Por Autor Convidado

pela Rock Content.

Publicado em 10 de maio de 2019. | Atualizado em 7 de junho de 2019


Animações simples e GIFs, brutalismo, microinterações, diversidade: conheça as 10 principais tendências de Web Design para este ano.

Como um bom profissional de Web Design, você já deve saber que é necessário estar atento a todas as mudanças do mercado para ter uma vantagem competitiva entre seus concorrentes.

Há alguns anos, as tendências de design avançaram em direção à criatividade desenfreada — abandonando grades e fotos tradicionais em troca de ilustrações vibrantes, esquemas de cores ousados e layouts assimétricos.

Em outros anos, os avanços tecnológicos tornaram os websites mais inteligentes (com o machine learning e interações sutis) e esses paradigmas mutáveis ​​influenciaram as tendências de design (menus de hambúrgueres, alguém?).

Em 2019, as tendências do web design verão esses dois lados da moeda — estética e tecnologia — se unirem como nunca antes.

Por isso, se você quer saber quais são as tendências de Web Design em 2019, confira nosso artigo e descubra se alguma delas pode ser a chave para aumentar suas conversões!

1. Transição de páginas na vertical

Não é novidade que as pessoas querem informações cada vez mais rápidas na internet. E uma das características do novo usuário é que ele tem pressa, não gosta de esperar.

Por isso, uma das tendências de Web Design em 2019 é a transição de páginas de forma suave, e, de preferência, na vertical.

Isso porque a sensação de clicar em um link e esperar ele abrir olhando para um fundo completamente branco é desagradável e deixa o usuário impaciente, o que pode aumentar suas taxas de rejeição.

A transição torna a ação suave e reduz a sensação de que o usuário está esperando por algo.

Além disso, o movimento vertical (de baixo para cima) gera familiaridade e aprimora a usabilidade tanto nos dispositivos desktop quanto mobile, pois esse é o movimento padrão de rolagem das páginas.

Unindo essa estratégia a uma consultoria de SEO para aumentar a velocidade de carregamento do seu website, é possível aumentar suas conversões e melhorar a experiência do usuário.

2. Animações simples e GIFs

Nenhum usuário gosta de acessar uma página e encontrar apenas colunas e mais colunas de texto. Por isso, é uma obrigação de todo Web Designer inserir imagens para otimizar um site.

Porém, com a inserção de GIFs no Facebook, WhatsApp e em outras redes sociais, as pessoas estão se familiarizando cada vez mais com as animações.

Por isso, uma tendência de Web Design e 2019 é usar animações simples, mas que orientem o usuário aos pontos importantes da página.

Além de deixar um site mais dinâmico, animações inseridas no momento certo da jornada do usuário podem ser decisivas para orientar o lead a tomar a ação que você deseja.

Os GIFs também podem ser muito úteis, principalmente para demonstrarem ações simples em poucos segundos, sem a necessidade de produzir um vídeo.

3. Ilustrações 3D

Uma das principais tendências para o Web Design em 2019 é usar ilustrações 3D como substituição às fotos.

A ideia é trocar o comum “texto e imagem do lado” por uma ilustração centralizada que mostre as soluções da marca de forma mais clean.

As principais vantagens de usar ilustrações são:

  • gerar identificação no usuário;
  • explicar o processo de uso do seu produto/serviço de forma clara;
  • ajuda a humanizar a marca;
  • ideal para negócios com mais de 5 personas, pois não exclui grupos de pessoas.

Além disso, você pode montar as ilustrações baseadas na identidade visual da marca, reforçando o branding da empresa e gerando mais confiança no usuário.

4. Brutalismo

Odiado por uns e amado por outros, o brutalismo é um estilo de design focado apenas na funcionalidade, ignorando a aparência de um website.

Como consequência, os sites com design brutalista apresentam elementos desordenados, fontes muito agressivas e pouco refinamento, criando uma aparência bastante “crua”.

Muitas pessoas acham o estilo desconfortável, mas recentemente ele têm ganhado popularidade entre o público jovem, principalmente quando utilizado com elementos da web dos anos 90.

Além disso, é possível montar um website brutalista que seja funcional e não tenha um visual tão agressivo, basta selecionar bem os elementos usados e, claro, testar!

A verdade é que o estilo pode funcionar, mas isso dependerá da estratégia da sua marca, seu objetivo e, principalmente, seu público.

5. Serifas na tela

Todos nós já ouvimos a regra de que fontes serifs são para impressão e sans serifs são para tela/digital. Mas o que seria das tendências de web design se não fossem para dar um chacoalhão naquela “velha ideia formada sobre tudo”?

Enquanto a família sans, com sua legibilidade limpa, ainda é a preferida para ser aplicada em textos longos — seja de copy, seja de textos institucionais — cada vez mais as marcas estão apostando em uma fonte serifada.

A serifa em negrito pode dar um efeito bastante interessante em cabeçalhos e chamadas ou títulos de destaque. Há uma boa razão para isso: as serifas foram projetadas para serem decorativas, tornando-as perfeitas para demonstrar ênfase.

E mesmo que as serifas sejam frequentemente associadas ao passado, elas são extremamente versáteis e mais adaptáveis ​​do que você imagina.

Tomemos por exemplo as serifas arredondadas que representam a marca alegre da Mailchimp.

mailchimp

Ou as serifas em cunha com contornos mais cheios, que dão um visual mais moderno para o Medium.

medium

6. Paletas em preto e branco

A cor é um dos elementos mais importantes de um site. Ele cria um clima, unifica uma marca e guia os usuários por meio de uma interface, criando pontos de referências visuais. Para 2019, estamos vendo vários sites utilizarem um esquema de cores preto e branco, para ousar e dar mais destaque visual.

A cor é literalmente como vemos o mundo pelas partículas de luz sendo absorvidas. Quando falta a cor, começamos a ver o mundo de maneira diferente: texturas e formas tornam-se mais claras, e o mundo parece visivelmente mais lento, parado.

O branco por si só é limpo e reservado, enquanto o preto é forte e assertivo. Combine estes e você terá uma aparência completamente marcante, com a luz e o contraste ideais.

Ironicamente, o maior efeito que os desenhos em preto e branco podem ter é sua combinação com quantidades mínimas de cor.

Adicionar uma cor de destaque não só quebrará esse ar monocromático, mas fará com que os pontos de interesse e as chamadas para ação fiquem em evidência.

7. Formas naturais e orgânicas

Embora os sites sejam normalmente configurados para grades sistemáticas, os designers estão se voltando para formas naturais e linhas suaves.

Estruturas geométricas como quadrados, retângulos e triângulos com seus cantos afiados criam uma sensação de estabilidade, mas as tendências de 2019 estão mais preocupadas com a sensação de acessibilidade e conforto.

Como as formas orgânicas são naturalmente imperfeitas e assimétricas, elas podem fornecer profundidade ao layout da página.

As formas são baseadas na natureza (pense nas formas curvas de árvores e montanhas), mas também podem ser elementos desenhados livremente, para dar a ideia de espontaneidade de acidentes provocados pelo homem, como respingos de tinta, mancha de café, ou algo do gênero.

O objetivo aqui é que o layout fique mais “humano” e vivo por meio desta ilusão de movimento.

BrioRom Hunter App

8. Microinterações

As microinterações são eventos com um propósito: surpreender o usuário e criar um evento convidativo e humano.

Toda vez que você realiza uma pequena ação em um site ou aplicativo e há uma resposta específica a ela, isso é uma microinteração.

Quando você atualiza uma página do Twitter e ouve um sinal sonoro, esta é uma microinteração. Ou quando você verifica o Facebook, o ícone vermelho exibindo sua contagem de mensagens é também uma microinteração.

Esses foram os usos mais comuns deles, mas em 2019, os sites terão suas encarnações mais interativas. O usuário poderá passar o mouse ou rolar a página para ativar animações e outros efeitos.

Em suma, essa é uma forma de envolver seu público-alvo em seu site, transmitir informações aos usuários sobre suas ações e tornar os sites um pouco mais inteligentes e interativos.

9. Ainda mais conteúdo de vídeo

O conteúdo em vídeo não apenas diversifica a página, mas atende a um público em movimento que não tem tempo para ler muito texto.

Seja um vídeo explicativo do seu serviço ou um vídeo de fundo, para dar mais movimento ao site.

Porém, usar vídeos no site não é novidade, o que é novo é o movimento que o Google fez. O gigante das buscas privilegiou nos resultados de pesquisa os sites que utilizam vídeos em suas páginas.

Você pode se interessar por esses outros conteúdos

👉 Conteúdo em vídeo: veja como ele impacta a conversão e o engajamento

👉 Vídeos corporativos: o que são e por que você deve investir neles

👉 Vídeo Marketing: entenda tudo sobre os vídeos para sua estratégia


10. Diversidade

Muitas vezes, as pessoas esquecem que a web sempre foi acompanhada por mais dois dáblios importantes: “World Wide”. A internet conecta bilhões de pessoas em todo o mundo a partir de diferentes culturas, habilidades, idades, identidades de gênero — pessoas que querem se ver refletidas em seu conteúdo.

Mesmo pequenas considerações do passado (como os tons de pele variados da Apple para emojis) foram muito longe para fazer com que pessoas de todos os estilos de vida se sintam mais bem-vindas no espaço digital de uma marca.

Em 2019, os web designers devem dar um salto ainda maior em direção à inclusão, de padrões de acessibilidade aprimorados a imagens socialmente conscientes e diversificadas.

ONU

O mundo ainda tem um longo caminho a percorrer nesta arena, mas os designers de agora podem usar sua arte para demonstrar que a web deve ser plural, sobre pessoas reais fazendo conexões reais.

No final, as tendências vêm e vão. Algumas duram por décadas, enquanto outras são simplesmente um flash. O que importa é que você permaneça fiel à marca para a qual você está criando.

Escolha as tendências que melhor se alinham aos valores da empresa. Se algo é tido como tendência, isso não significa que você tem que adotá-lo. Você precisa escolher as tendências que são úteis para tornar seus projetos mais eficazes e impactantes.

Anotou todas as dicas ou já está testando em alguma delas? Então deixe seu comentário se alguma delas funcionou!

Conteúdo produzido por UpSites.

100.000 pessoas não podem estar enganadas
Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *