Por Ivan de Souza

Analista de Marketing na Rock Content.

Publicado em 2 de junho de 2020. | Atualizado em 2 de junho de 2020


O sysadmin é um profissional essencial no departamento de TI de uma empresa. Porém, o que exatamente ele faz? Quais são as condições de trabalho adequadas para ele? Quais tipos de empresa ele costuma atender? Continue a leitura para saber as respostas!

Chegamos no momento em que todas as empresas precisam de uma boa estrutura de TI para trabalhar. Ou seja, os computadores precisam estar funcionando, a internet deve ser rápida, o site criado para o negócio precisa ser seguro, entre outros pontos que ficam a cargo do sysadmin.

Como algumas empresas — sobretudo as pequenas — desconhecem ou têm dúvidas sobre a importância desse profissional, produzimos este post e passaremos pelos pontos abaixo.

  • Afinal, quem é o sysadmin?
  • Quais são as responsabilidades do sysadmin?
  • Quais são as condições de trabalho do sysadmin?
  • Qual é a importância desse profissional?

Vamos lá?

Afinal, quem é o sysadmin?

Um sysadmin, também chamado de administrador de sistema, é quem se responsabiliza por manter, configurar e operar os sistemas de computador que tenham muitos usuários e servidores.

Dessa forma, esse profissional garante o bom desempenho e segurança dos computadores para que atendam às necessidades daqueles que os usam. Para isso, ele pode adquirir e instalar componentes que otimizem a rotina da empresa, além de resolver problemas e prestar suporte técnico para seus colaboradores quando preciso.

Quais são as habilidades necessárias para um sysadmin?

Basicamente, um sysadmin precisa conhecer bem os sistemas de computador de uma empresa e a forma como as pessoas que trabalham nela o utilizam. Isso requer que ele entenda bem o funcionamento de sistemas operacionais, seus softwares e hardwares para adequá-los ao que a empresa precisa.

Como problemas podem acontecer e solucioná-los nem sempre está ao alcance dos usuários, a capacidade de solucionar problemas é uma das habilidades mais importantes do administrador de sistemas. Quando um computador apresenta um mau funcionamento, por exemplo, é essencial que o sysadmin consiga identificar a fonte do problema e resolvê-lo rapidamente.

Assim, o conhecimento de diversas linguagens de programação se faz necessário para que ele compreenda como os softwares se comportam e possa implantá-los. Embora não tenha como função criar um novo software ou aplicativo e sim usar os que estão à disposição da melhor maneira possível.

Porém, dependendo da situação, pode ser exigido que ele entenda alguns conceitos de engenharia de software, sobretudo se tiver de lidar com sistemas desenvolvidos exclusivamente para a empresa e reforçar sua segurança preventiva — principalmente se for online e correr o risco de invasões.

Por fim, um sysadmin também precisa ter a habilidade de saber trabalhar em equipe e se comunicar bem com as pessoas que certamente precisarão dos seus serviços em algum momento.

Que tipos de empresas contratam administradores de sistemas?

Os administradores de sistema são contratados prioritariamente por empresas que têm uma infraestrutura de TI. Afinal, elas precisam de um suporte de TI que seja dedicado a ponto de gerir os computadores, sistemas, licenças, redes, entre outros serviços.

Portanto, sua atuação pode ser feita tanto em pequenas empresas quanto médias e grandes, assim como organizações sem fins lucrativos e até mesmo agências governamentais. Logo, ainda que você tenha um pequeno negócio e uma equipe enxuta, contar com o apoio de um sysadmin também é recomendável.

Quais são as responsabilidades do sysadmin?

Agora que você já sabe qual é o papel dele dentro de uma empresa, vejamos quais são as suas principais responsabilidades.

1) Monitoramento

O sysadmin é o responsável por monitorar os computadores, assim como o servidor principal, instalação e manutenção da rede interna, organização dos computadores e acessórios necessários para o trabalho.

Ele também pode adotar um sistema que gere notificações toda vez que alguém precisar do seu auxílio. Por exemplo: se um membro da empresa tiver problemas na execução de um software, ele pode entrar no sistema e gerar um pedido de reparo. Assim, o sysadmin pode reservar um horário para solucionar esse problema, sabendo previamente do que se trata.

2) Permissões e administração de usuários

As permissões de usuários nos softwares e aplicativos usados pela empresa devem ser atribuídas com muito cuidado, por isso é necessário que uma pessoa se encarregue disso. Logo, é recomendável que o sysadmin tenha o controle da administração desses usuários a fim de que os acessos sejam coerentes e seguros.

Por exemplo: o acesso de administrador ao blog em WordPress deve ser concedido somente àqueles que operam o Marketing de Conteúdo da empresa. Não faz sentido que uma pessoa de um setor completamente diferente — como financeiro ou comercial, por exemplo — tenha essa permissão.

3) Gerenciamento de SSO e senhas

Outro atributo do sysadmin é a gestão de senhas e práticas de SSO (Single Sign-On) na empresa. O SSO é uma propriedade que controla o acesso de todos os usuários que precisem fazer uma autenticação dentro do sistema, o que pode incluir desde o site até o CRM (Customer Relationshio Management) da organização.

Caso alguma pessoa precise de um auxílio que requeira o acesso a um sistema que ela não tenha permissão para acessar, o sysadmin deve fazer isso.

Powered by Rock Convert

4) Organização e gerenciamento de arquivos

É importante que os arquivos relacionados ao sistema da empresa sejam bem organizados para que sejam acessados com facilidade toda vez que houver necessidade. Isso também garante uma maior segurança contra ataques a esses arquivos. 

5) Políticas e procedimentos de uso do sistema

O sysadmin também deve elaborar uma política relacionada às boas práticas de utilização dos computadores, softwares e tudo que envolva o sistema. Uma vez que os membros da empresa tenham ciência dessa política, passam a saber o que está permitido ou não fazer.

6) Instalação, atualização e manutenção de software

Tal como dissemos anteriormente, a manutenção dos computadores e instalação dos softwares fica a cargo do sysadmin, o mesmo vale para as atualizações desses programas. É comum que alguns programas requeiram atualizações de tempo em tempo e, uma vez que os computadores estejam protegidos por senha, o sysadmin deve realizar a atualização.

7) Planos de recuperação

Esse profissional também deve estar atento a possíveis problemas que possam ocorrer e, assim, adotar um plano de recuperação, tanto para softwares quanto hardwares utilizados na empresa.

8) Segurança

A segurança é um dos pontos cruciais no trabalho do administrador de sistemas, de modo que todas as ações devem ser feitas de maneira segura. Logo, tanto a instalação da rede quanto de programas, por exemplo, devem ser realizados unicamente por ele.

9) Documentação

Toda a documentação referente a sistemas, softwares, hardwares e afins devem ser mantidas pelo sysadmin. Afinal, todas as licenças utilizadas precisam estar em dia a fim de evitar que a empresa tenha algum tipo de problema se houver fiscalização.

Quais são as condições de trabalho para o sysadmin?

A maioria dos administradores de sistema trabalha nos próprios escritórios das empresas para que ele esteja sempre atento a resolver qualquer tipo de problema e tenha certeza de que tudo está funcionando bem.

Por essa razão, o administrador de sistema costuma se locomover por todos os ambientes da empresa para executar essas funções, embora também precise ter um lugar fixo para fazer a gestão de todos os sistemas.

Além disso, é fundamental que ele esteja presente nos horários de maior movimentação da empresa caso ela funcione depois do horário comercial. Por essa razão, é comum que alguns profissionais façam plantão quando há necessidade. 

Qual a importância desse profissional?

Vejamos agora porque é importante contar com o serviço do administrador de sistemas dentro de uma empresa.

Redes precisam de alguém que as opere

Para que os computadores e acesso à internet funcionem bem, é preciso que uma rede seja instalada. Contudo, não basta que uma pessoa a coloque e, depois, vá embora. Redes podem apresentar problemas, tais como:

  • velocidade da internet ficar baixa;
  • wifi deixar de funcionar;
  • sistemas também deixarem de funcionar;
  • entre outros.

Por isso, o sysadmin deve estar presente para identificar e resolver esses problemas que costumam ser corriqueiros até mesmo em redes nas pequenas empresas.

Sysadmin garante um ambiente seguro

Cibersegurança é essencial para as empresas a fim de evitar que seus sites e sistemas sejam invadidos. Afinal, todas as informações presentes sobre o seu negócio não podem estar vulneráveis. Já imaginou se um concorrente tivesse acesso à sua base de leads e clientes, por exemplo?

O sysadmin tem a responsabilidade de garantir que o ambiente usado por todos os membros da empresa seja seguro de maneira que todos os dados não sejam acessados por pessoas que estejam fora da firma.

Responsabilidades referentes ao sistema da empresa

Muitas das tarefas diárias do administrador do sistema incluem:

  • rever a infraestrutura de rede, logs de servidor e aplicativos;
  • patch de sistemas operacionais e software de terceiros;
  • monitoramento de softwares e antivírus;
  • análise da banda de internet e taxa de transferência de rede;
  • garantia de que os backups de dados sejam executados;
  • resolver rapidamente as ameaças de segurança;
  • controlar todos os usuários do sistema.

Explicação de como o sistema funciona

É natural que você e seus colaboradores não tenham conhecimentos profundos de como os sistemas de redes e computadores funcionam. Afinal, vocês são usuários e precisam deles para executar bem o trabalho, seja no marketing, vendas, financeiro ou qualquer outro departamento.

Portanto, outra importância que o sysadmin tem é explicar de uma forma fácil de entender como é o funcionamento dos computadores, redes e afins. É comum que muitas pessoas façam perguntas ao administrador quando um problema ocorre, por exemplo. Logo, cabe a ele responder da forma menos técnica possível para que todos consigam compreender.

As maiores dúvidas costumam ser relacionadas ao servidor, pois, dependendo do plano contratado, algumas funções podem estar incluídas e outras não. Por isso, a escolha de um host para a hospedagem do seu site é fundamental.

Por falar nisso, agora que você já sabe a importância do sysadmin numa empresa, que tal saber como funciona um dos servidores mais conhecidos do mercado? Confira este artigo que escrevemos sobre o Apache!

100.000 pessoas não podem estar enganadas
Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *