Tendências do marketing educacional para 2019

Impulsione os resultados da sua IES com as 7 melhores tendências do Marketing Educacional para 2019

Em um cenário de dificuldades para Instituições de Ensino Superior, a grande aposta é o Marketing Digital como forma de aproximação das instituições com o público.

Em meio ao cenário negativo, muitas faculdades se beneficiam pelo crescimento da popularidade dos cursos EAD no Brasil.

Segundo a Veja, o Ensino a Distância em 2018 foi a modalidade escolhida por cerca de 1,5 milhões de alunos de nível superior e já representa quase um terço dos novos entrantes.

Fica claro que o segmento de Educação não está imune à Transformação Digital. Assim, é cada vez mais necessário se empenhar para entregar valor, mudando estruturas tradicionais dentro das instituições.

Ter uma boa produção de conteúdo será apenas um dos fatores para o sucesso da sua Instituição de Ensino em 2019.

Prepare-se para levá-lo a um próximo nível, acompanhando as ferramentas e estratégias do momento.

1. Omnichannel

A estratégia Omnichannel se baseia na interligação de diferentes canais de aquisição de alunos.

As estratégias de captação de alunos offline não serão abandonadas, mas o objetivo de 2019 será estreitar a relação entre esses meios tradicionais e a captação online.

Nesse sentido, um canal deve ajudar o outro no fortalecimento da relação da Instituição de Ensino com os alunos. Afinal, para eles, a marca por trás de todos esses canais é a mesma e o que importa é a experiência como um todo.

Para isso, é essencial ter a equipe de atendimento preparada para gerenciar vários canais de comunicação e ter os times alinhados em relação a informações como os fechamentos de matrícula, materiais mais acessados e outros dados.

Em meio a tantas ferramentas de marketing, ter um sistema de Business Intelligence (BI) facilita a integração de toda a base de dados.

Esse tipo de software compila os dados para permitir a construção de relatórios que te auxiliarão na análise das estratégias para a equipe. Ele facilita o gerenciamento dos canais e ajuda a medir os resultados.

Dessa forma, as tomadas de decisão serão muito mais inteligentes e assertivas.

2. Conteúdo em vídeo

O conteúdo em vídeo é indispensável para os cursos à distância, isso todos sabemos.

Atualmente, até cursos presenciais adotam recursos de mídia online para dinamizar o aprendizado dos estudantes.

Além disso, o Vídeo Marketing pode ser utilizado para atrair potenciais alunos, sendo uma forma excelente de persuadir e engajar os visitantes do site, além de ajudar a aumentar o tráfego orgânico.

Na Content Trends – Educação de 2018, averiguamos que as Instituições de Ensino consideram os vídeos como um dos fatores mais importantes para o processo de aquisição de alunos:

Tendênciais do marketing educacional funil

Esse formato de conteúdo digital inclui os webinars e videoposts e pode ser adaptado para blog, redes sociais e até Landing Pages.

De acordo com a Single Grain, as Landing Pages com vídeos têm o potencial de conversão aumentado em 800% vezes, e eles fazem com que 88% dos visitantes fiquem mais tempo no site.

O conteúdo em vídeo é especialmente relevante nas redes sociais, pelo poder de viralização e pela popularidade dos Stories sobretudo entre o público jovem.

Dessa forma, os vídeos são também úteis para melhorar o engajamento e satisfação dos alunos atuais!

È importante lembrar que eles serão assistidos e compartilhados pelo celular, e portanto devem ser otimizados também para uso mobile.

Manual do uso de Vídeos no MKT Conteúdo

3. Marketing de experiência

Engana-se quem pensa que apenas os produtos tangíveis podem ser testados.

O marketing de experiência também é aplicado na Educação para gerar um diferencial e mostrar o valor do serviço!

Por exemplo, as aulas experimentais e tourspelo campus podem ser utilizados para que o futuro aluno ganhe mais confiança na Instituição de Ensino.

Outra ideia é disponibilizar um tour virtual para apresentar a infraestrutura para os futuros alunos! Veja o exemplo no site da Uninorte:

Tendências de marketing educacional exemplo

E esse tipo de experiência deve estar disponível não apenas quando solicitado!

As instituições que utilizam essas possibilidades de forma ativa, convidando os interessados a experimentar aquilo que oferecem conquistam muito mais alunos e seus pais, que em muitos casos são os responsáveis pela avaliação de custo-benefício.

Por isso, é relevante deixá-los testar as qualidades da Instituição para aumentar a confiança antes mesmo da matrícula.

4. Conteúdo gerado pelo usuário

O famoso boca-a-boca está mais vivo do que nunca. Além de tudo, ele está evoluindo para se alinhar ao cenário digital.

Ao trazer o conteúdo gerado por alunos e ex-alunos em formatos criativos e atrativos, a sua instituição de ensino aproveitará o marketing de recomendação e aliando-o às novas tecnologias que ajudam a dinamizar essa estratégia.

O User Generated Content (UCG) pode aumentar em 90% o tempo que os usuários gastam no seu site, e ainda aumenta as chances de os usuários retornarem à sua página!

Por exemplo, se sua Instituição de Ensino já possui um blog, aproveite para compartilhar depoimentos escritos pelos seus próprios alunos para dar uma perspectiva mais realista e confiável à qualidade da IE.

Além disso, você pode estimular a geração de conteúdo por alunos, criando momentos e cenários para que eles compartilhem experiências cotidianas na instituição.

A Universidade da Califórnia em Los Angeles, por exemplo, promoveu a hashtag #sceneatUCLA para incentivar que os alunos compartilhem fotos de cenários interessantes no campus.

Veja abaixo o exemplo do post na conta do Instagram da UCLA, que menciona na descrição o perfil da aluna que tirou a foto:

Tendências do marketing educacional exemplo 2

Interaja você também com seus alunos para criar um clima de comunidade na instituição e fazer com que eles se tornem defensores da sua marca!

5. Marketing de influenciadores

Ao mesmo tempo que a importância do conteúdo gerado por usuários aumentou, os usuários se tornaram mais criteriosos em relação a quem comunica o nome da marca.

O marketing de influenciadores é hoje a grande aposta de muitas marcas.

O influencer têm o papel de compartilhar sua realidade como aluno e ao mesmo tempo melhorar a visibilidade e a imagem da instituição, mostrando suas vivências pessoais.

Assim, eles conseguem atingir seus seguidores com muito mais credibilidade e naturalidade do que, por exemplo, um ator famoso em uma propaganda atingiria.

É provável que sua instituição já possua alunos com grande poder de influência nas redes sociais.

Então, tente conhecer melhor o seu público para descobrir essas pessoas, e incentive-as a compartilhar mais experiências positivas dentro da instituição!

Infográfico sobre Influenciadores Digitais

6. Uso de Chatbots

Muitas Instituições de Ensino já começaram a utilizam Chatbots para agilizar e dar escalabilidade ao atendimento aos estudantes interessados em se matricular.

A tendência é que essa ferramenta de comunicação automatizada se torne ainda mais difundida, sofisticada e aceita por usuários no próximo ano com o desenvolvimento das tecnologias de machine learning e inteligência artificial.

Assim, será possível aproximar ainda mais a linguagem com o seu público e torná-la o mais humanizada possível, além de alinhada à identidade da empresa e ao tipo de conversa.

Em vez de o potencial aluno ter que procurar um telefone para contato ou uma sessão do site que com perguntas mais frequentes, ele pode solucionar suas dúvidas de forma instantânea no chat!

Todavia, o uso dos Chatbots não deve substituir a sua equipe de Inside Sales ou atendimento ao aluno.

Na verdade, eles servem para ajudar o trabalho dessas pessoas, que podem se concentrar na parte mais complexa do atendimento, otimizando a gestão de tempo e recursos dentro da IE.

7. Novas estratégias de retenção

Com a queda na captação de alunos em cursos presenciais, as IES começaram a se preocupar ainda mais em manter os alunos já matriculados.

Desde então, as equipes começaram a ser reestruturadas para organizar melhor a tarefa relacionada a fortalecer o relacionamento com o aluno e melhorar a taxa de retenção.

Dentre algumas das novas táticas implementadas, podemos citar a gestão inteligente dos perfis nas mídias sociais, que deixam de ser usados esporadicamente e sem qualquer planejamento.

Além disso, em 2019 mais IEs adotarão plataformas de desenvolvimento da carreira do aluno, para entender melhor as necessidades e interesses dos alunos e auxiliá-los a atingir seus objetivos.

A ideia é tornar a relação o mais personalizada possível e fazer com que estudar na sua instituição faça sentido aos seus estudantes durante toda a jornada.

Assim, eles podem direcionar os esforços para o objetivo almejado, e sua Instituição de Ensino poderá fazer parte da construção do futuro dos alunos!

Afinal, este é propósito da Educação.

Se depois de conhecer todas essas tendências você ainda quer conhecer ainda mais estratégias e técnicas para impulsionar os resultados da sua IE, então confira também o nosso material sobre Marketing de Conteúdo e Inbound Marketing para o setor educacional!

Marketing-de-conteudo-para-instituicoes-de-ensino

100.000 pessoas não podem estar enganadas
Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo