Por Ivan de Souza

Analista de Marketing na Rock Content.

Publicado em 5 de março de 2020. | Atualizado em 2 de abril de 2020


Você já se deparou com uma mensagem de site não seguro enquanto navegava na web? Confira neste post o que fazer caso essa mensagem apareça no site da sua empresa.

Imagine a seguinte situação: uma pessoa entra num site para fazer a compra de um produto, insere os dados de seu endereço para receber a entrega e de seu cartão de crédito para efetuar o pagamento. Porém, dias depois, ela descobre que a loja virtual era, na verdade, um site não seguro ao notar que seu cartão fora clonado. 

Terrível, não? Por essa razão, sites que apresentam mensagens informando que não são seguros devem ser evitados. E se o site da sua empresa estiver mostrando uma mensagem assim, sugerimos que continue a leitura deste artigo em que falaremos sobre os seguintes pontos:

  • o que significa a mensagem de site não seguro;
  • como resolver o problema de site não seguro;
  • por que a mensagem de site não seguro continua sendo exibida;
  • o que fazer para acessar um site não seguro;
  • como ter um site seguro.

Vamos em frente?

O que significa a mensagem de site não seguro?

Toda vez que essa mensagem aparece, significa que o navegador não conseguiu confirmar a identidade do site. Para saber se o conteúdo exibido nele é seguro ou não, o primeiro passo é identificar se o endereço começa por HTTP ou HTTPS que significam, respectivamente, o protocolo padrão para acesso às páginas na internet e a extensão que adiciona uma camada de segurança.

Para que um site funcione com HTTPS, é necessário que ele tenha um certificado de segurança a fim de garantir que a conexão que os usuários estabelecem com ele são criptografadas. 

Por essa razão, lojas virtuais precisam tê-lo para que os clientes possam inserir informações pessoais e de cartão de crédito sem qualquer tipo de preocupação. Além disso, desde fevereiro de 2018, o Google também passou a considerar o certificado de segurança como um dos critérios de ranqueamento.

Como resolver o problema de site não seguro?

Se o seu site estiver sendo apontado como “não seguro” pelo navegador, não se preocupe. Levantamos aqui os dois passos que você deve seguir para resolver esse problema.

1) Obtenha um certificado SSL

O certificado SSL é fornecido pelo seu servidor de hospedagem, portanto você deve fazer contato com o seu para solicitar um. Em alguns casos, ele é oferecido gratuitamente, em outros é necessário comprá-lo.

Uma vez instalado no seu site, todos os dados são transformados em códigos e descodificados apenas quando a mensagem chega ao receptor final. É dessa forma que as informações enviadas por meio das compras de um e-commerce ficam restritas somente entre a empresa e seus clientes.

2) Instale o plugin Really Simple SSL

Após adquirir o certificado SSL, é preciso instalá-lo no seu site. Sendo ele criado em WordPress, você pode fazer isso facilmente por meio do plugin Really Simple SSL.

O plugin possui uma versão gratuita e outra pró. Porém, a versão gratuita será suficiente para sanar os problemas de segurança. Ela varre o site e altera todas as URLs do formato HTTP para HTTPS.

A instalação do plugin é muito simples. Primeiro, você deve acessar o seu painel do WordPress inserir /wp-admin após a URL do seu site. Serão solicitados o nome de usuário e senha para acessar o dashboard.

Após acessá-lo, clique em “plugins” no menu esquerdo. Em seguida, ao clicar em “adicionar novo”, você será levado a uma tela com uma barra de busca em que você deve digitar “Really Simple SSL”. 

Powered by Rock Convert

Ao encontrar o plugin, clique em “instalar” e, na sequência, em “ativar”. Uma vez que você já tenha obtido o certificado SSL com seu servidor, o processo estará concluído após a ativação.

Por que a mensagem de site não seguro continua sendo exibida?

Mesmo após passar pelos dois passos acima, ainda há situações que fazem a mensagem de erro aparecer no navegador toda vez que alguém acessar o seu site. Apontamos aqui as principais e como você pode resolvê-las.

A primeira ocorre quando o certificado está expirado. Isso pode acontecer caso você realmente não o tenha renovado junto ao seu servidor ou se a data do seu sistema operacional estiver errada, indicando dia, mês e ano em que o certificado não esteve instalado ou estará expirado no futuro. Neste caso, basta mudar a data no seu computador.

A segunda possibilidade é quando o site usa somente HTTP, o que indica que o certificado SSL não foi configurado corretamente, razão pela qual indicamos o uso do Really Simple SSL.

O que fazer para acessar um site não seguro?

Agora que você já sabe o que fazer caso o seu site esteja classificado como não seguro, como proceder caso você se depare com sites assim durante as suas buscas online?

A ação a ser adotada depende do navegador que estiver sendo utilizado. Apesar de sites não seguros apresentarem riscos independente do navegador, reunimos aqui algumas orientações caso o acesso ao site seja realmente necessário.

Se estiver usando o Google Chrome, é possível seguir um procedimento que permita acessar um site inseguro, embora não repare o problema no certificado.

Ao se deparar com a mensagem “Sua conexão não é particular”, clique em “Avançado” e confirme o acesso ao site (mesmo sendo ele não seguro).

No Firefox, há uma pequena diferença. Após clicar em “Avançado”, você deverá optar por “Adicionar exceção” para inserir a URL do site a ser acessado, mesmo sendo inseguro.

Por fim, no Safari, o procedimento é ainda mais simples: basta clicar em “Continuar” para acessar o site, mesmo que ele não seja seguro.

Como ter um site seguro?

Para que o seu site seja seguro, é fundamental escolher uma solução focada em proteção e detecção de ameaças em tempo real como, por exemplo, o Rock Stage.

Por meio dele, você pode criar o site da sua empresa dentro da plataforma WordPress com SSL incluído.

Portanto, elimine já a preocupação de ter um site não seguro e crie o seu agora mesmo por meio do Rock Stage!

100.000 pessoas não podem estar enganadas
Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *