Por Leandro Abreu

Redator freelancer da Rock Content

Publicado em 24 de outubro de 2019. | Atualizado em 13 de março de 2020


O pixel do Facebook é um código JavaScript que, quando inserido no corpo de um site, gera dados de rastreamento a partir das interações dos usuários. É utilizado para mensurar o desempenho de campanhas e para integrar a experiência de compra dos sites com a rede social (remarketing).

Os pixels são ferramentas clássicas do Marketing Digital. Esses pequenos trechos de código são um dos principais responsáveis pela tamanha precisão observada no gerenciamento de estratégias e campanhas na Internet.

Existem pixels para serviços e plataformas de todos os tipos. Entretanto, o princípio de todos eles é um só: gerar dados de usuários ― seja para analisar o comportamento dos consumires, seja para mensurar ou integrar campanhas publicitárias.

Neste artigo trazemos informações completas sobre o mais famoso deles: o pixel do Facebook. Confira o material que preparamos!

Siga conosco para saber tudo sobre essa funcionalidade do Facebook para empresas! Boa leitura!

O que é pixel do Facebook e como ele funciona?

Basicamente, o pixel do Facebook é um recurso que permite que dados de rastreamento sejam gerados em um site, blog ou Landing Page e utilizados pelos serviços de publicidade do Facebook.

A sua principal proposta é integrar a experiência de consumo de conteúdo e compra dos seus visitantes com a rede social.

Os pixels são um recurso comum em campanhas de Facebook Ads e Google Ads, mas seu funcionamento ainda não é muito claro para a maioria dos usuários. Vejamos, então, alguns esclarecimentos sobre o assunto.

Como os pixels de rastreamento funcionam?

Provavelmente você já conhece o termo “pixel” como os pontos mínimos que formam uma imagem. Os pixels de rastreamento, por sua vez, não estão muito distantes disso.

O que esse código faz é acionar um servidor ― nesse caso, o do Facebook ― que retorna o chamado por meio de uma imagem imperceptível: o pixel!

Dessa forma, quando um usuário do seu site realiza uma determinada ação de conversão ― como acessar uma página ou clicar em um botão ou banner ―, esse pixel a informa ao Facebook.

Isso, porém, é apenas a ponta do iceberg.

Como os cookies ampliam as possibilidades dos pixels?

Os cookies são pequenos trechos de código armazenados nos navegadores com informações de navegação.

Quando você visita uma página na Internet, cookies são gerados para que em uma próxima visita, sua experiência seja otimizada de acordo como seus interesses e seu comportamento.

Por padrão, o pixel do Facebook trabalha com cookies internos e de terceiros, mas essa função é configurável. Os internos são aqueles gerados pelo seu site, os de terceiro apresentam dados sobre a interação do usuário em outros endereços.

A maior vantagem dessa tecnologia é que ela nos permite diferenciar os visitantes dos sites e oferecer conteúdos e anúncios personalizados, além de enriquecer os seus dados de Marketing ― os tipos de informação geradas e sua utilização também podem ser configuradas.

Como esses recursos influenciam a experiência do consumidor?

É na prática que o processo fica interessante.

Uma vez instalado o Pixel do Facebook, sempre que um visitante acessar o seu site, informações sobre sua navegação serão registradas e cookies serão inseridos em seu navegador.

Quando esse mesmo visitante acessar outro site ou o Facebook, os cookies presentes em seu dispositivo fornecerão as informações geradas a partir da sua navegação em outros sites, incluindo o seu.

Em seguida, o conteúdo exibido na página ou na rede social será ajustado automaticamente de acordo com o comportamento e as preferências desse usuário.

Dessa forma, se você tem um e-commerce, por exemplo, pode tentar fisgar o seu cliente mais uma vez, caso ele tenha simplesmente visitado um anúncio ou abandonado o carrinho.

O pixel fará com que os anúncios do seu produto sejam exibidos por um determinado período nas redes sociais do Facebook.

Essa uma das mais famosas técnicas de remarketing da atualidade, mas os pixels podem oferecer muito mais do que isso.

Marketing no FacebookPowered by Rock Convert

Que tipo de ações o Facebook é capaz de rastrear?

Não importa se você deseja gerar leads com o Facebook, aumentar as suas vendas ou promover a sua marca na Internet, os pixels do Facebook podem ajudar de várias formas.

O monitoramento é realizado por meio de eventos. Sempre que um visitante executa uma ação no seu site (determinada nas configurações do seu pixel), um evento é registrado. Os nove tipos de evento que podem ser criados são:

  • visualização de conteúdo: visualizações de posts, páginas de destino, páginas de produto etc;
  • pesquisa: permite monitorar pesquisas conduzidas em seu site;
  • adicionar ao carrinho: pode ser usada para detectar possíveis prospects;
  • adicionar à lista de desejos: pode ser usado para identificar interesses na audiência;
  • iniciar check-out: registra o momento em que as pessoas realizam o check-out (finalizam a compra);
  • adicionar informações de pagamento: esse evento pode informar, por exemplo, que o usuário apresenta grande propensão à compra nesse momento;
  • efetuar compra: monitora o número de compras concluídas em sua loja virtual;
  • lead: informa quando alguém se torna lead (envio de formulário, download de material, inscrição espontânea etc.);
  • registro completo: informa quando o usuário preenche um formulário de registro (assinatura ou inscrição em um serviço).

Esses eventos, combinados ou não, podem ser usados para avaliar a eficiência de anúncios, definir públicos personalizados para o direcionamento de ofertas, otimizar campanhas de anúncios dinâmicos e até para avaliar o desempenho de funis de vendas em seu site.

Como criar e instalar um pixel do Facebook?

O Facebook disponibiliza um processo bastante intuito para a geração dos seus pixels. Entretanto, é recomendável ter alguma experiência ou conhecimento sobre os serviços de publicidade da plataforma antes de começar a trabalhar com esse recurso.

Se esse não é seu caso, confira o Curso de Facebook da Rock University!

Primeiramente, faça o login no Facebook com a conta que utiliza para gerenciar a comunicação da sua empresa na rede social.

Em seguida, acesse o seu painel no Gerenciador de Anúncios, clique em “Gerenciador de Anúncios” na barra superior e, então, selecione o item Pixels na coluna “Medir e Informar”.

Gerenciador de Anúncios do Facebook

Na tela seguinte, clique em Criar um pixel.

Criar um Pixel no Facebook

Na janela que se abrir, preencha os campos solicitados e clique em Continuar.

Você deve nomear o seu pixel para facilitar o seu gerenciamento (pois outros poderão ser criados). Informe a URL do seu site corretamente para que o Facebook verifique a instalação do pixel posteriormente.

Criar Pixel do Facebook

O seu pixel foi criado! Agora, você precisará instalá-lo no seu site.

Existem várias maneiras de se fazer isso. Neste artigo, porém, faremos a instalação manual no WordPress ― que é o CMS utilizado pela maioria dos blogs e sites corporativos.

Sendo assim, selecionamos a segunda opção na próxima janela: Adicionar manualmente o código do pixel ao site. A primeira opção só deve ser selecionada se o seu site estiver previamente configurado.

Adicionar pixel ao site

Eis o seu pixel do Facebook!

Instalar pixel de conversão

Os próximos passos serão feitos no seu WordPress. Apenas copie o código e abra o painel de configurações do seu site em uma outra aba do seu navegador.

Não feche a sua aba atual, pois retornaremos a ela depois.

Com instalar o Pixel do Facebook em meu site WordPress?

Em seu painel WordPress, repouse o mouse sobre “Plugin” no menu lateral e selecione Adicionar novo.

Pixel do Facebook no WordPress

Faça uma busca pelo plugin Insert Headers and Footers e, ao visualizá-lo, clique em Instalar agora e, depois, em Ativar.

Pixel no WordPress

Uma mensagem de agradecimento surgirá após a ativação do plugin no topo do painel. Selecione Clique here para configurar.

Plugin do pixel de conversão

No painel do plugin, cole o código do seu pixel no primeiro campo: Scripts in Header.

Colocar pixel do Facebook no WordPress

Por fim, role a página e clique em Save.

Como colocar pixel de conversão no site

Quer conferir se fez tudo direitinho? Baixe a extensão Facebook Pixel Helper no seu navegador Chrome. Ela informará quando um pixel estiver ativado e configurado corretamente em qualquer site que você acessar.

Como configurar o meu primeiro evento?

Agora voltamos aonde havíamos parado no Facebook. Clique em Continuar.

Criar primeiro evento no Facebook

Clique em Usar a Ferramenta de Configuração de Eventos do Facebook. Você será redirecionado para o seu site.

Se não for, digite a URL do seu site mais uma vez no campo solicitado e dê um enter.

Configurar eventos no Facebook

No seu site, uma pequena janela de instruções surgirá. Leia as informações e avance até chegar em Começar.

Criar eventos no Facebook

No canto da tela, a sua primeira opção de configuração de eventos surgirá. Como exemplo, selecionaremos a opção Rastrear uma URL.

Facebook Event Setup Tool

Nessa etapa, você poderá selecionar um tipo de evento entre uma lista de opções. Escolha um que seja relevante para o seu negócio e clique em Confirmar.

Criar evento no Facebook

Para encerar, clique em Finish Setup e, depois, em Concluir. Você voltará para o Gerenciador de Anúncios.

Pronto! Seu primeiro evento foi criado! Sempre que um visitante realizar essa ação, você será informado no seu Gerenciador de Eventos.

Como mensurar as conversões do Facebook?

As conversões rastreadas pelos seus pixels aparecem no Gerenciador de Anúncios e no painel do Facebook Analytics.

Mensurar conversões no Facebook

Para obter relatórios mais precisos, o ideal é configurar vários eventos e pixels em diferentes páginas do seu site de acordo com os caminhos usados por sua audiência e que você pretende monitorar.

Para realizar essas configurações adicionais, porém, será necessário utilizar o Gerenciador de Negócios do Facebook.

Basicamente, essas informações podem ser usados com três objetivos:

  • otimização: após obter um bom volume de dados de clientes e leads, o Facebook passará a exibir anúncios com muito mais precisão, aumentando suas chances de conversão e vendas;
  • remarketing: você poderá configurar campanhas para usuários que converteram em etapas intermediárias, mas não concluíram a compra;
  • criar públicos segmentados: após gerar, no mínimo, 100 conversões, é possível criar públicos com perfis semelhantes e gerar anúncios exclusivos para eles.

Como você vê, a sua estratégia de Marketing de Conteúdo não precisa (nem deve) se restringir ao blog da sua empresa.

Você também pode, por exemplo, unir as suas estratégias de Facebook Ads e Email Marketing. Quanto mais dinâmica for a sua abordagem melhor.

O Pixel do Facebook é uma excelente ferramenta para o monitoramento e para otimização de estratégias e campanhas na Internet. Amplamente utilizado por negócios do mundo inteiro, suas possibilidades são enormes, assim como os resultados que entrega.

Quer se aprofundar um pouco mais no assunto e aprender a investir com sucesso na maior rede social do planeta? Então confira o nosso ebook gratuito sobre Facebook Ads!

Guia do Facebook AdsPowered by Rock Convert

100.000 pessoas não podem estar enganadas
Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *