Por Leandro Abreu

Redator freelancer da Rock Content

Publicado em 18 de junho de 2019. | Atualizado em 18 de outubro de 2019


Os sites de afiliados representam uma das principais oportunidades de empreendimento da internet: a modernização das vendas por indicação. Com uma estrutura intuitiva, ferramentas de promoção e recursos automatizados, marcas e afiliados têm muito mais chances de vender mais e lucrar juntos.

O mercado de afiliados é um dos responsáveis pela grande popularização do Marketing Digital no Brasil, com destaque para plataformas facilitadoras como Hotmart, Eduzz e Monetizze, que, a exemplo de serviços renomados como o Google AdSense, abriram as portas desse tipo de negócio para o grande público.

Assim como outros segmentos do marketing, os sites de afiliados já foram rodeados de promessas e polêmicas, porém, atualmente, esse método de monetização se encontra muito mais maduro e estruturado em relação aos anos anteriores.

Neste artigo trataremos de tudo isso em detalhes, abordando assuntos como:

Continue a leitura para entender tudo sobre essa grande oportunidade de renda e conhecer as melhores plataformas para começar a atuar já. Boa leitura!

 

O que são afiliados e como eles atuam?

Em essência, o mercado de afiliados nada mais é do que uma modernização das vendas por indicação. Um influenciador digital, por exemplo, atua como um representante de uma marca e é comissionado pelas vendas realizadas a partir do seu público.

Temos, então, um sistema “ganha-ganha” no qual o produtor é o criador e responsável pelo produto ou serviço ofertado, e o afiliado é o promotor encarregado de levar essa solução para o público e, finalmente, fechar vendas.

A partir daí temos a origem do termo “afiliado” que descreve a pessoa que faz parte de uma sociedade. Isso significa que, em essência, produtores e afiliados são sócios, ainda que os sites de afiliados permitam esse tipo de negócio sem a necessidade de acordos e contratos legais.

Sendo assim, se você conta com um público sólido nas redes sociais ou em um blog, por exemplo, ser um afiliado pode ser uma excelente oportunidade de monetizar o seu tráfego e auxiliar empresas parceiras.

 

Como funcionam os sites de afiliados?

Os sites de afiliados são a grande novidade no chamado Marketing de Afiliação, ainda que já marquem presença na internet há muitos anos. O principal propósito dessas plataformas é gerenciar as transações promovidas pelos afiliados e seus respectivos produtores.

Há pouco mais de uma década, as vendas por recomendação pela internet eram realizadas de maneira manual. As empresas precisavam verificar suas vendas uma a uma, visando a identificar quais eram feitas a partir dos seus parceiros, para, então, repassar as comissões.

Hoje, porém, esse tipo de operação é impensável. Os sites de afiliados rastreiam as vendas a partir de cookies, plugins e links especiais para garantir que cada afiliado seja comissionado automaticamente pelas vendas que promoveu.

As regras variam entre as plataformas, mas, em geral, a automação de marketing trouxe muito mais confiabilidade e precisão a esse tipo de negócio, consequentemente atraindo muito mais pessoas e empresas interessadas em aumentar o alcance dos seus produtos ou fazer renda promovendo outras marcas.

 

Quem pode ser um afiliado?

Uma das grandes oportunidades que os sites de afiliados trouxeram para o mercado acabou se tornando um dos seus pontos mais polêmicos, principalmente nos primeiros anos de atuação dessas plataformas, quando o conhecimento sobre Marketing Digital no Brasil ainda se encontrava bastante restrito.

Na maioria dos sites de afiliados, basta realizar um login com CPF para ter acesso ao catálogo de produtos da empresa, gerar links e começar a anunciar. Não são exigidas capacitações específicas ou CNPJ, por exemplo, e o acesso é amplo e livre.

Naturalmente, esse estímulo ajudou a atrair milhares de curiosos seduzidos pela suposta “facilidade” de fazer algum dinheiro na internet com mínimos esforços. Anúncios e promoções realizados com poucos critérios e uma verdadeira pulverização de ações simplistas acabaram afetando a credibilidade do sistema, porém, ao longo dos anos a situação melhorou.

Ficou cada vez mais claro que para obter lucros com os sites de afiliados era necessário investir em tráfego, relacionamento e estratégias de marketing estruturadas, como o Outbound e Inbound Marketing. Ou seja, estamos falando de um negócio de verdade que exige capacitação, recursos, planejamento e profissionalismo.

Profissionais autônomos e empresas podem atuar de diferentes formas. Os influenciadores e produtores de conteúdo são os mais conhecidos, mas há também a possibilidade de firmar parcerias entre diferentes organizações que concordam em se promover mutuamente.

 

Quais são os melhores sites de afiliados do mercado?

Vamos falar agora sobre as principais opções de sites de afiliados para quem pretende obter uma renda extra ou entrar de cabeça nesse negócio que já é um dos segmentos que mais movimentam dinheiro na internet. Confira a seguir!

1. Google AdSense

O Google AdSense é uma das ferramentas de ouro da gigante das buscas e que movimenta marcas e vendedores do mundo todo desde o início de suas atividades. Ele pode não ter sido o primeiro sistema a oferecer esse tipo de serviço, mas, sem dúvidas, foi o responsável por espalhar essa ideia pelo mundo.

No AdSense, o Google remunera blogs e sites que exibem anúncios dos seus parceiros cadastrados. Existem diversos modelos de pagamento disponíveis, mas o mais popular e simples de todos é feito por clique.

Por muito tempo esse programa foi sinônimo de monetização na internet e, ainda que muitas outras soluções tenham surgido nos últimos anos, seu papel ainda é extremamente relevante na manutenção de milhões de páginas na internet.

2. Hotmart

Com uma proposta intuitiva e usuários de enorme sucesso no país, a Hotmart, focada no comércio de infoprodutos, se tornou líder do segmento na América Latina e já fecha vendas, por meio dos seus clientes, em mais de 150 países.

Seu funcionamento é inteiramente inspirado no mercado global de afiliados e, por isso, seu site também exerce um papel educativo para quem está começando. Os produtores contam com uma área exclusiva para hospedagem de cursos e arquivos e os afiliados têm acesso a uma série de recursos de rastreamento e promoção para divulgar os produtos.

A Hotmart é, provavelmente, a empresa mais comentada do mercado de afiliados, porém, existem concorrentes de peso, como Eduzz e Monetizze, que não podem ser ignorados. Seu destaque, porém, se dá justamente devido à sua popularidade, já que nenhuma outra opção da categoria no país tem tantos produtos e vendedores disponíveis.

3. Eduzz

A Eduzz apresenta funcionalidades muito semelhantes às da Hotmart, ainda que apresente algumas regras e funções exclusivas. Entre suas principais vantagens, podemos citar o maior leque de opções para quem pretende utilizar os recursos da plataforma para comercializar produtos físicos.

Em relação à confiabilidade e à estrutura, a empresa paulista não deixa nada a desejar em relação à forte concorrente mineira, entretanto, por ainda contar com um público relativamente menor, muitos afiliados e produtores enxergam vantagem em atuar com menos concorrentes diretos.

Outro benefício que faz com que muitos vendedores optem pela Eduzz é o chamado “Funil Infinito” que impede que os afiliados percam comissões com o passar do tempo. Isso garante que o usuário responsável por levar um lead ao produtor seja comissionado, mesmo quando a venda é realizada após vários meses.

4. Monetizze

A Monetizze é a empresa mais jovem entre os sites de afiliados e surgiu com o intuito de resolver as principais queixas dos profissionais do mercado, como o risco de não ser comissionado por uma venda. Nesse sentido, uma de suas funcionalidades mais interessantes é a comissão eterna por leads gerados.

Outro destaque da Monetizze é que, embora ela tenha menos anos de vida no mercado, seu catálogo de produtos é vasto, principalmente na área de internet marketing, e é possível antecipar parte das suas comissões.

É claro que, como todas as outras plataformas, existem regras e taxas relacionadas ao serviço prestado. Cabe ao produtor ou ao afiliado analisar os termos e condições de cada empresa para escolher a que melhor funcione para o seu negócio.

5. Lomadee

Para negócios que têm como foco principal a comercialização de produtos físicos, um dos sites de afiliados brasileiros mais interessantes é o Lomadee. São dezenas de anunciantes, muitos deles marcas famosas do mercado, organizados em diversas categorias como moda, perfumaria, turismo, eletroeletrônicos e muitos outros.

A Lomadee conta com um generoso leque de formatos para anúncios e opções exclusivas para os anunciantes, inclusive ferramentas de venda dentro das redes sociais.

Os critérios para atuar como afiliado nessa plataforma, porém, podem ser um pouco mais restritivos em relação a outros serviços, o que a acaba favorecendo a qualidade geral das suas operações.

6. Hotwords

O Hotwords é um programa de afiliados também muito conhecido no Brasil e merece destaque devido às semelhanças com o serviço do Google AdSense, sendo a principal delas o pagamento por cliques.

A plataforma oferece opções variadas de anúncios e promoções para o vendedor utilizar, e também disponibiliza uma série de modelos de monetização para que o usuário opte pelo que menos afete a estética e a usabilidade de seu site ou blog.

7. Associados Amazon

É claro que a gigante do e-commerce não poderia ficar de fora de um modelo de negócio como esse. Associados Amazon é o programa de afiliados oficial da Amazon que permite que seus usuários divulguem produtos, especialmente livros, em sites, blogs e redes sociais.

As comissões variam de acordo com a categoria, a disponibilidade e a demanda dos produtos, mas, em geral, os resultados costumam ser bastante consistentes, uma vez que o vendedor se beneficia da fortíssima autoridade da marca americana.

Um dos diferenciais da Amazon é a oportunidade de aumentar as vendas com as promoções criadas pela própria empresa. São diversas datas comemorativas e períodos de desconto em que os afiliados contam novas opções de oferta e divulgação para aumentarem suas vendas.

Essas, porém, são apenas algumas sugestões de sites de afiliados para você utilizar, já que existem diversos outros programas disponíveis por aí. O que podemos dizer, de maneira geral, é que os resultados dependem de uma série de fatores, entre eles o relacionamento com o seu público e a geração de tráfego, fatores intimamente ligados a uma boa estratégia de SEO.

Se você pretende investir no marketing de afiliados, não deixe de ler nosso artigo sobre SEO para afiliados e descubra a melhor maneira de promover seus links na internet!

100.000 pessoas não podem estar enganadas
Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *