Por Ivan de Souza

Analista de Marketing na Rock Content.

Publicado em 21 de maio de 2020. | Atualizado em 21 de maio de 2020


O Side Hustle é um projeto pessoal que não está relacionado com o trabalho. Ele é uma oportunidade para se aprofundar em outras áreas, colocar a criatividade em ação e conseguir uma renda extra. Confira o passo a passo para criar o seu!

Ter um Side Hustle é uma tendência entre os profissionais que buscam explorar novas áreas e exercitar a criatividade. Um teste de temperamento é uma ferramenta de autoconhecimento que ajuda a encontrar habilidades e características interessantes para explorar em um projeto pessoal.

Muitas vezes o ambiente corporativo não dá espaço para que os profissionais testem novas áreas e novos conhecimentos. Uma solução para esse impasse é criar projetos pessoais, que dão liberdade para que a pessoa se aprofunde em assuntos que sejam de seu interesse.

Neste artigo, vamos entender o que é Side Hustle e porque o desenvolvimento dele é uma tendência. Além disso, mostraremos 5 passos para você criar o seu projeto pessoal!

Entenda o que é Side Hustle

A definição mais simples de Side Hustle é um projeto pessoal que vai além das atividades do trabalho. É possível que ele seja desenvolvido em uma área correlata à profissão exercida ou explorando ambientes completamente diferentes.

Essa é uma oportunidade de testar novas ideias, criar projetos diferenciados e se conhecer como profissional. Desenvolver um Side Hustle permite que a pessoa encontre um novo rumo e alcance sonhos que talvez não fossem realizados apenas com o trabalho regular.

Saiba por que ter um Side Hustle é tendência

A criação de um Side Hustle é uma tendência entre os profissionais, pois traz diversas vantagens para a carreira e desenvolve habilidades diferenciadas. Vamos conhecer alguns motivos que contribuem para a criação de projetos pessoais!

Maior liberdade criativa

Um dos grandes incentivos para criar um projeto pessoal é a maior liberdade criativa que ele oferece. Muitos profissionais não conseguem colocar todas as habilidades e conhecimento em prática em seus empregos, pois precisam seguir as normas e direcionamentos da organização. Essa é uma oportunidade de colocar a criatividade em prática.

Renda extra

A renda extra que um Side Hustle é capaz de oferecer também é um atrativo interessante. Quando tudo é feito com organização e eficiência, os resultados são interessantes e ajudam a complementar os ganhos. Projetos pessoais se encaixam bem no planejamento de saúde financeira, criando oportunidades para uma fonte interessante no futuro.

Possibilidade de aprender outros conhecimentos

Durante os projetos pessoais é possível adquirir conhecimento em outras áreas. Se a pessoa tem determinado hobbie ou interesse por algo que não está relacionado com sua profissão, esse é um bom momento para procurar uma capacitação ou simplesmente explorar o novo ramo.

Confira 5 passos para criar o seu projeto pessoal

Para facilitar a implementação do seu projeto pessoal, trouxemos 5 passos fundamentais para ter sucesso nessa empreitada. Confira nossas dicas!

1. Identifique áreas de seu interesse e habilidades

Um dos segredos do sucesso é encontrar algo que pelo qual você seja apaixonado. O projeto pessoal deve possibilitar que você utilize suas habilidades, experiências e seus interesses de maneira a produzir algo diferenciado.

Descubra qual assunto traz felicidade, vontade de aprender mais sobre o tema e motivação para empreender. Reserve todo o tempo necessário para analisar suas características e encontrar o que de fato é do seu interesse.

2. Crie um plano de negócios com objetivos, metas e prazos

Depois de identificar a sua área de interesse e definir o rumo do seu projeto, esse é o momento de criar um plano de negócios. Esse planejamento é fundamental para o sucesso e, para ser eficiente, precisa estabelecer os objetivos, as metas e o prazo para alcançá-los.

Para que seus objetivos maiores se realizem, determine metas menores e que sejam possíveis de realizar no pequeno e médio prazo. Ao fazer essa divisão, será mais fácil gerenciar as etapas e ter um controle maior sobre o rumo do negócio.

Além disso, esforce-se para ter objetivos específicos, realistas e alcançáveis, pois eles ajudam a otimizar a gestão de projetos. Sem esse planejamento, é fácil perder a motivação e o interesse. 

3. Converse com profissionais da área de interesse e peça conselhos

Conversar com profissionais da área é uma ótima forma de receber conselhos e evitar erros comuns de quem está começando. Esses especialistas ajudam a aprimorar suas habilidades e direcionar os seus esforços e, quem sabe, são uma oportunidade para encontrar um investidor anjo.

Durante essa troca de experiências, é possível encontrar maneiras de fazer o que deve ser feito com mais rapidez e eficácia. Também é útil receber feedback dos outros, pois sem esse retorno fica mais difícil detectar erros e aspectos que devem ser aperfeiçoados.

4. Faça uma pesquisa de mercado

Outro ponto relevante é conhecer o mercado no qual você atuará. É preciso entender como ele funciona, quais são os principais concorrentes, o que outras pessoas e empresas estão fazendo nesse ramo, entre outras informações.

Uma forma eficiente de fazer essa pesquisa é por meio das suas redes sociais. Siga perfis relacionados, conheça as melhores práticas e o público deles. Depois disso, teste um perfil próprio com amigos e conhecidos, pois eles darão informações relevantes sobre o que você está fazendo, sendo mais fácil analisar resultados do projeto.

5. Aprenda a gerenciar o seu tempo

A gestão do tempo é fundamental para que o projeto pessoal não prejudique seu trabalho e outras áreas da vida. Se você realmente quer atuar em algo que seja motivador e traga novas experiências, é preciso encontrar um equilíbrio e fazer alguns sacrifícios.

Saiba priorizar o que é mais importante, como sua saúde mental, os relacionamentos e o seu emprego. Com esses aspectos controlados, utilize o tempo que resta para se aprofundar no seu projeto. Talvez em um primeiro momento não seja possível estabelecer um horário fixo para cuidar desse assunto, por isso, aprenda a ser flexível e adaptar sua agenda de acordo com a necessidade.

Neste artigo, conhecemos mais sobre o que é o Side Hustle e como ele é capaz de trazer diversos benefícios. A criação desse projeto deve ser feita com bastante carinho, pensando em trazer uma nova motivação individual e oportunidade para crescer em diversas áreas. Portanto, vale a pena encontrar algo que seja do seu interesse e investir na sua ideia.

Gostou de aprender mais sobre este assunto? Então, aproveite para ler outro artigo de nosso blog que explica o que é PMI e como usar essa metodologia na gestão!

100.000 pessoas não podem estar enganadas
Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *