Por Gabriel Camargo

Redator freelancer da Rock Content.

Publicado em 24 de outubro de 2018. | Atualizado em 28 de janeiro de 2020


A produção de conteúdo se baseia na criação de diferentes materiais, como textos, ebooks, vídeos ou podcasts, com o intuito de fornecer informações relevantes para determinado público. Conhecer a fundo as melhores práticas ou ferramentas, por exemplo, pode potencializar a eficiência das suas ações.

Se você procura maneiras mais eficientes de utilizar os recursos disponíveis da empresa, talvez já tenha ouvido falar sobre o Marketing de Conteúdo, certo? A partir dessa estratégia, é possível alcançar resultados satisfatórios mesmo sem investir tanto. Mas para isso, é fundamental entender como funciona a produção de conteúdo.

Afinal, a internet está repleta de textos, vídeos e materiais que podem ser úteis para a sua persona. Portanto, não basta apenas produzir, é preciso saber como tornar esse processo mais eficiente e produtivo, potencializando os resultados, que podem ser conquistados a partir da adoção dessa prática dentro da sua organização.

O que acha, então, de conhecer todos os segredos da produção de conteúdo e, como consequência, colher todos os benefícios que a execução bem-feita dessa prática pode oferecer à sua empresa? Neste texto, vamos abordar os tópicos mais importantes para tornar o seu trabalho ainda mais preciso.

Continue a leitura deste artigo para tirar todas essas dúvidas e dominar por completo a arte da produção de conteúdo. Confira!

O que é produção de conteúdo?

A produção de conteúdo significa, na prática, o ato de oferecer materiais — em diferentes formatos ou plataformas — que sejam úteis e relevantes para um determinado público e, assim, atrair mais consumidores em potencial para o seu negócio. O objetivo é se tornar uma autoridade em um segmento de atuação específico.

Assim, a sua empresa passa a ser vista como uma referência na área, aumentando, por exemplo, o brand awareness. Produzindo artigos, textos, vídeos e imagens que ajudem o leitor a solucionar um problema, aprender sobre um assunto ou tirar alguma dúvida, você ainda se aproxima de quem tanto quer conquistar.

Ou seja, o usuário passa a ver a sua empresa como uma aliada, como alguém que o ajudou — de graça — em um momento de dificuldade, ou apresentou ferramentas que foram importantes para o sucesso dele. O lead passa a confiar ainda mais na sua palavra e no trabalho que o seu negócio realiza, aumentando as chances, por exemplo, de conversão.

A produção de conteúdo, portanto, consiste em gerar materiais relevantes para o seu público-alvo e, assim, fortalecer a imagem e a reputação da sua empresa. Os formatos podem ser os mais variados, assim como as plataformas utilizadas para divulgar o que foi produzido para os usuários.

Quais são os principais tipos de conteúdo?

Produzir conteúdo não se limita a posts de blog, por exemplo. Textos de 500 palavras postados diariamente são algo extremamente importante, mas essa é só uma das diversas possibilidades que você tem. Que tal, então, conhecer outros formatos que podem ser eficientes para gerar um impacto ainda maior na sua persona? Confira a seguir.

Ebooks

Vamos começar falando da principal forma de geração de leads da Rock Content. Os ebooks são nossa fonte principal de aquisição de novos contatos. Com eles geramos mais de 10 mil leads por mês, além de sempre nos possibilitarem o desenvolvimento de parcerias e esforços de co-marketing.

primeiros passos no marketing digitalPowered by Rock Convert

Talvez pense que um ebook nada mais é do que um blog post vitaminado e, em parte, está certo. Mas se você já costuma ter alguma dificuldade para escrever um artigo de 500 palavras, imagine redigir um ebook de 4500 palavras, com Calls-To-Action, um fluxo de nutrição e anúncios em redes sociais?

Além disso, um ebook trata de mais temas e com maior profundidade do que um blog post. Portanto, ao redigir um material desse tipo, não se pode ser tão direto e simples quanto em um artigo. Você poderá ser mais didático, se aprofundar, explicar detalhes e trazer novos pontos de vista para seu leitor.

E também precisará de uma diagramação, algumas fotos bonitas e uma landing page legal!

Postagens em redes sociais

Essa deve estar na ponta da língua de todo mundo que está minimamente familiarizado com Marketing Digital. As redes sociais são as principais portas de divulgação para as empresas. Por isso, produzir conteúdo focado em cada uma delas é uma arte complicada, mas necessária, de se dominar.

Não vá achando que basta copiar uma parte do seu artigo e sair colando por todas as redes sociais que encontrar! É preciso adaptar a linguagem e escrever chamadas que engajam, despertam a curiosidade de seus leitores e incentivam a leitura e os comentários.

Confira mais sobre assunto no nosso kit com tudo o que você precisa saber sobre Marketing nas Redes Sociais!

Infográficos

Esses são um dos maiores queridinhos do público e uma das maiores fontes de tráfego do blog da Rock Content! Mas infográfico não é uma imagem? Não seria um trabalho para um designer? Sim, mas são imagens que levam informações e facilitam a leitura de um conteúdo!

Então, por trás de todo infográfico, existe a produção de um conteúdo voltado para aquele objetivo. Quais vão ser os números destacados naquela imagem? O espaço para o texto, por exemplo, é bastante delimitado e, por isso, é preciso ser direto e conciso na hora de explicar o que aqueles dados e informações estão representando.

Esse conteúdo pode ser extremamente útil para redes sociais, por exemplo. Afinal, para chamar a atenção do usuário, uma imagem chamativa contendo informações impactantes pode prender os olhos de quem está navegando pelo feed.

Adicione um CTA para que ele confira o conteúdo completo e pronto, o seu infográfico já começou a converter.

Vídeos

Sabe aqueles vídeos fantásticos do Professor Peçanha? Pois é, eles são um ótimo exemplo de conteúdo que não usam (diretamente) textos corridos. Você pode fazer entrevistas ou demonstrações que serão extremamente úteis na sua estratégia de Marketing Digital e ajudarão a buscar novos públicos e a educar ainda mais seus seguidores.

E, ainda por cima, eles podem virar artigos para seu blog! Lembre-se também que roteiros são conteúdo. Inspire-se conferindo a nossa série Rock Hacks, com as melhores dicas de Marketing Digital dadas por especialistas e gurus da área:

Imagens

Quer dizer então que imagem é conteúdo? Claro. E do bom! Imagens são muito compartilhadas e têm um altíssimo engajamento.

Se você está em um ramo que trabalha muito com o visual, como moda ou decoração, as fotografias podem ser a melhor forma de conteúdo a ser explorada, pois seu público quer ver grande parte das soluções que ele está buscando.

Também há os gifs, que são uma forma divertida de engajar a persona. Você aprende como fazer um aqui e aqui. E até mesmo se seu nicho não é ligado diretamente a conteúdos baseados em imagens, há várias maneiras de usá-las na sua estratégia de marketing, e, a partir daí, criar conexão com o seu público.

Um exemplo bom é o uso de imagens com frases motivacionais!

Memes

“Agora você está apelando!” Foi isso que eu ouvi do estagiário aqui do lado quando falei de memes. Mas sim, memes são conteúdos possíveis de serem utilizados por empresas para alcançar o público. Mas cuidado: usar essa ferramenta dependerá muito de quem você deseja atingir. Também depende muito do seu mercado.

Para quem trabalha em um escritório de advocacia, por exemplo, pode não ser a melhor pedida apostar nesse modelo de conteúdo. Porém, com uma análise bem-feita e uma execução ainda melhor, é possível colher resultados positivos mesmo em páginas mais sérias, como a prefeitura de Curitiba vem fazendo nas redes sociais, principalmente ao interagir nos comentários.

As possibilidades de conteúdo são muitas — e eu provavelmente esqueci de alguma aqui, então me lembre nos comentários! Basta a você estruturar sua empresa para aproveitar ao máximo dela! Mas quais são as formas de fazer isso?

Como produzir conteúdo relevante e de qualidade?

Agora é aquela hora em que você para e pensa: “Como vou fazer para produzir o tanto de conteúdo de que preciso?” Basicamente você tem três opções e, por isso, é importante saber quais são as etapas de planejamento, execução e análise para garantir que a produção de conteúdo seja feita de maneira eficiente e realmente produtiva.

Produção interna

Você pode contratar alguém para produzir conteúdo internamente. Essa pessoa ou equipe ficará responsável por manter as plataformas que você decidir usar (site, blog, Facebook, Instagram, Pinterest) sempre atualizadas com conteúdo novo. Lembre-se que nem sempre uma pessoa sozinha conseguirá fazer tudo ou terá todas as habilidades necessárias.

Produzir conteúdo em vídeo é diferente de escrever textos para blogs. Então, se for montar uma equipe de conteúdo, tenha em mente que você precisa contratar pessoas capazes de fazer o que for traçado para a estratégia. Outra forma interessante é pedir a colaboração de membros das diversas áreas da empresa.

Vai produzir um vídeo sobre vendas? Convide o pessoal do comercial para participar! É um infográfico sobre logística? Com certeza a galera do departamento vai ter algumas boas ideias! Aproveitando o conhecimento de diferentes setores da empresa, a tendência é que a produção de texto seja cada vez mais eficiente.

Produção terceirizada

Uma opção que vem se tornando cada vez mais forte no Brasil é contratar uma empresa especializada em produção de conteúdo. Podemos falar isso pois é nosso forte! Ter uma empresa que tomará conta de todo o conteúdo que sua estratégia demandar pode ser a melhor solução — tanto financeira quanto logística.

Isso vai retirar o peso da responsabilidade de atualizar seu blog ou site, bem como postar em suas redes sociais, permitindo que você foque sua atividade principal. Além disso, o conhecimento dos especialistas é de grande valia, em especial para CMOs e diretores de marketing que ainda não dominaram completamente o Inbound Marketing.

Uma mistura das duas opções anteriores

Claro que você pode ter um pouquinho de cada: ter uma pessoa responsável por organizar e criar as demandas de conteúdo, enquanto uma empresa especializada executa e produz o que for necessário. Além disso, o responsável interno também fará a interface com a empresa e manterá a execução alinhada com os objetivos.

Essa opção é muito interessante, pois soma grande parte das vantagens das outras duas soluções. Escrevemos um post completo — e ainda mais detalhado que esse tópico — sobre as vantagens e as desvantagens de cada tipo de produção, o que pode ajudar você na hora de decidir.

Quais são as melhores ferramentas para a produção de conteúdo?

Pode até parecer complicado produzir conteúdo relevante, mas com dedicação e muito planejamento isso é possível. Além disso, existem algumas maneiras de facilitar essa tarefa dentro da sua empresa. Por isso, separamos algumas ferramentas que podem ser extremamente úteis para tornar o trabalho mais preciso e eficiente. Confira!

RD Station

A automação de marketing é uma tendência no mercado e extremamente fundamental para quem quer tornar seus processos mais práticos e eficientes. A RD Station oferece, em uma só ferramenta, a possibilidade de gerenciar suas páginas nas redes sociais, criar landing pages, alimentar fluxos de nutrição e ainda fazer uma análise detalhada dos leads.

Google Alerts

Quando falamos em produção de conteúdo, o monitoramento de palavras-chave é fundamental para o sucesso de uma estratégia de Marketing Digital. O Google Alerts permite que você descubra a relevância de um determinado termo para se basear na hora de produzir conteúdos, por exemplo. Serve também para ficar de olho no que a concorrência está fazendo.

SEMRush

Quer um relatório completo sobre o volume de buscas de uma palavra-chave específica? O SEMRush é a ferramenta ideal para isso. E que tal descobrir como os seus concorrentes estão se destacando no mercado? Tudo isso é possível a partir dos relatórios detalhados fornecidos por essa ferramenta.

Google Analytics

Acompanhar e monitorar o desempenho das suas páginas é a ação mais importante para que o seu negócio consiga ser relevante, especialmente em longo prazo.

Número de visitas, tempo de permanência, taxa de rejeição, enfim, o Google Analytics permite o acesso a informações detalhadas e precisas sobre os resultados que as páginas, o blog ou as landing pages estão conseguindo.

Quais são as 10 melhores dicas para produzir conteúdos de sucesso?

Pronto, agora que você já sabe tudo sobre a produção de conteúdo, já está preparado para conhecer os segredos para se tornar um produtor de conteúdo excelente, certo?

Então confira as 10 melhores dicas para otimizar o seu trabalho e criar materiais ainda mais atrativos para os seus clientes atuais e em potencial!

1. Organize-se

Esse é o passo básico para qualquer pessoa que queira criar conteúdo com frequência e qualidade. Ter seus processos de pesquisa e criação definidos farão toda a diferença, afinal, você não pode ficar esperando aquela ideia genial que surge como uma lâmpada no topo de sua cabeça.

Se você tiver seus rituais traçados — por exemplo, ler blogs que são referência no mercado, anotar tópicos importantes de se falar, sempre fazer rascunhos de textos e conversar com pessoas interessadas na sua área de atuação — terá dado o primeiro passo para se tornar um bom produtor de conteúdo!

2. Conheça seu público

Para produzir conteúdo que alcance bons resultados, você precisa saber para quem está falando. Então trace sua persona — um perfil semificcional do seu cliente ideal. Se for bem elaborada, ela vai ajudar a moldar o seu conteúdo de modo a realmente conseguir impactar quem você quer atrair para o seu negócio.

Claro que é possível escrever sobre qualquer coisa, mas se você tem uma fábrica de comidas exóticas, por exemplo, duvido muito que seus seguidores vão se interessar por textos falando sobre combustível para foguetes.

Por isso, é fundamental saber o que o seu público procura e conhecer suas demandas e seus desafios — enfim, o que possa ser do interesse dele.

3. Estude muito

Conhecimento nunca é demais e certamente ajuda a ter ideias. Além disso, estar sempre se atualizando garante que você tenha informações relevantes, atualizadas e corretas para transmitir a seus leitores.

Não pare de estudar um minuto e você se tornará alguém extremamente capaz de produzir conteúdo de qualidade! Afinal, a internet está repleta de conteúdos de diferentes empresas batalhando pela atenção do consumidor e, se você não fizer bem o seu trabalho, a tendência é que ele procure alguém do outro lado.

4. Entenda o básico de SEO

Claro que você quer que seu conteúdo tenha um bom ranqueamento nos mecanismos de busca, não é? Então aproveite que você já está estudando muito e aprenda pelo menos o mínimo de SEO. Conhecer as boas práticas — e executá-las — vão ser de grande ajuda na hora de tentar melhorar seu posicionamento nas pesquisas.

Por mais que os links patrocinados sejam extremamente úteis para promover e divulgar conteúdos, o tráfego orgânico também é muito importante para gerar relevância para a sua empresa. Investindo em algumas práticas de SEO, você consegue resultados positivos mesmo sem a necessidade de fazer grandes investimentos financeiros.

5. Lembre-se de que feito é melhor do que perfeito

O importante é entregar e ir melhorando depois. Afinal, de que adianta ter uma imagem perfeita do texto que você quer produzir e nunca terminá-lo? Faça, entregue e depois lapide. A magia da produção de conteúdo para a internet é que o material disponibilizado em um blog ou uma landing page pode ser aprimorado quantas vezes for necessário.

Além disso, a interação entre empresas e consumidores é muito maior, fazendo com que você receba avaliações regularmente. O feedback recebido depois de se apresentar um conteúdo, por exemplo, é uma das coisas mais valiosas na busca pela perfeição dos seus materiais! Então use-o a seu favor. Feito é melhor do que perfeito, mas…

6. Foque muito a qualidade

Também não adianta entregar um artigo porco e sem referências, sobre um assunto aleatório, recheado de erros de português e mal formatado, certo? Portanto, entregue, faça, mas não se esqueça de que ele deve ter um padrão de qualidade elevado! Além disso, a internet está repleta de outros conteúdos e você precisa se destacar.

7. Acompanhe métricas

Se você quiser saber qual conteúdo está tendo sucesso, gerando mais compartilhamentos e trazendo mais resultados — o que vai ajudar a escrever seus próximos materiais —, não se esqueça de conferir as suas métricas. Curtidas no Facebook, retweets, cliques e as informações do Google Analytics foram criados para isso.

Aprenda o que eles significam, analise-os e melhore suas habilidades. A partir do monitoramento do desempenho de cada um dos seus conteúdos, a tendência é que você consiga produzir mais e mais em suas plataformas. Aos poucos você vai desvendando o que gera um impacto maior no seu público e o que é mais eficiente.

8. Faça networking

Busque pessoas que vão ajudar você a aprender, gente que poderá divulgar seu trabalho e possíveis parceiros. Networking é vital para quem quer ter uma estratégia de conteúdo relevante. Imagine aprender sobre culinária saudável com o Jamie Oliver ou publicar um artigo que o Gordon Ramsey retuitará? Você consegue imaginar o sucesso do seu conteúdo?

9. Mantenha as ideias fluindo

Um dos pontos mais importantes da produção de conteúdo é nunca deixar que ela pare. Porém você pode ficar sem ideias, certo? Errado! O mestre Peçanha mostrou seu método pessoal de geração de conteúdo e eu sugiro que você dê uma olhada. É uma boa forma de começar a se exercitar.

10. Busque referências

Outro ponto importante para otimizar a produção de conteúdo é encontrar fontes de inspiração. Não estamos falando aqui em copiar materiais, mas sim descobrir referências que possam ser adaptadas ao modelo e ao objetivo do seu negócio. Na prática, envolve procurar empresas que façam um trabalho relevante dentro do seu segmento de atuação.

Dessa forma, é possível, por exemplo, adaptar ideias para o seu público. Notou que determinada empresa tem apostado mais em ebooks? Talvez você possa tentar fazer isso também para conseguir mais conversões. Ninguém é o dono da verdade e é sempre possível potencializar o seu trabalho. Na produção de conteúdo, não é diferente.

A produção de conteúdo é uma excelente maneira de criar uma relação mais próxima com o consumidor, fidelizá-lo e, consequentemente, fortalecer a relevância e a autoridade da sua empresa. Com a oferta de materiais relevantes e de qualidade, os benefícios para o seu negócio são inúmeros e essa prática pode potencializar os seus resultados.

O passo seguinte após descobrir os principais segredos da produção de conteúdo é saber como aplicar esse conceito na prática.

Por isso, criamos a Enciclopédia do Marketing de Conteúdo para quem quer se tornar um expert e dominar o Marketing de Conteúdo, desde a visão geral de uma estratégia até boas práticas de escrita para a web. Baixe e confira!

Enciclopédia do Marketing de ConteúdoPowered by Rock Convert

100.000 pessoas não podem estar enganadas
Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *