Por Ivan de Souza

Analista de Marketing na Rock Content.

Publicado em 22 de maio de 2020. | Atualizado em 22 de maio de 2020


Os recursos materiais que você precisa para ter uma agência podem ser muito diferentes. Isso varia de acordo com o porte da empresa de comunicação que você deseja operar e com a variedade de serviços oferecidos. Descubra o que é indispensável para colocar a agência no ar.

Os recursos materiais para montar uma agência podem variar de acordo com a finalidade, o porte e os serviços prestados pela sua empresa. Um fato é que a área de comunicação segue em franco crescimento, e é possível garantir um workflow produtivo com uma agência digital. O que muitos empreendedores questionam é sobre o patrimônio necessário para manter a empresa de comunicação.

Mesmo em momentos de crise, como durante a pandemia do Covid-19, o setor de comunicação digital segue seu crescimento exponencial. Se você pretende apostar em uma excelente oportunidade, continue a leitura. Você vai descobrir o que são os recursos materiais, ver dicas de itens permanentes e de consumo, e como minimizar o investimento. Confira!

O que são recursos materiais em uma empresa?

Os recursos materiais são todos os bens físicos que precisam do investimento de dinheiro. Itens usados em uma estrutura física como mesas, cadeiras e quadros são considerados bens materiais, mas a luz solar e o ar não podem entrar nessa lista porque, apesar de disponíveis, não têm um valor comercial e podem ser usados livremente.

Outros ativos na gestão da agência, como uma verba reservada para arcar com todas as atividades de curto prazo (ou capital de giro), não fazem parte dos recursos materiais: entram nos recursos financeiros. Sistemas e tecnologias são os recursos técnicos, e o pessoal necessário para contribuir com as operações da agência são o recurso pessoal.

Dessa forma, podemos definir como recursos materiais de uma agência de comunicação os itens necessários para a estrutura física, além das ferramentas e dos equipamentos que contribuem com a realização das tarefas propostas. Nesse caso, podemos entender que alguns dos recursos materiais podem ser intangíveis, como é o caso da maioria das ferramentas de marketing digital.

Quais são os principais recursos materiais permanentes de uma agência?

Primeiramente, é importante entender o que é um recurso material permanente: são todos os bens que têm uma duração mínima de 2 anos em uso, sem que isso quebre ou modifique a estrutura.

Para definir corretamente essa qualidade do bem, existem 5 pilares que excluem um bem material de permanente, migrando-o para os recursos materiais de consumo. Caso o item corresponda a pelo menos 1 dos pontos a seguir no prazo de dois anos, ele deixa de ser considerado um recurso permanente.

  1. Perecibilidade: o objeto perde suas características (químicas ou físicas) com o uso normal.
  2. Durabilidade: quando o material reduz ou mesmo perde suas funções de uso.
  3. Incorporabilidade: caso o item seja incorporado a outro bem, perdendo sua funcionalidade principal e características físicas.
  4. Fragilidade: quando a estrutura é frágil e quebradiça, deformando a característica original e inutilizando o recurso.
  5. Transformabilidade: quando o bem material já é adquirido com a finalidade de ser transformado.

Dessa forma, podemos citar como recursos materiais permanentes de uma agência de comunicação:

  • mesas, cadeiras, sofás, escaninhos, armários, impressoras e outros itens da movelaria de escritório;
  • computadores, notebooks e até mesmo smartphones (quando usados para a agência);
  • câmeras fotográficas e de filmagem profissionais, tripés, microfone, gravadores, materiais de iluminação, chroma key (dependendo da especialização e dos serviços oferecidos pela agência).

Quais são os recursos de consumo em uma agência digital?

A gestão financeira da agência também deve prever a aquisição de vários recursos materiais que não atendem às características dos recursos permanentes. Esses também são conhecidos como bens de consumo. Certamente uma agência precisará de:

  • materiais de escritório como papel, grampeador, furador de folhas, toner para a impressora, clips, canetas, post-its;
  • crachás ou uniformes (caso a agência decida que será necessário que os colaboradores façam uso desses itens);
  • placas para sinalização interna;
  • contratação de softwares e aplicativos necessários para o desempenho das funções. Corel Draw, programas de captura de tela e outras soluções para design e edição de vídeo como os da Adobe com Photoshop, Illustrator, InDesign, Premiere, After Effects (vale lembrar que estamos falando de soluções que não concedem uma licença permanente para uso, impedindo o uso livre da ferramenta caso o pagamento seja suspenso);
  • decoração e objetos para inspirar e estimular a criatividade dos funcionários.

Como definir os recursos materiais da agência digital?

Se você pretende abrir uma agência e quer ter uma ideia dos recursos materiais necessários, antes você deve se dedicar a pensar no tipo de empresa de comunicação que vai criar. Você pode investir em uma agência full service, apresentando todos os serviços de comunicação no seu portfólio ou se especializar em um ramo de atendimento como anúncios pagos.

Agências que trabalham com projetos pontuais, por exemplo, precisam muito mais de uma equipe de prospecção do que uma empresa que foque no fee mensal, encantando seus clientes e fechando negócios mais duradouros.

Outro ponto importante é como você imagina sua agência agora. Talvez os recursos podem ser bem diferentes de uma estrutura idealizada para o futuro.

Como minimizar o investimento de recursos materiais para montar a agência?

O tamanho das ideias realizadas por uma agência não precisa ser representado pela sua estrutura física. Você pode optar por coordenar uma equipe remotamente, programando reuniões pontuais em um espaço de coworking ou em um escritório menor, apenas para o administrativo. Os computadores são outra rubrica que pode ser amortizada com o aluguel de máquinas para a primeira fase da empresa.

Viu como os recursos materiais de agências podem variar bastante de acordo com o porte da empresa de comunicação e os serviços que você pretende oferecer? Mesmo assim, criar uma previsibilidade desses custos é fundamental para planejar a criação da sua empresa. Lembre-se que, com o marketing digital, o valor da estrutura pode ser enxugado, direcionando a verba a outros setores.

Se você gostou da ideia de ter uma agência de comunicação, confira nosso artigo sobre o efeito manada e descubra algumas atitudes para evitar esse comportamento entre seus colaboradores!

100.000 pessoas não podem estar enganadas
Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *