Por Daniel Costa

Especialista em Marketing Digital e Gestor de Sucesso do Cliente na Rock Content.

Publicado em 4 de fevereiro de 2019. | Atualizado em 22 de maio de 2019


O valor de um ativo digital, como um site, não é tão claro quanto o de bens físicos. Mas existe uma forma de fazer esse cálculo. Vamos falar sobre essa fórmula e ver por que é importante dar atenção a isso, mesmo que você não pretenda vender o site.

Criar um site, hoje, é tão fácil que pode ser feito de graça em questão de minutos, de forma personalizada, em diversos editores bem conhecidos.

Mas criar um site de valor, que dá lucro e pode até ser vendido para algum empreendedor interessado em investir no marketing digital, é bem mais difícil.

Aliás, para muitos é até difícil calcular o valor do próprio site e saber o que fazer para aumentar esse número. E você, sabe quanto vale o seu site?

Se a resposta foi não, está no lugar certo, pois nós criamos um guia que vai ajudar você a enxergar esse assunto de uma forma realista e objetiva. Além de aprender como se avalia o valor de um site, você vai ver o que fazer para deixá-lo mais valioso e reconhecido no mercado. Boa leitura!

Por que faz diferença saber quanto vale o seu site?

Se o seu site estiver ligado à sua empresa, e não um negócio digital independente, você talvez pense que não faz diferença saber quanto ele vale.

Se você pensa assim, reconsidere. O valor de um site não é importante apenas quando a ideia do dono é vendê-lo mais tarde.

Mesmo que ele esteja diretamente ligado a um empreendimento físico, é importante saber de que formas o seu site gera valor para o negócio. Como assim?

Muitas empresas têm sites, mas não os usam efetivamente para gerar negócios e nem fazem questão de medir o quanto eles são realmente úteis para a geração de receita.

É como se fosse apenas uma obrigação ter um site próprio, sem qualquer real compromisso em torná-lo um canal de lucro.

Saber quanto vale o seu site e pensar em formas ativas de aumentar esse valor é a melhor maneira de evitar essa armadilha e aproveitar tudo que o ambiente digital tem a oferecer para a sua empresa.

Como funciona a valorização de um site?

Bens físicos já têm um longo histórico de avaliações e transações, o que torna muito mais fácil avaliar seu valor. Mas como se calcula o valor de um site?

Pode não parecer, mas a prática de comprar e vender ativos digitais é gigantesca — e só tende a aumentar. Por isso, especialistas já criaram métodos eficazes de avaliar o valor de um site.

Um dos métodos mais difundidos é o conceito de múltiplos. Nesse modelo, é preciso tirar a média dos seus últimos 12 meses de lucro líquido. Depois é só multiplicar esse valor por um múltiplo, que vai de 20 a 50. A conta fica assim:

média dos últimos 12 meses de lucro líquido x 20–50

E o que determina qual será o múltiplo do seu site? Esse número vai depender de uma série de fatores econômicos, relativos ao mercado, e também ao desempenho do site para gerar lucro mesmo depois de ser vendido.

Podemos até separar 4 fatores principais que determinam o cálculo do múltiplo que será usado para definir o valor final:

  1. risco: quanto maior o risco assumido pelo comprador, menor o valor do múltiplo;
  2. potencial: um site com alto potencial de crescimento vale bem mais que um que não tem muito para onde expandir as operações;
  3. facilidade de transferência: o novo dono precisa ter a mesma condição de tocar o negócio que o anterior, sem grandes mudanças;
  4. capacidade de comprovação: tudo que você diz sobre o site precisa ser comprovado com dados para legitimar o valor proposto.

Por exemplo, um site que depende demais da intuição ou da personalidade do dono para funcionar tem valor menor do que um que já tenha uma estratégia firmada, um método comprovado de gerar leads e vendas constantemente.

Afinal, o segundo site oferece menos risco, provavelmente demonstra maior potencial, é mais fácil de transferir sem prejuízos e consegue comprovar resultados e projeções com dados.

Checklist para lançar site

Como avaliar o valor do seu site?

Além dos quatro pontos já destacados acima, que são muito importantes para determinar o valor de um site para um possível comprador, é preciso avaliar outros quesitos nessa equação.

Alguns aspectos diretamente ligados ao funcionamento e o desempenho do site em si são vitais para determinar seu valor.

Veja abaixo quais são alguns dos fatores mais relevantes que você precisa ficar de olho para descobrir e comprovar o valor do seu site.

Receita gerada por meio do site

Qual é o papel do site na geração de renda do seu negócio? A resposta a essa pergunta terá um peso enorme na avaliação de valor. Afinal de contas, esse é o objetivo final de contar com um site.

Deixar de acompanhar essa métrica mostra falta de compromisso em fazer esse canal funcionar como deveria. Além disso, um site que não dá resultados financeiros não tem praticamente nenhum valor de mercado.

Numa situação assim, o máximo que pode acontecer é um concorrente se interessar pelo seu domínio e fazer uma oferta por ele.

Por outro lado, um site que gera alto retorno tem tudo para ser valorizado com um múltiplo generoso.

Tráfego gerado

O tráfego também é muito importante, pois é dele que vem o dinheiro. Sites que atraem muita gente vendem bastante.

E mesmo que o site não faça tanto dinheiro, um fluxo alto de visitas mensais significa que bom potencial de crescimento. Apenas alguns ajustes provavelmente seriam suficientes para aumentar a taxa de conversões.

Nesse respeito, existem muitas possíveis fontes de tráfego, e todas elas são bem-vindas. Mas aqui vai uma dica importante: tráfego orgânico é sempre melhor do que o pago.

Assim, um site que tem um alto número de visitas porque faz um trabalho completo de SEO terá mais valor que um site idêntico cujo tráfego vem primariamente de anúncios.

Autoridade da marca

Como a marca que o site apresenta é vista pelo mercado? Um pequeno negócio em ascensão no mercado geralmente desperta a atenção de grandes empresas, que se tornam potenciais compradores.

Por sua vez, uma marca que já vem enfraquecendo com o passar dos anos deve diminuir o valor do site na hora da venda.

Sites que investem em branding e trabalham para gerar valor e se tornar fontes de autoridade no segmento em que atuam conseguirão uma valorização maior por causa da imagem positiva no mercado.

Engajamento dos visitantes

Nem só de tráfego vive um site bem-sucedido. O engajamento é outro critério que ajuda a mostrar o quanto o trabalho é completo e atende a uma necessidade do público.

Se o engajamento for baixo, significa que provavelmente o conteúdo do site é visto como superficial ou de baixa qualidade. Esse tipo de fragilidade aumenta o risco de o negócio não se sustentar no longo prazo e, portanto, diminui seu valor.

Tempo gasto no site, comentários, compartilhamentos, menções em redes sociais, avaliações positivas de Net Promoter Score e engajamento da lista de e-mails são algumas formas de avaliar esse engajamento.

Boas práticas de mercado

O mercado digital evolui com muita rapidez, mas algumas boas práticas já existem por um bom tempo e precisam fazer parte do negócio que deseja uma valorização alta.

Sites que não são devidamente otimizados para mobile, contém muitas falhas de SEO, não têm uma estratégia documentada de geração de leads ou um funil de vendas desenhado e testado saem muito atrás na avaliação.

Essas boas práticas dão credibilidade e solidez ao negócio. Deixar de cumpri-las indica falta de capacidade na gestão.

Checklist de Auditoria de Site

Quais as formas de aumentar o valor do site?

Descobrir quanto o seu site vale é só a primeira parte da história. O objetivo depois disso é encontrar formas de aumentar esse valor, ou seja, torná-lo mais eficaz e rentável.

Na lista de estratégias abaixo, você vai encontrar ótimas dicas do que fazer para valorizar esse ativo e lucrar muito mais com ele. Compensa investir nas seguintes opções.

Marketing de Conteúdo

O Marketing de Conteúdo está entre as principais estratégias de marketing digital que existem no mundo.

Ele se baseia em gerar valor para uma audiência bem definida. Com ele, é possível cultivar uma audiência grande, engajada e que, por fim, terá confiança de comprar o que você vende.

Muitos dos critérios importantes para aumentar o valor de um site são alcançados assim com essa estratégia.

Diversificar as fontes de tráfego

Você já deve saber do perigo de colocar “todos os ovos numa cesta só”. Se o seu tráfego vem sempre da mesma fonte, o que acontecerá se essa fonte secar?

Por mais que siga um método para atingir o fluxo de visitas desejado, ninguém tem controle sobre canais externos. Isso torna arriscado basear o sucesso de um site só em uma fonte de atração de visitas.

Diversifique e consiga visitantes de muitas maneiras diferentes. Além de se arriscar menos, será possível testar qual delas tem maior potencial de crescimento.

Diversificar as fontes de renda

O mesmo princípio do tráfego vale para a geração de receita. Criar subprodutos ou apostar em diferentes canais de venda é uma ótima forma de aumentar o lucro sem depender de uma única estratégia.

Quanto mais fontes de receita o site tiver, maior será também o seu potencial de crescimento: é matar dois coelhos com uma cajadada só.

Ampliar a lista de e-mails

A lista de e-mails é bastante relevante para o sucesso de um site por dois motivos principais: mantém o engajamento e é ótimo para as conversões.

Assim, se você precisa estreitar o relacionamento com a sua audiência, trabalhe pesado no e-mail marketing. Ele o ajudará a tornar leads em clientes e clientes em fãs.

O resultado disso é, obviamente, um aumento no valor do seu site.

Variações de domínio

Logo acima eu disse que a única coisa que um site sem vendas poderia ter de valor é o seu domínio, que poderia interessar a um concorrente.

Isso não foi à toa. As variações de domínio de um site, dentro do seu segmento, aumentam as oportunidades de torná-lo referência na área em que o negócio atua.

A tática aqui é simples: adquira variações de domínio e palavras-chave que tenham valor estratégico para o negócio. Isso faz muita diferença no valor do site.

Provas sociais

Depoimentos e avaliações de clientes contentes com o resultado do seu trabalho, críticas positivas na mídia especializada e outras provas sociais de que o seu negócio é confiável e lucrativo também ajudam demais.

Isso serve tanto para aumentar o seu prestígio e cultivar uma imagem positiva da marca quanto para aumentar as vendas e engajamento. 

Link building

Backlinks são um dos 200 fatores de rankeamento do Google, e têm muito peso no tráfego orgânico de um site.

Por isso, o trabalho de link building vale a pena. Dá trabalho e leva tempo conseguir que outros recomendem seu site. Mas uma vez que fizer isso, o valor desse ativo vai aumentar bastante.

Mobile-first

Não se contente em criar um site que se adapta de forma básica aos dispositivos móveis. Siga a diretriz do Google e refaça seu site para se tornar mobile-first.

Além de criar uma experiência melhor do usuário e ajudar nas classificações dos buscadores, mostrará compromisso com as melhores práticas do mercado digital.

Estratégia documentada

Nada de fazer as coisas na intuição. Crie métodos e os documente. Faça testes para comprovar o que funciona e refine-os de forma constante.

Isso fará do seu negócio uma máquina de resultados escalável e previsível, ao contrário de muitos sites que não sabem como ganharão dinheiro no mês seguinte.

Agora você já sabe tudo o que precisa fazer para descobrir quanto vale o seu site e, mais ainda, como aumentar esse valor.

Seja a sua ideia seja vender o site, seja mantê-lo para promover sua empresa física, busque a ajuda de especialistas capazes de ajudá-lo a impulsionar esse canal tão importante de negócios.

E, se você busca por formas de aumentar o tráfego do seu site — sem pagar a mais por isso — baixe gratuitamente nosso ebook sobre o assunto!

Como atrair tráfego para seu site

100.000 pessoas não podem estar enganadas
Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *