento

O improviso é um recurso que pode salvar uma apresentação, mas depender dele pode estragar tudo. Por isso, estruture com antecedência o esqueleto do seu pitch, a começar pela definição do seu objetivo. Você quer atrair clientes, parceiros e investidores ou a meta é apenas aumentar o conhecimento sobre sua marca?

As respostas a perguntas como essas devem guiar o seu planejamento. Como se trata de uma apresentação mais curta que as tradicionais, saber exatamente o que você vai falar é essencial para sua eficiência. Afinal, é preciso, em poucas palavras, passar diversas informações para a audiência.

Estude sua audiência

Conhecer o público que vai prestigiar sua apresentação é essencial para você estabelecer uma conexão positiva com ele. Isso vai desde a linguagem utilizada até os seus gestos, passando por elementos como a duração e o foco do pitch e o uso de recursos visuais.

É preciso entender que, se você está lidando com um grupo de CEOs, a abordagem deve ser diferente que a utilizada para se dirigir a um grupo de outros empreendedores. Inclusive, se você puder se aprofundar nas características mais individuais da audiência, melhor ainda.

Conhecer a trajetória dos espectadores, as empresas em que trabalharam e até suas preferências pessoais pode gerar insights para a execução de um pitch extremamente eficiente.

Seja claro e objetivo

Adotar uma linguagem objetiva é chave para o sucesso de um pitch. Afinal, é importante lembrar que você conta com pouco tempo para passar uma quantidade razoável de informações. Dito isso, de nada adianta preencher o tempo com dados complexos, já que isso vai dificultar a assimilação por parte da audiência.

A dica é focar exclusivamente o que seu público mais precisa entender para que você alcance seu objetivo. Assim, se você tem uma lista com 10 métricas relevantes para o futuro do empreendimento, filtre-as e utilize apenas aquelas consideradas imprescindíveis. Não há espaço para enrolação, apenas informação.

Explique o problema e sua solução

Por mais curta e objetiva que seja a apresentação, é fundamental encontrar espaço para explicar o problema que sua empresa busca resolver e como ela pretende fazer isso. Nesse momento, é crucial que você tenha conhecimento sobre o assunto, já que, sem isso, será difícil passar a confiança tão buscada por investidores.

Aborde seu modelo de negócios

Para que você alcance seu objetivo, a audiência precisa ter uma noção de como você pretende conduzir o negócio. Por isso, elabore uma explicação curta e direta sobre o seu modelo empresarial. Fale sobre os canais que serão utilizados, o público que você deseja atingir, as parcerias já estabelecidas e o que mais for relevante.

Fale sobre seus competidores

O conhecimento de mercado é essencial para o sucesso de qualquer empreendimento, por isso, deixe claro que você conta com esse atributo. Mencione nominalmente alguns dos principais competidores, cite suas posições no mercado e fale brevemente sobre como sua empreitada pode superá-los.

Apresente uma projeção financeira realista

Alta escalabilidade, baixo custo e potencial de rápido crescimento. Essas são algumas das características mais buscadas por investidores em startups. Sendo assim, o pitch deve abordar a projeção financeira do negócio, citando elementos como os custos envolvidos e o potencial de arrecadação em 5 anos.

Contudo, não caia na tentação de exagerar sobre o assunto. É importante que a projeção seja entendida pela audiência como realista, ou todo o seu projeto pode perder credibilidade.

Esteja pronto para responder perguntas

Se você se planejou para a realização do pitch, é natural que domine até os temas que não serão abordados na apresentação. Isso é fundamental para uma interação com o público, que, eventualmente, pode fazer perguntas durante a sua fala ou logo após.

Lembre-se que essas perguntas devem ser incentivadas, já que, ao fazê-las, o público demonstra que está, de alguma forma, interessado no que você está dizendo. É fundamental, portanto, que você tenha respostas na ponta da língua, até para reforçar seu domínio do assunto.

Dominar a realização de um pitch pode ser um passo importante para você atrair interessados para o seu negócio. Por se tratar de uma apresentação curta, é fundamental se preparar para passar informações de forma objetiva e que não deixe dúvidas sobre seu conhecimento no assunto. A intenção é transmitir sua ideia de negócio e deixar claro o seu potencial.

O pitch é apenas uma das muitas modalidades de apresentação que você tem que encarar no mundo dos negócios. Então que tal se aprofundar no assunto? Separamos um kit gratuito para você se tornar impecável nas apresentações. Confira!

Kit Super ApresentaçõesPowered by Rock Convert

100.000 pessoas não podem estar enganadas
Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *