Por Redator Rock Content

um de nossos especialistas.

Publicado em 17 de julho de 2019. | Atualizado em 27 de fevereiro de 2020


O SEO pessoal é uma estratégia baseada na otimização das páginas de sites e blogs com o objetivo de promover um profissional específico.

Se alguém fizer uma pesquisa sobre você no Google, qual informação encontraria? Será que sua marca pessoal está sendo bem-vista pelas pessoas?

O SEO pessoal pode responder essas perguntas.

Todo empreendedor quer se destacar. E em um mercado cada vez mais competitivo para atingir este objetivo você precisará investir em sua própria marca. Ou seja: em você mesmo. 

Entender que o seu negócio é baseado, primeiramente, em quem você é e que é esta credibilidade que atrai audiência e potenciais consumidores é fundamental para sua estratégia como empreendedor.

Por isso, otimizar sua própria marca torna-se cada vez mais importante. Investir no seu marketing pessoal é o caminho mais rápido para estabelecer sua presença no mundo online.

A seguir, abordaremos os seguintes pontos:

O que é SEO pessoal?

O SEO pessoal é uma estratégia baseada na otimização das páginas de sites e blogs com o objetivo de promover um profissional específico.

Essa demanda surgiu a partir da compreensão que, num contexto de convergência entre o digital e o offline, um dos fatores que “denunciam” se você está ou não sendo relevante para seu público-alvo é a sua colocação nos mecanismos de buscas.

Portanto, se é do seu interesse melhorar o seu posicionamento no ranking dos principais mecanismos de busca será necessário investir em uma ferramenta chamada SEO pessoal.

Com ela você poderá atingir dois objetivos ao mesmo tempo:

  • Dominar as primeiras páginas do Google por meio de estratégias mais eficientes.
  • Fazer uma gestão de sua reputação, ou seja, retirar todos os resultados negativos de sua marca pessoal e assumir o controle das pesquisas sobre o seu nome.

Parece incrível que isso seja possível, não é? E, de fato, gerir melhor sua reputação pode ser um ganho enorme para consolidar de vez sua presença online.

Quais são os benefícios do SEO pessoal?

O SEO pessoal pode ser muito vantajoso para você como representante de uma área específica. Aqui apontamos os três principais benefícios. 

Reconhecimento no mercado

Uma vez que você tenha um SEO pessoal bem trabalhado, seu nome e imagem passam a ser mais conhecidos por aqueles que buscam assuntos relacionados à sua área de atuação.

Por isso, toda vez que alguém encontrar algum resultado a respeito de um nicho e ele tiver conexão com o seu nome, cada vez mais as pessoas farão a associação de que você é uma pessoa influente nesse tipo de mercado. 

Melhora das possibilidades de contratação

Uma consequência de você ser encontrado como referência de determinada área é o interesse por parte das empresas em ter você como parte da equipe delas.

Ainda que você não esteja buscando oportunidades de trabalho por estar satisfeito no cargo que ocupa hoje, é importante saber que outras organizações têm interesse em contratar os seus serviços.

Personal branding

Personal branding é a maneira como você gere a sua marca pessoal de modo que o público tenha uma percepção clara do profissional que você é e do que pode ofertar.

Em suma, sabe as pessoas que são lembradas por conta de determinadas experiências e habilidades? — tal como o Neymar é lembrado por conta do futebol ou Picasso que é recordado por ser um famoso pintor — É a mesma coisa que o personal branding deve fazer por vocês.

Aliás, alertamos que o branding pessoal não deve ser confundido com o marketing pessoal. Enquanto o marketing é focado em como a marca se comunica e alcança o mercado, o branding é voltado às formas de como a marca impacta o seu público.

Como otimizar o SEO pessoal?

A mecânica que existe por trás dos resultados de pesquisas cujos termos são nomes de pessoas geralmente combina dados fornecidos em suas contas de mídias sociais, clientes de e-mail, menções ao seu nome em sites e blogs e outras informações disponíveis sobre sua pessoa na internet.

Então, aprenda a otimizar sua presença virtual de forma prática começando pelas redes sociais, depois siga as demais estratégias para ampliar ainda mais seu SEO. Separamos 24 dicas essenciais. Vamos a elas?

1. Procure por você mesmo no Google

A primeira dica de como otimizar o seu SEO pessoal não poderia ser outra a não ser inserir o seu próprio nome no Google e ver quais resultados aparecem na SERP.

Você também pode criar uma conta gratuitamente no BrandYourself para conferir o seu nome em todos os sistemas de busca e ver o quão visível você está. A partir disso, quatro cenários podem surgir (sendo o primeiro bom e os outros três nada bons):

  • você tem um bom posicionamento orgânico no Google;
  • você simplesmente não existe nos resultados de busca;
  • os resultados que aparecem pertencem a menções negativas;
  • você ranqueia unicamente porque concorrentes estão utilizando o seu nome em benefício próprio (sim, isso acontece, é mais comum do que se imagina).

Se você se identificar com algum dos últimos três pontos, não se preocupe. As próximas dicas que vêm a seguir ajudarão!

2. Crie um plano de ação

Uma vez que você identifique as dificuldades do seu SEO pessoal e onde você quer chegar, o próximo passo é criar um plano de ação para que o seu nome (ligado a você e não a algum homônimo) apareça entre os primeiros resultados do Google de maneira positiva.

Para isso, o primeiro passo é listar os canais que deverão ser trabalhados com essa finalidade, destacamos aqui os principais:

  • site;
  • blog;
  • redes sociais;
  • guest post;
  • e-mail marketing;
  • aplicativos de mensagens;
  • entre outros que sejam relevantes ao seu nicho.

3. Tenha um blog

Ter um blog é uma das formas mais interessantes de trabalhar sua marca pessoal. Você consegue monitorar seu blog diariamente (recomendamos o uso do Google Analytics para essa tarefa) trabalhando estratégias de SEO, que podem dar uma guinada em seu negócio.

Mas, para isso, precisará dedicar esforço diário para que seu conteúdo seja de qualidade e relevante. Para ajudar, siga essas orientações básicas para otimizar sua página:

  • tenha certeza de que seu perfil tem sua própria página;
  • use seu nome na URL, se for possível;
  • procure colocar seu nome no início do título;
  • cada perfil que tiver em outras redes sociais deve conectar-se a esta página;
  • linkagem interna e também externa do blog;
  • esta página deve conectar-se somente com as redes sociais em que estiver ativo;
  • utilize o Google Analytics para monitorar o desempenho do seu SEO pessoal por meio do seu blog;
  • meta tags estruturados e bem elaborados.
Guia Completo do Google AnalyticsPowered by Rock Convert

4. Otimize o seu site e blog para os motores de busca

Otimizar o seu site ou blog para motores de busca não se resume a produzir bons conteúdos para a sua persona, mas também executar ações estratégicas que melhorem o seu ranqueamento.

O uso de palavras-chaves é essencial para isso. Porém, outras práticas também são necessárias como, por exemplo:

  • Yoast SEO: caso o seu site ou blog seja em WordPress, este plugin mostra o quão bem ou mal cada conteúdo está em termos de SEO;
  • indexação no Google Search Console: esta é uma ferramenta gratuita do Google que mostra em quais palavras-chaves o seu site está ranqueando, além de um campo em que você pode inserir as URLs para indexação;
  • SEO onpage: outra boa prática é inserir links internos em outros conteúdos que você produza a fim de incentivar uma maior permanência dos usuários no site e fortalecer o domínio.

5. Crie uma página que descreva o seu perfil dentro do seu site

Os conteúdos do seu site ou blog devem ser escritos para pessoas, apesar de precisar agradar também o algoritmo. Portanto, é comum que o público queira saber quem é a pessoa por trás dos conteúdos. Por isso a razão de ter uma página dedicada a descrever o seu perfil.

Portanto, ao criar o perfil, é necessário aplicar os seguintes pontos:

  • insira o seu nome na url da página;
  • insira-o também no começo do título;
  • publique uma foto sua atual (de até três anos atrás);
  • conecte as redes sociais para essa página.

As redes sociais são ótimos canais off-page, pois eles têm autoridade de domínio e credibilidade do Google. Por isso, aproveite o espaço dedicado para a inserção da URL de um site para promover a sua página de perfil.

6. Faça guest post em outros blogs

Imaginemos que você queira saber se um restaurante é bom e tenha duas opiniões positivas a respeito do lugar: a de um amigo e a do dono do restaurante.

Em qual delas você acreditaria mais? Certamente a do seu amigo, certo? Afinal, o dono sempre falará bem do próprio estabelecimento. 

Algo similar acontece quando você faz guest post, pois trata-se de um artigo escrito por você, porém, publicado em outro blog. Além de ser uma chance de levar tráfego para o seu site, ele também aumenta a sua autoridade, sobretudo se o blog for uma referência em seu segmento.

Para conseguir a chance de publicar um texto seu em outros blogs, o primeiro passo é levantar quais são os mais interessantes para a sua estratégia de SEO pessoal.

Em seguida, entrar em contato com os responsáveis por eles e propor escrever um conteúdo sobre um assunto que eles ainda não tenham publicado. Levando em conta que é trabalhoso escrever blog posts de forma periódica, alguns certamente aceitarão a sua oferta.

7. Dê entrevistas para outros sites e canais digitais

A exemplo dos guest posts, entrevistas também fortalecem a sua autoridade online. Por isso, esteja disponível para entrevistas feitas por outros sites ou blogs.

Claro que ser entrevistado por um site que é visto como uma grande referência de mercado é o ideal. Mas, se vários sites e blogs pequenos entrevistarem você e linkarem o seu site, seu nome ganhará mais visibilidade online a partir de diversas referências.

8. Tenha um perfil pronto para o snippet do Google

O snippet é o espaço da SERP dedicado ao melhor resultado de uma busca. Se você conseguir conquistá-lo toda vez que alguém procura pelo seu nome, é uma grande vitória. Por isso, você deve estar preparado para ela desde o início.

Assim, otimize o seu perfil no Google (afinal, é para ele que você precisa ranquear) preenchendo-o da mesma maneira que você faz com um blog post, ou seja:

  • no título insira o seu nome e sobrenome;
  • selecione e faça upload da sua melhor foto;
  • no espaço equivalente à meta description, insira a sua ocupação, empresa para qual trabalha e uma breve introdução.

E duas dicas que podem ser válidas:

  • se você quiser ser relevante na sua localidade, insira a cidade onde você mora;
  • não esqueça de usar palavras-chave que estejam de acordo com o seu perfil profissional.

9. Tenha uma assinatura de autor

Além do snippet, a assinatura de autor tem feito com que muitos produtores de conteúdo reforcem seu branding via SEO. Uma vez que você tenha uma assinatura nos artigos que escreve, seu nome e foto passam a aparecer nos resultados de busca.

Se você tiver perfil de autor em diversos sites e blogs diferentes, é preciso gerenciá-los. Por isso, uma dica para deixar as suas assinaturas perenes é evitar que elas tenham informações que devam ser atualizadas como, por exemplo, “7 anos de experiência”.

Mantê-los evergreen faz com que os riscos de defasagem sejam menores.

10. Valide seus perfis sociais

É importante que todos eles estejam bem afinados para fortalecer o seu SEO pessoal. Vejamos agora cada um deles.

Linkedin

O LinkedIn é uma ferramenta estratégica para conseguir ampliar sua marca pessoal. Ela é onipresente entre os resultados de busca. Utilize-a para otimizar melhor sua marca.

Ela deixou de ser apenas uma rede social para se transformar em uma das maiores ferramentas para promoção e divulgação para quem está em busca de alavancar seu marketing pessoal.

O diferencial está justamente em ser uma rede voltada para profissionais. Com um relacionamento mais segmentado, e a possibilidade de ser recomendado por outros profissionais, seu perfil pode ganhar um destaque bastante relevante.

Veja como aperfeiçoar o seu SEO pessoal usando o LinkedIn:

  • os itens localização, posição e companhia aparecem em sua descrição do Google. certifique-se de que eles estão completos;
  • personalize sua URL de perfil público. Escolha uma URL que inclui seu nome;
  • verifique se o seu perfil completo está visível para o público;
  • torne seu perfil no LinkedIn o melhor possível. Incorpore um blog WordPress, Slide Share, procure por recomendações e adicione todas as contas ativas do Twitter;
  • na área de “websites” do seu perfil adicione links para o seu blog e seu perfil no Google Plus.

Twitter

O ranking de perfis no Twitter ainda é extremamente alto no Google. Melhore a imagem do seu perfil, faça uma pequena biografia sobre você e coloque um link para seu blog.

E mesmo que não costume usar o Twitter, adicione um tweet para informar as pessoas onde podem encontrá-lo. Deixe uma mensagem dizendo que embora não esteja ativo no Twitter, elas podem ficar à vontade para se conectarem com você em outra rede.

Facebook

Os perfis e páginas do Facebook se tornaram excelentes canais para quem está em busca de otimizar sua marca pessoal. Mas lembre-se: o seu perfil profissional no Facebook não deve ser confundido com um lugar para diversão.

Se o seu objetivo é utilizar essa rede social para se promover profissionalmente, cuidado com o que expõe nela. Escolha bem o conteúdo que vai publicar. É sua imagem e seu currículo profissional que estarão em jogo.

Vimeo

De todos os sites de compartilhamento de vídeos o Vimeo costuma superar os demais pela qualidade que permite em seus vídeos, sendo muito procurado por profissionais da área por essa questão como uma plataforma para a exibição de trabalhos produzidos.

Aproveite para ampliar seu perfil. Digite uma pequena biografia sobre você, adicione um vídeo com um link para definir sua localização e aproveite a audiência para melhorar sua marca. Caso prefira uma plataforma mais simples, o Youtube continua sendo o mais popular.

About. me

É uma página simples com links para as páginas de seus outros perfis. Embora pareça pouco complexo o site costuma se posicionar muito bem nos resultados de busca. Faça um upload de uma foto profissional e configure os links. Se for possível, crie uma URL que inclui seu nome. Assim o SEO pessoal será mais bem trabalhado.

Quora

No Quora, as páginas dos perfis são muito simples, mas elas são bem rankeadas. Depois de adicionar sua foto e uma pequena biografia, siga algumas pessoas e alguns assuntos de seu interesse para tornar a sua marca pessoal mais conhecida no meio.

Entenda que você não precisa estar ativo em todas estas opções de redes sociais. Mas é importante construir o seu perfil pessoal em todas elas como uma estratégia de SEO muito eficiente.

Instagram

O Instagram é um canal que pode favorecer muito o seu branding pessoal, pois a rede é utilizada por muitas empresas para mostrar o lado humano de seus negócios. Portanto, você também pode mostrar, por exemplo, a sua rotina profissional por meio das publicações.

Apenas atente-se à diferença entre postagens no feed e no stories, pois seus critérios de são diferentes. Enquanto no feed é recomendável postar imagens e vídeos de maior qualidade, no stories você pode ter mais liberdade de publicar vídeos mais naturais, como os que você gravaria para enviar a um grupo de amigos, por exemplo.

Por fim, não esqueça de deixar o link para a página de perfil dentro do seu site na bio e, caso tenha mais de 10 mil seguidores, use sempre que possível o recurso “arraste pra cima” para inserir links em seus stories. Isso faz com que sua audiência possa conferir trabalhos feitos por você e aumentar a sua autoridade.

Slideshare

O Slideshare é um espaço em que você pode publicar apresentações sobre assuntos específicos. Muitas pessoas o utilizam para buscar informações e as apresentações, por usarem elementos visuais, tornam a leitura agradável.

E por falar nisso, o visual do seu perfil também precisa ser bem construído. Se estiver com disposição para investir, o Slideshare oferece templates por aproximadamente 20 dólares por mês. Embora isso não interfira muito no SEO, certamente fará a diferença no seu branding pessoal.

YouTube

Até 2021, 80% do tráfego orgânico será composto de vídeos e o YouTube é a maior referência neste tipo de mídia. Portanto, se você ainda não tem um canal, a hora de criar o seu é agora.

Como o YouTube também é um motor de busca, o SEO é essencial. Portanto, trate de usar palavras-chave no título e descrição do vídeo assim como no conteúdo.

Sim, também é importante usar palavras-chave no conteúdo do vídeo, pois elas favorecem o SEO dentro da plataforma. E se estiver se perguntando de que maneira, bom, o YouTube gera legendas para seus vídeos, certo? Legendas são texto, portanto, citar a palavra-chave durante seus vídeos fortalece o seu SEO.

Kit Marketing nas Redes SociaisPowered by Rock Convert

11. Otimize os resultados utilizando apenas seu nome

Como fazer SEO pessoal vai além de criar e/ou alimentar perfis sociais, seguem mais algumas estratégias para você impulsionar sua marca para o topo do ranking:

  • apelidos: os apelidos podem ser excelentes escadas para ampliar a sua audiência online. Cuidado apenas para não colocar apelidos chulos que venham a comprometer seu perfil profissional. Analise se dentro do seu mercado esta estratégia é uma boa opção.
  • sufixo: acrescente algum item ao seu nome que o diferencie de outros nomes comuns. Você terá muito menos concorrência nas pesquisas se seu nome puder se diferenciar dos demais. Ex. José Soares III em vez de somente José Soares.
  • nomes adicionais: uma maneira simples de se diferenciar é acrescentar um nome adicional. Seja o seu nome do meio, nome de solteiro, etc. Vá testando até encontrar um que seja menos comum.
  • grau avançado ou certificação: esta estratégia estabelece bem quem realmente é você, chamando atenção para suas qualificações.
  • use uma inicial: adicionar uma inicial é uma maneira de definir seu nome para os motores de busca. Escolha qual inicial do seu nome do meio será mais eficiente. Como sempre, terá que ir testando qual variação trará melhor resultado.

12) use sua imagem a favor da sua marca

Usar sua imagem também é importante.

Use-a o máximo que puder: quem está querendo construir uma marca pessoal na Internet deve ser o mais sincero possível com as pessoas. Não se esconda e deixe-as saber quem é você.

Toda vez que fizer um perfil sobre si mesmo procure divulgar ao máximo sua imagem. No mundo online sua imagem é você. Mas não se esqueça de colocar sempre seu nome no título da foto e em sua descrição, pois é dessa forma que os motores de busca usarão para encontrá-lo.

13. Mantenha um blog relevante

Mantenha o conteúdo do seu blog sempre atualizado: se o seu conteúdo não for atualizado constantemente, os motores de busca começam a vê-lo como irrelevante.

Relacione pelo menos uma rede social ao seu blog, assim, quando atualizar seu status nessas redes, automaticamente o mesmo será postado no perfil de sua página.

14. Aprenda a usar palavras-chave

Importância das palavras-chave em seu conteúdo: para que os motores de busca possam encontrá-lo é importante usar as palavras-chaves corretas.

Por exemplo, se deseja converter para seu nome, mas seu nome não aparece em qualquer lugar da página, os motores de busca não terão como encontrá-lo, concorda?

Mas não basta apenas escolher palavras-chave estratégicas: é preciso colocá-las nos lugares em que os motores de busca consideram mais importantes. Palavras em negrito, URL, títulos de páginas entre outros.

Mas cuidado com o excesso de palavras-chave, pois os motores de busca podem descartá-las devido ao exagero em um texto, o que é uma prática de Black Hat.

15. Use o poder dos links

Cada link que é feito para um blog é considerado pelos motores de busca. Compartilhar sua página por meio de redes sociais pode fazer com que as pessoas passem para frente, gerando assim, mais atenção aos motores de busca.

1. Crie uma página na Wikipédia

Crie uma página na Wikipédia: é isso mesmo.

Qualquer pessoa pode editar um artigo na Wikipédia. Mas seja sensato, só edite algo que contribua significativamente para o conhecimento das pessoas. Pode ser algo do seu próprio nicho. Utilizar um link para seu blog é um excelente caminho para otimização da sua marca pessoal.

17. Diferencie-se dos demais

É muito provável que vá encontrar muita gente com o mesmo nome que o seu. Isso poderá prejudicar sua marca pessoal, por isso procure criar uma estratégia que o ajude a diferenciar seu nome dos demais.

18. Seja claro e objetivo

Fácil acessibilidade para os leitores: preocupe-se em facilitar o máximo possível para que as pessoas encontrem você. Por isso nada de ficar rebuscando demais suas informações. Seja claro e de fácil acesso.

19. Faça o possível para o Google encontrá-lo

Quanto mais o Google souber sobre o seu blog melhor será para sua marca. Deixo-o descobri-lo pelo seu conteúdo, títulos, texto âncora etc. Os motores de busca estão cada dia mais inteligentes. Por isso cuide para que sua marca pessoal seja o mais visível possível.

20. Compartilhe o que aprendeu

Outra forma de melhorar o resultado de seu nome e divulgá-lo na rede é compartilhando o que aprendeu com outras pessoas.

Sempre que entrar em um blog e gostar de um conteúdo que foi relevante para seu conhecimento, deixe sempre seus comentários e passe para frente o link do blog. Assim você ficará mais conhecido no meio e outros blogs podem retribuir o favor com os seus posts e artigos.

De posse desse roteiro, você pode vir a ser uma marca pessoal que se destaca entre milhões que hoje existem na internet. Mas isso pode não ocorrer da noite para o dia: será necessário muito investimento em seu autoconhecimento e muita persistência para conseguir se destacar.

É uma construção e requer tempo de maturação. Não desistir dos seus objetivos, traçar metas e ter foco pode fazer muita diferença. Nem todos conseguem manter o empenho suficiente para chegar lá.

Mas certamente você pode fazer isso, se assim desejar.

Se tiver em mente que cuidar bem de sua imagem, dar credibilidade ao seu nome e reavaliar seus valores constantemente também ajudam a ampliar seus negócios, a fomentar lucros e construir ao redor de si uma comunidade engajada, então perceberá o quanto o SEO pessoal é importante pra você. 

21. Publique comentários em outros blogs

Publicar comentários em outros blog posts também são benéficos para o seu branding pessoal, contanto que eles sejam realmente relevantes e úteis.

Ou seja, jamais poste comentários que digam “leiam também este post que escrevi a respeito desse assunto” porque as pessoas percebem que o intuito deste tipo de mensagem é unicamente se autopromover.

Por outro lado, se você postar um comentário que seja pertinente e importante àqueles que leram o post, nesse momento sim, as pessoas terão interesse em saber mais sobre você a ponto de visitar o seu site ou blog.

Uma dica importante: é comum que blogs de maior audiência usem o Disqus para que os visitantes deixem comentários e ele funciona como uma rede de contatos. Portanto, tenha também um perfil ativo no Disqus.

22. Faça SEO Off-page

Enquanto o SEO On-page refere-se à inserção de links internos no seu site ou blog, o SEO Off-page é voltado para linkagem em sites ou blogs de terceiros a fim de fortalecer a sua marca e também o seu ranqueamento.

E isso não inclui apenas canais que não sejam seus, inserir o link do seu site nas suas redes sociais assim como outros canais que você tenha contribuem para as ações de SEO Off-page. 

23. Crie e faça parte de grupos no WhatsApp e Telegram

O WhatsApp e Telegram são usados para comunicação pessoal e isso não inclui somente familiares e amigos, mas também empresas, tanto é que versões corporativas como o WhatsApp Business têm sido utilizadas por diversos tipos de negócios.

Já os grupos vêm se tornando uma forma eficiente de estabelecer uma comunicação direta com o público. Por isso, se você for uma referência na sua área de atuação, crie um grupo e convide seus contatos para ele. Participe também de grupos de terceiros, pois isso fortalece o seu networking.

24. Crie um fluxo de nutrição que seja o mais humano possível

Um fluxo de nutrição de E-mail Marketing é voltado para nutrir as leads que fazem parte da sua base de contatos. E quanto mais você segmentá-la, mais humana e personalizada será a sua mensagem.

Vejamos um exemplo. Se você oferece materiais para download no seu site sobre marketing e vendas, é importante que o workflow corresponda a cada tipo de material, tal como:

“Olá, *|PRIMEIRO_NOME|*! Tudo bem? Como você baixou um material meu sobre vendas, trago neste e-mail algumas dicas para você!”

Por mais que algumas pessoas possam perceber que se trata de uma automação, a preocupação em enviar um conteúdo correspondente ao material baixado demonstra o seu profissionalismo.

Além disso, essa estratégia também aumenta as chances das pessoas quererem clicar no link que você deixe no CTA do e-mail, o que faz crescer o seu ranqueamento.

Esperamos que este conteúdo tenha auxiliado você a compreender mais sobre o assunto.

E agora que você sabe como funciona o SEO pessoal, se desejar aprender ainda mais sobre SEO, não deixe de baixar o nosso material gratuito!

Guia do SEO 2.0Powered by Rock Convert

100.000 pessoas não podem estar enganadas
Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *