Por Ivan de Souza

Analista de Marketing na Rock Content.

Publicado em 7 de fevereiro de 2018. | Atualizado em 3 de abril de 2020


Você realmente precisa fazer uma pós-graduação para subir na carreira? E para abrir um negócio? Entenda o que essa formação pode significar para você, o que lato e stricto sensu significam e que alternativas você pode buscar para sempre aprender mais.

Depois de concluir a graduação e adquirir experiência na área de estudo, é muito comum que as pessoas busquem por novas formas de qualificação, além de trabalhar o Marketing Pessoal que pode começar com a criação de um blog.

Afinal, seja pelo mercado de trabalho competitivo ou para abrir um negócio, é necessário continuar aprendendo para crescer na carreira.

É por isso que uma das ideias que mais surgem nesses momentos é iniciar uma pós-graduação. A ferramenta pode ser o que você precisa para dar continuidade nos estudos, impulsionar a carreira e abrir as portas para novas oportunidades.

Esse conteúdo foi criado para que você entenda tudo sobre com funciona uma pós-graduação e tire as melhores conclusões de qual é a melhor opção para o seu caso. Boa leitura!

LEIA TAMBÉM
👉 Cursos para empreendedores: 36 oportunidades imperdíveis de melhoria
👉 Aprenda agora a escrever um blog post para a sua empresa
👉 Crie um blog para o seu negócio usando o Rock Stage

Como funciona uma pós-graduação?

Uma pós-graduação é um curso realizado após a graduação, seja ela tecnológica, bacharelado ou licenciatura. No Brasil, são duas as opções de cursos de pós: lato sensu ou stricto sensu.

O primeiro consiste em cursos especialização ou MBA que seguem um tema ou modalidade específicos de uma área. Já o segundo diz respeito à obtenção de um grau acadêmico voltado para a pesquisa e ensino científico, dividido nas categorias de mestrado e doutorado.

Entenda melhor cada uma das opções acompanhando abaixo:

Especialização

É um curso lato sensu para os alunos que possuem diploma em graduação e que não necessariamente querem se dedicar à pesquisas ou vida docente. Geralmente, são profissionais já inseridos no mercado de trabalho que querem se diferenciar dos demais.

As especializações podem ser realizadas tanto na área de graduação quanto em áreas diferentes do curso do aluno. Por exemplo, alguém que se formou em contabilidade pode fazer uma pós na área de direito tributário para aprimorar seus conhecimentos e de destacar no mercado.

O processo seletivo não costuma ser muito minucioso, normalmente exigindo apenas o diploma de graduação e uma avaliação do currículo.

A duração de uma especialização costuma ser de um ano. Para receber o certificado, o aluno precisa desenvolver uma monografia final.

MBA (Master of Business Administration)

Um MBA também é uma graduação lato sensu. Porém, esse curso conta com um estrutura focada principalmente nos pilares da administração e da gestão empresarial. É bastante recomendado para profissionais que querem refinar suas capacidades, especificamente nessas áreas.

Mesmo não sendo tão concorrido quanto um mestrado ou doutorado, o processo seletivo de um MBA pode ser bastante meticuloso. Em geral, esse curso costuma durar cerca de 2 anos, dependendo da instituição.

Mestrado

O mestrado é uma modalidade stricto sensu com o objetivo de aprofundar as pesquisas científicas do aluno em qualquer campo de estudo. É um passo essencial para aqueles que desejam seguir carreira acadêmica e docente.

Para obter o diploma, o aluno deve apresentar e defender sua dissertação para uma banca de 3 professores, normalmente doutores. Para ingressar em um mestrado, o concorrente passa por entrevistas sobre seu projeto de pesquisa e provas escritas. O conhecimento de uma língua estrangeira também pode ser exigido.

Os mestrados no Brasil tendem a durar de 2 a 3 anos. O diploma em mestre é garantido ao aluno depois da apresentação à banca de uma dissertação que defenda suas pesquisas.

Doutorado

Apesar de o funcionamento ser similar ao do mestrado, essa opção tem currículos, níveis de exigência e tempos de pesquisa mais específicos do que a anterior. No doutorado, o propósito da pesquisa e o aprofundamento filosófico e teórico é bem mais intenso.

Powered by Rock Convert

O aluno deste curso não só sistematiza e se especializa na sua área de estudo como também propõe algo novo no campo científico que deseja atuar.

Os processos seletivos costumam ser bastante minuciosos, deixando as vagas ainda mais disputadas. Aqui são exigidos conhecimentos em 2 línguas estrangeiras.

Um doutorado costuma durar em média de 3 a 4 anos. É preciso que o aluno defenda sua tese perante a uma banca de 5 professores doutores para que lhe seja garantido o título de doutor.

Quais são os benefícios de uma pós?

Reconhecimento profissional

De modo geral, obter reconhecimento profissional significa ter mais responsabilidades. É possível conquistar maior visibilidade dentro da empresa, ter suas capacidades técnicas e comportamentais certificadas ou até receber um aumento salarial.

As pessoas que contam com uma formação acadêmica costumam ser mais valorizadas e reconhecidas, justamente por demonstrarem mais engajamento com a carreira, ambição para progredir e compromisso com suas competências profissionais.

Empregabilidade

Para aqueles que optam por investir na carreira, ter um currículo mais competitivo ajuda a manter a dianteira em qualquer processo seletivo. Uma pós-graduação auxilia os estudantes menos experientes na área a aumentarem sua rede de contatos, o que pode garantir boas oportunidades de emprego.

Para aqueles com mais experiência profissional, a pós traz consolidação acadêmica e aperfeiçoamento dos conhecimentos mais técnicos e específicos.

Empreendedorismo

Muitas pessoas que optam em fazer uma pós-graduação pensam em abrir ou já montaram o próprio negócio. Nesses casos, esse estudo serve como uma ferramenta que oferece uma visão gerencial, focada em atividades de gestão, marketing e liderança.

Com esses conhecimentos, o aluno sai da pós preparado para tocar um empreendimento e com noções claras de plano de negócio, processos de negociação, planilhas de custos, projeção de fluxo de caixa, entre outras atividades que fazem parte do dia a dia de um administrador.

Alternativas à pós-graduação tradicional

É muito importante que toda decisão seja consciente e adequada ao seu momento de vida. Afinal, você quer ir em busca de novos desafios e oportunidades, e não acabar endividado ou sobrecarregado.

Por isso, é válido lembrar que existem outras opções além da pós-graduação tradicional que podem trazer muitos benefícios ao seu dia a dia profissional. Uma delas é a pós-graduação a distância.

Essa modalidade mais econômica permite que você dê atenção à sua qualificação enquanto estuda em horários que fazem sentido para a sua rotina.

Dessa maneira, aluno e professores se encontram virtualmente com o auxílio de tecnologias de comunicação ao invés se deslocarem até um campus universitário.

Outra opção é obter certificações ligadas às áreas de Marketing por meio da Universidade Rock Content. Essa é uma alternativa excelente para quem quer aprimorar seus conhecimentos e contar com a expertise dos melhores professores do setor.

Universidade Rock Content.

Se você chegou até aqui, é porque se interessa pelo assunto de pós-graduação.  Já percebeu que  essa ferramenta de estudo é uma aliada para aumentar seus conhecimentos e experiência em uma determinada área.

Agora que você conhece como funciona, quais os benefícios e quando uma pós é indicada, pode tomar as decisões mais acertadas para garantir um futuro de sucesso. Boa sorte!

Você gostou desse conteúdo? Achamos que você também pode se interessar em conhecer as 8 coisas que as faculdades não contam para jovens empreendedores!

100.000 pessoas não podem estar enganadas
Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo

Posts relacionados

24 respostas para “Conheça os 172 principais fatores de rankeamento do Google em 2020”

  1. Gestão Mídias Sociais MBA disse:

    I liked !

  2. […] Google e ver os resultados. Mas esse método tem vários problemas. Um deles, como sabemos, é que o Google não é igual para todo mundo. O segundo problema: apenas usando o Google, é difícil comparar o seu site com os concorrentes, […]

  3. […] para derrotar os adversários do Google. A otimização no algorítimo era voltada para diminuir o rankeamento de sites que desrespeitavam as regras do Google, e que com práticas ilícitas (chamadas de black hat) […]

  4. […] pela comunidade de “Mobilegeddon”) a Google realizou alterações significativas em seu modo de rankeamento de sites. A partir dessa data, as páginas que não disponibilizarem uma navegação amigável para […]

  5. […] E se você ainda fica um pouco perdido sobre quais métodos ou utilitários poderia usar para melhorar a eficácia de seu programa de marketing on-line, saiba que há boas soluções disponibilizadas na própria Internet. O Google, por exemplo, traz muitos recursos que as empresas não devem ignorar ou perder de vista. E a maioria deles de forma gratuita. Por acaso você sabia disto? Pois descubra algumas propriedades que vão ajudá-lo a melhorar a posição de sua empresa e como r… […]

  6. […] para motores de busca – visa potencializar e melhorar o posicionamento de um site no rankeamento das pesquisas no Google e outros sites […]

  7. […] nas primeiras posições nos mecanismos de buscas da internet. É exatamente para proporcionar boas colocações nos rankeamentos que investir em SEO (Search Engine Optimization) é tão importante. Em um primeiro momento as […]

  8. […] Lembre se que nem sempre você deve tratar como uma regra máxima tudo aquilo que o Google diz a respeito de SEO, mas de qualquer forma é importante saber qual é a posição pública do Google é em relação às estratégias que você deseja empregar para estar bem posicionado nos rankings de busca. […]

  9. […] Mas não se preocupe. Com as ferramentas do Google Search Console, você pode deixar seu site tinindo. Vai melhorar a velocidade com que as páginas carregam, conseguirá entender melhor de onde vem o tráfego, identificará defeitos na pintura do HTML, recauchutará a lataria dos links, turbinará a linkagem interna e também poderá acelerar o SEO, melhorando o ranqueamento de suas páginas. […]

  10. […] marketing digital é quase um clichê falar da importância do seu site estar bem posicionado nos rankings das ferramentas de busca, como o Google. Afinal, você tem um conteúdo (ou produto) e precisa que ele seja visto e […]

  11. […] seu público alvo é a sua colocação nos mecanismos de buscas. Portanto, se é do seu interesse melhorar o seu posicionamento no ranking dos principais mecanismos de busca será necessário investir em uma ferramenta chamada SEO Pessoal. Com ela você poderá atingir […]

  12. […] conteúdo para elas utilizando táticas de SEO é o que pode fazer com que seu site tenha um melhor rankeamento nos mecanismos de busca, fazendo com que seus clientes o encontrem mais […]

  13. […] Ledo engano, e qualquer pessoa que tenha um blog e entenda o mínimo de SEO sabe disso. Uma URL bem estruturada é um dos fatores preponderantes para que os motores de busca melhorem a qualificação de um site diante do rankeamento. […]

  14. […] SEO, em mais de uma maneira. Com este post pretendemos te mostrar como trabalhar os vídeos de modo a se destacar nos rankeamentos de busca. […]

  15. […] em termos de SEO. O próprio Google dá dicas valiosas sobre o que e não fazer para que seu site obtenha bons resultados em seu buscador e em cima disso muitas pessoas criam seus websites achando que seu projeto vai deslanchar […]

  16. […] será automaticamente o que alavancará suas métricas. O importante é que você saiba que o Google gosta de artigos que procuram explicar por completo um tópico ao invés de apenas falar superficialmente sobre os […]

  17. […] de conteúdo vai muito além do que simplesmente postar artigos em um blog. São necessárias ações de otimização para mecanismos de busca, compartilhamento em redes sociais, estudos sobre a área, […]

  18. Mihail Tipa disse:

    Excelente artigo. Dicas muito boas. Nos já usamos algumas destas coisas citadas neste blog no nosso site http://www.dezireimoveis.co…, mas ainda falta muito para ser feito. Obrigado pelas dicas.

  19. Sergio Antonio Meneghetti disse:

    Excelentes dicas! Grato pelo trabalho. Prosperidade!!!$$$

  20. Renan disse:

    Ótimas dicas, conteúdo de extrema qualidade apontei o seu artigo no meu blog http://renansouza.com/
    Obrigado por ter ajudado.

  21. Meninas vips disse:

    Parabéns pelo texto e conteudo do site, estou sempre online vendo as novidades, irei indicar para a redação do site para dar destaque para o seu site, muito bom parabéns. quero fazer meu site subir http://www.scortvips.com.br/

  22. Rock Content disse:

    Ei Jefferson. O mercado de SEO ainda é relativamente novo no Brasil. Especialmente o SEO de qualidade.
    Essas coisas ainda acontecem, mas a cada dia ficará mais difícil de se deparar com esse tipo de coisa. O Google pensa na experiência dos usuários.

    Por exemplo, se você procurar palavras-chave relevantes no mercado de marketing digital, dificilmente encontrará resultados que não são de blogs de qualidade como o marketingdeconteudo.com, resultados digitais ou viver de blog, por exemplo.

    Quando os conteúdos de qualidade começarem a ganhar força nos demais mercados, esse tipo de site tende a perder o seu espaço.

  23. Rock Content disse:

    Que bom que gostou João! Espero que te ajude bastante!

  24. Andre Mousinho disse:

    Que bom que gostou Sergio!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *