Tag Archives: facebook

Dicas de Marketing no Facebook

34 dicas fantásticas de marketing no Facebook que você deve por em prática agora mesmo!

Ter um bom desempenho do Facebook é importante para engajar mais usuários e criar uma imagem positiva de sua marca. Aprenda como fazer isso agora mesmo!

(Clique no player para o ouvir a narração do nosso post!)

É difícil encontrar uma pessoa que não conheça o Facebook. Já são quase 2 bilhões de pessoas que acessam a rede social de Mark Zuckerberg todos os dias.

Nem é preciso pensar muito para perceber que essa rede é um canal perfeito para fazer marketing digital e obter resultados positivos.

É interessante que a popularidade da rede faça com que ela seja um dos pontos de partida para empresas e profissionais autônomos que desejam iniciar uma estratégia de marketing digital.

Por outro lado, fazer isso sem qualquer ajuda resulta em um trabalho de divulgação incompleto, que não usa todos os recursos que o Facebook oferece e, consequentemente, não traz tantas vantagens quanto poderia.

Quer evitar esse risco? Então confira agora as 34 dicas de marketing no Facebook que preparamos para ajudar você a ter bastante sucesso!

APRENDA TUDO SOBRE FACEBOOK:
Como fazer Marketing no Facebook e obter sucesso com sua estratégia
Aprenda a criar anúncios com o Guia Prático do Facebook Ads
Otimize suas conversões e gere mais negócios com o Facebook Ads

1. Crie uma página em vez de um perfil

Um erro muito comum de marketing no Facebook é ver perfis pessoais sendo usados para divulgar empresas ou profissionais liberais.

Se esse for o seu caso, precisa mudar de estratégia o quanto antes. Até preparamos um post ensinando como transformar um perfil em página. Mas por que isso é tão importante?

O perfil é focado no uso pessoal, e não conta com todos os recursos do Facebook feitos exclusivamente para ajudar a promover um negócio. Por isso, você perde (muito!) se não usar o meio adequado.

Agora, se você ainda não tiver criado nenhum dos 2, vá em frente e crie a sua página.

2. Complete as informações da sua página

Depois de criar a sua página, é importante completar as informações a respeito do seu negócio, principalmente na seção “Sobre”.

Esta seção oferece espaço para apresentar informações de grande relevância e valor para o seu público. Entre elas, podemos citar:

  • informações de contato (email, telefone, website);
  • apresentar produtos e serviços;
  • informar horário de funcionamento da empresa;
  • adicionar cardápio (no caso de restaurantes, lanchonetes etc.);
  • mostrar prêmios ganhos;
  • entre outros.

Também é possível fazer uma breve descrição que ajude os visitantes a entender melhor o que a empresa faz, bem como a visão e os valores que defende.

3. Capriche nas fotos de perfil e capa

As fotos de perfil e capa são os elementos que vão chamar mais a atenção dos visitantes, ao menos no 1º momento. Por isso, é fundamental que elas sejam de alta qualidade e sejam atrativas.

Algumas dicas para ajudar na criação das suas imagens são:

  • use seu logo (ou parte dele) como foto de perfil;
  • use um esquema de cores relacionado ao restante da sua marca;
  • use imagem de capa para transmitir alguma mensagem instigante/inspiradora ou algum anúncio (lançamento de produto, evento etc.);
  • faça as imagens de perfil e capa “conversarem” entre si.

Como última recomendação: mude a imagem de capa periodicamente. Isso ajuda a dar um ar de renovação para a página.

4. Personalize a sua URL

É muito mais fácil promover a sua página quando ela possui uma URL amigável e personalizada para a sua marca.

Felizmente, o Facebook permite que você faça exatamente isso. Na seção “Sobre”, basta editar o nome de usuário da página.

Se o nome escolhido estiver disponível, você poderá usá-lo para divulgar a página da marca com maior facilidade e profissionalismo.

5. Dê atenção especial à produção de vídeos

A produção de vídeos vem ganhando atenção especial do Facebook já faz um tempo, e isso passa uma mensagem bem clara: se quiser ter sucesso no Facebook, engajar os usuários e aumentar o seu alcance orgânico, use vídeos!

Existem várias formas de fazer isso, sendo que a mais simples envolve apenas compartilhar links para vídeos que você tenha publicado no YouTube, no Vimeo ou em outro site.

Mas vale a pena dar uma atenção especial a 2 formas, que são as preferidas pelo Facebook:

6. Use gatilhos mentais nas legendas

As legendas dos posts também têm grande valor e podem fazer a diferença entre um engajamento baixo ou alto. Uma forma de caprichar com poucos caracteres é usar gatilhos mentais.

Esses gatilhos são usados para despertar sentimentos que levam a pessoa a tomar uma ação e servem para complementar as informações da postagem  —  como título e descrição, no caso de um blog post.

7. Seja criativo com o uso de posts visuais

O Facebook é uma rede social muito ativa e vibrante, ou seja, a todo momento existem diversas publicações e acontecimentos tentando chamar a atenção dos usuários.

Usar posts visuais é uma boa forma de atrair as pessoas e fazer com que se atentem para a mensagem em questão.

Como tornar seus posts mais visuais? Existem várias formas, como ao postar:

  • infográficos;
  • fotos e ilustrações;
  • citações inspiradoras.

Outra forma de tornar seus posts mais visuais é por usar o Facebook Open Graph para otimizar o compartilhamento de links do seu blog.

8. Faça enquetes ao vivo

Uma das ferramentas de postagem do Facebook torna possível que você realize enquetes durante transmissões ao vivo, para aumentar a participação e o envolvimento dos usuários com o seu conteúdo.

Isso é ótimo para fazer uso das reações, que valem ainda mais que as já famosas curtidas no que diz respeito a entender as preferências do público.

9. Surpreenda com emojis e GIFs

Vamos ser sinceros: quem é que não gosta de emojis e GIFs? Pois então, muitas marcas perceberam isso e já entraram de cabeça no uso desses recursos.

Além de ser interessantes para atrair a atenção, os emojis e os GIFs dão personalidade à sua marca e tornam as interações com os fãs mais humanas e originais.

Por exemplo: você pode usar emojis nas legendas de um post e GIFs para responder comentários, ou mesmo como formas rápidas de interagir sem compromisso com a sua audiência.

Afinal de contas, estamos falando de uma rede social. Então é preciso socializar!

10. Use um dos botões de conversão do Facebook

O Facebook entende que o marketing digital existe em função de um propósito: a conversão. Por isso, criou botões de chamada à ação que ajudam você nesse aspecto.

Escolha um deles e deixe em evidência na sua página para que o alto número de visitas se transforme em acessos, cadastros ou vendas.

11. Integre o Facebook com seu site

Colocar botões de curtir, widgets das últimas postagens ou contadores de compartilhamentos são tarefas possíveis e que estendem o alcance da sua página do Facebook para o seu site.

Isso faz com que mais pessoas interajam com a sua marca na rede social, de preferência por passarem a segui-la.

Outra opção é colocar o sistema de comentários do próprio Facebook no seu blog em vez de um sistema próprio.

12. Marque outras pessoas/páginas

Ao realizar parcerias com outras empresas ou mencioná-las em um post, marque-as em uma publicação do Facebook.

Uma interação entre 2 perfis de marca é sempre interessante em termos de exposição, pois a sua página será conhecida por um público potencialmente novo.

13. Responda todos os comentários

Todos os comentários feitos na sua página merecem uma resposta apropriada. Isso mostra que existe alguém presente, preocupado com as reações e opiniões dos fãs.

Uma participação ativa em moderar os comentários, mesmo aqueles que forem desfavoráveis à marca, costuma gerar bons resultados, ao passo que os usuários se sentem mais animados para participar nas conversas propostas.

14. Crie um grupo de discussão

Participar em grupos de discussão é sempre uma boa forma de conseguir a atenção de mais pessoas e conquistar tráfego para o seu site, mas criar um grupo para envolver os fãs da sua comunidade é melhor ainda.

Quanto mais pessoas participarem ativamente da discussão, mais autoridade a sua página vai ganhar. Só não se esqueça de que o grupo precisa prezar por discussões relevantes sobre o tema proposto.

Evite participantes que só querem divulgar as suas próprias iniciativas, a não ser que o seu nicho de mercado esteja diretamente ligado a ações desse tipo.

15. Ofereça uma visão de bastidores

As pessoas amam ter acesso aos bastidores, e essa é uma das razões pelas quais tantas marcas fazem sucesso nas redes sociais.

Sem dúvida, um dos tipos de conteúdo que você precisa compartilhar com os fãs é de acesso aos bastidores.

Isso pode ser feito por mostrar vídeos ou fotos de produtos que estão em produção, criar expectativa sobre eventos ou divulgar prévia de conteúdos que o público queira muito consumir.

16. Realize concursos

conteúdo gerado pelo usuário é sempre uma ótima forma de aumentar o engajamento e de conquistar novos fãs. Em muitos casos, esse conteúdo assume um caráter viral e se espalha rapidamente.

Realizar concursos no Facebook é uma forma poderosa de aumentar a visibilidade e o poder de influência da sua marca. As pessoas gostam de participar em concursos com os seus amigos, e isso aumenta as chances de compartilharem a iniciativa com outros.

17. Use hashtags

As hashtags servem como uma espécie de filtro de assuntos nas redes sociais. Elas são usadas para fomentar discussões e determinar os temas mais quentes do momento e não devem ficar de fora da sua estratégia de marketing.

Primeiro, porque muitas pessoas podem descobrir o seu conteúdo por meio dessas hashtags. Além disso, as pessoas gostam da ideia de que fazem parte de algo maior.

Então, não apenas usar hashtags — mas também propor campanhas para que seus seguidores façam o mesmo — pode ter um efeito interessante sobre a comunidade.

18. Responda as mensagens rapidamente

Quem responde rapidamente as mensagens de pessoas interessadas no chat ganha uma espécie de distintivo do Facebook, destacando a agilidade das respostas e o tempo médio em que isso costuma acontecer.

Por que isso é tão importante? Quando alguém se dá ao trabalho de pedir uma informação de forma direta pelo Messenger, é porque existe uma real intenção de compra.

Responder rapidamente é a melhor coisa que você pode fazer no momento para reforçar que seria mesmo a melhor escolha da pessoa.

19. Fixe postagens importantes

Tem algum post que merece ficar em destaque por mais tempo do que o normal? Basta fixá-lo no topo da página.

Assim, a sua mensagem mais importante pode ser encontrada por todos que acessarem a página até que não seja mais necessário manter a publicação fixada.

20. Adicione marcos à página

Marcos também fazem parte da história do seu negócio e devem ser destacados na rede para mostrar o que ela vem realizando com o passar do tempo. Como fazer isso?

Basta adicionar marcos, que nada mais são do que publicações de momentos importantes. Que tipo de marco pode ser incluído?

A abertura da empresa, lançamento de produtos importantes ou qualquer realização de destaque, como um grande número de clientes alcançado.

21. Crie abas customizadas

Um fato positivo sobre as páginas do Facebook é que elas oferecem o equilíbrio certo entre customização e estrutura pronta.

Isso quer dizer que você vai encontrar alguns modelos de página entre os quais escolher, mas pode modificar alguns elementos.

Entre eles estão as abas. Além de escolher entre abas já conhecidas, como fotos e avaliações, é possível criar abas customizadas.

Por exemplo: se tiver uma versão de teste gratuita do seu produto, você pode criar a aba “Faça um teste grátis”, que levará ao link para cadastro.

22. Descubra os melhores horários para postar

Timing é tudo nas redes sociais, e saber os horários em que seus fãs estão online é de grande ajuda para determinar os melhores horários de postagem.

Afinal, com tanto conteúdo brigando por atenção, a maioria das pessoas que curtiram sua página só vai ver o conteúdo postado perto do momento em que estiverem navegando pelo site.

Também preparamos um post que ensina a fazer essa análise de modo preciso e encontrar os melhores horários para o seu público.

23. Fique atento à frequência das publicações

Além dos horários, também fique atento à frequência com que publica no Facebook.

Postar pouco pode fazer com que a maior parte do seu conteúdo passe despercebida, enquanto publicar em excesso talvez canse os seguidores.

O ideal é encontrar o equilíbrio, de forma que o conteúdo alcance o maior número de pessoas possível sem causar desgaste para a marca.

24. Impulsione posts estratégicos

Um dos recursos mais simples de anúncios do Facebook é o impulsionamento de posts. Com ele, você paga para que suas postagens alcancem um público maior.

Vale a pena impulsionar posts estratégicos, que precisam de alcance máximo, como anúncios de produtos ou de materiais ricos (como ebooks e webinars).

Esse tipo de post oferece algo de valor para o público, de forma que o investimento para ter a mensagem ampliada tem grandes chances de trazer retorno positivo.

25. Acerte as dimensões das imagens

Já falamos sobre como imagens de qualidade transformam a página e exercem impacto sobre os níveis de engajamento dos usuários.

Mas, para isso, é fundamental estar atento às dimensões das imagens e produzir peças sob medida, de acordo com os padrões definidos pelo Facebook.

Você pode encontrar o guia de tamanhos do Facebook e de várias outras redes sociais neste post.

26. Analise o Facebook Insights

Facebook Insights é a ferramenta de análise de métricas embutida na rede social, e que serve para mostrar como está o desempenho da sua página junto aos usuários.

Por meio dessa ferramenta, é possível descobrir qual o nível geral de engajamento, quais são os posts mais populares e uma série de outras informações relevantes sobre o comportamento da sua audiência.

Com elas, você poderá criar conteúdos novos e encontrar a melhor linguagem para conversar com o público a fim de aumentar as conversões.

27. Agende as suas postagens com antecedência

Mesmo depois de encontrar os melhores horários e definir a frequência ideal para postar, você provavelmente não vai ter tempo de fazer isso manualmente toda semana.

Por isso, agende os posts com antecedência. Isso vai garantir a regularidade necessária para que a estratégia funcione sem comprometer a sua autonomia de realizar outras atividades importantes.

Como forma de manter as coisas simples, você pode iniciar agendando os posts usando apenas o recurso do próprio Facebook, que permite escolher data e hora na hora de realizar uma publicação.

Depois de iniciar estratégias de marketing em outras redes sociais, como Twitter e Instagram, vale a pena usar uma ferramenta específica de gestão, como Buffer ou Hootsuite.

28. Faça posts cruzados com o Instagram

Caso você ainda não saiba, o Instagram pertence ao Facebook e, por isso, algumas das funcionalidades das 2 redes sociais se complementam.

Por exemplo: é possível fazer posts cruzados, de forma que você realize a publicação uma vez só e ela apareça nas duas redes.

Não deixe de lado essa opção, já que vai aumentar o seu alcance sem qualquer esforço. Vale a pena até fazer isso ao publicar no Stories, que costuma ter bom engajamento.

Entenda mais sobre o Instagram e aprenda a obter resultados na rede.

29. Use o gerenciador de anúncios para as primeiras campanhas

O Facebook contém 2 editores de anúncios, o gerenciador e o chamado Power Editor. A dica aqui é simples: simplifique e vá no primeiro.

De início, você dificilmente vai precisar de todos os recursos do Power Editor, ideal para quem precisa cuidar de várias campanhas simultaneamente.

O gerenciador de anúncios, por outro lado, será o ponto de partida ideal e terá tudo que você precisa para criar uma campanha de sucesso.

30. Use sua lista de emails para criar uma audiência personalizada

Ao criar sua campanha, é possível criar uma audiência personalizada a partir de contatos que a sua empresa já possui, o que inclui a sua lista de emails.

O conceito é simples: você faz upload da lista no gerenciador de anúncios e a rede social encontra os perfis de todos os contatos, de forma a direcionar os anúncios apenas para esse grupo.

31. Use informações exatas para segmentar seu público

Ao segmentar seu público no gerenciador de anúncios, é importante que as informações demográficas e de interesse sejam precisas. Caso contrário, sua campanha vai atingir as pessoas erradas e será um fracasso.

Uma boa forma de garantir que essas informações estejam alinhadas com os seus clientes reais é por se basear na sua persona de marketing.

Se ainda não tiver uma, criá-la vai transformar radicalmente a sua estratégia de marketing digital. Crie sua persona agora mesmo com o Incrível Gerador de Personas:

gerador de personas

32. Fique atento ao medidor de tamanho do público

Durante a criação do anúncio, o Facebook conta com um recurso bastante útil: um medidor de tamanho de público. Para que ele serve?

Para te ajudar a ver se a segmentação que você está criando deixa o seu anúncio específico ou amplo demais, ou se atinge um grupo grande o suficiente sem perder a efetividade.

Então, enquanto estiver definindo as configurações da campanha, sempre fique atento a esse medidor.

33. Faça ofertas para incentivar o público a comprar

Outra possibilidade é realizar ofertas no seu anúncio, como forma de atrair os usuários a comprar na sua loja, seja física ou online.

Essa opção está no gerenciador de anúncios, de forma que basta configurar que tipo de oferta vai fazer, quanto tempo vai durar e quantas pessoas podem se beneficiar dela.

34. Teste diferentes formatos de anúncio

Existem dezenas de formatos de anúncios possíveis no Facebook, então não teria porque se limitar apenas a um. Testar diferentes variações é o ideal para encontrar o que mais se encaixa nos seus objetivos.

Apenas tome cuidado com o seu orçamento: quanto mais baixo ele for, menos opções de variação simultâneas você poderá realizar.

Fora isso, é perfeitamente possível começar pelos formatos que parecem mais interessantes e realizar mudanças pontuais para testar novas maneiras de impactar o seu público.

Fique de olho na disponibilidade do teste de divisão de público para o seu anúncio, ele pode resolver esse problema sem que você precise investir mais.

Agora que você está bem equipado com tantas dicas de marketing no Facebook, já tem tudo que precisa para iniciar um trabalho de qualidade na rede social mais famosa do mundo. Continue acompanhando as novidades que o site oferece e aprendendo mais para ter sucesso.

Por falar em aprender mais, quer se aprofundar no marketing para Facebook? Então baixe agora o nosso ebook e descubra como explorar esse canal de marketing ao máximo!

ebook marketing no facebook
 
[Vídeo] O que é Marketing de Conteúdo, afinal? 1

[Vídeo] Como usar o Facebook de maneira eficiente

Toda pessoa que conhece um mínimo de marketing sabe o quanto o Facebook é uma peça importante de qualquer estratégia. Ele é essencial na hora de divulgar seu conteúdo e engajar sua audiência. Mas se destacar no mundo de informações que são postadas a todo momento não é fácil. Você precisará se diferenciar dos seus concorrentes e conquistar a tão desejada (e díficil) atenção dos usuários.

Mas como fazer isso? No vídeo, você verá dicas simples de seguir e que irão ajudar muito na hora de conseguir os melhores resultados no Facebook! Por exemplo, imagens tem taxas de compartilhamento muito maiores do que textos puros.

Então, melhore os resultados e os investimentos realizados no Facebook seguindo as dicas e não deixe de assinar o canal, para não perder nenhum outro vídeo!

6 péssimas práticas para crescer sua audiência no Facebook

6 péssimas práticas para crescer sua audiência no Facebook

Empresas e pessoas farão todos os tipos de coisa para conseguir um pouco da atenção dos usuários do Facebook. Com mais de 1.2 bilhão de usuários ativos, uma pequena parcela dessas pessoas já são capazes de fazer o sucesso de um negócio. Esses esforços algumas vezes são ótimos – as pessoas tendem a focar em criar conteúdo de qualidade e integrar a rede social em suas estratégias de marketing. Apesar de tomar algum tempo, suas páginas crescem e atualmente trazem resultados positivos.

Por outro lado, algumas empresas e pessoas buscam por atalhos. Eles escutam sobre algum hack ou dica sobre um modo de conquistar milhares de seguidores/visualizações/comentários em um dia e pensam que podem começar a fazer o mesmo. Eles não tem o tempo para construir uma audiência fiel de fãs no Facebook – eles demandam atenção para seu conteúdo agora.

Mas existem poucas evidências de que essas “dicas” de fato funcionam. Elas são como aqueles anúncios de “perca 10 quilos em uma semana” ou “aumente seu documento agora!”. Prometem resultados rápidos e mas podem, na verdade, acabar fazendo sua audiência e performance no Facebook diminuir.

Algumas dessas falsas dicas seriam:

1) Incluir um link no primeiro comentário

Isso foi um mito bem popular a mais ou menos um ano atrás. Era dito que se você incluísse um link para seu conteúdo no primeiro comentário, ao invés de no post em si, iria aumentar a chance da postagem aparecer na linha do tempo das pessoas. Por que? Acreditava-se que posts que continham somente uma foto ou um texto teriam uma performance melhor do que aqueles com links.

Mas isso não é verdade. O algoritmo do Facebook, recentemente, vem promovendo posts com links com mais frequência e, no passado, já favoreceu atualizações com fotos. Essa prática, na verdade, é muito ruim para a experiência do usuários. Sua base de Fãs e Seguidores – as pessoas que você precisa impressionar – terão mais dificuldade em encontrar o link do que em uma postagem normal. Se você tem uma grande base de fãs, seus links poderão até ficar soterrados e perdidos dentre os comentários.

2) Postar todos os seus Tuítes no Facebook

Ao começar a usar as redes sociais, você pode ter escutado que é melhor sincronizar suas contas de forma que todas suas atualizações sejam publicadas em ambas. Todas as vezes que você postar no Twitter, também será postado no Facebook e vice-versa. Afinal, isso irá lhe poupar tempo e ainda terá uma presença nas redes sociais, certo?

Não.

Primeiro, pessoas que te seguem no Facebook não são as mesmas que te seguem no Twitter. O tipo de conteúdo que essas procuram em cada plataforma é diferente e a hora que elas usam cada plataforma varia. Se você deseja crescer sua base de fãs, você precisa entregar a eles aquilo que eles procuram e não sair publicando a mesma coisa em várias redes sociais.

Segundo, o Facebook penaliza esse tipo de prática. Então não confie nesse tipo de automação. Adapte sua linguagem, seus horários e seu conteúdo a cada uma das plataformas. Acredite, o tempo extra gasto em criar conteúdo específico irá trazer resultados.

3) Comprar fãs e seguidores

Essa é uma das “dicas” mais comuns de se ver quando se procura uma forma de construir uma audiência no Facebook. Você conseguirá um número de curtidas grande com essa prática, mas serão contas que não fazem nada além de curtirem sua página. Você não conseguirá que essas pessoas comentem, curtam postagens ou compartilhem seu conteúdo. Elas serão como seguidores “zumbis” que servem somente para te atrapalhar. O novo algoritmo do Facebook mostra suas atualizações para somente 6% da sua base. Imagine se esses 6% serão de zumbis? As pessoas que importam não terão acesso a seu conteúdo e você não alcançará os resultados que procura.

4) Marcar pessoas irrelevantes em suas fotos

Quando você marca alguém em uma foto no Facebook, eles recebem uma notificação. Então, começaram a sugerir marcar pessoas aleatórias para que elas notassem sua marca.

Não faça isso. Essa é uma tática de spammers e as pessoas já notam e se irritam com esse tipo de coisa. A menos que a pessoa esteja de fato na foto (ou um trabalho dele ou algo que faça referência a ela), se controle e não marque ninguém.

5) Marcar outras empresas

Uma atualização recente do algoritmo do Facebook passou a recompensar empresas que marcam outras empresas em seus posts. Isso não significa que você deva sair marcando todas as empresas que conhece em cada um dos seus posts. O Facebook irá mostrar seu conteúdo para os fãs da empresa marcada se ele estiver performando bem em geral. Eles são bem vagos sobre como isso funciona realmente mas a conclusão é simples: só marque alguma outra marca se você tiver um conteúdo relevante e estratégico para ambas audiências.

6) Colocar #hashtags em tudo

Quando o Facebook lançou o uso de hashtags, os usuários ficaram muito empolgados. Todos começaram a incoporar seu uso na criação de conteúdo para o Facebook e algumas empresas de marketing renomadas chegram a encorajar o uso. Mas o Edgerank Checker (uma ferramenta de análise de performance no Facebook) descobriu que postagens com hashtags tem um alcance viral menor do que aquelas sem.

No futuro, use as hashtags sabiamente. Por exemplo, uma campanha que irá tocar diversas mídias ser identificada por uma hashtag é uma boa ideia.

A moral dessa história toda é que você não deve procurar atalhos e hacks para construir sua audiência no Facebook. O melhor é estar sempre produzindo conteúdo relevante único e de qualidade para seu público, incentivando-os a se engajarem e mantendo sua estratégia em foco. Usar uma dessas “dicas” pode acabar te atrapalhando e atrasando os resultados que você procura.

Edgerank: entenda como o Facebook define o que você vê

Edgerank: entenda como o Facebook define o que você vê

Um bilhão de usuários ativos. Com apenas dez anos de vida, o Facebook já conseguiu alcançar números que empresas não conseguiram em décadas – e talvez nunca consigam. Com essa estrondosa quantia de usuários, a rede social criada por Mark Zuckerberg em seu quarto da universidade de Harvard mudou completamente a maneira como nos relacionamos com outras pessoas, consumimos conteúdo e, claro, fazemos negócios.

O Facebook não precisou alcançar esse número para se tornar uma grande vitrine para marcas divulgarem seus produtos e serviços. Muito antes disso essas empresas já utilizavam a rede social para alcançar novos clientes. Neste contexto, com tamanho volume de publicações, os engenheiros do FB se viram forçados a criar uma espécie de filtro para mostrar apenas o que fosse relevante para os usuários.

A maneira como o Facebook decidiu fazer isso e como isso afeta o seu conteúdo são os assuntos dos próximos tópicos. Acompanhe.

O que é e o que faz o Edgerank

Edgerank é o algoritmo desenvolvido pelo Facebook que decide o que será mostrado na sua linha do tempo após estudar o que é relevante para você, em geral se baseando no tipo de conteúdo que você e seus amigos consomem.

Todas as atualizações de status, comentários, curtidas e compartilhamentos que você recebe passaram pelo crivo do Edgerank antes de serem mostradas. Isso muitas vezes nos dá a sensação de que estamos perdendo algo ou em outras vezes que deixamos de participar de discussões porque simplesmente não sabíamos delas. Mas, na verdade, o Edgerank está fazendo com que consumamos apenas conteúdo relevante – não apenas para nós, mas também para anunciantes da rede social.

Peso, afinidade e depreciação

As regras do Edgerank são complexas e muitas delas são omitidas pelo Facebook para garantirem a propriedade intelectual do algoritmo e evitar que certos usuários tentem enganar o sistema. Por outro lado, alguns pilares que baseiam o Edgerank são bem conhecidos e incentivados pelo Facebook. São eles: afinidade, peso e depreciação.

  • Afinidade é sobre o nível de relacionamento entre você e uma página. Ou seja, a quantidade de vezes que você comenta, compartilha ou curte o conteúdo de uma marca ou produto irá fazer com que as postagens dela apareçam mais para você.

  • O peso diz respeito a quanto vale cada ação que você pode tomar no Facebook. Comentar é mais envolvente e tem mais peso para o Edgerank do que um curtir, por exemplo. Em geral, atividades que demandam mais tempo do usuário tem mais peso do que outras. Então, quanto mais você comentar em uma página, maiores serão as chances daquela marca povoar sua timeline com postagens.

  • A depreciação do Edgerank analisa a quanto tempo ocorreram cada interação do usuário. Quanto mais tempo, maior a depreciação daquela ação. Ou seja, uma postagem que teve a última interação a duas semanas atrás praticamente não tem chances de aparecer em uma timeline, enquanto uma que teve a dois minutos provavlemente aparecerá.

Importância e otimização do Edgerank

O Edgerank é importante porque determina o número de pessoas que conseguirão ver suas publicações. Isso reflete não apenas no conteúdo orgânico que sua página publica, mas também no pago. Em alguns casos a diferença de alcance entre páginas com Edgerank baixo e alto pode chegar a cinco vezes o tráfego. São milhares de usuários não alcançados.

No atual momento, somente cerca de 6% da sua base de fãs visualizará o que você postar em sua fan page. Por isso é tão importante incentivar o engajamento através de curtidas e compartilhamentos, para que suas postagens sejam vistas por mais pessoas. Na prática isso significa produzir conteúdo relevante e interessante para seus fãs, para cativá-los e conquistá-los.

Alguma dúvida sobre Edgerank? Vamos continuar essa discussão nos comentários!