Tag Archives: mídias sociais

Dicas de Marketing no Facebook

34 dicas fantásticas de marketing no Facebook que você deve por em prática agora mesmo!

Ter um bom desempenho do Facebook é importante para engajar mais usuários e criar uma imagem positiva de sua marca. Aprenda como fazer isso agora mesmo!

(Clique no player para o ouvir a narração do nosso post!)

É difícil encontrar uma pessoa que não conheça o Facebook. Já são quase 2 bilhões de pessoas que acessam a rede social de Mark Zuckerberg todos os dias.

Nem é preciso pensar muito para perceber que essa rede é um canal perfeito para fazer marketing digital e obter resultados positivos.

É interessante que a popularidade da rede faça com que ela seja um dos pontos de partida para empresas e profissionais autônomos que desejam iniciar uma estratégia de marketing digital.

Por outro lado, fazer isso sem qualquer ajuda resulta em um trabalho de divulgação incompleto, que não usa todos os recursos que o Facebook oferece e, consequentemente, não traz tantas vantagens quanto poderia.

Quer evitar esse risco? Então confira agora as 34 dicas de marketing no Facebook que preparamos para ajudar você a ter bastante sucesso!

APRENDA TUDO SOBRE FACEBOOK:
Como fazer Marketing no Facebook e obter sucesso com sua estratégia
Aprenda a criar anúncios com o Guia Prático do Facebook Ads
Otimize suas conversões e gere mais negócios com o Facebook Ads

1. Crie uma página em vez de um perfil

Um erro muito comum de marketing no Facebook é ver perfis pessoais sendo usados para divulgar empresas ou profissionais liberais.

Se esse for o seu caso, precisa mudar de estratégia o quanto antes. Até preparamos um post ensinando como transformar um perfil em página. Mas por que isso é tão importante?

O perfil é focado no uso pessoal, e não conta com todos os recursos do Facebook feitos exclusivamente para ajudar a promover um negócio. Por isso, você perde (muito!) se não usar o meio adequado.

Agora, se você ainda não tiver criado nenhum dos 2, vá em frente e crie a sua página.

2. Complete as informações da sua página

Depois de criar a sua página, é importante completar as informações a respeito do seu negócio, principalmente na seção “Sobre”.

Esta seção oferece espaço para apresentar informações de grande relevância e valor para o seu público. Entre elas, podemos citar:

  • informações de contato (email, telefone, website);
  • apresentar produtos e serviços;
  • informar horário de funcionamento da empresa;
  • adicionar cardápio (no caso de restaurantes, lanchonetes etc.);
  • mostrar prêmios ganhos;
  • entre outros.

Também é possível fazer uma breve descrição que ajude os visitantes a entender melhor o que a empresa faz, bem como a visão e os valores que defende.

3. Capriche nas fotos de perfil e capa

As fotos de perfil e capa são os elementos que vão chamar mais a atenção dos visitantes, ao menos no 1º momento. Por isso, é fundamental que elas sejam de alta qualidade e sejam atrativas.

Algumas dicas para ajudar na criação das suas imagens são:

  • use seu logo (ou parte dele) como foto de perfil;
  • use um esquema de cores relacionado ao restante da sua marca;
  • use imagem de capa para transmitir alguma mensagem instigante/inspiradora ou algum anúncio (lançamento de produto, evento etc.);
  • faça as imagens de perfil e capa “conversarem” entre si.

Como última recomendação: mude a imagem de capa periodicamente. Isso ajuda a dar um ar de renovação para a página.

4. Personalize a sua URL

É muito mais fácil promover a sua página quando ela possui uma URL amigável e personalizada para a sua marca.

Felizmente, o Facebook permite que você faça exatamente isso. Na seção “Sobre”, basta editar o nome de usuário da página.

Se o nome escolhido estiver disponível, você poderá usá-lo para divulgar a página da marca com maior facilidade e profissionalismo.

5. Dê atenção especial à produção de vídeos

A produção de vídeos vem ganhando atenção especial do Facebook já faz um tempo, e isso passa uma mensagem bem clara: se quiser ter sucesso no Facebook, engajar os usuários e aumentar o seu alcance orgânico, use vídeos!

Existem várias formas de fazer isso, sendo que a mais simples envolve apenas compartilhar links para vídeos que você tenha publicado no YouTube, no Vimeo ou em outro site.

Mas vale a pena dar uma atenção especial a 2 formas, que são as preferidas pelo Facebook:

6. Use gatilhos mentais nas legendas

As legendas dos posts também têm grande valor e podem fazer a diferença entre um engajamento baixo ou alto. Uma forma de caprichar com poucos caracteres é usar gatilhos mentais.

Esses gatilhos são usados para despertar sentimentos que levam a pessoa a tomar uma ação e servem para complementar as informações da postagem  —  como título e descrição, no caso de um blog post.

7. Seja criativo com o uso de posts visuais

O Facebook é uma rede social muito ativa e vibrante, ou seja, a todo momento existem diversas publicações e acontecimentos tentando chamar a atenção dos usuários.

Usar posts visuais é uma boa forma de atrair as pessoas e fazer com que se atentem para a mensagem em questão.

Como tornar seus posts mais visuais? Existem várias formas, como ao postar:

  • infográficos;
  • fotos e ilustrações;
  • citações inspiradoras.

Outra forma de tornar seus posts mais visuais é por usar o Facebook Open Graph para otimizar o compartilhamento de links do seu blog.

8. Faça enquetes ao vivo

Uma das ferramentas de postagem do Facebook torna possível que você realize enquetes durante transmissões ao vivo, para aumentar a participação e o envolvimento dos usuários com o seu conteúdo.

Isso é ótimo para fazer uso das reações, que valem ainda mais que as já famosas curtidas no que diz respeito a entender as preferências do público.

9. Surpreenda com emojis e GIFs

Vamos ser sinceros: quem é que não gosta de emojis e GIFs? Pois então, muitas marcas perceberam isso e já entraram de cabeça no uso desses recursos.

Além de ser interessantes para atrair a atenção, os emojis e os GIFs dão personalidade à sua marca e tornam as interações com os fãs mais humanas e originais.

Por exemplo: você pode usar emojis nas legendas de um post e GIFs para responder comentários, ou mesmo como formas rápidas de interagir sem compromisso com a sua audiência.

Afinal de contas, estamos falando de uma rede social. Então é preciso socializar!

10. Use um dos botões de conversão do Facebook

O Facebook entende que o marketing digital existe em função de um propósito: a conversão. Por isso, criou botões de chamada à ação que ajudam você nesse aspecto.

Escolha um deles e deixe em evidência na sua página para que o alto número de visitas se transforme em acessos, cadastros ou vendas.

11. Integre o Facebook com seu site

Colocar botões de curtir, widgets das últimas postagens ou contadores de compartilhamentos são tarefas possíveis e que estendem o alcance da sua página do Facebook para o seu site.

Isso faz com que mais pessoas interajam com a sua marca na rede social, de preferência por passarem a segui-la.

Outra opção é colocar o sistema de comentários do próprio Facebook no seu blog em vez de um sistema próprio.

12. Marque outras pessoas/páginas

Ao realizar parcerias com outras empresas ou mencioná-las em um post, marque-as em uma publicação do Facebook.

Uma interação entre 2 perfis de marca é sempre interessante em termos de exposição, pois a sua página será conhecida por um público potencialmente novo.

13. Responda todos os comentários

Todos os comentários feitos na sua página merecem uma resposta apropriada. Isso mostra que existe alguém presente, preocupado com as reações e opiniões dos fãs.

Uma participação ativa em moderar os comentários, mesmo aqueles que forem desfavoráveis à marca, costuma gerar bons resultados, ao passo que os usuários se sentem mais animados para participar nas conversas propostas.

14. Crie um grupo de discussão

Participar em grupos de discussão é sempre uma boa forma de conseguir a atenção de mais pessoas e conquistar tráfego para o seu site, mas criar um grupo para envolver os fãs da sua comunidade é melhor ainda.

Quanto mais pessoas participarem ativamente da discussão, mais autoridade a sua página vai ganhar. Só não se esqueça de que o grupo precisa prezar por discussões relevantes sobre o tema proposto.

Evite participantes que só querem divulgar as suas próprias iniciativas, a não ser que o seu nicho de mercado esteja diretamente ligado a ações desse tipo.

15. Ofereça uma visão de bastidores

As pessoas amam ter acesso aos bastidores, e essa é uma das razões pelas quais tantas marcas fazem sucesso nas redes sociais.

Sem dúvida, um dos tipos de conteúdo que você precisa compartilhar com os fãs é de acesso aos bastidores.

Isso pode ser feito por mostrar vídeos ou fotos de produtos que estão em produção, criar expectativa sobre eventos ou divulgar prévia de conteúdos que o público queira muito consumir.

16. Realize concursos

conteúdo gerado pelo usuário é sempre uma ótima forma de aumentar o engajamento e de conquistar novos fãs. Em muitos casos, esse conteúdo assume um caráter viral e se espalha rapidamente.

Realizar concursos no Facebook é uma forma poderosa de aumentar a visibilidade e o poder de influência da sua marca. As pessoas gostam de participar em concursos com os seus amigos, e isso aumenta as chances de compartilharem a iniciativa com outros.

17. Use hashtags

As hashtags servem como uma espécie de filtro de assuntos nas redes sociais. Elas são usadas para fomentar discussões e determinar os temas mais quentes do momento e não devem ficar de fora da sua estratégia de marketing.

Primeiro, porque muitas pessoas podem descobrir o seu conteúdo por meio dessas hashtags. Além disso, as pessoas gostam da ideia de que fazem parte de algo maior.

Então, não apenas usar hashtags — mas também propor campanhas para que seus seguidores façam o mesmo — pode ter um efeito interessante sobre a comunidade.

18. Responda as mensagens rapidamente

Quem responde rapidamente as mensagens de pessoas interessadas no chat ganha uma espécie de distintivo do Facebook, destacando a agilidade das respostas e o tempo médio em que isso costuma acontecer.

Por que isso é tão importante? Quando alguém se dá ao trabalho de pedir uma informação de forma direta pelo Messenger, é porque existe uma real intenção de compra.

Responder rapidamente é a melhor coisa que você pode fazer no momento para reforçar que seria mesmo a melhor escolha da pessoa.

19. Fixe postagens importantes

Tem algum post que merece ficar em destaque por mais tempo do que o normal? Basta fixá-lo no topo da página.

Assim, a sua mensagem mais importante pode ser encontrada por todos que acessarem a página até que não seja mais necessário manter a publicação fixada.

20. Adicione marcos à página

Marcos também fazem parte da história do seu negócio e devem ser destacados na rede para mostrar o que ela vem realizando com o passar do tempo. Como fazer isso?

Basta adicionar marcos, que nada mais são do que publicações de momentos importantes. Que tipo de marco pode ser incluído?

A abertura da empresa, lançamento de produtos importantes ou qualquer realização de destaque, como um grande número de clientes alcançado.

21. Crie abas customizadas

Um fato positivo sobre as páginas do Facebook é que elas oferecem o equilíbrio certo entre customização e estrutura pronta.

Isso quer dizer que você vai encontrar alguns modelos de página entre os quais escolher, mas pode modificar alguns elementos.

Entre eles estão as abas. Além de escolher entre abas já conhecidas, como fotos e avaliações, é possível criar abas customizadas.

Por exemplo: se tiver uma versão de teste gratuita do seu produto, você pode criar a aba “Faça um teste grátis”, que levará ao link para cadastro.

22. Descubra os melhores horários para postar

Timing é tudo nas redes sociais, e saber os horários em que seus fãs estão online é de grande ajuda para determinar os melhores horários de postagem.

Afinal, com tanto conteúdo brigando por atenção, a maioria das pessoas que curtiram sua página só vai ver o conteúdo postado perto do momento em que estiverem navegando pelo site.

Também preparamos um post que ensina a fazer essa análise de modo preciso e encontrar os melhores horários para o seu público.

23. Fique atento à frequência das publicações

Além dos horários, também fique atento à frequência com que publica no Facebook.

Postar pouco pode fazer com que a maior parte do seu conteúdo passe despercebida, enquanto publicar em excesso talvez canse os seguidores.

O ideal é encontrar o equilíbrio, de forma que o conteúdo alcance o maior número de pessoas possível sem causar desgaste para a marca.

24. Impulsione posts estratégicos

Um dos recursos mais simples de anúncios do Facebook é o impulsionamento de posts. Com ele, você paga para que suas postagens alcancem um público maior.

Vale a pena impulsionar posts estratégicos, que precisam de alcance máximo, como anúncios de produtos ou de materiais ricos (como ebooks e webinars).

Esse tipo de post oferece algo de valor para o público, de forma que o investimento para ter a mensagem ampliada tem grandes chances de trazer retorno positivo.

25. Acerte as dimensões das imagens

Já falamos sobre como imagens de qualidade transformam a página e exercem impacto sobre os níveis de engajamento dos usuários.

Mas, para isso, é fundamental estar atento às dimensões das imagens e produzir peças sob medida, de acordo com os padrões definidos pelo Facebook.

Você pode encontrar o guia de tamanhos do Facebook e de várias outras redes sociais neste post.

26. Analise o Facebook Insights

Facebook Insights é a ferramenta de análise de métricas embutida na rede social, e que serve para mostrar como está o desempenho da sua página junto aos usuários.

Por meio dessa ferramenta, é possível descobrir qual o nível geral de engajamento, quais são os posts mais populares e uma série de outras informações relevantes sobre o comportamento da sua audiência.

Com elas, você poderá criar conteúdos novos e encontrar a melhor linguagem para conversar com o público a fim de aumentar as conversões.

27. Agende as suas postagens com antecedência

Mesmo depois de encontrar os melhores horários e definir a frequência ideal para postar, você provavelmente não vai ter tempo de fazer isso manualmente toda semana.

Por isso, agende os posts com antecedência. Isso vai garantir a regularidade necessária para que a estratégia funcione sem comprometer a sua autonomia de realizar outras atividades importantes.

Como forma de manter as coisas simples, você pode iniciar agendando os posts usando apenas o recurso do próprio Facebook, que permite escolher data e hora na hora de realizar uma publicação.

Depois de iniciar estratégias de marketing em outras redes sociais, como Twitter e Instagram, vale a pena usar uma ferramenta específica de gestão, como Buffer ou Hootsuite.

28. Faça posts cruzados com o Instagram

Caso você ainda não saiba, o Instagram pertence ao Facebook e, por isso, algumas das funcionalidades das 2 redes sociais se complementam.

Por exemplo: é possível fazer posts cruzados, de forma que você realize a publicação uma vez só e ela apareça nas duas redes.

Não deixe de lado essa opção, já que vai aumentar o seu alcance sem qualquer esforço. Vale a pena até fazer isso ao publicar no Stories, que costuma ter bom engajamento.

Entenda mais sobre o Instagram e aprenda a obter resultados na rede.

29. Use o gerenciador de anúncios para as primeiras campanhas

O Facebook contém 2 editores de anúncios, o gerenciador e o chamado Power Editor. A dica aqui é simples: simplifique e vá no primeiro.

De início, você dificilmente vai precisar de todos os recursos do Power Editor, ideal para quem precisa cuidar de várias campanhas simultaneamente.

O gerenciador de anúncios, por outro lado, será o ponto de partida ideal e terá tudo que você precisa para criar uma campanha de sucesso.

30. Use sua lista de emails para criar uma audiência personalizada

Ao criar sua campanha, é possível criar uma audiência personalizada a partir de contatos que a sua empresa já possui, o que inclui a sua lista de emails.

O conceito é simples: você faz upload da lista no gerenciador de anúncios e a rede social encontra os perfis de todos os contatos, de forma a direcionar os anúncios apenas para esse grupo.

31. Use informações exatas para segmentar seu público

Ao segmentar seu público no gerenciador de anúncios, é importante que as informações demográficas e de interesse sejam precisas. Caso contrário, sua campanha vai atingir as pessoas erradas e será um fracasso.

Uma boa forma de garantir que essas informações estejam alinhadas com os seus clientes reais é por se basear na sua persona de marketing.

Se ainda não tiver uma, criá-la vai transformar radicalmente a sua estratégia de marketing digital. Crie sua persona agora mesmo com o Incrível Gerador de Personas:

gerador de personas

32. Fique atento ao medidor de tamanho do público

Durante a criação do anúncio, o Facebook conta com um recurso bastante útil: um medidor de tamanho de público. Para que ele serve?

Para te ajudar a ver se a segmentação que você está criando deixa o seu anúncio específico ou amplo demais, ou se atinge um grupo grande o suficiente sem perder a efetividade.

Então, enquanto estiver definindo as configurações da campanha, sempre fique atento a esse medidor.

33. Faça ofertas para incentivar o público a comprar

Outra possibilidade é realizar ofertas no seu anúncio, como forma de atrair os usuários a comprar na sua loja, seja física ou online.

Essa opção está no gerenciador de anúncios, de forma que basta configurar que tipo de oferta vai fazer, quanto tempo vai durar e quantas pessoas podem se beneficiar dela.

34. Teste diferentes formatos de anúncio

Existem dezenas de formatos de anúncios possíveis no Facebook, então não teria porque se limitar apenas a um. Testar diferentes variações é o ideal para encontrar o que mais se encaixa nos seus objetivos.

Apenas tome cuidado com o seu orçamento: quanto mais baixo ele for, menos opções de variação simultâneas você poderá realizar.

Fora isso, é perfeitamente possível começar pelos formatos que parecem mais interessantes e realizar mudanças pontuais para testar novas maneiras de impactar o seu público.

Fique de olho na disponibilidade do teste de divisão de público para o seu anúncio, ele pode resolver esse problema sem que você precise investir mais.

Agora que você está bem equipado com tantas dicas de marketing no Facebook, já tem tudo que precisa para iniciar um trabalho de qualidade na rede social mais famosa do mundo. Continue acompanhando as novidades que o site oferece e aprendendo mais para ter sucesso.

Por falar em aprender mais, quer se aprofundar no marketing para Facebook? Então baixe agora o nosso ebook e descubra como explorar esse canal de marketing ao máximo!

ebook marketing no facebook
 
guia redes sociais

O guia definitivo das redes sociais: como aproveitar o melhor de cada uma?

Você já sonhou com um guia definitivo das redes sociais, com informações curiosas sobre as redes, hyperlinks para conteúdos completos e informações sobre a escolha da plataforma ideal para seu negócio?

Então você já pode parar de sonhar, porque é exatamente isso que o texto de hoje promete trazer para você!

O universo das redes sociais é fundamental para você conseguir bons resultados com sua estratégia de marketing digital, e não pode ser ignorado por nenhum tipo de negócio, independente da área ou do tamanho.

Entender as redes e saber usá-las ao seu favor é apenas o primeiro passo para o sucesso online.

Depois disso começa a sua longa jornada pela integração de contas em diferentes plataformas, nutrição de leads, gerenciamento de comunidades e produção de conteúdo novo e relevante para sua persona.

Tudo isso depende de um trabalho apurado e constante experimentação das mais diversas funcionalidades disponíveis no mercado.

Ficou curioso? Então não deixe de conferir o guia definitivo das redes sociais que preparamos para você!

Por que usar redes sociais no seu negócio? 10 razões incontestáveis

Se nos dias de hoje o seu negócio ainda não usa redes sociais, é hora de sair da caverna e criar sua primeira conta no Twitter ou Facebook – só para início de conversa.

Redes sociais são o melhor lugar para investir na exposição de sua marca, além de o canal mais fácil de contato com seus consumidores.

Hoje em dia são mais de 2 bilhões de usuários ativos diariamente em diversas plataformas, seja por smartphone ou computadores, com uma previsão de crescimento de 10% ao ano nesse número.

Antes de perguntar por que usar redes sociais, seria muito mais fácil perguntar por que não usar, já que isso parece ir contra toda a lógica de negócios com presença digital.

Não usar redes sociais significa que você recusa, conscientemente, a possibilidade de engajar com seus consumidores, de promover o seu negócio gratuitamente, de expor a sua marca para além de limites geográficos, de aumentar as compras e uma infinidade de outros benefícios para sua empresa.

Quer saber mais? Separamos abaixo as principais vantagens de se investir em redes sociais e  como isso impacta nos resultados do seu negócio:

1. Facilidade de acesso a insights em tempo real

Com o uso das redes sociais você tem acesso direto à sua persona, podendo checar, quando quiser, a respeito de seus hábitos, conteúdos de interesse, modo de agir online, preferências etc. e, com isso, moldar suas estratégias online para melhor abrangê-la.

Não só isso, em várias redes é possível acessar o Analytics da conta, tendo acesso a dados de interação, horário de maior fluxo de usuários, conteúdos mais populares etc.

2. Maior autonomia no manejo do engajamento:

Com as redes sociais você pode dialogar diretamente com seu público, respondendo tanto individualmente quanto de maneira generalizada, bastando escolher a rede e o tom de seu negócio.

Pelas redes sociais você pode gerar novos eventos, promoções e condições especiais para seus clientes e futuros clientes, auxiliando o seu negócio a estar sempre presente em suas rotinas.

3. Aumento de tráfego para seu site

Utilizar as redes sociais como canal de redirecionamento para seu site é sempre uma boa opção, e você nem precisava de um guia definitivo para as redes sociais para saber disso.

Você pode utilizar do perfil, de postagens, de links embutidos, vídeos, imagens e tudo mais que puder imaginar como linha de transmissão, e então fazer a divulgação do seu endereço virtual para conseguir mais tráfego.

Unir o marketing de conteúdo já praticado no seu blog com a capacidade de alcance aumentado das redes sociais só pode gerar bons resultados.

Segredos do Tráfego Orgânico

4. Melhor atendimento ao consumidor

Você já ouviu falar sobre SAC 2.0? Essa é uma nova modalidade do Serviço de Atendimento ao Consumidor, que pode fazer maravilhas para o seu negócio. Essa alternativa utiliza de redes sociais com boa performance para troca de mensagens, como o Facebook, por exemplo, e permite que os usuários submetam suas reclamações, dúvidas e elogios pelo inbox da rede. Assim a troca de dados e a possibilidade de se trazer uma resolução para o problema são muito mais rápidas.

chatbots e marketing

5. Manutenção de sua reputação e imagem

Deu algum problema com suas campanhas publicitárias? Vazou algum boato prejudicial sobre seu negócio? Então as redes sociais são o seu melhor meio de retratação.

A alta capacidade de compartilhamento e acesso direto ao seu público permitem que você tome ações imediatas na hora de corrigir algum problema, seja ele um recall ou apenas um simples mal-entendido.

Mas esteja atento: é fundamental que você esteja preparado para lidar com esse tipo de situação (especialmente importante ter um profissional de RP nesses casos!) para que ela não se volte contra você!

6. Reafirmação de autoridade no mercado

Por meio das redes sociais é possível que seu negócio se posicione como autoridade no mercado, independente de qual seja ele.

Para isso, bastará que você forneça sempre conteúdo de qualidade e seja capaz de articular com seu público, providenciando informações relevantes e atualizadas o tempo todo.

Uma boa estratégia de conteúdo será sua melhor amiga na hora de construir sua autoridade no mercado por meio das redes sociais.

7. Oportunidade de educação de leads

Aproveite de sua estratégia de marketing de conteúdo para uni-la às possibilidades oferecidas pelas redes sociais.

Essa é uma ótima chance para você educar suas leads e facilitar o processo de conversão, garantindo que toda informação relevante sobre seu negócio alcance seu público de maneira dinâmica.

8. Alternativa de geotargeting

Quer anunciar apenas para um determinado bairro ou cidade?

Com as redes sociais é possível concentrar os seus esforços de publicidade nesses locais, garantindo que o público atingido seja realmente relevante para seu negócio.

9. Ganho de velocidade no compartilhamento de informações

Como boa parte das pessoas está conectada às redes sociais por aparelhos smartphone, é uma boa utilizar a sensação de imediaticidade criada por essas plataformas para estar sempre presente na vida de seus usuários.

Tem alguma promoção relâmpago? Ou precisa avisar algo de última hora?

Pelas redes sociais é muito mais garantido que seus usuários tenham acesso a essas informações.

10. Avaliação de competidores em tempo real

Quer monitorar a concorrência? Pois fique sabendo que pelas redes sociais elas estão a apenas um clique de distância.

Por meio dessa alternativa é possível estar em contato constante com as publicações mais badaladas do seu mercado, e daí retirar alguns insights para suas próximas postagens.

Guia definitivo das redes sociais: 11 redes e o que você precisa saber sobre elas

Facebook

O Facebook é a rede social número 1 no mundo tudo, e é claro que isso você já sabia. Mas será que você também sabia que mais de 42% dos negócios do mundo todo consideram a rede crítica para o sucesso de sua empresa?

E não é só isso, são mais de 1.8 bilhões de usuários ativos todos os meses, com mais de 1.6 bilhões acessando também por alternativas mobile – 22% a mais que no último ano, com um público variando, principalmente, entre 25 e 34 anos na rede.

O Facebook ainda é o melhor lugar para você arriscar criar a primeira conta de sua empresa e, mesmo que não seja recomendado limitar-se a apenas uma alternativa, é bastante provável que esta se torne a sua primária na hora de organizar o gerenciamento do social media do seu negócio.

É possível organizar uma página, ou perfil institucional, específica para seu negócio, customizando o visual e as funcionalidades previstas.

Aqui no Marketing de Conteúdo você encontra uma série de postagens que ensinam desde o cadastro do site até a conversão da lead pela rede, bastante apenas digitar “Facebook” na caixa de pesquisa no topo.

Por conta disso, separamos logo abaixo os principais tipos de conteúdo que podem ser criados no Facebook para o perfil de sua empresa, destacando-a das demais na guerra pela atenção do usuário em sua linha do tempo:

  • Textos longos ou curtos;
  • Imagens estáticas;
  • Gifs;
  • Fotografias 360 graus;
  • Vídeos;
  • Linkagem incorporada de conteúdo externo;
  • Album seriado de imagens e vídeos;
  • Postagens colaborativas;
  • Concursos, promoções e sorteios;
  • Jogos em formatos específicos para a rede;
  • Apps próprios;
  • Posts patrocinados;
  • Grupos para discussão;
  • Grupos de Venda;
  • Eventos;
  • Transmissões ao vivo;
  • Ofertas.

Claro que o Facebook não se limita a essas alternativas. A partir delas é possível misturar e criar novos formatos de conteúdo que podem ou não dar certo com o seu público.

O segredo aqui é não ter medo de experimentar e estar sempre atento às principais novidades entre os grupos de interação de sua persona.

Marketing no Facebook

Twitter

O Twitter, também conhecido por aí como uma plataforma de microblogging, é uma das redes sociais mais utilizadas nos dias de hoje, sendo constantemente comparada ao Facebook por conta da irreverência e diferenciação das outras alternativas no mercado digital das redes.

O Twitter funciona como uma espécie de linha do tempo de constante atualização, aceitando o envio de mensagens com até 140 caracteres de texto, além de links, imagens, vídeos e, recentemente, gifs.

Na sua tela inicial você visualiza o conteúdo em ordem cronológica, com algumas raras intervenções com tweets de pessoas com quem você interage que talvez você tenha perdido.

A grande vantagem do Twitter, além do seu formato rápido e vantajoso para viralizações, está na possibilidade de utilizar Hashtags, palavras acompanhadas do símbolo da cerquilha (#), para a categorização do conteúdo.

Isso auxilia, e muito, na hora de buscar usuários com interesses semelhantes, colocando o seu negócio na rota da seda do mundo digital.

Não só isso, o Twitter também é uma conhecida ferramenta para o SAC 2.0, aquela alternativa de atendimento ao consumidor que faz uso de redes sociais para melhorar o relacionamento e acelerar as respostas.

Bancos, faculdades e empresas de todos os tamanhos já utilizam o Twitter para identificar usuários que estejam tendo problemas com os seus serviços, garantindo que a experiência do consumidor seja muito melhor a partir de sua intervenção.

Abaixo, separamos algumas das principais vantagens de se adotar o Twitter como alternativa de rede social para seu negócio:

  • É gratuito;
  • Tem opção para patrocinar tweets;
  • Facilidade de viralização de conteúdo;
  • Rede rápida e com grande índice de atualização;
  • Facilidade de monitoramento da concorrência;
  • Acesso a estatísticas de usuários;
  • Possibilidade de gestão de uma comunidade;
  • Auxílio na divulgação de novidades e links do seu website;
  • Ótimo para encontrar usuários que tenham feito negócio com sua empresa;
  • Possibilidade de organização de listas de usuários;
  • Facilidade no uso de Hashtags;
  • Referência em ‘temas do momento’ com o Trending Topics;
  • Possibilidade de customização do visual;
  • Variedade de formatos aceitos;
  • Fácil integração com websites e outras redes sociais.

Marketing no Twitter

Instagram

O Instagram passou por uma série de mudanças nos últimos anos, e você deve bem lembrar da briga que deu quando anunciaram o modo Stories, bastante similar às funcionalidades do (até então) rival Snapchat.

Para bem ou para mal, a rede conseguiu recuperar os usuários que haviam migrado para o “outro lado” e hoje ainda mantém o posto de uma das principais alternativas de redes sociais para negócios.

Isso porque o Instagram, baseado no compartilhamento de imagens e vídeos, também faz parte do grupo que coordena o Facebook, dividindo atualizações, integrações e modo de anúncio, além de, é claro, oferecer um ótimo boost em suas campanhas e rankeamento dentro da rede.

O Instagram é uma das melhores alternativas para negócios baseados na produção de conteúdo visual, como moda, culinária, arte, turismo e tudo o que dependa de fotografia. Claro que isso não impede que outras vertentes do mercado também invistam nessa rede social, bastando um pouco de criatividade para saber fazer bom uso do Instagram.

Você pode compartilhar o por trás das câmeras, insights de produtos, fotos da empresa, imagens inspiracionais, vídeos de feedback,  tutoriais e tudo mais que sua criatividade permitir.

A rede social conta com uma infinidade de filtros, cores e edições possíveis de serem feitas em suas fotos, transformando simples selfies de celular em verdadeiras obras de arte.

Não só isso, você também pode utilizar hashtags para ser encontrado em qualquer parte do mundo virtual, redirecionando usuários com interesses semelhantes aos seus para o seu negócio. Quer maneira mais fácil de conseguir novas leads?

E não se esqueça: assim como o Facebook, O Instagram também abre possibilidade para se investir em conteúdo patrocinado, colocando todas as suas postagens na linha do tempo de usuários relevantes para o seu mercado.

Quer mais motivos para usar o Instagram? Então confira outras vantagens da rede:

  • Fácil de ser encontrada;
  • Permite CTAs que levem ao contato com a empresa;
  • Garante acesso aos Analytics da rede;
  • Conteúdo patrocinado;
  • Facilidade para trabalhar sua identidade visual;
  • Ótimo para conseguir UGC;
  • Auxilia no aumento da conversão e tráfego no site;
  • Pode ser automatizado;
  • É divertido!

EBOOKS GRATUITOS
Marketing no Instagram
Como melhorar seus resultados orgânicos no Instagram
Estratégias de Marketing no Instagram Stories

Snapchat

O Snapchat surgiu em meados de 2011 e teve o seu ápice entre os anos de 2015 e 2016 aqui no Brasil, até o lançamento do já mencionado Instagram Stories.

Apesar do baque sofrido, a rede ainda se mantém no ar, contando com usuários fidelíssimos que se recusam a abandonar os famosos filtros exclusivos e a sensação de privacidade que a rede oferece.

Caso você não saiba, o Snapchat é uma rede social visual que trabalha com a postagem de conteúdo com data de expiração. Ou seja, cada foto ou vídeo postado tem apenas 24h até ser excluído para sempre do sistema.

Os conteúdos são organizados em uma tela envolta por conteúdo patrocinado e, apesar da popularidade, não é tão simples de mexer.

A vantagem da rede, porém, está na possibilidade de criar conteúdos irreverentes, informais e capazes de alcançar a parcela jovem da população, com boa aceitação entre jovens de 17 a 26 anos no Brasil.

A ferramenta é uma ótima alternativa para mostrar bastidores de sua empresa, preview de produtos, reviews, novidades, códigos promocionais com data de expiração, sua relação com influenciadores da marca, cobrir eventos e, claro, brincar um tanto com os filtros e stickers do app.

Lembre-se, porém, de que o Snapchat não permite que você busque por contas de maneira aleatória, portanto, o ideal é combinar essa rede com outra já em funcionamento, ou, ao menos, divulgar o nome da conta no seu blog ou website.

E se ficar na dúvida na hora de escolher entre o Snapchat e o Instagram, considere dar uma olhadinha nesse post aqui!

LinkedIn

O LinkedIn é uma rede social voltada para negócios, e o tom sisudo pode acabar assustando marqueteiros que ainda se recusam a utilizar de todo o potencial da rede para fazer suas divulgações.

Claro que aqui não é o melhor lugar para compartilhar memes e vídeos de animais, mas isso não significa que você não possa brincar e trazer um tanto de leveza para suas postagens.

Saber dosar é o essencial para conseguir bons resultados no LinkedIn, e a plataforma oferece um bom suporte para o compartilhamento de textos explicativos, conteúdos institucionais, dados sobre sua empresa, atualizações do negócio, textos opinativos e, claro, vagas de emprego.

Essa rede é especialmente indicada para negócios B2B, uma vez que a chance dos seus clientes ou fornecedores terem algum perfil nesse site é bastante grande. Daí, é uma ótima alternativa para construir o relacionamento e estreitar o laço entre marcas.

Quer mais razões para usar a rede? Aqui vão elas:

  • LinkedIn é a terceira rede mais utilizada por perfis de negócios;
  • Possibilidade de mensuração de resultados;
  • Oportunidade para recrutamento;
  • Facilidade para engajar em discussões construtivas;
  • Ótimo para conseguir contatos profissionais;
  • Rede altamente eficiente para o lançamento de produtos;
  • Ótima rede para gerar leads.

linkedin lead gen forms

Pinterest

O Pinterest é A rede social visual do momento, e é indispensável para qualquer empresa no ramo de decoração, artes e moda.

Isso porque o público mais interessado nesse tipo de assunto está muito presente na rede, que já conta com mais de 100 milhões de usuários ativos – sendo que 85% desse número se declarou como sendo do gênero feminino.

A rede permite que você agrupe imagens linkadas a conteúdos em um enorme quadro de referências que pode ser organizado em pastas e categorias diferentes.

É quase que como uma aba de Favoritos do seu navegador completamente visual, com acesso rápido e a alternativa de ser compartilhada por qualquer usuários da rede.

Não só isso, é possível também colocar uma área do Pinterest no seu site, mostrando os principais Pins e convidando os usuários a participar.

O Pinterest é uma das ferramentas mais populares para a divulgação de produtos, e tem ótima aceitação entre os usuários de conteúdo patrocinado.

O Pinterest também tem a opção de ser para negócios, com estatísticas e acesso melhorado para negócios.

A rede também é ótima para entender o que está ou não fazendo sucesso no momento, e auxilia na hora de pensar em novos conteúdos e otimizar os resultados do negócio. Para isso, basta digitar algumas palavras de interesse na busca e conferir o que vem em primeiros.

Conteúdos mais populares, ou com melhor SEO, virão em primeiro, e, consequentemente, gerarão mais tráfego.

Quer saber mais sobre a rede? Então confira nosso guia do Pinterest!

Guia Completo do Pinterest para Empresas

Youtube

O Youtube é hoje uma das redes sociais mais populares, e uma das plataformas mais indicadas para o upload de vídeos de qualquer tipo.

Seu competidor mais forte, o Vimeo, ainda está longe de ter todo o apelo que essa ferramenta tem, principalmente no que tange a criação de comunidades e gestão de públicos.

A rede tem uma média de 1 bilhão de visitas mensais, com mais de 100 horas de vídeos carregadas no servidor do site a cada 60 segundos e uma presença enorme em dispositivos mobile.

Ainda não se convenceu? O Youtube é considerado a segunda maior fonte de buscas online, perdendo apenas, é claro, para o Google. Isso significa que um bom SEO pode garantir as primeiras posições e aumentar, e muito, suas chances de ser encontrado na rede.

As vantagens de utilizar essa rede são inúmeras para qualquer modelo de negócio, mas vamos listar abaixo as principais:

  • Possibilidade de se tornar viral;
  • Integração com outras redes sociais;
  • Acessibilidade otimizada e funcional ao redor de todo o mundo;
  • Possibilidade de incorporação do conteúdo em websites;
  • Alternativa de integração com outros meios para além do vídeo;
  • Possibilidade de colocar CTAs variados;
  • Auxilia no aumento de conversão;
  • Importante para a educação das leads;
  • Possibilidade de integração com o Google Adwords;
  • Gere renda com o Adsense para vídeos;

Por fim, o Youtube faz parte dos produtos Google e, por conta disso, tem chances melhoradas de rankeamento na rede quando comparado com outros serviços de vídeo.

Para você que trabalha com SEO e já entende a sua importância, o Youtube é mais do que essencial para melhorar a qualidade do seu conteúdo (variando o modo como ele é apresentado) e as chances de aparecer em primeiro nas buscas.

Mas esteja atento: Antes de escolher o Youtube como sua próxima rede social, é fundamental que você estude os usuários mais populares e encontre um modo único de produzir os seus vídeos.

As opções são infinitas, você pode trabalhar com animação, programas seriados, webinários etc., mas qualidade e conteúdo relevante devem sempre andar juntos.

Invista em áudio e imagem de primeira e não se esqueça de estudar sua persona antes de começar a produzir qualquer novo vídeo.

como ganhar inscritos no youtube

Redes sociais de perguntas e respostas

As redes sociais de pergunta e resposta tiveram o seu boom no início dos anos 2000 com plataformas como o FormSpring e, mais tarde, o Ask.fm. Essas redes são extremamente voláteis, e costumam fazer mais sucesso entre o público com 12 a 20 anos.

Elas funcionam da seguinte maneira: você tem um perfil público e escolhe se quer receber perguntas anônimas ou apenas de usuários cadastrados. Todas as perguntas vão para uma caixa de entrada, e lá você pode escolher se as responde ou não.

Todas as respostas ficam expostas em uma espécie de linha do tempo, visíveis para qualquer usuário que queira acessá-las, e pode acabar se tornando um novo modelo de FAQ, bem mais dinâmico e passível de ser incrementado com a ajuda de outros usuários.

Lembre-se sempre de customizar esse tipo de rede social e, caso o seu público seja mais jovem, é ideal que você esteja presente na rede do momento.

Atualmente a mais popular é a Curious Cat, que desfruta de um layout bem simples e todo temático de gatos.

O diferencial dessa rede é que ela tem um mural bem similar ao “Moments” do Twitter, mas apenas com o conteúdo mais popular da rede.

Outros nomes já se destacaram nessa categoria, como o Kiwi, Spring.me, Formspring e Ask.fm. Muitos deles ainda estão ativos, e podem ser uma alternativa caso prefira uma versão mais estável que a do Curious Cat.

O que importa, na verdade, é o destino que você dará a essa rede. Ela é um ótimo termômetro para captar insatisfações de usuários, uma vez que permite a manifestação anônima, mas também pode ser a solução que você precisava para a recorrência de perguntas básicas sobre seu negócio.

Esteja atento na gestão de redes sociais de perguntas e respostas, principalmente porque é possível que hajam trolls ou usuários maliciosos com intenções escusas também fazendo uso do campo de perguntas.

Deixe que um profissional treinado seja responsável por sua gestão e estabeleça códigos de conduta para manter todo posicionamento bem regulado.

A última coisa que você quer é manchar o nome de sua empresa em uma rede como essa.

Tumblr

Apesar se não ser tão popular para os negócios, o Tumblr é uma ferramenta única e com acesso direto a comunidades e conteúdos relacionados à cultura pop, principalmente.

A rede está entre a versatilidade do Twitter e a potência de criadores de blogs tradicionais, com a possibilidade de customização gratuita de templates, edição de funcionalidades do site e o melhor: fácil compartilhamento de conteúdo em uma infinidade de formatos que vão desde vídeo, imagem, texto, gifs, podcasts e tudo mais que você quiser experimentar.

O Tumblr conta com uma média de mais de 400 milhões de visitantes únicos por mês, mas é preciso estar atento ao tipo de público que aqui circula. Como já dissemos, sua persona precisa combinar com a persona da rede social. De nada adianta criar uma conta em alguma plataforma se o seu público não está ali.

Esperar que ele migre para outra rede apenas para consumir o seu conteúdo é um tiro no próprio pé.

O público do Tumblr é ávido pelo consumo de conteúdo de qualidade, mas, principalmente, os relacionados a questões visuais e artísticas, como textos de literatura ou reflexivos, fotografias conceituais, moda, ilustração, artesanato e, claro, tutoriais.

Essa é uma boa plataforma para explorar o conteúdo gerado pelo próprio usuário (UGC) e garante recompartilhamento rápido e sem data de validade para expirar.

O Tumblr também conta com um serviço de patrocínio de postagens, inserindo-as na timeline dos usuários de maneira inteligente e integrada de acordo com os gostos pessoais e interesses de cada usuário.

Com um conteúdo relevante, é inevitável que qualquer um pare a rolagem da tela para dar uma olhadinha naquela nova postagem, garantindo, em pouco tempo, o recompartilhamento massivo do seu conteúdo.

Medium

O Medium é uma plataforma de auto publicação que vem ganhando destaque aqui no Brasil nos últimos anos.

Apesar de, em um primeiro momento, ele mais se parecer com um blog, o Medium desfruta de uma série de recursos que fazem com que ele possa ser considerado um novo modelo de rede social.

No Medium é possível compartilhar textos (e ilustrá-los!) e, em cada nova postagem, receber comentários, recompartilhamentos, textos de respostas e, o melhor, tornar-se destaque e ficar na página principal do site.

Você pode seguir os seus perfis favoritos e manter-se a par de suas principais atualizações e, com alguma sorte, receber menções e sugerir novos conteúdos.

Uma das vantagens de se adotar o Medium para seu negócio é, principalmente, poder trabalhar a questão de autoridade de marca.

Com textos bem fundamentados, é possível que seu conteúdo chegue a novos usuários e conquiste boas posições dentro da rede, abrindo cada vez mais caminho para que o usuário chegue à sua marca.

A rede é ideal para o compartilhamento de textos opinativos ou estatísticos, além de guias e artigos de cunho mais científicos.

Saiu alguma novidade no mercado do seu negócio? O governo fez alguma mudança decisiva em algo que afeta sua empresa?

Então o Medium, assim como o LinkedIn, são ideais para o compartilhamento da posição da sua marca.

Essa é uma boa oportunidade para trabalhar sua fanbase e se reafirmar acerca de qualquer tema de relevância para o negócio, gerando buzz nas redes e trabalhando o engajamento público.

Como escolher a rede social para minha empresa?

Você pode ler guias, conseguir graduações e até buscar cursos profissionalizantes em redes sociais, mas a verdade é que você só aprenderá a usá-las quando realmente colocar a mão na massa.

Vale a pena criar perfis de teste para experimentar todas as funcionalidades das redes antes de colocar o nome do seu negócio em exposição, mas saiba que não é necessário ter uma conta em cada opção disponível e, na verdade, é recomendado que você não faça isso – a menos que sua equipe de social media seja consideravelmente extensa.

Isso porque a gestão dessas contas demandará de atenção, testes contínuos, otimização e geração constante de conteúdo para que não caiam no esquecimento. Com apenas uma pessoa na equipe fica praticamente impossível fazer um trabalho impecável em mais de uma rede de maneira simultânea.

Portanto, antes de escolher sua primeira rede, avalie a presença de seu público ali, e se as funcionalidades dela serão suficientes para atender à demanda de conteúdo que geralmente acontece em sua área.

O Facebook ainda é a opção mais popular por concentrar a maior parte dos usuários, mas também pode aceitar uma enorme variedade de formatos de conteúdo, que facilitam na hora de encaixar ali qualquer modalidade de negócio.

Mas lembre-se que é preciso avaliar outros pontos antes de escolher sua próxima rede social. Abaixo listamos algumas questões que podem ser de relevância para seu negócio:

  • Densidade demográfica;
  • Tempo de expiração de um conteúdo;
  • Quantidade de usuários ativos mensalmente;
  • Presença de sua persona na rede;
  • Presença de concorrência na rede;
  • Formatos permitidos para publicação;
  • Possibilidade de integração com site e outras redes;
  • Tamanho da sua equipe de social media;
  • Preços e condições de investimento em patrocínio;
  • Possibilidade de SEO na rede;

Com isso em mente fica muito mais fácil decidir em qual rede investir.

Você tem um negócio descolado voltado para jovens e jovens adultos? Facebook, Youtube Instagram, Snapchat e Tumblr são ótimas pedidas.

Seu negócio é mais sisudo e com linguagem formalíssima? Considere perfis no LinkedIn, Medium e, quem sabe, até no Google+.

Sua empresa está no ramo da moda, artesanato ou culinária? Então Instagram e Pinterest são absolutamente necessários para você.

Avalie seu nicho, avalie sua concorrência e avalie sua expertise na área. Esses três fatores podem ser o seu guia definitivo das redes sociais nesse primeiro momento.

Curtiu? Então aproveite para descobrir mais sobre o mundo das redes sociais com o nosso Kit de Marketing nas Redes Sociais!

Baixe o nosso Kit gratuito de Marketing nas Redes Sociais

Aprenda tudo o que você precisa saber para marcar presença no Facebook, Instagram, LinkedIn, Twitter e YouTube!.


mais leads usando o LinkedIn

11 dicas para gerar mais leads usando o LinkedIn

Tão importante quanto ter um blog e produzir conteúdo útil e interessante para o público, é promover os posts corretamente. Sem essa ação, as leads chegarão até você apenas através das buscas orgânicas ou dos anúncios pagos, caso os use. Isso significa que a promoção dos posts nas redes sociais é um meio a mais de gerar visibilidade para o seu negócio.

Fala-se muito em postagem nas redes sociais, porém muitas pessoas esquecem que isso também deve ser planejado. Afinal, redes sociais diferentes atraem públicos diferentes. Sua empresa, por exemplo, tem uma página em qual rede social? Qual é a melhor opção para você?

Hoje, vamos falar sobre o LinkedIn, canal com objetivos profissionais e, segundo pesquisa, a melhor rede social para gerar leads, sendo 277% mais eficaz do que o Facebook e o Twitter.

Como o LinkedIn funciona?

Profissionais e empresas ingressam na rede para, especialmente, se conhecerem, se comunicarem e se informarem sobre o mercado de trabalho. O foco é direcionado às organizações e ao que elas difundem. Nesse contexto, empresas que acompanham outras encontram facilmente seu público no LinkedIn.

Além disso, quem participa do LinkedIn está interessado em encontrar conteúdo profissional, o que torna as publicações feitas pelas empresas bem mais eficientes. Por fim, é fundamental lembrar que a geração de leads nessa rede funciona no sentido B2B, ou seja, na relação entre empresas.

Sua estratégia de marketing de conteúdo já se beneficia das vantagens dessa rede profissional? Para ajudá-lo a captar suas leads, listamos as melhores dicas para alavancar o potencial da sua página e dos seus posts no LinkedIn. Acompanhe:

Gere engajamento dentro dos grupos de discussão

Quem quer levar seu conteúdo relevante ao LinkedIn precisa marcar presença nos grupos relacionados ao seu mercado de atuação para alcançar as leads. Dentro de um grupo, é possível divulgar seus posts e ainda debater e se mostrar uma autoridade nas temáticas relacionadas ao seu nicho. Nesse contexto, é possível gerar o engajamento dos tomadores de decisão das outras empresas que também estão ali justamente para se informar melhor sobre o mercado em questão.

Lembre-se sempre de não se tornar repetitivo e inflexível em suas opiniões, além de jamais postar conteúdo sem originalidade ou do tipo spam.

Use os anúncios do LinkedIn

Assim como em outras redes sociais, o LinkedIn também oferece anúncios pagos. Veja essa estratégia como um investimento, não como um gasto: pesquisas do Hubspot apontam que 87% dos usuários da rede profissional acreditam que o conteúdo divulgado por lá influencia nas tomadas de decisões. Então, capriche no conteúdo que será promovido porque ele tem grandes chances de atrair suas leads.

Concentre-se em promover um post por dia

Mesmo que você disponibilize um certo número de conteúdos no Linkedin diariamente, o ideal é que direcione seus esforços para a promoção de uma postagem. A partir dessa ação é possível garantir um número maior de curtidas, compartilhamentos e comentários fazendo do post uma máquina de conversão para seu site.

Não tenha medo de falar de si mesmo

Pelo fato dos usuários do LinkedIn estarem mais dispostos a engajar com seu conteúdo e tomar decisões sob a influência dele, você pode falar um pouco sobre o que sua empresa oferece. Apenas não se esqueça que a estratégia de conteúdo no Linkedin (tais como as que ensinamos no Curso de Marketing Pessoal no LinkedIn da Universidade Rock Content) deve ir além disso: é preciso que profissionais representantes do negócio se envolvam nas conversas sobre os temas do mercado e que a página da empresa seja alimentada com coisas interessantes e informativas também.

Faça as pessoas chegarem ao LinkedIn

Não adianta a empresa ter uma página no LinkedIn se ela não possui seguidores. Portanto, não deixe de promovê-la adicionando botões de compartilhamento em seu blog e site para a rede profissional, além de entrar em contato com pessoas que possam se interessar por seu conteúdo e divulgá-lo no LinkedIn e em outras redes.

Alimente a página da empresa com frequência

Essa é uma regra básica do marketing de conteúdo. Se você não tornar sua página  interessante e relevante, as leads não chegarão até sua empresa, uma vez que ali não será um meio rico em informação sobre seu mercado.

Reduza o tamanho do link para sua página

Encurtar os links que dão acesso ao seu blog garante que o LinkedIn não faça isso por você e coloque um fim no rastreamento do link. Para tal, use um encurtador como bitly.com ou o goo.gl, ou sua plataforma de automação, como o HubSpot.

Deixar o LinkedIn encurtar seus links significa que quando for gerenciar as visitas do seu blog ou site, não conseguirá saber se as leads são provenientes do LinkedIn porque o link estava diferente.

Não engesse sua página no LinkedIn

O LinkedIn tem suas peculiaridades e exige formato das postagens e linguagem diferentes das que você compartilha no Twitter, no Google+ e no Facebook, por exemplo. Mas não é por isso que o conteúdo deixado na rede profissional precisa ser engessado, ou seja, muito sério, com termos difíceis e sem identidade.

No LinkedIn também há espaço para criativdade, desde que seja aplicada na medida certa. Chame a atenção com imagens interessantes, títulos que instigam o leitor, textos, vídeos, infográficos e outros formatos de conteúdo. Assim você consegue ser profissional sem ser entediante.

Estimule assinaturas do feed do seu blog

O RSS feed, comum em sites de notícias, mantem os leitores atualizados sobre o que e quando você posta. Além de ser uma forma de educar melhor suas leads, você garante leitores fiéis do seu conteúdo. Portanto, além de todas as informações básicas sobre a empresa e dos links para o site e o blog, acrescente na sua página do LinkedIn o link do RSS feed.

Mantenha o os Produtos e Serviços atualizados

Representantes de empresas deixam essa função de lado, mas ela existe e é muito útil para informar os potenciais clientes. É possível adicionar os produtos e serviços oferecidos atualizando essa categoria na sua página do LinkedIn. (Exemplos, em inglês, neste link aqui)

Foque na qualidade do que posta

Como muitos canais na internet, o LinkedIn pode ser uma fonte expressiva de geração de leads se for usado com certo planejamento e atenção. Ações como postar seu conteúdo em grupos nem tão focados no mercado do seu serviço, criticar o trabalho de outras organizações, colocar um link sem qualquer informação extra, não participar de discussões nos grupos e não responder comentários jamais devem ser colocadas em prática. Dessa forma, ao aliar boas práticas, bom conteúdo e cordialidade você agrega valor e qualidade aos seus posts no LinkedIn.

Preparado para usar todo o potencial do LinkedIn a seu favor? Comece a alimentar a sua página na rede profissional e veja seu número de leads aumentar! Quer saber mais? Baixe nosso guia completo do marketing no LinkedIn!

marketing no linkedin ebook

[Vídeo] O que é Marketing de Conteúdo, afinal? 1

[Vídeo] Como usar o Facebook de maneira eficiente

Toda pessoa que conhece um mínimo de marketing sabe o quanto o Facebook é uma peça importante de qualquer estratégia. Ele é essencial na hora de divulgar seu conteúdo e engajar sua audiência. Mas se destacar no mundo de informações que são postadas a todo momento não é fácil. Você precisará se diferenciar dos seus concorrentes e conquistar a tão desejada (e díficil) atenção dos usuários.

Mas como fazer isso? No vídeo, você verá dicas simples de seguir e que irão ajudar muito na hora de conseguir os melhores resultados no Facebook! Por exemplo, imagens tem taxas de compartilhamento muito maiores do que textos puros.

Então, melhore os resultados e os investimentos realizados no Facebook seguindo as dicas e não deixe de assinar o canal, para não perder nenhum outro vídeo!

Aprenda como conquistar clientes usando o LinkedIn

Aprenda como conquistar clientes usando o LinkedIn

O LinkedIn atingiu recentemente no Brasil, a marca de 15 milhões de usuários. São 15 milhões de pessoas conectadas para fazer networking, prospectar clientes, gerar mais leads e fazer contatos que podem ser importantes para sua carreira ou para sua empresa, principalmente visando o mercado B2B.

É por isso que o LinkedIn é a maior rede social de negócios do mundo e é necessário entender  como ela funciona, para melhor aproveitar essa ferramenta tão usada por profissionais de vendas do mundo todo.

Mas e você? Já sabe usar essa poderosa ferramenta para alavancar seu negócio?

Vou dar algumas dicas nesse artigo, para que você use corretamente o LinkedIn para vender mais!

Tenha um perfil no LinkedIn “platinado”

Você já deve ter percebido que muitas pessoas no Brasil ainda possuem um perfil caótico no LinkedIn, certo? Você está andando para trás não tendo um perfil responsivo.

São várias as opções para ser preenchidas em um perfil no LinkedIn, mas segue aqui algumas opções para ter maior atenção:

  • Competências e recomendações
    Por que? É essencial demonstrar credibilidade para quem está você está querendo chamar a atenção, seja ele uma lead importante ou um contato bom para networking. Por isso é essencial ter um bom número de recomendações.
    Dica para conseguir:  Peça a todos da sua empresa, amigos que lhe envie alguma recomendação por escrito, para dar um up em suas qualificações.
    Outro ponto importante para utilizar essa arma! Recomende contatos importantes, mesmo antes de fechar o deal. Fazer isso demonstra que você acredita no trabalho que seu contato está fazendo, demonstra confiança.

Competências e recomendações

Competências e recomendações

  • Informações adicionais: Dicas para entrar em contato.
    Ao divulgar seu produto ou serviço, seja através de Marketing de Conteúdo, publicando em grupos ou para sua rede de contatos,  exponha também os meios para que os interessados consigam contatá-lo. Exemplo:

Dicas para entrar em contato

Dicas para entrar em contato

  • Resumo ou experiência:
    Faça um breve e objetivo esboço do seu trabalho atual, qualidades, quais são as suas tarefas dentro da empresa e quais são suas especialidades, mas com muita cautela!
    Lembre-se sempre, seu LinkedIn pode ser usado como seu currículo e também para avaliação de prospects que estão ouvindo os seus conselhos quando estão fechando com a sua empresa!

Marketing no Linkedin

A ferramenta ideal para ter uma rede de contatos responsiva

Se você é o responsável pela área comercial da sua empresa é essencial que tenha contato com seus clientes e atraia o máximo da atenção de quem pode fechar algum negócio, certo?!

Mas como encontrar essas pessoas? Indico o Rapportive, do próprio LinkedIn.

Com o uso dele, você pode adicionar em sua rede do LinkedIn, a pessoa com quem você está trocando emails! Use-o para adicionar prospects, contatos importantes e clientes na sua rede.

Como converter seus contatos em clientes

Seja o porta-voz da sua empresa! Se você é a fonte de contatos, e também irá trabalhar as leads paa convertê-los em clientes, use o seu perfil pessoal para divulgar todo o conteúdo da sua empresa.

Elabore chamadas marcantes ao divulgar algum artigo, participe e divulgue seu conteúdo em grupos e debates, responda perguntas e interaja com o seu leitor.

Foque em participar de grupos que estão as suas personas e trabalhe o seu conteúdo! Exemplo de grupos que participo:

Público-alvo: Diretores de Marketing, CMO's e CEO’s.

Público-alvo: Diretores de Marketing, CMO’s e CEO’s.

Faça networking com quem você quer como cliente. Envie sugestões, o auxilie até conseguir demonstrar qual a importância do seu serviço para ele.

A partir do momento em que você já tem o alvo na rede de contatos, basta manejá-lo para que ele o veja como referência e, em seguida, agendar uma reunião!

biblioteca de vendas

LinkedIn Premium, vale a pena?

Imagino que muitas pessoas possuam essa dúvida. Sim, vale! Às vezes é necessário fazer uma abordagem mesmo antes de adicionar uma pessoa em sua rede de contatos no LinkedIn, ou até mesmo para tentar agendar uma reunião com alguém importante, que ainda não está na sua rede.

Com o LinkedIn Premium você pode enviar InMails, que são as mensagens via LinkedIn, quando a pessoa ainda não está na sua lista de contatos. Faça isso, envie um breve resumo da sua empresa, alguns cases, mostre para a pessoa onde a empresa dele está pecando e mostre que a sua empresa é a solução. A partir disso, abra a networking, continue conversando, até ele ter sua confiança e tente fazer a reunião!

Outro ponto positivo é, conseguir ver um número maior de pessoas que viram o seu perfil. Isso pode ajudá-lo em uma transação importante ou chegar até alguém que esteja interessado no seu produto. Fique de olho em quem vê seu perfil!

Marketing de Conteúdo e LinkedIn andando juntos

Gere conteúdo para criar engajamento dentro dos grupos do LinkedIn, para gerar autoridade dentro da sua rede de contatos profissionais, divulgue conteúdo e converta os leitores em leads.

Faço esse trabalho hoje, dentro da Rock Content para fazer networking e conseguir mais contatos no LinkedIn. Não deixe de seguir nossa página da empresa e participar do nosso grupo, Conteúdo e Marketing.

E você? Tem alguma dica arrasadora para compartilhar conosco? Compartilhe conosco suas ideias nos comentários abaixo, e é claro, você pode me adicionar no LinkedIn clicando aqui.

Gostou deste artigo? Você vai gostar ainda mais do nosso Curso de Marketing Pessoal no LinkedIn da Universidade Rock Content.

Curso Linkedin

9 Dicas para vender para suas primeiras inbound leads 1

[Material Gratuito] O Guia Definitivo para Promoção de Conteúdo

Se você já está com sua estratégia de produção de conteúdo traçada, seu blog é atualizado com novos artigos diariamente e você disponibiliza ebooks e vídeos com frequência, é só esperar os resultados, certo? Nada disso! Fazer tudo isso é essencial, mas o próximo passo é tão importante quanto! Agora é a hora de divulgar e promover seu conteúdo para levá-lo aos olhos de sua audiência.

Nada de ficar achando que os leitores virão até você! É hora de enviar emails, postar em redes sociais, buscar o apoio de influenciadores e procurar por grupos e fóruns de discussão. Afinal produzir conteúdo sem promovê-lo é como dar uma festa e não convidar ninguém. Algumas pessoas podem passar por perto, ver a bagunça e acabar entrando, mas a grande maioria das pessoas jamais saberá que o evento existiu!

Se você quer aproveitar ao máximo as possibilidades que seu blog, seus artigos e seus materiais ricos podem trazer para sua empresa, ler esse ebook irá te dar as ideias que você precisa! Ao terminar de lê-lo, você irá se capaz de maximizar os resultados ao gerar mais tráfego e converter mais leads com o que você estiver produzindo.

Nesse ebook você verá:

  • Como fazer seus artigos terem sucesso nas redes sociais;
  • Como lançar (e bombar) um ebook para sua empresa;
  • Como fazer parcerias de marketing para alavancar sua geracão de leads;
  • As novas tendências na promoção de conteúdo!

E então, gostou?

baixeagora

[Ebook Gratuito] 9 erros que as empresas cometem em gestão de redes sociais

[Ebook Gratuito] 9 erros que as empresas cometem em gestão de redes sociais

Quantas vezes não falamos que o marketing mudou? Mas ainda bem, não é? Agora as empresas estão produzindo conteúdo de qualidade e sempre trazendo informações novas e úteis para seus prospectos e clientes. O marketing está caminhando em direção a um futuro muito mais criativo, interativo, relevante e marcado pelos bons resultados.

baixeagora

E nesse novo contexto, as redes sociais se destacaram e tornaram-se uma ferramenta fundamental para qualquer estratégia de marketing que esteja sendo traçada. Com a grande quantidade de usuários e de plataformas sociais, não ter uma página e um perfil de sua empresa é perder uma gigantesca oportunidade, seja de atrair prospectos, conquistar clientes, divulgar produtos ou serviços e manter um relacionamento com seu público.

Mas não basta simplesmente criar um perfil em cada rede social e achar que seu trabalho está resolvido. É preciso traçar um bom planejamento, conhecer bem as métricas e saber quais os objetivos a serem atingidos. É de suma importância testar e testar para descobrir qual a melhor forma de abordar seu público em cada uma dessas redes, qual o melhor horário e qual o tipo de publicação eles estão mais interessados. É importante conhecer seu interlocutor, sua audiência para entregar aquilos que eles desejam e incentivá-los a curtirem e compartilharem tudo o que você produzir.

E é claro que erros são muito comuns na hora de gerenciar todas essas redes sociais. Esses erros levarão à resultados piores e, consequentemente, você perderá dinheiro se não corrigí-los. Por isso, fizemos uma parceria com a Ingage e produzimos um ebook que lista os 9 erros mais comuns que as empresas cometem na gestão de suas redes sociais. E claro, ensinamos como evitá-los também.

baixeagora

Nesse material, você conhecerá os seguintes erros:

  • Falta de Planejamento – Excesso de vontade e boa intenção não irão ser suficientes parafazer uma boa gestão de suas mídias sociais. É importante ter seus objetivos claros, conhecer bem o contexto que sua empresa está inserida e qual o consumidor que você deseja atingir.
  • Focar apenas nos números – Métricas são essenciais para o sucesso de suas redes sociais mas achar que somente os números importam pode ser um erro gigantesco. Um número imenso de fãs em sua página no Facebook pode não ser algo bom, por xemplo.
  • Fazer spam nas redes sociais – Conheça bem o que é spam e que tipo de mensagem pode ser considerada como tal. Evite a todo custo usar esse tipo de mensagem pois elas irão afetar sua credibilidade e ao invés de conquistar visitantes, irão apenas espantá-los.
  • Ter um blog irrelevante e chato – Quem segue blogs chatos e irrelevantes? No máximo os amigos e a família dos donos dos blogs. Então tenha certeza que seu blog está sempre sendo atualizado com conteúdo interessante e útil para seus leitores.
  • Falar apenas sobre si mesmo – Uma das maneiras mais eficientes de perder seguidores e ficar com uma imagem negativa na rede é falar ininterruptamente sobre a sua empresa. Nem todo mundo quer saber como está a vida no escritório e como está indo a produção da nova plataforma. Isso é interessante EVENTUALMENTE, não todo dia! Então produza algo útil e que as pessoas queiram ver ao invés de usar suas redes sociais como um diário.
  • Não se comprometer – Como dissemos, só ter o perfil nas redes sociais não adiantará nada. Você precisa dedicar tempo e esforço para fazer com que suas redes sociais tragam os resultados esperados.
  • Automatizar todos os procedimentos – As mídias sociais devem ser verdadeiros canais de comunicação, meios perfeitos para estabelecer diálogo entre seus usuários. As relações nesse ambiente virtual devem ser humanizadas e a interação precisa ser constante. Não deixe tudo robotizado, com respostas pré-formatadas.
  • Não interagir com seu público – Se o intuito das redes sociais é a intera- ção entre as pessoas, é fundamental que a sua marca se torne mais humanizada e busque formas de interagir com a audiência por lá também. Responda todos comentários, agradeça elogio e escute as críticas!
  • Não ter uma estratégia consistente de geração de leads – Um dos principais objetivos das campanhas de Inbound Marketing é a geração de leads, ou seja, a atração de clientes potenciais e retenção de seu dados para trabalhar as possibilidades de conversão. Não é fácil transformar um visitante, fã ou seguidor em consumidor. Para que isso aconteça, é indispensável ter uma estratégia claramente definida para gerar leads.

Gostou? Então baixe agora e não deixe de comentar!

baixeagora

Vine: 4 Empresas que acertaram (e muito!) no uso dessa nova ferramenta

Vine: 4 Empresas que acertaram (e muito!) no uso dessa nova ferramenta

Em primeiro lugar, o que é Vine? Vine é um aplicativo de criação e compartilhamento de vídeos, pertencente ao Twitter. Mas não qualquer tipo de vídeo. Os vines tem 6 segundos e tocam em um looping contínuo. Nos últimos meses eles vêm fazendo um imensos sucesso e quebraram as barreiras do Twitter, sendo compartilhados em quase todas redes sociais. Os vines ainda não são muito comuns no Brasil, mas já são muito conhecidos e produzidos nos Estados Unidos.

Seu conteúdo normalmente é cômico. Os usuários gravam cenas engraçadas e colocam na Internet. Já existem diversas sub-celebridades nos Estados Unidos que produzem Vines de imenso sucesso. Mas como um vídeo de 6 segundos com fama de engraçadinho pode ser usado na estratégia de marketing de conteúdo de sua empresa?

Algumas empresas estão mostrando como.

1. Lowe’s – Fix in Six

A Lowe’s é uma empresa americana que, como eles mesmo dizem, ajudam seus consumidores a melhorar o lugar que eles chamam de lar. Com mais de 1850 lojas espalhadas por Estados Unidos, Canadá e México, eles vendem desde produtos de decoração a ferramentas diversas, de vasos de plantas a portas (algo como a Leroy Merlin, no Brasil).

E como eles conseguiram usar o Vine para divulgar conteúdo relevante para seu consumidores? Com a série Fix in Six – Conserte em Seis – a empresa disponibiliza dicas que facilitam as tarefas domésticas de qualquer um.

2. General Electric – 6 Seconds Science

Quanta ciência você consegue fazer em 6 segundos? A gigantesca e mundialmente famosa General Electric também usa dos Vines para engajar consumidores e distribuir conteúdo. Na série 6 Seconds Science, a empresa lança uma imensa feira de ciências, em que os consumidores filmam e compartilham vines com pequenos experimentos simples de serem feitos.

3. Bacardi – Six Second Cocktail

Se você procurar #sixsecondcocktail no Twitter, você terá uma lista de receitas para coquetéis. A Bacardi está usando os Vines para mostrar se como fazer diversos drinques em seis ou menos passos.

4. Oreo – Oreo Snack Hack

Uma das mais influentes marcas no mercado americano, a Oreo sempre utilizou as novidades das mídias sociais com muita maestria. Com os Vines não poderia ser diferente. No Oreo Snack Hack, a marca de biscoito mostra novas maneiras de aproveitar o produto, dando dicas e receitas muito inusitadas e interessantes.

Os vines devem fazer cada vez mais sucesso. O infográfico da 7th Chamber mostra como algumas das maiores marcas estão usando os Vines:

Vine

O uso de Vines aumenta a cada dia e vão conquistar o público tupiniquim em breve. Com certeza as empresas que souberem como aproveitar dessa ferramenta largarão na frente da concorrência e se destacarão no mercado complicado que vivemos hoje.

E vocês já conheciam o Vine? E acham que ele realmente pode fazer tanto sucesso assim no Brasil?

Pensando em criar conteúdo em vídeo? Saiba aqui como começar 2

Pensando em criar conteúdo em vídeo? Saiba aqui como começar

A Internet se revelou nos últimos anos, não apenas por ser uma mídia para entretenimento ou comunicação, mas um excelente canal de divulgação de serviços, produtos e aparecimento de novas empresas e ideias. Além disso, criou mercados, setores e oportunidades para uma multidão que não mais depende de relações comerciais fora da rede.

Para se diferenciar num universo tão competitivo, cada vez mais as empresas tem adotado estratégias de marketing de conteúdo com a intenção de aproximar clientes e marcas, criando uma relação mais de engajamento do que puramente compra e venda.

Dentre as estratégias de marketing de conteúdo, aquelas que usam posts, artigos mais complexos, e-books, whitepapers e complementam com conteúdo multimídia, como vídeos e webinars tem uma eficiência consideravelmente maior. Com essas estratégias mais completas, marcas tem conseguido segurar a atenção do usuário por mais tempo e com isso melhorar o retorno sobre o investimento.

Como começar a usar marketing de conteúdo em vídeo

São muitas as formas de uso de vídeo em marketing de conteúdo. Cada uma com suas vantagens e com seu próprio objetivo. O indicado é montar uma estratégia completa, que envolva desde testemunhos de clientes satisfeitos até tutorais de como utilizar seu produto ou serviço.

Muitas empresas aproveitam seus canais de comunicação para apresentar vídeos que ultrapassam completamente a intenção de simples propaganda, oferecendo ao espectador uma experiência muito mais imersiva e valiosa. Esses vídeos tem como temas assuntos relacionados à área de atuação da empresa, e não seu produtos. Uma construtora, que venderia apartamentos, pode ter vídeos com dicas de decoração ou um tutorial de como instalar sua própria luminária, que é uma informação que o público alvo dela busca. Além disso, é possível usar os vídeos para complementar posts em blogs e até mesmo outros vídeos.

Uma estratégia de marketing de conteúdo com vídeo também pode servir para oferecer um canal onde seus clientes podem expressar sua opinião sobre o produto, tirar dúvidas e até mesmo sugerir melhorias. Ter a visão de que esse tipo de marketing não deve ser uma via única de informação pode ser um grande diferencial para a sua marca.

Melhores estratégias para marketing de conteúdo com vídeo

Trabalhar seu marketing com vídeos abre uma série de possibilidades. Por exemplo, é possível utilizar vídeos para explicar o que seu serviço ou produto faz, em uma espécie de tutorial mais aprofundado. Ou até mesmo receber testemunhos de clientes sobre a sua marca. A principal vantagem desse tipo de estratégia é a possibilidade de levar o nível de interação com o seu usuário a um patamar pouco explorado pelas marcas no Brasil. Dessa forma você estreita a relação com o cliente, transformando-a em engajamento real. Por mais que pareça uma tarefa difícil para o seu departamento de marketing, não há problema algum em simplesmente pedir para que usuários participem de vídeos. Em geral, a receptividade desse tipo de ação é muito boa.

Precisa de ajuda para ensinar as crianças a escovar do dentes? A Colgate ajuda.

Precisa de ajuda para ensinar as crianças a escovar do dentes? A Colgate ajuda.

A Colgate apresenta diversos vídeos úteis para seus usuários como “Entendendo a sensibilidade no dentes” ou “Introdução ao clareamento dentário”. A empresa também tem tutoriais de escovação e dicas básicas de como cuidar do seu aparelho. Apesar de envolverem produtos da empresa, o foco dos vídeos é fornecer informações relevantes para os espectadores. A Universidade de Phoenix faz vídeos com depoimentos de alunos, que falam mais sobre o ensino, o campus e as oportunidades que a universidade os proporcionou.

Além disso, os vídeos tem sido muito utilizados para treinamento de colaboradores. Hoje em dia é comum que muitas empresas tenham times remotos e é complicado contratar, treinar e ainda manter o nível de qualidade da equipe. Com vídeos você tem uma ferramenta mais completa do que simples relatórios ou manuais sobre o seu produto. Através desse tipo de mídia, o novo colaborador poderá ver exatamente como deve ser feito o trabalho. Empresas como a mundialmente famosa Louis Vuitton usam de vídeos para expôr as discussões de arte dentre os colaboradores, para realizar o treinamento e a comunicação interna da empresa e para gerar um relacionamento com clientes, e não só para comerciais de seus produtos.

Ferramentas de vídeo e sua relevância em mecanismos de busca

Copyright: Annette Shaff / Shutterstock

Copyright: Annette Shaff / Shutterstock

Há um número grande de ferramentas online para vídeos, todas elas oferecem vantagens e desvantagens para produtores de conteúdo e devem ser escolhidas durante a montagem da estratégia de marketing. Também não há problema em utilizar mais de uma ferramenta. Abaixo listamos as principais:

  • YouTube: É a principal ferramenta. Pertence ao Google e tem a maior base de usuários e a maior penetração. Porém, a qualidade do conteúdo pode se perder em meio a tantos outros vídeos.
  • Vimeo: Apesar de não ter tanta penetração, destaca-se pela qualidade dos vídeos. É muito recomendado para estratégias que queiram atingir um público mais específico.
  • Instagram: Limita o tempo de duração do vídeo, mas tem uma capilaridade muito boa entre os usuários. Deve ser utilizado para complementar uma estratégia de conteúdo em redes sociais.
  • Vine: Apresentando vídeos muito curtos (cerca de 6 segundos) e com uma imagem mais descolada, os vines já apresentam casos de sucesso. Tem uma abordagem única e diferenciada..

Além das vantagens que citamos acima, os vídeos tem uma relevância especial para os mecanismos de busca como Google e Bing, já que ambos reservam um espaço especial para esse tipo de mídia. Um título interessante contendo palavras chave e uma descrição bem feita são essenciais para esse bom posicionamento. Ter seu próprio canal (seja no Youtube ou no Vimeo, por exemplo) também é um diferencial. Divulgar seu conteúdo em sites parceiros e em comunidades e fóruns é importante para conseguir visualizações, que melhoram seu posicionamento. Dessa forma, investir em gerar conteúdo através de vídeo, como diferencial competitivo, pode ser um grande acerto para marcas que estão querendo mais do que apenas cliques e visualizações, mas um real engajamento com usuários e a criação de uma forte comunidade ao redor da marca.

Você já produz conteúdo em vídeo? Aproveite os comentários abaixo para nos contar sua experiência.

 

(Imagem destacada: Yuriy Vlasenko / Shutterstock)